Autor Tópico: Fujifilm estaria trabalhando em uma médio formato digital  (Lida 10270 vezes)

Sunriser

  • Trade Count: (3)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.219
  • Sexo: Masculino
  • Deus seja louvado
    • Sunriser Photography Facebook
Resposta #30 Online: 14 de Setembro de 2016, 14:06:36
Parece que a nova MF Fuji será apresentada agora dia 19/09 na Photokina.  :ponder:


Sunriser

  • Trade Count: (3)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.219
  • Sexo: Masculino
  • Deus seja louvado
    • Sunriser Photography Facebook
Resposta #31 Online: 19 de Setembro de 2016, 12:11:29
Primeira imagem dela:



GFX!




Sunriser

  • Trade Count: (3)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.219
  • Sexo: Masculino
  • Deus seja louvado
    • Sunriser Photography Facebook
Resposta #33 Online: 19 de Setembro de 2016, 20:14:02
https://www.youtube.com/watch?v=Ggikv6m8FNs

Fujifilm retorna ao médio formato com a GFX 50S

Conforme previam os rumores, a Fuji deu um ousado passo em direção ao mercado mais restrito das câmeras de médio formato

 
A Fujifilm acaba de anunciar nesta segunda-feira o desenvolvimento de uma nova câmera, que chegará para juntar-se ao seleto time das médio formato: chama-se GFX 50S. Atualmente a área das mirrorless do tipo conta já com a Hasselblad X1D, lançada há quase que exatamente 3 meses. Com isso a Fuji deve torna-se a primeira das marcas mais conhecidas a entrar nesse terreno, o que deve, imagino, abrir mais os olhos dos consumidores avançados de equipamentos para a fotografia nesse formato — possivelmente mais até do que após a tentativa da Pentax com sua 645D, que procurou baratear o investimento nesse campo, já que a marca avisou que o preço do kit da GFX 50S com a 63mm e o visor padrão será bem abaixo dos US$ 10 mil (o que no mercado das MF é fantástico). Fantástico, aliás, parece ter sido o adjetivo eleito pela Fujifilm como meta para a GFX 50S, já que sua sigla pode ser interpretada como great effects (ótimos efeitos).

Epa, falei na 63mm? A Fuji não possui uma objetiva do tipo na série X atual, mas essa nova objetiva não apenas é um novo modelo, como faz parte de um novo mount, o G-mount. Essa nova montagem estreia já com não uma nem duas ou três, mas seis (sim, seis!) objetivas para a linha GFX: são a GF23mmF4 R LM WR, a GF45mmF2.8 R WR, a já citada GF63mmF2.8 R WR, a zoom GF32-64mmF4 R LM WR e mais uma GF110mmF2 R LM WR e uma GF120mmF4 Macro R LM OIS WR — muito mais do que as três previstas nos rumores. Como se pode ver, quem embarcar no sistema já estará prontamente bem servido no quesito ‘lentes’.

Tudo isso porque não apenas a Fujifilm não é novata no campo da fotografia em médio formato, como ela também tinha a missão de não ser apenas mais uma marca no setor, uma aventureira de olho apenas num novo filão lucrativo. Afinal, as MF já são digitais há um bom tempo, e bater de frente com marcas tradicionais que não pararam de produzir modelos de maior porte (e de maiores filmes, depois sensores) não era tarefa para principiantes, então era preciso apresentar algo bastante substancial, e creio eu que a Fuji conseguiu a proeza. Sem mais delongas, vejam, finalmente, o visual dela:















Fonte: http://www.fotografia-dg.com/fujifilm-gfx-50s/







Que belezura  :o :wub:
« Última modificação: 19 de Setembro de 2016, 20:22:08 por Sunriser »


Lucas M. Dias

  • Trade Count: (1)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.214
  • Sexo: Masculino
Resposta #34 Online: 19 de Setembro de 2016, 20:31:52
Não vi nada a respeito, mas o sensor será xtrans? Só vejo falarem que vai ter 50mp


Pope

  • SysOp
  • Trade Count: (31)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.193
  • Sexo: Masculino
    • Renato Pope
Resposta #35 Online: 20 de Setembro de 2016, 07:17:23
Não vi nada a respeito, mas o sensor será xtrans? Só vejo falarem que vai ter 50mp
Não vai ser X-Trans
Linda máquina, as lentes Fuji são de qualidade Zeiss.
Leaf Sutter com flash Synch Speed de 1/4000
Garçom desce uma pra mim!  :clap:
"If you wanted a cheap profession to get into you picked the wrong one."Zack Arias
Flickr


felipemendes

  • Benfeitor
  • Trade Count: (8)
  • Colaborador(a)
  • ***
  • Mensagens: 2.924
  • Sexo: Masculino
  • Fotógrafo, não. Fotografador.
    • Meu Flickr
Resposta #36 Online: 20 de Setembro de 2016, 09:14:30
Interessante que o EVF não é embutido na câmera... Tem que colocar na sapata de flash. Daí ele tem uma sapata de flash também.

Essa foto acima não mostra, mas a câmera é mais profunda que parece:
Felipe


Pictus

  • Trade Count: (3)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 9.119
  • Sexo: Masculino
    • http://www.flickr.com/photos/10986424@N02/sets/
Resposta #37 Online: 20 de Setembro de 2016, 17:38:13
Não vai ser X-Trans
Linda máquina, as lentes Fuji são de qualidade Zeiss.
Leaf Sutter com flash Synch Speed de 1/4000
Garçom desce uma pra mim!  :clap:

Leaf Shutter é só na Hasselblad X1D.


Pope

  • SysOp
  • Trade Count: (31)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.193
  • Sexo: Masculino
    • Renato Pope
Resposta #38 Online: 20 de Setembro de 2016, 17:43:51
Leaf Shutter é só na Hasselblad X1D.
Em algum lugar eu li esse Leaf Shutter... Vou rever as notícias e se não tiver vai ser uma brochada sem tamanho.
"If you wanted a cheap profession to get into you picked the wrong one."Zack Arias
Flickr


adrianof14

  • Trade Count: (6)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 741
  • Sexo: Masculino
  • A Fotografia é um ato de resistência.
Resposta #39 Online: 20 de Setembro de 2016, 19:58:55
perguntinha de noob: como funciona essa questão da "milimetragem" nas lentes para cameras medio formato?

há sempre que se fazer a conta do fator de crop nas lentes em relação ao sensor full frame... e no médio formato, como isso funciona?
Adriano Ferreira
https://www.flickr.com/photos/adrianof14/

"Resistir ao ruído, à palavra, ao rumor pelo silêncio da foto - resistir ao movimento, ao fluxo e à aceleração pela imobilidade da fot


vangelismm

  • Trade Count: (7)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.802
  • Sexo: Masculino
    • MedinaFotografia
Resposta #40 Online: 20 de Setembro de 2016, 22:03:16
Em algum lugar eu li esse Leaf Shutter... Vou rever as notícias e se não tiver vai ser uma brochada sem tamanho.

Eu tinha lido sync de 1/125.
"A perspectiva de uma imagem é controlada pela distância entre a lente e o assunto; mudando a distancia focal da lente muda o tamanho da imagem , mas não altera a perspectiva . Muitos fotógrafos ignoram este fato, ou não têm conhecimento de sua importância." -  Ansel Adams, Examples – The Making of 40 Photographs


sri_canesh

  • Trade Count: (11)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.640
  • Sexo: Masculino
Resposta #41 Online: 20 de Setembro de 2016, 22:37:42
perguntinha de noob: como funciona essa questão da "milimetragem" nas lentes para cameras medio formato?

há sempre que se fazer a conta do fator de crop nas lentes em relação ao sensor full frame... e no médio formato, como isso funciona?

O fator de crop para achar a equivalência no caso dessa Fuji é 0.79. Ou seja, a 63mm é equivalente na DF à uma 50mm.
Cássio R. Eskelsen - Blumenau/SC


Sunriser

  • Trade Count: (3)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.219
  • Sexo: Masculino
  • Deus seja louvado
    • Sunriser Photography Facebook
Resposta #42 Online: 20 de Setembro de 2016, 22:50:46
Mais imagens:



















felipemendes

  • Benfeitor
  • Trade Count: (8)
  • Colaborador(a)
  • ***
  • Mensagens: 2.924
  • Sexo: Masculino
  • Fotógrafo, não. Fotografador.
    • Meu Flickr
Resposta #43 Online: 21 de Setembro de 2016, 16:47:46
Mais imagens:

 :wub: :wub: :wub:

Ah se eu tivesse 10 mil dólares... e dominasse minha X-E2.
Felipe


Fábio Kruschewsky Lemos

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 47
Resposta #44 Online: 21 de Setembro de 2016, 18:19:00
Tudo (ou quase) que você gostaria de (ou precisa) saber a respeito da nova Fujifilm GFX 50S :ponder:

Melhor dizendo, sobre o novo sistema GFX, uma vez que o texto abaixo fala também dos futuros desenvolvimentos para este sistema :worship: :worship:

Foi publicado hoje, no "site" Fuji X Secrets ( https://fuji-x-secrets.net/ ) um fascinante (e bem completo) artigo, escrito por Rico Pfirstinger sobre a nova Fujifilm GFX 50S.  O artigo completo pode ser lido (em inglês) aqui:  https://fuji-x-secrets.net/2016/09/21/inside-the-fujifilm-gfx-50s/

Como "aperitivo", transcrevo abaixo as principais características desta fascinante câmera (e sistema):

"...Sensor and Processor

The sensor is using a traditional Bayer color filter array without an optical low-pass filter, and its 51.4 megapixels can be adapted to various aspect ratios, including 4:3 (default), 3:2, 1:1, 4:5, 6:7 and 6:17. Electronic First Curtain (EFC) and Electronic Shutter (ES) are yet to be implemented, but will most likely be part of the final product. Video will be available in Full-HD with 30 fps. Beware of rolling shutter, though..."


De acordo com o artigo, tanto a câmera quanto as 3 (três) primeiras lentes (63mm, 32-64mm e 12mm "Macro") estarão disponíveis a partir da primavera de 2017. É importante lembrar que a primavera, no Hemisfério Norte, começa em abril. As demais lentes estarão disponíveis provavelmente no segundo semestre e, ainda de acordo com o artigo, virão mais lentes nos próximos anos :clap:

Mais importante ainda, também virão adaptadores (da Fuji e de outros fabricantes) que permitirão o uso de lentes de outros sistemas de médio formato (inclusive lentes equipadas com leaf shutters e, até mesmo, lentes de sistemas 35mm  (24x36mm)  :clap: :clap: :clap:, conforme mostrado abaixo:

"...This is only the basic line-up, additional prime and zoom lenses will arrive after 2017, expanding the range of available focal lengths to cover at least 20-250mm, depending on user feedback and demand..."

"...There will be a range of adapters to connect third-party lenses to the GFX 50S, including leaf shutter lenses for studio and flash work. For example, there has been reports about a Hasselblad HC adapter with leaf shutter, electronic aperture and autofocus support. Thanks to the short flange-back distance, pretty much every existing medium format or 35mm (D)SLR lens can be physically attached to the GFX 50S. All you need is the right adapter, and if Fujifilm isn’t going to provide one, third-party manufacturers such as Metabones certainly will. With 12 electronic contacts, the new G mount offers great flexibility in this area. Theoretically, it would also be possible to adapt G mount lenses to the smaller X mount. However, there are no such plans, at least for now..."

Um pouco mais...

"...When and How Much?

With the GFX 50S, Fujifilm is entering the medium format market with a surprisingly flexible camera that is suitable for studio and outside work, for reportage, travel photography, fashion and whatnot. You can use it as a „compact“ camera without an EVF, relying on the tiltable touch-screen LCD display. Alternatively, you can use the EVF (with or without the tilting adapter), or you can attach external monitors of any size via the HDMI output. You can tether via USB or Wi-fi (PC, smartphones and tablets), and there are dual UHS-II SD card slots available. You can use the camera in a classic fashion with dials for aperture, shutter speed or ISO, our you can set it up like a modern DSLR, where everything can be controlled with Fn buttons and easy-to-access command dials. Last but not least, there’s a vertical battery grip option.

Basically, the GFX 50S body comes in five different sizes: no EVF, standard EVF, tiltable EVF, standard EVF with BG, and tiltable EVF with BG. Fujifilm promises a price way below 10,000 USD for the body with a standard prime lens. The GFX 50S will be available in spring 2017..."
.

Minha humilde opinião, que tem por base todos os artigos, fotos e vídeos que pude ler / ver / assistir, é de que a Fujifilm apresentou um sistema que já "nasceu" amadurecido porém, com um enorme potencial de crescimento  :ponder:  Trata-se de um sistema que, dependendo do preço ($$$), principalmente, terá condições de realmente mudar o mercado de câmeras de médio formato digitais!!! Com os preços certos, muitos profissionais e mesmo entusiastas com $$$ migrarão dos sistemas 24x36mm (erradamente chamados "full-frame") e dos sistemas APS-C e até mesmo "Micro 4/3" (cujo "aspect ratio" é o mesmo dos sensores 44x33mm :ok:).  Se este sistema apresentar uma excelente capacidade construtiva e for durável / confiável, muitos poderão adquirí-lo de segunda mão, com preços mais acessíveis.  A Fujifilm, ao que tudo indica, manterá algum grau de compatibilidade com o atual "X" System (APS-C), o que facilitará a muitos usuários Fujifilm X migrarem para o sistema GFX. ficou claro para mim que este sistema foi pensado não apenas para estúdio e fotografia comercial mas também para: viagens, reportagens, paisagens, arquitetura, casamentos e eventos diversos (o corpo da GFX 50s tem praticamente o mesmo tamanho de uma Nikon D800/810 (poderão conferir no DPReview!). Eu já tive a Nikon D800, portanto sei que a GFX 50S tem um tamanho bem adequado, excelente mesmo para um sensor de 44x33mm :clap: :clap:! Também já tive a Nikon D3 (que é maior!). A GFX 50S com o "battery grip" opcional é pouca coisa maior que uma Nikon D3/D4 ou D5.  Só não vejo uma GFX ser utilizada para esportes e vida selvagem (a nova X-T2 é bem mais adequada para isso).

No sistema GFX, a Fujifilm usou toda a experiência adquirida nos 5/6 anos de "X" System no mercado, sem mencionar as décadas de experiência em sistemas de médio formato!  Acompanharei com interesse redobrado os futuros desenvolvimentos deste fascinante sistema :snack:

Boa leitura a todos :ok:  https://fuji-x-secrets.net/2016/09/21/inside-the-fujifilm-gfx-50s/
« Última modificação: 21 de Setembro de 2016, 18:41:40 por Fábio Kruschewsky Lemos »