Autor Tópico: X-Trans vs Bayer Sensors  (Lida 2869 vezes)

Lindsay

  • Trade Count: (19)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.589
  • Sexo: Masculino
Online: 06 de Março de 2017, 20:23:53
Trazendo para os colegas que se interessam pelo assunto, um interessante artigo publicado recentemente no Peta Pixel:

X-Trans vs Bayer Sensors: Fantastic Claims and How to Test Them

https://petapixel.com/2017/03/03/x-trans-vs-bayer-sensors-fantastic-claims-test/


Conhecimento importa mais que equipamento.


AFShalders

  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 8.712
  • Sexo: Masculino
  • "Bela câmera, mas mostre as fotos..."
    • Old Good Light
Resposta #1 Online: 06 de Março de 2017, 20:47:15
Acho que tudo depende do metodo de intepolação usado. Na verdade é a grande pegadinha da coisa.
Por exemplo, por que ele não usou o Iridient que é o melhor de todos ? Ou por que deixou de usar o da Fuji ? Só porque é proprietário ? Não faz sentido algum do ponto de vista do usuário...

Que o X-Trans é um porre de decodificar, eu concordo 500%. Hoje mesmo processei umas 800 imagens raw com o Iridient e realmente o bicho pegou, demorou MUITO. Fora que a interface do Iridient é um horror.

Quanto ao Moiré, todos os sensores dão Moiré. É uma característica inerente do processo de capturar uma imagem de um padrão regular através de um sensor que tem um padrão também regular (uma matriz de pontos). Sem moiré, só com filme. Ponto.

Esse marketing do tipo de matriz da Fuji é velho. Já tentaram isso inúmeras vezes sem muito sucesso, mas as câmeras sempre foram muito boas. Quem lembra dos Super CCD SR/HR/EXR ? 

EXR:





No final nunca ficou provado que essas soluções eram realmente melhores e que valiam a dor de cabeça computacional.

O lance com as Fujis é que são câmeras e lentes MUITO boas, por um preço bem acessível, e com sensores que suportam um erro de exposição beeeeem grande. Dá para recuperar bem até 4 stops (se você errou mais que isso, bem, desculpe, mas mereceu)

Gosto muito do pacote no geral. Odeio solenemente o tratamento dos raws.

Uma coisa que achei estranha é que ele não especificou as câmeras usadas nos testes. E isso faz uma baita diferença, pois sensores com densidades de pixeis diferentes dão resultados absolutamente diferentes no moiré e no ruido. Foram sensores do mesmo tamanho, mesma densidade ? Se não foram, o teste está furado.


P.S.

Cheguei a usar várias dessas matrizes alternativas, inclusiva a famosa Fuji S5 Pro. Na real ? A minha antiga EOS 350D era melhor...
Mas essas Fujis X são boas pra caramba, dentro da proposta delas, nenhuma outra as bate.

« Última modificação: 06 de Março de 2017, 21:01:33 por AFShalders »
A maioria das câmeras e lentes são melhores que a maioria dos fotógrafos.

www.oldgoodlight.blogspot.com / www.flickr.com/groorj


Pictus

  • Trade Count: (3)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 9.117
  • Sexo: Masculino
    • http://www.flickr.com/photos/10986424@N02/sets/
Resposta #2 Online: 08 de Março de 2017, 18:21:47
A grosso modo o X-trans perde um pouco de micro contraste em troca de menos moiré...


A Fuji S5 Pro espancava qualquer uma no quesito dynamic range  quando
se usava um conversor de RAW com suporte para R Pixel, demorou anos
para a Sony superar...
Eu gostaria que não tivessem parado o desenvolvimento dos sensores com R Pixel...
« Última modificação: 08 de Março de 2017, 18:22:19 por Pictus »


AFShalders

  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 8.712
  • Sexo: Masculino
  • "Bela câmera, mas mostre as fotos..."
    • Old Good Light
Resposta #3 Online: 08 de Março de 2017, 19:12:32
Sei lá Pictus. Usei a S5 e não era trivial extrair todo o suco do raw dela. Na época eu comparei bastante a S5 com as EOS350D e com a Nikon D70 e não vi vantagem que justificasse o preço. Aliás a S5 tinha um problema sérissimo de hot pixels e de ruido de croma em sombras muito acentuadas, como em fotos noturnas. A S5 de dava vem com estouros mas na ponta inversa era bem pois é...

Mas pelo menos a Fuji tenta inovar. O resto dos fabricantes, exceto pela Sigma não evolui muito nesse sentido. Tanto a Canon quanto a Panasonic e a Sony (não sei da Nikon) tem um monte de patentes que tentam de uma forma ou de outra mimificar o Foveon, mas nunca tiveram coragem de lançar nada.

Micro contraste pode ser recuperado por software, não é um grande problema.

Mas que esse artigo no Petapixel é tendencioso pra caramba é sim. Pelo menos sem estarem comparando sensores de mesma densidade e mesma ótica. Aliás detesto esses testes, mesmo por que o que conta no final é a percepção humana da imagem. De que adiantam numeros se você gostou (ou não) do resultado final ?

Meus dois tostões é que a Fuji deveria, aliás poderia, lançar modelos X-não-trans.
A maioria das câmeras e lentes são melhores que a maioria dos fotógrafos.

www.oldgoodlight.blogspot.com / www.flickr.com/groorj


Pictus

  • Trade Count: (3)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 9.117
  • Sexo: Masculino
    • http://www.flickr.com/photos/10986424@N02/sets/
Resposta #4 Online: 08 de Março de 2017, 21:36:42
Até onde consigo lembrar não tinha nenhum BOM conversor de RAW com suporte decente para o R Pixel.
Lembro que tinha um freeware e muito tempo depois o SilkyPix incluiu suporte ao R Pixel.

Moiré é feio de mais, vida longa ao X-trans!  :D


felipemendes

  • Trade Count: (9)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.871
  • Sexo: Masculino
  • A teoria sem a prática vira "verbalismo".
    • Meu Flickr
Resposta #5 Online: 08 de Março de 2017, 23:30:49
Eu acharia uma ótima ideia se a Fuji fabricasse câmeras em versões X-trans e Bayer. Mas suspeito que os Bayer venderiam muito mais. Isso mataria o X-Trans.
Felipe


cfcsosa

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (3)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 10.242
  • Sexo: Masculino
Resposta #6 Online: 09 de Março de 2017, 00:47:29
Não vejo problema nenhum em ser X-Trans, e por sinal eu gosto mais do aspecto que minhas fotos tem pela matriz X-Trans, dão de fato outro aspecto estético à fotografia.


Particularmente eu concordo com o AFShalders, o autor do artigo usou um método duvidoso para afirmar o que diz e não usou as ferramentas corretas, o Iridient espanca na revelação do RAW e eu tenho usado ele em conjunto com outras ferramentas (Affinity Photo) em busca de um resultado superior. E tenho conseguido.


Por outro lado a Adobe vem mudando a cabeça e hoje o LR já trabalha muito bem os arquivos RAW da Fuji, embora ainda esteja atrás do Iridient.


A verdade é que a tecnologia da Fuji é recente e é preciso tempo para que os demais fornecedores cheguem na mesma qualidade.


A Sony com o C1 é superior ao tratamento feito no LR por exemplo.
-------------------
flickr.com/photos/cfcsosa
instagram.com/cfcsosa
500px.com/cfcsosa1978


AFShalders

  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 8.712
  • Sexo: Masculino
  • "Bela câmera, mas mostre as fotos..."
    • Old Good Light
Resposta #7 Online: 09 de Março de 2017, 09:48:10
Carlos,

Concordo com você quanto ao C1 com a Sony ser melhor que o LR com a Fuji.
O mesmo acontece com Panasonic/Pentax/Olympus com DxO e o LR na Fuji.

Por exemplo, a minha velhaca Pana G2 com a 14-45 do kit da GF1 no DxO mata a pau uma X-T1 no LR, salvo no iso alto, obviamente.

A maioria das câmeras e lentes são melhores que a maioria dos fotógrafos.

www.oldgoodlight.blogspot.com / www.flickr.com/groorj


felipemendes

  • Trade Count: (9)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.871
  • Sexo: Masculino
  • A teoria sem a prática vira "verbalismo".
    • Meu Flickr
Resposta #8 Online: 09 de Março de 2017, 11:45:33
Não há problema nenhum no X-Trans, fora o fato de ele ser "high maintenance". Minha primeira Fuji foi uma X-A1, que tinha imagem excelente até em ISO 6400, e não era X-Trans. Hoje eu uso Fuji mais pela experiência de fotografar que pelo sensor em si.
Felipe


cfcsosa

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (3)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 10.242
  • Sexo: Masculino
Resposta #9 Online: 09 de Março de 2017, 13:16:47
Não há problema nenhum no X-Trans, fora o fato de ele ser "high maintenance". Minha primeira Fuji foi uma X-A1, que tinha imagem excelente até em ISO 6400, e não era X-Trans. Hoje eu uso Fuji mais pela experiência de fotografar que pelo sensor em si.

Não entendi o "High Maintenance". Se você quer associar isso às ferramentas mais utilizadas (Adobe) não conseguirem analisar corretamente os arquivos e daí extrair tudo o que podem eu te digo que isso não é um problema só na Fuji, é na Nikon, na Pana, na Oly...



Bons resultados no Xtrans II e melhores ainda no III. A coisa vai melhorar a partir do momento em que a Adobe consiga ajustar sua ferramenta pra algo aceitável. E já está quase lá.



Na foto acima você consegue medir o quão flexível é o RAW da Fuji quando tratado corretamente.


Enviado do meu iPhone usando Tapatalk Pro
« Última modificação: 09 de Março de 2017, 13:19:21 por cfcsosa »
-------------------
flickr.com/photos/cfcsosa
instagram.com/cfcsosa
500px.com/cfcsosa1978


felipemendes

  • Trade Count: (9)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.871
  • Sexo: Masculino
  • A teoria sem a prática vira "verbalismo".
    • Meu Flickr
Resposta #10 Online: 09 de Março de 2017, 13:32:51
Não entendi o "High Maintenance". Se você quer associar isso às ferramentas mais utilizadas (Adobe) não conseguirem analisar corretamente os arquivos e daí extrair tudo o que podem eu te digo que isso não é um problema só na Fuji, é na Nikon, na Pana, na Oly...

Exatamente: se consegue ótimos resultados, mas com algum esforço, por isso o "high maintenance".

Eu hoje trato meus RAWs exclusivamente com o RawTherapee, que é ótimo mas bem complicado, além de não ler os metadados da câmera e aplicar ao RAW. Antes da Fuji, eu usava o UFRAW, que era mais simples e tinha este recurso. Daí o tratamento ficava mais fácil.

O UFRAW não aceita o arquivo da FUji, o RT não tem nada de simples. Estas são minhas opções de uso gratuito. O conversor da Adobe não funciona bem, e pede um conversor externo. Mas, com o sensor bayer da X-A1 (e sucessoras) se consegue resultados parecidos, mas sem a tortura do processo.
Felipe


l.augusto.est

  • Trade Count: (2)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 365
  • Sexo: Masculino
    • Flickr
Resposta #11 Online: 09 de Março de 2017, 13:41:56
seria Bayer vs. X-Trans o novo Analógico vs. Digital?
Nikon D600 | Nikon F100 | Nikkor 1.4AF-D | Nikkor AI-S 105 2.5 | https://www.flickr.com/photos/luizaugustoest/


AFShalders

  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 8.712
  • Sexo: Masculino
  • "Bela câmera, mas mostre as fotos..."
    • Old Good Light
Resposta #12 Online: 09 de Março de 2017, 14:04:42
seria Bayer vs. X-Trans o novo Analógico vs. Digital?


Absolutamente nada a ver.
A maioria das câmeras e lentes são melhores que a maioria dos fotógrafos.

www.oldgoodlight.blogspot.com / www.flickr.com/groorj


AFShalders

  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 8.712
  • Sexo: Masculino
  • "Bela câmera, mas mostre as fotos..."
    • Old Good Light
Resposta #13 Online: 09 de Março de 2017, 14:06:07
Hoje eu uso Fuji mais pela experiência de fotografar que pelo sensor em si.

Pois é. A camera e as lentes são muito boas.
A maioria das câmeras e lentes são melhores que a maioria dos fotógrafos.

www.oldgoodlight.blogspot.com / www.flickr.com/groorj


l.augusto.est

  • Trade Count: (2)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 365
  • Sexo: Masculino
    • Flickr
Resposta #14 Online: 09 de Março de 2017, 14:20:26
Nikon D600 | Nikon F100 | Nikkor 1.4AF-D | Nikkor AI-S 105 2.5 | https://www.flickr.com/photos/luizaugustoest/