ESTÁ GOSTANDO DO MUNDO FOTOGRÁFICO? ENTÃO APROVEITE PARA SEGUIR NOSSA COMUNIDADE NO TWITTER EM @mundofotog.

Autor Tópico: Fotografia de documentos históricos  (Lida 7342 vezes)

Offline Kika Salem

  • Qualificações: (2)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.266
Fotografia de documentos históricos
« Online: 22 de Abril de 2008, 13:07:29 »
Gostaria de saber se no fórum MF tem alguém que já fez esse tipo de trabalho ou conhece uma forma ideal para fazê-lo.

Perdoem-me a prolixidade do texto abaixo, mas é importante explicar alguns detalhes do trabalho.

Tenho que fotografar um número expressivo de documentos históricos na Escola de Comunicação e Artes, entre eles jornais antigos, revistas de época, documentos em geral. Além disso, apresentei uma proposta de pesquisa à Biblioteca Nacional e se for aprovada também terei que fotografar milhares de processos e pareceres técnicos, registros da censura no Rio de Janeiro no período entre 1945 e 1964.

Peguei umas dicas num outro fórum, mas lá eles indicaram o uso de luzes, flash e escâner, três equipamentos de uma longa lista de proibições dos arquivos devido aos critérios de preservação do material. Também está excluído o uso de multifuncional (porque funciona mais ou menos como xerox) e mesa estativa (porque não dá para transportar nem tem espaço nos arquivos).

Enfim, é um trabalho cheio de limitações. Eu já faço isso há um bom tempo, mas fazia sem critério técnico nenhum, com uma compacta digital (Sony P93), mas era um trabalho para uso privado, sem grandes exigências, embora cheguei a "projetar" um suporte para a minha câmera que, na prática, não foi muito eficiente nem rápido.

Agora, eu preciso conciliar qualidade da imagem, precisão técnica, menor distorção possível, máximo de nitidez e rapidez no trabalho porque devido à uma série de restrições e ao grande volume do material é impossível contar com o uso de equipamentos adequados e com um tratamento posterior.

Em resumo tenho que realizar o trabalho contando com uma mesa comum onde ficará os documentos e com uma lente zoom 28-75mm, f/2.8. Aqui peço o auxílio de vocês.
- Indicaram-me uma distância focal entre 50 e 60mm para evitar distorção. O que vocês acham?
- Será que a lente fixa 50mm, f/1.8 teria um melhor desempenho? (sem me deixar corcunda, claro)
- Vou fotografar em jpeg. Devo fazer em fine, normal ou básico? (Vou levar um notebook para transferir as imagens na medida que for acabando o espaço no cartão de memória).
- Que abertura/velocidade vocês indicariam para fotografar documentos, no tamanho ofício, e atingir o máximo de nitidez possível?
- Existe alguma maneira de evitar a sombra do corpo que fica sobre a imagem quando você fotografa em cima de uma mesa?
- O ISO o menor possível, embora o ambiente solicite um ISO maior?

Qualquer sugestão é muito bem-vinda.

De antemão, agradeço o auxílio de todos vocês, pois ele não ajudará não só a mim (individualmente), mas, sobretudo, contribuirá para a análise e divulgação da história nacional. (Nossa... Agora apelei para receber a atenção de vocês kkkk)
« Última modificação: 22 de Abril de 2008, 13:21:23 por Kika Salem »

Offline LuizNdo

  • Qualificações: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.407
  • Tente, invente.
Re: Fotografia de documentos históricos
« Responder #1 Online: 22 de Abril de 2008, 13:44:19 »
O motivo de usar entre 50mm e 60mm na sua lente 28-75mm se deve pelo fato da maioria das lentes apresentarem resultados piores em seus extremos de range.

Também não é recomendável usar 2.8 devido à pequena profundidade de campo, mas tratando-se de uma superfície plana creio que não seja problema. Eu manteria f/5.6 ou f/8 só por garantia.

A melhor forma de evitar a própria sombra é usando uma iluminação lateral ou inclinando a mesa.

O ISO 100 ou 200 é recomendável. Um tripé ou outro suporte garantiria a firmeza pra tempos como 1/30 e 1/60 se for o caso.

Por fim, o ideal seria realmente um scanner. Mas dada as limitações, manda ver nas fotografias!
>> Belo Horizonte <<
Fotógrafo Entusiasta.
Sony P100
Canon 7D e XT + 18-55 mm + 75-300 mm USM III + Canon 50mm f1.8 + Sigma 10-20mm + Canon 100-400mm L IS + Adaptador de Telescópio!
Meu Flickr

Offline Kika Salem

  • Qualificações: (2)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.266
Re: Fotografia de documentos históricos
« Responder #2 Online: 22 de Abril de 2008, 14:35:23 »
Um tripé ou outro suporte garantiria a firmeza pra tempos como 1/30 e 1/60 se for o caso.

Obrigadíssima Luiz pelas sugestões acima. É um trabalho cheio de restrições para ser feito em pouco tempo, então preciso ser rápida e precisa. Suas dicas serão muito úteis.
Eu tenho um tripé, acho que vou tentar usá-lo com a coluna central adaptável. Vou fazer uns testes agora.
De novo, obrigada mesmo.

« Última modificação: 22 de Abril de 2008, 14:36:46 por Kika Salem »

Offline Chello

  • Qualificações: (14)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.629
Re: Fotografia de documentos históricos
« Responder #3 Online: 22 de Abril de 2008, 15:14:52 »
Kika,

Eu usaria distância de 50mm com F/8. E como o Luiz falou a utilização do tripé é essencial para vc garantir ainda mais a nitidez.
Agora, eu registraria em RAW para poder ter um arquivo com maior controle das correções mais críticas que se fizerem necessárias e para não correr o risco da perda da qualidade que a compressão do jpeg causa.

Boa sorte!
« Última modificação: 22 de Abril de 2008, 15:15:28 por chellosp »
Chello

Mount Nikon

Site do Chello
Flickr do Chello
Instagram do Chello (@chellofotografo)

Offline padu

  • Qualificações: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 444
  • I have ten fingers
    • Padu Casual Photography
Re: Fotografia de documentos históricos
« Responder #4 Online: 22 de Abril de 2008, 15:48:31 »
Eu ja fotografei arte, que tem limitacoes parecidas. No seu caso, o ideal seria:

- Uma lente nitida, possivelmente uma prime (50mm com sensor APS-C ja eh adequada, desde que tenha uma boa otica)
- Um copy stand. No meu caso, eu tenho um adaptador de 90 graus para o meu tripe que deixa o eixo da lente perpendicular com o solo
- 2 luzes difusas, o melhor seriam 2 flashs com algum modificador para deixar a luz bem difusa, aa 45 graus do plano do documento, uma em cada lado
- Usar um f/number intermediario (entre f/8 e f/16) para obter a maior profundidade de campo possivel sem perder nitidez

Esse eh o minimo para uma reproducao fiel... obviamente sempre eh possivel comprometer aqui ou ali de acordo com as suas limitacoes.
http://www.flickr.com/photos/padu_merloti/ http://padu.merlotti.com <br />Sony Alpha 100, Minolta Maxxum 7, Toyo4x5  View Camera, Calumet 4x5 View Camera, 1942 US Navy 4x5 Combat Camera, Voighlander Bessa R, Canon Powershot SD800, Minolta Maxxum 7000 (aposentada), Zenit 12XP (aposentada)<br />San Diego, California

Offline Kika Salem

  • Qualificações: (2)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.266
Re: Fotografia de documentos históricos
« Responder #5 Online: 22 de Abril de 2008, 16:56:09 »
Obrigada Chello e Padu, juntando todas as sugestões é possível chegar um bom resultado, dentro das limitações que mencionei.

Padu, desculpe-me a pergunta, mas o que é "copy stand"? Pergunto porque fiz uns testes aqui e a cabeça do meu tripé, junto com a coluna central colocada na horizontal, permite deixar minha câmera perpendicular à mesa e ao documento.

Bem, agradeço demais as dicas de todos, elas serão muito úteis. Dentro de umas duas ou três semanas devo iniciar o trabalho, depois mostro como ficou.

Offline Chello

  • Qualificações: (14)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.629
Re: Fotografia de documentos históricos
« Responder #6 Online: 22 de Abril de 2008, 17:33:03 »
Kika,

Boa sorte para vc e poste mesmo os resultados depois. Será muito interessante ver o que vc obteve e quais combinações utilizou.

Qualquer coisa que precisar é só chamar!

Boa sorte!
Chello

Mount Nikon

Site do Chello
Flickr do Chello
Instagram do Chello (@chellofotografo)

Offline padu

  • Qualificações: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 444
  • I have ten fingers
    • Padu Casual Photography
Re: Fotografia de documentos históricos
« Responder #7 Online: 22 de Abril de 2008, 17:46:18 »
Obrigada Chello e Padu, juntando todas as sugestões é possível chegar um bom resultado, dentro das limitações que mencionei.

Padu, desculpe-me a pergunta, mas o que é "copy stand"? Pergunto porque fiz uns testes aqui e a cabeça do meu tripé, junto com a coluna central colocada na horizontal, permite deixar minha câmera perpendicular à mesa e ao documento.

Bem, agradeço demais as dicas de todos, elas serão muito úteis. Dentro de umas duas ou três semanas devo iniciar o trabalho, depois mostro como ficou.

Copy stand eh uma mesa especifica para reproducao de documentos. Ela tem uma coluna perpendicular de altura variavel para acoplar a camera de modo que a lente mire o documento. A maioria dos copy stands tem dois refletores tambem, um em cada lado...

http://images.google.com/images?hl=en&q=copy+stand&gbv=2

Deixa eu ver se acho uma foto...


...Aqui esta



Veja tambem o link abaixo... tem uma serie de variacoes e ate ideias de como fazer o seu proprio.

« Última modificação: 22 de Abril de 2008, 17:47:57 por padu »
http://www.flickr.com/photos/padu_merloti/ http://padu.merlotti.com <br />Sony Alpha 100, Minolta Maxxum 7, Toyo4x5  View Camera, Calumet 4x5 View Camera, 1942 US Navy 4x5 Combat Camera, Voighlander Bessa R, Canon Powershot SD800, Minolta Maxxum 7000 (aposentada), Zenit 12XP (aposentada)<br />San Diego, California

Offline padu

  • Qualificações: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 444
  • I have ten fingers
    • Padu Casual Photography
Re: Fotografia de documentos históricos
« Responder #8 Online: 22 de Abril de 2008, 17:49:11 »
http://www.flickr.com/photos/padu_merloti/ http://padu.merlotti.com <br />Sony Alpha 100, Minolta Maxxum 7, Toyo4x5  View Camera, Calumet 4x5 View Camera, 1942 US Navy 4x5 Combat Camera, Voighlander Bessa R, Canon Powershot SD800, Minolta Maxxum 7000 (aposentada), Zenit 12XP (aposentada)<br />San Diego, California

Offline Kika Salem

  • Qualificações: (2)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.266
Re: Fotografia de documentos históricos
« Responder #9 Online: 22 de Abril de 2008, 18:00:41 »
O primeiro link sumiu, mas o segundo deu pra ver.
Aqui eles chamam essa mesa de estativa, se não estou confundindo. Numa busca na rua 7 de abril, aqui em S. Paulo, chegaram a me indicar ela. Seria ideal mesmo, mas tem o problema do transporte e da autorização dos arquivos.
Mas parece que tem umas que dá pra montar como esta daqui: http://www.atek.com.br/paginas/produtos/mesas/conj_repro/cj_repro.htm#
Não é tão reforçada como essa do link que indicou, mas é uma opção.
A princípio, vou tentar com o tripé, já que tenho que carregar em viagem, essas coisas. Se não ficar bom, vou investir numa mesa dessas, já que é um trabalho que farei a vida inteira.
Bem gente, valeu mesmo a ajuda. Fico imaginando como fazer essas coisas sozinha e acabo inventando moda como um "suporte" maluco que não deu em nada, mais atrapalhou que ajudou. Que meu sogro não saiba disso, pois foi ele quem teve o trabalho de fazer.


« Última modificação: 22 de Abril de 2008, 18:05:50 por Kika Salem »

Offline Arnaldo Tomazetti

  • Qualificações: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 145
    • http://www.fotto.com.br
Re: Fotografia de documentos históricos
« Responder #10 Online: 22 de Abril de 2008, 20:45:42 »
Pode usar um suporte de partitura? Custa só uns 40 reais e tem regulagem de ângulo e altura.
Você posiciona os documentos nele e a câmera num tripé (mais alto) apontando uns 45° pra baixo.
Monte tudo próximo de uma janela e já estara resolvendo a questão da sombra da câmera sobre o documento.
Faça uns testes em casa antes...

Offline Kika Salem

  • Qualificações: (2)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.266
Re: Fotografia de documentos históricos
« Responder #11 Online: 22 de Abril de 2008, 21:04:32 »
Pode usar um suporte de partitura? Custa só uns 40 reais e tem regulagem de ângulo e altura.
Você posiciona os documentos nele e a câmera num tripé (mais alto) apontando uns 45° pra baixo.
Monte tudo próximo de uma janela e já estara resolvendo a questão da sombra da câmera sobre o documento.
Faça uns testes em casa antes...

Obrigada Arnaldão. Sabe que essa foi uma das possibilidades que eu cogitei em outro momento, mas como ninguém comentou, achei que estava viajando, mas, agora vejo, que nem tanto né.
Bem, mas depois que citaram o tripé, pensei que podia tentar com ele, num arquivo aqui da cidade mesmo, e ver os resultados antes de partir para essa opção ou para a compra da mesa, pois tenho que checar se tais lugares permitem minha entrada com ela. Na Biblioteca Nacional com certeza não, pois eles têm um rígido controle de entrada de equipamentos no seu interior, nem com papel (aqueles de anotação) eles deixam entrar. Diferente de arquivos menores, estaduais, cujos funcionários são mais maleáveis, porque os acervos são menos visados, eles até estranham quando a gente vai "montada" pra lá.

De novo agradeço cada um de vocês que estão me ajudando a definir uma estratégia para obter o melhor resultado do ponto de vista fotográfico, estou considerando todas as possibilidades citadas.

 :ok:
« Última modificação: 22 de Abril de 2008, 21:06:49 por Kika Salem »

Offline arlas

  • Qualificações: (1)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 116
  • e com a Luz, clic.
Re: Fotografia de documentos históricos
« Responder #12 Online: 22 de Abril de 2008, 21:15:48 »
Olá kika.
vou dar um pitaco a mais na sujestão do Arnaldão, se usares a iluminação da janela, usa também um rebatedor para deixar a luz mais uniforme.

[]s
decinqüenta

Offline Kika Salem

  • Qualificações: (2)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.266
Re: Fotografia de documentos históricos
« Responder #13 Online: 23 de Abril de 2008, 09:38:38 »
Copy stand eh uma mesa especifica para reproducao de documentos. Ela tem uma coluna perpendicular de altura variavel para acoplar a camera de modo que a lente mire o documento. A maioria dos copy stands tem dois refletores tambem, um em cada lado...

http://images.google.com/images?hl=en&q=copy+stand&gbv=2




Veja tambem o link abaixo... tem uma serie de variacoes e ate ideias de como fazer o seu proprio.

Padu: agora consegui ver os links, não sei porque não conseguia ver antes.
Nossa, é variedade incrível, e essa que você inseriu a foto é bem interessante porque não é uma mesa, mas um suporte que você adapta em cima de uma mesa, então seria mais fácil de carregar. Vou checar nos arquivos se é possível utilizar um equipamentos desses e quem sabe investir num já que vai me acompanhar por longa data. Não vou arriscar fazer uma de novo porque pode dar num projeto frustrado como o anterior. Aliás, postei a imagem da geringonça e ela sumiu, ainda bem!!!
Não sei nem como agradecer. Obrigadíssima pelo auxílio.
Obrigada também ao Arlas pela dica do rebatedor.
Tão logo comece o trabalho mostro o resultado dessa parceria aqui.
« Última modificação: 23 de Abril de 2008, 09:45:05 por Kika Salem »

Offline Lúzio

  • Qualificações: (1)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.408
Re: Fotografia de documentos históricos
« Responder #14 Online: 23 de Abril de 2008, 15:10:51 »
Essa da mesa  de partitura me pareceu uma ótima idéia por apresentar muita flexibilidade de uso.
Nova Nikon D300 + Nikon D70. Lentes 18-70 DX  e Tamron 18-50 f/2.8 XRDI.
Flash SB 600, tipés, filtros, mochilas, moto...

Rio de Janeiro

Offline Kika Salem

  • Qualificações: (2)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.266
Re: Fotografia de documentos históricos
« Responder #15 Online: 06 de Maio de 2008, 02:09:48 »
Fui fazer umas pesquisas na Funarte, no Rio, e aproveitei nossa conversa aqui para fazer uns testes. Como não fui até lá com esse propósito, não levei o tripé nem nenhum recurso adicional.
Trabalhei com minha câmera, uma lente zoom 17-50 f/ 2.8, fotografando o documento em cima da mesa, mas tentei também utilizar um suporte, parecido com uma mesa de partitura, bem perto da janela para aproveitar a luz do dia.

Como teste, cheguei a algumas conclusões:
1) Com o papel em cima da mesa, a câmera na mão e documentos em vários tamanhos/formatos ficou difícil utilizar uma distância focal entre 50 e 60 mm. Fui até 50 mm para fotografar notas de jornais e coisas bem pequenas.
2) Para documentos de vários tamanhos/formatos e em grande volume, desde textos datilografados, manuscritos, recortes de jornais (de páginas inteiras ou apenas uma nota), convites, anúncios etc., uma lente zoom e autofocus faz muita diferença.
3) Utilizei, quando deu, o menor iso (200), em algumas ocasiões (400), uma velocidade em torno de 1/60 e a abertura entre 4-8. A maioria ficou bem mais nítida do que as experiências anteriores com a Sony P93.
4) Tentei fazer o balanço de branco personalizado, mas não sei porque tive a impressão de que ele azulava a imagem enquanto o balanço de branco automático deixava a imagem mais amarelada. Não sei se estava fazendo certo.
5) Não levei meu cartão cinza, teria sido bem útil e me daria mais precisão nesse tipo de trabalho.
6) Da próxima vez não esquecerei o tripé, o cartão e quem sabe um suporte (tipo porta-bíblia) tem a mesma função de uma mesa de partitura e é mais fácil de carregar.

Enfim, vou fazendo as experiências e alcançando melhores resultados a passos lentos, porém contínuos. Numa hora mais adequada seleciono algumas imagens e posto aqui.
« Última modificação: 13 de Agosto de 2008, 17:26:18 por Kika Salem »

Offline Pictus

  • Moderador(a) Global
  • Qualificações: (3)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 8.007
    • http://www.flickr.com/photos/10986424@N02/sets/
Re: Fotografia de documentos históricos
« Responder #16 Online: 06 de Maio de 2008, 10:44:44 »
No Photoshop com uma curva/levels é possível melhorar bastante o resultado...
As vezes até na base do automático SHIFT+CTRL+L (Auto Levels)
Vai no esquema http://www.mundofotografico.com.br/forum/index.php?topic=19315.0

Offline Kika Salem

  • Qualificações: (2)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.266
Re: Fotografia de documentos históricos
« Responder #17 Online: 06 de Maio de 2008, 11:53:52 »
Melhora e muito Pictus, obrigada pela dica. Também anotei um livro que você indicou ontem num outro tópico.

Se eu der cabo de uma idéia antiga, de disponibilizar todo o material que venho acumulando ao longo dos anos, mais ou menos como nesse site http://www.memoriacinebr.com.br/default.asp, só que voltado para as conexões entre história-teatro, terei que melhorar muito as imagens, sobretudo as mais antigas, feitas com a Sony. Mas vou fazendo isso aos poucos, sem pressa.

Vai aí algumas imagens desse lote-teste, estão como saíram da câmera, pretendo melhorá-las muito. Quando tratá-las posto o antes e depois. Essas podem ser fotocopiadas/escaneadas, mas o serviço é caro quando se trata de um montante muito grande, demorado e depende de terceiros.






Isso não é propaganda política, esse anúncio é de décadas passadas. Não custa nada lembrar né...
« Última modificação: 06 de Maio de 2008, 12:05:24 por Kika Salem »

Offline pedrozo

  • Qualificações: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 71
Re: Fotografia de documentos históricos
« Responder #18 Online: 23 de Julho de 2008, 00:17:45 »
EU já vi tripés antigos com  um encaixe da lente voltada pra baixo.

Offline Kika Salem

  • Qualificações: (2)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.266
Re: Fotografia de documentos históricos
« Responder #19 Online: 13 de Agosto de 2008, 17:09:35 »
Olá pessoal!

Voltei a esse tópico para postar algumas informações não só sobre como fotografar documentos históricos, mas também registrar os empecilhos impostos à tarefa, assim, caso alguém interessado procure no google métodos para fotografar documentos históricos, como já aconteceu, terá disponível um painel geral.

Preparei-me toda pra fazer uma boa reprodução fotográfica de um conjunto documental que está sob custódia da Biblioteca Nacional e que é a base da minha pesquisa atual, mas não adiantou nada, pois cheguei lá e as restrições são surreais. Pra entrar com a câmera, precisa de uma autorização do chefe do setor que, por sua vez, só autoriza a reprodução de 15 fotos mediante a apresentação de uma declaração da universidade de origem, o restante custa 10 reais cada foto, ainda que tirada por mim mesma, com meu próprio equipamento.

Detalhe importante: o acervo que eu pesquiso tem de mais de 5.000 processos, cada um com cerca de 100 páginas. Além disso, eu sou pesquisadora da Biblioteca Nacional, no período de seis meses, paga pelo governo federal para fazer essa pesquisa que tem como o objetivo divulgar o acervo da biblioteca. Curioso que a minha proposta aprovada era, além da análise do material, a de digitalização de parte do acervo. (!?)

Antes de "dar com os burros n'água" na BN, tinha ido na biblioteca da ECA/USP, fazer um trabalho parecido. Eu tive que marcar hora (das 10-12, ficar três esperando para começar novamente das 15-19 horas), não tinha acesso à mesa dos usuários e ficava junto ao setor de funcionários, na entrada da biblioteca, prestando informações, porque parecia que eu trabalhava lá, numa mesa que não cabia um jornal aberto, mas pelo menos podia fotografar (só com a câmera, porque tripé e outros equipamentos, além de proibidos, não cabiam no espaço destinado aos pesquisadores). Todas essas limitações/restrições pra pesquisar jornais e revistas que, se são antigos (anos 1970), estão muito longe de serem raros.

Conclusão: não existe uma sistemática dos arquivos e bibliotecas públicas no país, além de preocuparem-se muito mais com o arquivamento do material (guarda) do que com a consulta a ele (usuário), sendo que o acesso público é o princípio básico da arquivologia, ao menos em teoria.

Bem, nem tudo está perdido. As coisas são bem diferentes, muito mais organizadas e acessíveis, nos seguintes arquivos e bibliotecas: Arquivo Edgar Leuenroth (Unicamp-Campinas), Funarte (Rio de Janeiro), Arquivo Nacional (superintendência regional de Brasília), seção de periódicos da Biblioteca Pública do Paraná (Curitiba), entre outros.

P.S.: Já que não podia fotografar os documentos, perguntei se podia fotografar as dependências e responderam que só o rol de entrada, sem subir a escadaria que é interditada.
« Última modificação: 13 de Agosto de 2008, 19:20:23 por Kika Salem »