Autor Tópico: Quanto ganha um freelance para festas infantis.  (Lida 63912 vezes)

35mm

  • Trade Count: (3)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 136
  • Sexo: Masculino
    • 35mm Fotografia
Resposta #119 Online: 13 de Julho de 2010, 16:10:09
em toda profissão tem os pseudo-freelas que cobram 80,00 por um trabalho que vale no mínimo 10x mais. Sinceramente, quem se dispoe a pagar 1/10 do que vale um job nem me interessa como cliente. Acho que tem mercado para todo mundo, inclusive para os pseudo-fotógrafos que cobram ninharias para enquadrar as pessoas no meio da foto. Já fiquei muito fulo com isso, mas hoje eu nem ligo. Faz aí!
Edson Ferreira
www.35mm.com.br


fabio_yamauti

  • Trade Count: (17)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.576
  • Sexo: Masculino
  • Santo André - SP
Resposta #120 Online: 13 de Julho de 2010, 16:22:18
Já que a conversa se estendeu, tb vou dar meu pitaco...

Não sou profissional de fotografia, tenho outra fonte de renda, e eventualmente faço bicos com fotografia. Já fui 2º e 3º fotógrafo em casamento, já fiz fotos de paisagens por encomenda, já fiz bodas de ouro, aniversários, e lógico várias festas infantis. (aliás quase todas as festas infantis da família, desde que comecei a fotografar). Festas infantis da família são de graça, afinal no final da festa eu tb. aproveitei a festa, bebi, comi, ri, diverti...

O mínimo que já cobrei por uma festa infantil, foi R$ 150,00. Pertinho de casa, a tardezinha, umas 2 horas e meia de trabalho, e a pessoa era amiga. Mas, concordo 100% com o tópico que nunca deveria ter aceitado o trabalho por este preço. É realmente barato demais!!!!

O máximo que ja recebi por um trabalho foi R$ 850,00... (mas, este realmente de muuuuuiito trabalho e demandou tempo!).

Acho que na minha realidade atual, uns R$300,00 a R$ 350,00 seria um preço interessante por uma festa infantil para entregar umas 150 fotos tratadas no CD...

R$350,00 para fotografar e tratar as fotos de uma festa infantil é muito pouco, na minha opinião. Já fiz alguns trabalhos freelance e cheguei à conclusão de que os ganhos não pagam meus esforços e tempo investidos.
Não que meu trabalho seja comparável aos profissionais da área, longe disso, estou bem abaixo deste nível. Mas é que, se for para sair de casa, fotografar durante horas e depois ainda ter que tratar as fotos para receber o que o pessoal pode/quer pagar, prefiro ficar em casa vendo o Faustão (rs). E, ficando em casa, eu contribuo para evitar o achatamento dos preços deste mercado já tão concorrido e saturado, não prejudicando assim meus colegas fotógrafos profissionais.
Infelizmente no Brasil o fotógrafo profissional, e a Fotografia em geral, não recebe o valor e reconhecimento merecido.
Fotografia Karatê Ecoturismo Geocaching


thiagosilva010

  • Trade Count: (7)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 727
  • Sexo: Masculino
Resposta #121 Online: 13 de Julho de 2010, 16:24:40
em toda profissão tem os pseudo-freelas que cobram 80,00 por um trabalho que vale no mínimo 10x mais. Sinceramente, quem se dispoe a pagar 1/10 do que vale um job nem me interessa como cliente. Acho que tem mercado para todo mundo, inclusive para os pseudo-fotógrafos que cobram ninharias para enquadrar as pessoas no meio da foto. Já fiquei muito fulo com isso, mas hoje eu nem ligo. Faz aí!

Devido a esse fato procuro cobrar valores acima dos cobrados por profissionais, até para que eles não percam o pão de cada dia que eu graças a Deus já tenho e a fotografia para mim é uma paixão, então cobro pensando no bem estar do mercado local.

abraços


fabio_yamauti

  • Trade Count: (17)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.576
  • Sexo: Masculino
  • Santo André - SP
Resposta #122 Online: 13 de Julho de 2010, 16:33:44
Devido a esse fato procuro cobrar valores acima dos cobrados por profissionais, até para que eles não percam o pão de cada dia que eu graças a Deus já tenho e a fotografia para mim é uma paixão, então cobro pensando no bem estar do mercado local.
abraços

Parabéns, ótima atitude. A fotografia digital criou vários "fotógrafos" de fim de semana que, infelizmente, achataram os preços prejudicando quem vive exclusivamente da Fotografia.

Situação "fictícia real" que com certeza acontece atualmente:
Noiva: "Então, quanto você cobra para fotografar nosso camento?"
Fotógrafo profissional: "O trabalho sairá R$ 3.000,00, com um álbum e DVD com as fotos em alta resolução"
Noiva: "Nossa, tudo isso! Mas o Zé, vizinho do meu cunhado que é amigo da sobrinha da minha tia cobra R$ 500,00!"
Fotógrafo profissional: (silêncio...)

A noiva parece não enxergar que o fotógrafo profissional vai precisar de no mínimo mais 1 ou 2 ajudantes, ele paga a comissão
dos mesmo, paga aluguel de seu escritório, contas de água, luz, impostos, gasolina do carro, seguro dos equipamentos, etc.
Enquanto que o Zé, comprou a primeira DSLR semana passada, mora com os pais e trata as fotos no computador de casa.

Agora, com relação à qualidade do trabalho final, quem oferecerá o melhor produto? Não precisa nem dizer né...
Fotografia Karatê Ecoturismo Geocaching


thiagosilva010

  • Trade Count: (7)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 727
  • Sexo: Masculino
Resposta #123 Online: 13 de Julho de 2010, 16:41:32
Agora, com relação à qualidade do trabalho final, quem oferecerá o melhor produto? Não precisa nem dizer né...

Uma situação fictícia porém com muita realidade e que encontramos em todas as áreas, e eu tenho bem noção disso em minha empresa. Sou webdesign tenho uma estrutura para isso, estudei muito pra isso, me dediquei e ai aparece um caboclo que saiu da escolinha de informática da esquina do bairro (citamos que o curso levou 4 semanas sendo 1 aula por semana) cobrando pelo trabalho de criação de sites 100,00 sendo que na verdade ele não sai por menos que 1.000,00.

Só ilustrei novamente acima para demonstrar que existem pessoas que não se importam com o trabalho alheio e muito menos com o seu trabalho, ao invés de se profissionalizar, estudar e cobrar por isso faz serviços horrendos por valores que as vezes valem o serviço de tão ruim que o mesmo foi realizado e estraga todo o mercado, pois a pessoa que o contratou jamais irá pensar em gastar um real que seja neste sentido pois não terá o retorno esperado do seu investimento.


fillipe nascimento

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 31
Resposta #124 Online: 13 de Julho de 2010, 23:57:45
Bom GAlera, comecei fazendo trabalhos de Freela por R$60,00 mas hj em dia nao faço mais isso , mas era um trabalho simples, facil e era pra um colunista social de grande respeito na cidade entao abriria portas entao nesse caso aceitei e qnts vezes ee ligar eu irei, ja que apenas para fotografar pessoas em festas , FACIL!

Quando se vai de freela nao se cobram um valor mto alto pq muitas vezes nao precisa ir com um D3 ou uma D300 com lentes super claras, super flash como eu disse, dependendo do trabalho vc pode ir com uma D40 com o flahs da camera e lente do kit e cobrar de 80 a 100 caso nao va tirar 1 000 fotos , vamos ter o bom senso tbm.

OQue eu axo que nao da certo é vc sair pra fotografar pessoas na festa onde a galera tira fotos com cameras compactas e vc esta usando sua DSLR "gastando" seus clicks para meros R$50

cuidado.


Mas tbm nao axo certo vc ir pra um evento com uma D90, d300 ou qq outra DSLR ja mais cara e cobrar o mesmo preco que a galera das compactas cobram , vc vai estar se desvalorizando e lascando o mercado.


abracos


agalons

  • Trade Count: (10)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.856
Resposta #125 Online: 14 de Julho de 2010, 12:14:36
Parabéns, ótima atitude. A fotografia digital criou vários "fotógrafos" de fim de semana que, infelizmente, achataram os preços prejudicando quem vive exclusivamente da Fotografia.

Situação "fictícia real" que com certeza acontece atualmente:
Noiva: "Então, quanto você cobra para fotografar nosso camento?"
Fotógrafo profissional: "O trabalho sairá R$ 3.000,00, com um álbum e DVD com as fotos em alta resolução"
Noiva: "Nossa, tudo isso! Mas o Zé, vizinho do meu cunhado que é amigo da sobrinha da minha tia cobra R$ 500,00!"
Fotógrafo profissional: (silêncio...)

A noiva parece não enxergar que o fotógrafo profissional vai precisar de no mínimo mais 1 ou 2 ajudantes, ele paga a comissão
dos mesmo, paga aluguel de seu escritório, contas de água, luz, impostos, gasolina do carro, seguro dos equipamentos, etc.
Enquanto que o Zé, comprou a primeira DSLR semana passada, mora com os pais e trata as fotos no computador de casa.

Agora, com relação à qualidade do trabalho final, quem oferecerá o melhor produto? Não precisa nem dizer né...
Otima colocaçao, infelizmente e assim mesmo!!!
mesma coisa que comprar um pen drive no camelo na rua ou em uma loja com nota.
abs.