Autor Tópico: Preço Ensaio Gestante  (Lida 23701 vezes)

agalons

  • Trade Count: (10)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.870
Resposta #45 Online: 11 de Fevereiro de 2015, 09:18:27
É um ótimo argumento de venda.
O cliente que não contrata um fotógrafo sem estar regulamentado, CNPJ ou  com carteira assinada e guia de recolhimentos em dia é responsável civil e por todos os direitos trabalhistas do contratado, ou seja se o cara ta fazendo a cobertura da "festinha" e acontece algum acidente, o contratante tem que arcar com todas as responsabilidades além de ter que registrar o contratado

Se o acidente for por negligencia (deixou o cachorro solto por exemplo), criminalmente também

Pena que a vida real esteja tao longe da vida teorica!!!!!!


The Punisher

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 71
  • Sexo: Masculino
Resposta #46 Online: 12 de Fevereiro de 2015, 02:19:25
Eu trabalho bastante com book externo de gestante, formo meus preços da seguinte forma:

Valor da minha hora + valor de foto produtos com margem de lucro + depreciação do equipamento (divido o valor da cam por 100 mil e multiplico pelo numero de cliques estimados, assim chegando nessa quantidade posso trocar de cam e não o obturador)+ assistente + insumos (papel, impressão, DVD etc) + deslocamento (já coloco 30 reais nos orçamentos para custos com reunião, entrega de álbum e etc, cliente sempre "esquece" de pagar por isso depois.
Meus valores vão de R$ 385,00 (Ensaio de 1 hora, 15 fotos em DVD) a R$ 1.100,00 ( ensaio de 3 horas, álbum 30x60cm, 20 pag. DVD com 50 fotos)

Eu não diminuo o valor do meu trabalho, vendo fracionado, quem pode, compra 50 fotos, quem não pode ou não precisa, compra 15.




André Luis Jacob

  • Trade Count: (3)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.315
  • Sexo: Masculino
    • Jacob Fotografia Criativa
Resposta #47 Online: 12 de Fevereiro de 2015, 02:54:00
Eu trabalho bastante com book externo de gestante, formo meus preços da seguinte forma:

Valor da minha hora + valor de foto produtos com margem de lucro + depreciação do equipamento (divido o valor da cam por 100 mil e multiplico pelo numero de cliques estimados, assim chegando nessa quantidade posso trocar de cam e não o obturador)+ assistente + insumos (papel, impressão, DVD etc) + deslocamento (já coloco 30 reais nos orçamentos para custos com reunião, entrega de álbum e etc, cliente sempre "esquece" de pagar por isso depois.
Meus valores vão de R$ 385,00 (Ensaio de 1 hora, 15 fotos em DVD) a R$ 1.100,00 ( ensaio de 3 horas, álbum 30x60cm, 20 pag. DVD com 50 fotos)

Eu não diminuo o valor do meu trabalho, vendo fracionado, quem pode, compra 50 fotos, quem não pode ou não precisa, compra 15.

No fim seu orça é praticamente o mesmo do meu só que cobro 100 reais por hora trabalhada...

Tenho orçamentos de 300 reais(ensaio em estudio, 1 hora, maquiagem, 10 fotos entregues impressas em 10x15cm) a 3000 reais(ensaio em florianópolis ou algum local mais distante, 100 fotos entregues em composite/encadernado pro 30x30cm com maleta, maquiagem, salao, 2 dias de ensaio e todos os custos altissimos pra esse tipo de job)
Instagram:
| @ajacob | @jacobfotografiacriativa | @amatesessions | @buzzit.publi |


The Punisher

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 71
  • Sexo: Masculino
Resposta #48 Online: 12 de Fevereiro de 2015, 12:19:38
No fim seu orça é praticamente o mesmo do meu só que cobro 100 reais por hora trabalhada...

Tenho orçamentos de 300 reais(ensaio em estudio, 1 hora, maquiagem, 10 fotos entregues impressas em 10x15cm) a 3000 reais(ensaio em florianópolis ou algum local mais distante, 100 fotos entregues em composite/encadernado pro 30x30cm com maleta, maquiagem, salao, 2 dias de ensaio e todos os custos altissimos pra esse tipo de job)

Legal André, acredito que dessa maneira conseguimos atingir clientes com diferentes necessidades e bolsos, e acredito que seja essa a média de preço aqui no sul de SC.


edugandolfe

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 1.302
  • Sexo: Masculino
Resposta #49 Online: 12 de Fevereiro de 2015, 20:42:08
Pessoal, este tópico foi um dos mais proveitosos do fórum até hoje, agora dando uma guinada de 45° no assunto, podem abrir os seus prazos de entrega? Uma gestante por exemplo com 50 fotos tratadas no DVD, qual o prazo de entrega?

Outra questão, na pós, vcs já passaram projetos menores na frente de algum maior? qual uma boa forma de administrar isso? abraços



The Punisher

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 71
  • Sexo: Masculino
Resposta #50 Online: 12 de Fevereiro de 2015, 21:52:49
Pessoal, este tópico foi um dos mais proveitosos do fórum até hoje, agora dando uma guinada de 45° no assunto, podem abrir os seus prazos de entrega? Uma gestante por exemplo com 50 fotos tratadas no DVD, qual o prazo de entrega?

Outra questão, na pós, vcs já passaram projetos menores na frente de algum maior? qual uma boa forma de administrar isso? abraços

O prazo de entrega depende da demanda e do seu negócio, se tem quem trate, se é você, se terceiriza, eu dou 15 dias úteis de prazo podendo ser prorrogado pelo dobro do tempo em caso de motivos de força maior, sei lá, incendiou minha casa, fiquei doente, é uma forma de se precaver mas sempre entrego antes e isso deixa o cliente feliz, aliás, de um jeito de enviar uma prévia de umas 3 fotos em até 48 horas, isso deixa eles bem satisfeitos. Eu passo trabalhos na frente, principalmente no caso de gestantes, recentemente fechei um contrato e 3 dias após nasceu, perdi o trabalho, já em outro caso a gestante estava para ganhar mas por sorte foi 3 dias depois, não é o recomendado mas acontece muito, de preferencia para as gestantes, elas sim tem prazo hehe. Enfim recomendo dar sempre o dobro do prazo e entregar em 1/4 do tempo.
« Última modificação: 12 de Fevereiro de 2015, 22:03:32 por The Punisher »


Paulo Arruda

  • Trade Count: (2)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 1.963
  • Sexo: Masculino
Resposta #51 Online: 12 de Fevereiro de 2015, 23:22:21
 :snack: marcando pra acompanhar


André Luis Jacob

  • Trade Count: (3)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.315
  • Sexo: Masculino
    • Jacob Fotografia Criativa
Resposta #52 Online: 13 de Fevereiro de 2015, 05:14:41
dou 15 dias pra tratar as fotos, quando tenho tempo normalmente escolho uma e ja posto no facebook poucos dias depois, mais 15 dias pra diagramar o album e mais 30 dias para entrega-lo fisicamente. Normalmente tudo isso acontece na metade do tempo
Instagram:
| @ajacob | @jacobfotografiacriativa | @amatesessions | @buzzit.publi |


faelmayrink

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 28
Resposta #53 Online: 28 de Outubro de 2015, 12:43:39
Pessoal;

Se puder contribuir, tem um texto bacana que criei para o site Fotografia Mais, sobre o assunto "quanto cobrar na fotografia".

Tem um vídeo explicativo e um ebook gratuito também...

http://fotografiamais.com.br/quanto-cobrar-na-fotografia


marcusimao

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 46
Resposta #54 Online: 29 de Outubro de 2015, 12:50:20
Acredito que o The Punisher no final das contas tem uma precificação mais honesta, pois fica aparente todos os custos que estão envolvidos diretos e indiretos, Punisher, esqueceu de citar as lentes? Talvez você não tenha colocado pois não existe um número para estimar seu tempo de vida, o que é aceitável, mas sempre passa um tempo existe uma possibilidade de troca, eu acredito que 2/3 anos. Acredito que da para ser um pouco mais específico na precificação...colocar na ponta do lápis pilhas, flash, cartões de memória... e por aí vai... mas isso da trabalho... acho que esses últimos nunca vi algúem colocar, muito dificilmente colocam as lentes....e para falar a verdade, dificilmente colocam a vida útil da maquina. Eu admito que no começo da empresa fiz isso, mas está bem desatualizado, seguimos a base de 4 anos atrás temos qua atualizar tenho me cobrado a fazer isso...

Li páginas atrás algo assim "Julgo meu trabalho melhor, por isso cobro x"

Galera, o que mais tenho visto ultimamente no nosso mercado é essa guerra... É uma disputa de EGO que da vergonha... Cada um trabalha com o que tem, cada um trabalha com o mercado que quer!

Já fiz eventos que como freela que os noivos gastaram mais de 1mi e já fiz eventos que os noivos gastaram 15 mil... um evento é melhor que o outro? Não, são diferentes! Os profissionais que trabalham num evento são melhores que os outros? Não, existem posicionamento diferentes entre os dois!

Imagine,se só existisse fotógrafos que cobrassem R$1500,00 um ensaio de casal... o que aconteceria quem não tivesse esse orçamento? Iriam se contentar com fotos de celular?
Pior, se só existissem fotógrafos que cobrassem R$3000,00 para fotografia de casamento, como faz?
Iríamos voltar para o tempo que só quem era da nobresa poderia ter seus retratos/pinturas?

Será que tabelar é o certo? Acho que o certo, é pararmos de julgarmos o trabalho dos outros... parar de tirar sarro de uma técnica ultrapassada que o fulano fez, parar de falar mal dos nossos parceiros... eles também "comem em baixo da escada", sofrem com atrasos de pagamentos, com "leilões", com lasers queimando sensores...

"Ahhhh, mas eu quero mudar de público, quero evento chique, que gasta mais de 80 mil no casamento, eu quero conseguir esse tipo de cliente"
"Para mim tá bom, 5 eventos por final de semana, cobro cada um mil reais, coloco os freela para fazer... tá ótimo!"

Qual o erro em cada uma das frases (de português não vale)? Se você encontrar algum, algo tá errado!


beijo no coração de todos


The Punisher

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 71
  • Sexo: Masculino
Resposta #55 Online: 31 de Outubro de 2015, 17:15:48
O problema da profissão é que permite muitas pessoas que não sabem o que estão fazendo e sem as ferramentas adequadas entrarem no mercado, como já foi dito o público geralmente é ignorante em relação a fotografia, procuram só preço, geralmente esses iniciantes tem outras fontes de renda, moram com os pais, marido ou esposa que mantém a casa com seu trabalho e aqueles que tem muitos "amigos" ficam famosinhos da noite pro dia, assim é fácil ser fotógrafo, essa galera adentra o mercado sem respeitar os profissionais que tiram o sustento para a família, querem dinheiro extra, não apoio isso, sou fotógrafo profissional e quero fazer uns bicos na área de direito, medicina ou engenharia e essas são todas tabeladas.
 


Guilherme Araújo

  • Trade Count: (5)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 613
  • Sexo: Masculino
Resposta #56 Online: 31 de Outubro de 2015, 20:22:39
O problema da profissão é que permite muitas pessoas que não sabem o que estão fazendo e sem as ferramentas adequadas entrarem no mercado, como já foi dito o público geralmente é ignorante em relação a fotografia, procuram só preço, geralmente esses iniciantes tem outras fontes de renda, moram com os pais, marido ou esposa que mantém a casa com seu trabalho e aqueles que tem muitos "amigos" ficam famosinhos da noite pro dia, assim é fácil ser fotógrafo, essa galera adentra o mercado sem respeitar os profissionais que tiram o sustento para a família, querem dinheiro extra, não apoio isso, sou fotógrafo profissional e quero fazer uns bicos na área de direito, medicina ou engenharia e essas são todas tabeladas.

Esse tópico é muita apelação. A maioria das postagens se resumem a pessoas que gostariam que o mundo fosse do jeito que elas gostariam que fosse.

Cara, tem muito fotógrafo bom que tem a fotografia como segunda profissão. E pra esse profissional tudo é mais fácil, pq pode arriscar mais, se não pintar cliente ótimo ele vai pra praia com os filhos, se ele acha que um determinado trabalho é interessante e vai lhe realizar ele oferece um preço mais competitivo pra fechar. Se ele tem projetos com fotografia autoral ele se joga pq tem tempo pra isso e mesmo que não ganhe nada é um investimento pessoal. Mas ele rala na outra atividade dele durante a semana.

E tem mais, se o cara não é bom, não paga as contas com fotografia, mas faz um biquinho no final de semana e ele ainda assim tem competência pra ter clientes, ele está no caminho certo, tá ganhando o dele e não está nem ai para os "super fotógrafos".

Fica parecendo a defesa de um ideal de que o fotógrafo "puro", que "é apenas fotógrafo" é o certo, é o único que pode e deveria realizar bons trabalhos, de resto, muitos desejam que esse cara nem exista, não tem direito a ter sequer uma câmera, vai ser danoso ao mercado e ao grupo dos "verdadeiros fotógrafos".

Mas isso não vai mudar, acho até que é a sina da fotografia digital. Então, "cada um cuida de si....."



GeoPhoto

  • Trade Count: (9)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 141
  • Sexo: Masculino
Resposta #57 Online: 02 de Novembro de 2015, 14:12:15
Esse tópico é muita apelação. A maioria das postagens se resumem a pessoas que gostariam que o mundo fosse do jeito que elas gostariam que fosse.

Cara, tem muito fotógrafo bom que tem a fotografia como segunda profissão. E pra esse profissional tudo é mais fácil, pq pode arriscar mais, se não pintar cliente ótimo ele vai pra praia com os filhos, se ele acha que um determinado trabalho é interessante e vai lhe realizar ele oferece um preço mais competitivo pra fechar. Se ele tem projetos com fotografia autoral ele se joga pq tem tempo pra isso e mesmo que não ganhe nada é um investimento pessoal. Mas ele rala na outra atividade dele durante a semana.

E tem mais, se o cara não é bom, não paga as contas com fotografia, mas faz um biquinho no final de semana e ele ainda assim tem competência pra ter clientes, ele está no caminho certo, tá ganhando o dele e não está nem ai para os "super fotógrafos".

Fica parecendo a defesa de um ideal de que o fotógrafo "puro", que "é apenas fotógrafo" é o certo, é o único que pode e deveria realizar bons trabalhos, de resto, muitos desejam que esse cara nem exista, não tem direito a ter sequer uma câmera, vai ser danoso ao mercado e ao grupo dos "verdadeiros fotógrafos".

Mas isso não vai mudar, acho até que é a sina da fotografia digital. Então, "cada um cuida de si....."

Nem 8 e nem 80... Eu participo de um grupo no whatsapp de "fotógrafos" aqui de BSB, incrível o que se vê por lá...
O "profissional" não sabe o que é ISO (pra citar um pilar básico da fotografia) e cobra R$ 150,00 num ensaio, é bem como falaram o cliente não ta nem ai pra qualidade, quer preço.
Eu sou funcionário público, mas faço trabalhos fotográficos nos fins de semana, e nem por isso vou cobrar R$ 150,00 pra fazer o job, só de pensar que o equipamento que estou usando custa mais de 100x vezes esse valor já coloco o preço justo.
Meu menor valor de ensaio são R$ 650,00 sem álbum e se quiser trabalhar de quarta a domingo, tenho clientes pra isso... O grande lance do iniciante é não saber vender seus serviços, não agregar o valor que tem (tanto como serviço como a profissão), sabe o acontece?! Ele gera um share gigante no mercadora quem é profissional de verdade. O cliente contrata ele primeiro pelo valor reduzido, recebe um trabalho nota 4,5 e já te procura em seguida pra fazer o mesmo ensaio pelo valor que você cobra e quando recebe o produto vai na sua pagina(redes sociais) e faz mil elogios a seu trabalho e trás mais clientes novos ou que como ele contrataram o barateiro e estão arrependidos. Esse relato já escutei de mais de 5 clientes.
« Última modificação: 02 de Novembro de 2015, 14:15:20 por GeoPhoto »


Guilherme Araújo

  • Trade Count: (5)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 613
  • Sexo: Masculino
Resposta #58 Online: 02 de Novembro de 2015, 20:11:35
Eu concordo com vc GeoPhoto.

Cara, eu tb sou testemunha de fotógrafo que não conhece os fundamentos de fotografia. Não sabe fazer um contra luz e se tiver que fotografar por do Sol é um desespero.

Mas eu ainda acho que são coisas diferentes. Uma coisa é o cara RUIM mesmo que cobra barato. Outra coisa é o fotógrafo como vc (ex.) que tem a sua profissão ao longo da semana, CONHECE de fotografia e no final de semana tem trabalhos na área de fotografia social. É sobre este segundo fotógrafo que me refiro. Ele pode pensar, "bem, como eu já tenho um bom emprego que paga minhas contas, vou fazer um preço competitivo da minha BOA fotografia". Mas o contrário tb é verdadeiro, ele pode pensar, como já ganhei o suficiente pra pagar minhas contas, só saio de casa se me pagarem um valor até maior que a média de mercado".

Eu n acho que este cara esteja errado, ele PODE vender seu BOM trabalho mais caro ou mais barato pq n é sua primeira fonte de renda. E convenhamos, está cheio de excelentes fotógrafos que trabalham assim. Aqui na minha cidade tem um fotógrafo que manda muito bem, e é engenheiro, vive de engenharia. Ótimo pra ele.



pedrobraz

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 21
  • www.crisdiasfotografia.com.br
    • Cris Dias Fotografia
Resposta #59 Online: 28 de Março de 2016, 13:30:07
Sugiro pesquisar o mercado e ver qual a média do que cobram na sua região.

Não adianta - como muitos ensinam - calcular seus custos, o lucro desejado e a partir disso definir seu preço, pois você não conseguirá clientes.

Você precisa primeiramente ver quanto o mercado está disposto a pagar e a partir disso definir quanto poderá gastar.

Ao longo do tempo, quando tiver mais demanda do que consegue atender (devido a marketing, indicação, fotos mais atrativas), tendo que dispensar clientes, aí você vai reajustando seu preço até atingir o equilíbrio, esse é um processo constante.