Autor Tópico: Quando usar valores altos para ISO?  (Lida 1382 vezes)

edjin

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 172
  • Sexo: Masculino
Online: 02 de Abril de 2012, 16:18:17
Olá pessoal, bom, já li que ISO é o padrão de medida para sensibilidade do filme/sensor das câmeras, para adequar ao recurso da luz presente na cena, mas a dúvida surgiu no seguinte...
...Cliquei alguns retratos para teste (Já adianto que a dita câmera não é minha e não sei nada dela) mas acima de ISO-800 a imagem fica muito granulada, sempre... Ou seja, ISO alto = imagem granulada.
Então:

-> Qual o uso prático que fotógrafos fazem para esses valores altos de ISO?
-> Quais efeitos legais podemos obter desse recurso?

Por favor, indique algumas fotos para exemplos de sua resposta.
Se esse foi postado em local indevido, ou contiver erros para os padrões do fórum, ficarei honrado de ser avisado.

Muito obrigado a todos. []s





edjin

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 172
  • Sexo: Masculino
Resposta #1 Online: 02 de Abril de 2012, 16:24:59
Peço humildemente ao administrador que mova esse para o local correto, estava lendo alguns tópicos nessa sessão e nem reparei que estava aqui.


AlexandreS

  • Trade Count: (2)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.251
Resposta #2 Online: 02 de Abril de 2012, 18:03:40
Edjin, não sei qual a câmera que vc usou para testar, mas muitos fotógrafos com câmeras tipo T2i, 60D e 7D usam ISO 1600 e dependendo da cena, até ISO 3200 em eventos, com bons resultados.

ISO 800 para a maioria das câmeras modernas, quando bem fotometrado, apresenta resultados ótimos, que dispensam até rotinas de NR na pós-edição.

Um bom desempenho em ISO alto é importante tanto para podermos fotografar em ambientes com pouca luz, quanto para deixar as fotos em eventos onde se usa flash mais harmoniosas. Mas para usar ISO alto com efetividade, é necessário conhecimento razoável sobre fotometria e principalmente pós-edição. ISO alto em modo automático ou então quando se fotografa direto em JPG normalmente deixa a desejar.
Fotografar em RAW e ter conhecimento em pós-edição é parte importante do processo.

Essa foi feita em ISO 800, e não apresenta nenhuma granulação

Docinhos.... por Alexandre.Schuster, no Flickr

Esta foi feita em ISO 3200 em RAW, tratada e convertida para JPG pelo programa da Canon que acompanha a cãmera. Alguma granulação aparente nas áreas de sombra, mas vc tem que procurar para achar. Poderia ter ficado mais "lisa" mas preferi deixar o ruído e preservar as texturas. A foto foi impressa em um fotolivro 20x30 com excelente resultado.

Aniversário de 1 ano da Alice por Alexandre.Schuster, no Flickr

ISO 6400, no limite da câmera. Também feita em raw e tratada e convertida para JPG pelo DPP da Canon. Aqui também foi usada a redução de ruído de forma a balancear a minimização do ruído de luminosidade e de croma com a preservação dos detalhes. Observando em tela cheia no meu monitor de 23", o ruído é praticamente imperceptível. Não foi impressa, mas também daria uma boa saída em 20x30.

Noturnas por Alexandre.Schuster, no Flickr

Evidentemente, nem toda a foto aceita este limite de ISO, depende da fotometria que vc consegue e do tipo de assunto.

E lembre-se, se vc fizer crop de 100% e ficar procurando, vai encontrar ruído até em ISO 400, não interessa com que câmera. Mas o que importa é que quando impresso, este ruído se torna imperceptível.

A propósito, a câmera utilizada foi uma 60D, que apresenta praticamente os mesmos resultados da T2i, T3i e 7D já que compartilha o mesmo sensor.
« Última modificação: 02 de Abril de 2012, 18:11:38 por AlexandreS »

Canon 60D - Canon 450D XSi
Tamron 17-50 f/2.8 VC - EF 50mm f/1.8 - EF 28-135 USM IS - EF-S 55-250 IS
SMC Takumar 50mm f/1.4 - S-M-C Takumar 135mm f/2.5 e mais alguns vidrinhos M42
Speedlite 430EX II - YongNuo YN460


Marcelo01

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 1
Resposta #3 Online: 02 de Abril de 2012, 18:30:16
AlexandrS, sua explicação foi a melhor que eu tive sobre o assunto.
Parabéns! :ok:   :clap:   :worship:


edjin

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 172
  • Sexo: Masculino
Resposta #4 Online: 02 de Abril de 2012, 23:06:00
 :clap: Muito obrigado pela sua resposta, muito bem formulada e apresentada, já me clareou o que devo estudar, por enquanto (um bom tempo...) :worship: :worship: :worship:.


Santana.

  • Trade Count: (2)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.331
  • Sexo: Masculino
  • Si vis pacem, para bellum.
Resposta #5 Online: 03 de Abril de 2012, 01:12:30
:clap: Muito obrigado pela sua resposta, muito bem formulada e apresentada, já me clareou o que devo estudar, por enquanto (um bom tempo...) :worship: :worship: :worship:.

Só por curiosidade... Qual era o modelo da câmera usada por ti?


edjin

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 172
  • Sexo: Masculino
Resposta #6 Online: 03 de Abril de 2012, 15:34:17
Então Santana, é uma fujifilm de um amigo meu, não me lembro o modelo. Nessa semana vou postar as fotos e as características dessa câmera para podermos analisar o que deu errado, no mais muito obrigado pelo interesse de vcs.


Hector.

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.487
Resposta #7 Online: 03 de Abril de 2012, 20:49:18
Edjin, não sei qual a câmera que vc usou para testar, mas muitos fotógrafos com câmeras tipo T2i, 60D e 7D usam ISO 1600 e dependendo da cena, até ISO 3200 em eventos, com bons resultados.

ISO 800 para a maioria das câmeras modernas, quando bem fotometrado, apresenta resultados ótimos, que dispensam até rotinas de NR na pós-edição.


ISO 6400, no limite da câmera. Também feita em raw e tratada e convertida para JPG pelo DPP da Canon. Aqui também foi usada a redução de ruído de forma a balancear a minimização do ruído de luminosidade e de croma com a preservação dos detalhes. Observando em tela cheia no meu monitor de 23", o ruído é praticamente imperceptível. Não foi impressa, mas também daria uma boa saída em 20x30.

A propósito, a câmera utilizada foi uma 60D, que apresenta praticamente os mesmos resultados da T2i, T3i e 7D já que compartilha o mesmo sensor.

O DPP da Canon pode não oferecer muitas opções. Mas a sua conversão RAW/Jpeg é a mais balanceada que eu já vi.
Bela explicação e bons exemplos.
Diria que com Canon, iso 2000 podem ser bem usados. Mas o ideal é uma boa lente abertura no máximo f/2.8.