Autor Tópico: raw 14 bits para psd 16 bits: Ganho ou perda?  (Lida 2005 vezes)

Raphael Sombrio

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.142
  • O RAW é um diamante...bruto
Online: 03 de Março de 2017, 12:15:54
Com o intuito da utilização das imagens para impressões, sempre arquivei meu acervo com o máximo de qualidade e informações.

Assim sendo, após os devidos ajustes dos arquivos saidos da minha camera ( Nikon D7100 ) - RAW 14 bits,  feitos no Lr, eu os exporto em psd 16 bits e Adobe RGB.

Recentemente comecei a pesquisar um pouco mais sobre isso e me ocorreu a dúvida sobre essa conversão que faço ser efetivamente eficiente, ou a melhor escolha.

Em um curso de fotografia que fiz em 2015, um dos professores nos mostrou um exemplo de que existe ganho ao se converter arquivos com menos bits para mais ( 8 para 32, foi o exemplo que ele mostrou ).
Ao fazer isso com um arquivo JPG, a foto "ganhou" informação ( claro, criada pelo software ), mas que permitiu ajustes mais extremos do que a original de 8 bits.

Aos mais entendidos, pergunto: Existe esse ganho efetivamente, ou esse aumento pode na verdade prejudicar a qualidade da imagem?
No meu caso especificamente, é indicado converter um RAW 14 bt para um psd 16 bt ?

Agradeço a quem puder ajudar  :ok:


Lindsay

  • Trade Count: (19)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.971
  • Sexo: Masculino
Resposta #1 Online: 03 de Março de 2017, 12:26:07
Pelo que sei, existiria ganho se vc tivesse fotografado com um equipamento que produzisse a foto em 16 bits, como algumas câmeras de médio formato. Assim a foto teria mais nuances entre os tons, mais cores, e junto com tudo isso uma sensação maior de nitidez.

Depois da foto produzida em 14 bits, simplesmente convertendo para 16 bits não se recupera uma cor ou um tom intermediário que estivesse presente no momento da foto, porem pode ser que com as alterações e dependendo da quantidade e do tipo de alterações que foram feitas na edição, é possível haver algum ganho, mas em relação ao resultado contemplado nos trabalhos de edição.

Então são possibilidades diferentes.
Conhecimento importa mais que equipamento.


AFShalders

  • Trade Count: (28)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 9.544
  • Sexo: Masculino
  • слава україна !!!
    • Old Good Light
Resposta #2 Online: 03 de Março de 2017, 12:28:50
Isso é um assunto bem controverso. Depende muito de como o equipamento de impressão lida com o numero de bits na saida propriamente dita. É mais ou menos a mesma pendenga do sRGB e do Adobe RGB.

Na teoria, quanto mais bits, melhor. Mas muitas vezes não consegui distinguir absolutamente nenhuma diferença em saidas em 12, 14, 16 , 24 e 32 bits. Novamente, depende do que a etapa de saída for capaz de encarar. Saídas em jato de tinta usam dithering e as dye sublimation, sobreposição das camadas CMY com pesos diferentes.

Resumindo, se o hardware da impressora não for capaz de suportar um determinado numero de bits, não irá adiantar nada.
Recomendo fazer provas e ver qual o resultado. O resto é teoria achológica.


Roberto Dellano

  • Trade Count: (11)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.002
  • Sexo: Masculino
  • RTFM
    • Roberto Dellano Fotografia
Resposta #3 Online: 03 de Março de 2017, 13:17:22
Raphael, vou fazer um paralelo a sua duvida aqui. Não seira melhor guardar o RAW? Pois um RAW de 27mb ao ser exportado em PSD fica com aproximadamente 130mb, quase 5x o tamanho do RAW. Alem do espaço, ainda sabemos que o RAW tem maior flexibilidade de pós do que qualquer outro arquivo.

Eu após entregar o trabalho e dar tudo por finalizado, apago todos os PSD, guardo o RAW e o JPG finalizado.


nandoespinosa

  • Trade Count: (3)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.124
  • Sexo: Masculino
    • Nando Espinosa Fotografia
Resposta #4 Online: 03 de Março de 2017, 13:51:18
"ganhou" informação ( claro, criada pelo software ), mas que permitiu ajustes mais extremos do que a original de 8 bits.
Acho que tua resposta tá aqui.. Não tem como criar informação sem modificar o original. A conversão SEMPRE vai trazer alteração. E em alguns casos ocasionará perda por alteração das cores originais. Então, na melhor das hipóteses manterá a qualidade de cores. Mas aí num arquivo maior.

Não seira melhor guardar o RAW? Pois um RAW de 27mb ao ser exportado em PSD fica com aproximadamente 130mb, quase 5x o tamanho do RAW.
Concordo com o Dellano. Se guardares o RAW tá tudo certo. Aí, se tiveres que converter as cores em função de alguma impressão, faz direto do raw.


Raphael Sombrio

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.142
  • O RAW é um diamante...bruto
Resposta #5 Online: 03 de Março de 2017, 14:13:43
Obrigado por todas as informações explanadas.

Só pra esclarecer, eu guardo sim todos os arquivos RAW, porém, em muitas fotos que seleciono ( faço DOF empilhamento, panorâmicas e ajustes mais trabalhosos ), chego a um resultado que para te-lo novamente a partir do RAW original teria muito trabalho, então deixo a imagem salva com todos os layers, efeitos, mascaras e sobreposições que por ventura eventualmente possam ter, salvas em psd/16 bts/Adobe RGB.

A minha dúvida fica mais no sentido de esse aumento de bits que insiro na imagem ser mais prejudicial do que benéfico ( ou tlvz inútil ), mas entendi o que o AFShalders explicou, e com certeza quando for fazer impressões terei de fazer todos os testes necessários para uma qualidade adequada.

O meu medo seria descobrir que todo o tratamento que faço empregaria um resultado catastrófico em impressões justo por essa conversão forçada e que por isso não seria possível arrumar o problema.


spositom

  • Trade Count: (2)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 1.654
Resposta #6 Online: 03 de Março de 2017, 14:37:44
Quando faz a conversão de 8 para mais bits (não sei o motivo de usar 32)  a foto não melhora, mas tem mais possibilidades de atingir um melhor resultado na edição só transformar tenho duvidas no sucesso e arrisco em dizer que em alguns casos pode acentuar o banding

Só o fato de tirar do JPG que pra editar já fica muito bom

Não sei qual a diferença de uma foto em AdobeRGB e Prophoto, mas se não for muita, trabalharia com essa, depende de onde vai imprimir faz diferença

Referente aos testes o que vai importar é o gosto, tipo de papel, um pouco mais de contraste, etc pq referente a impressão (tipo de arquivo, mecanismo de conversão e outros impressor sabe (deveria ao menos)

Dificilmente o impressor vai trabalhar em PSD, pode até arquivar assim mas optaria em entregar tiff 16bits





spositom

  • Trade Count: (2)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 1.654
Resposta #7 Online: 03 de Março de 2017, 14:39:26
Ahh sim, desculpe :doh:

O tamanho entre uma foto AdobeRGB e Prophoto


felipemendes

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (9)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 7.239
  • Sexo: Masculino
    • Meu Flickr
Resposta #8 Online: 03 de Março de 2017, 15:06:47
Acho que a vantagem (discutível) pode ser na edição, por ter mais resolução de cor pra trabalhar. Isso é vantagem se vc fizer muitas transformações envolvendo cor. Mas... e daí? Vc trabalha em 16 bits, e no final, mal consegue distinguir o resultado entre 12 e 16 bits.

Minha opinião, perde em espaço, e não ganha tanto em qualidade. Mas, no seu caso, se ganha em operacionalidade, o que é muito bom.


spositom

  • Trade Count: (2)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 1.654
Resposta #9 Online: 03 de Março de 2017, 15:44:32
Na impressão dá pra enxergar a diferença, na web só roda 8 bits ai tanto faz mesmo


vangelismm

  • Trade Count: (7)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 10.090
  • Sexo: Masculino
    • MedinaFotografia
Resposta #10 Online: 03 de Março de 2017, 16:04:38
Ai eu pergunto, vc tem opção de não converter?
Ou raw vai virar jpg de 8 bits ou vai virar psd ou tiff de 8/16 bits.
"A perspectiva de uma imagem é controlada pela distância entre a lente e o assunto; mudando a distancia focal da lente muda o tamanho da imagem , mas não altera a perspectiva . Muitos fotógrafos ignoram este fato, ou não têm conhecimento de sua importância." -  Ansel Adams, Examples – The Making of 40 Photographs


Lindsay

  • Trade Count: (19)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.971
  • Sexo: Masculino
Resposta #11 Online: 03 de Março de 2017, 17:16:15
Ai eu pergunto, vc tem opção de não converter?
Ou raw vai virar jpg de 8 bits ou vai virar psd ou tiff de 8/16 bits.

Ai eu respondo:

Pois é tem isso ai tbm...  14 bits só no RAW da câmera...
Conhecimento importa mais que equipamento.


Pictus

  • Trade Count: (3)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 9.092
  • Sexo: Masculino
    • http://www.flickr.com/photos/10986424@N02/sets/
Resposta #12 Online: 03 de Março de 2017, 18:20:52
Os sensores basicamente são todos de 14-bits
https://www.dpreview.com/forums/post/59002429

O 16-bits do Photoshop na realidade é 15-bits+1
https://goo.gl/SmQPgw

https://youtu.be/yk34RZp67P0

No Photoshop passar um arquivo de 8 para 16 não ganha nada, mas evita posterização
ao aplicar correções tonais e ou algum plug-in.
Um exemplo extremo, mas que serve como demonstração https://dl.dropboxusercontent.com/u/4686872/8_16.psd
Baixa o arquivo, carrega no Photoshop e alterne entre 8 e 16-bits...

Imagens sem textura/ruído e com gradientes como o céu ou uma parede desfocada, correm o risco de posterização
ao passar para 8 bits...

Smooth Gradients in Photoshop (Dithering)
http://www.iceflowstudios.com/2013/tips/smooth-gradients-in-photoshop-dithering/


« Última modificação: 03 de Março de 2017, 19:29:53 por Pictus »