Autor Tópico: Não dei conta de fotografar em RAW  (Lida 11968 vezes)

Claudio Rombauer

  • Trade Count: (2)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.806
  • Sexo: Masculino
Resposta #75 Online: 21 de Janeiro de 2015, 11:43:03
Tem ainda o C1 Express, que de vez em quando entra na promoção. Já vi por 36 euros. Concordo que é uma das melhores opções.

Quanto àquele software que vem nas Fuji, me parece que é um software qualquer que lê o raw deles, e que colocaram em um CD junto com a câmera, sem muita preocupação com a qualidade. Mas aquilo não presta. Teria sido melhor negócio pagar um dinheirinho ao FSF (Free Software Foundation) e usar o RawTherapee.

Exato, minha queixa é esta. Não me incomodo em ter trocentos softwares instalados, um pra cada sensor, um pra cada tipo de trabalho, etc., mas eles foram preguiçosos demais, ao invés de replicar o software de conversão interno e oferecer um aplicativo simples, como faz a Canon, por exemplo, compraram uma versão de avaliação horrorosa do Silkypix.


hribeiro

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.458
  • Sexo: Masculino
Resposta #76 Online: 21 de Janeiro de 2015, 12:08:35
Fotografo 99,9% em RAW. Só alguma coisa muito sem importância é que mudo para jpeg.
As possibilidades, o controle e os recursos são outra história, como vimos em vários posts acima.
Para mim, eu desejo sempre deixar uma imagem o melhor possível, e isso só o RAW me permite.
Alem disso gosto muito de ter a possibilidade de mudar da cor para o p&b e vice versa.
Helvio

Nikon D750, Nikon D3100, Nikkor 18-105mm, Nikkor 18-35mm, Nikkor 24mm f/2.8, Nikkor 50mm f/1.8G, Nikkor 24-120mm ED f/4,  Nikkor 80-200mm f/2.8D ED - Speedlight SB-700, Oloong SP660II manual, Flash Agfa.
Canon AE-1. Canon 50mm 1.8, Rolleiflex T K8
www.flickr.com/helviosilva   https://500px.com/helviosilva


andresylva

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 155
Resposta #77 Online: 05 de Fevereiro de 2015, 20:13:57
Antigamente eu fotografava tudo em RAW, mas abandonei essa pratica devido ao fluxo de trabalho. Abrir mais de mil arquivos no LR e tratar um por um (não adianta falar que faz o processo em lotes por que o vicio não deixa) tomava muito tempo, resolvi fazer um casamento em RAW + JPG e gostei do JPG que a 6D me entregou (depois de bem configurada), desde então só uso JPG, procuro ter o máximo na captura para não ter que mexer, enquadramento, fotometria, horizonte nivelado etc. Basta redimensionar e montar o cd de provas. depois trato as fotos escolhidas em JPG mesmo, e o restante entrego "in natura".

Uso RAW quando existe muita diferença entre luz e sombra e a latitude do RAW se faz útil, mas nos casamentos cotidianos é só JPG mesmo.
Legal ouvir isso de um profissional!


Kokimoto

  • Trade Count: (30)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.114
    • Mototuristas
Resposta #78 Online: 05 de Fevereiro de 2015, 20:39:33
Acho q eh o contrario, pois profissional nao tem tempo a perder. Amador q pode gastar rios de tempo e dinheiro hehehe
D600 - E-M10


AFShalders

  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 9.412
  • Sexo: Masculino
  • "Bela câmera, mas mostre as fotos..."
    • Old Good Light
Resposta #79 Online: 05 de Fevereiro de 2015, 20:52:12
Mesmo com os profiles oficiais da fuji?? Pergunto por curiosidade mesmo, pq vi um comparativo no youtube dos JPGs direto da câmera vs lightroom com os novos profiles oficiais da fuji, e lightroom estava melhor!

Mesmo com os profiles. Faça o teste você mesmo, baixe as versões demo do Silkypix 6, do RawTherapee, do Iridient e do Ninja. Nada melhor que você mesmo verificar.

Recomendo ler a parte de demosaic e sharpening do manual do RT antes, senão não vai ficar legal.
A maioria das câmeras e lentes são melhores que a maioria dos fotógrafos.

www.oldgoodlight.blogspot.com / www.flickr.com/groorj


Marcos Capelini

  • Trade Count: (1)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 190
    • Blog Fotorabiscos
Resposta #80 Online: 05 de Fevereiro de 2015, 21:13:56
Mais  um voto para o RawTherapee! :ok:  A interface é complicada, assusta um pouco pela quantidade de controles, e com certeza eu não recomendaria para quem quer a produtividade de tratar 1000 fotos em um dia.  Mas o programa evoluiu muito, e até mesmo as versões de desenvolvimento tem sido bastante estáveis.  A cada poucas semanas tem alguma novidade: melhorias no tratamento de ruído, inclusão de novas câmeras, processamento mais rápido, etc.  Ou seja, é um software "free" e extremamente "vivo".  Em termos de qualidade, como já mencionou o AFShalders, bate ou iguala praticamente qualquer conversor pago!   Tem documentação online bastante razoável e completa.

A propósito, não sou desenvolvedor do produto, mas tentei dar minha contribuição escrevendo um plugin (RTProfileSelector) que, baseado nos ajustes utilizados na câmera no momento do clique, seleciona automaticamente um "preset" de processamento no RawTherapee.  Uso isso pessoalmente para já selecionar automaticamente meu "preset" de preto e branco. Sou chato, quando fotografo em P&B com a câmera, não gosto de ser obrigado a ver a versão colorida de uma foto que concebi originalmente como P&B. As possibilidades de uso são inúmeras.
« Última modificação: 05 de Fevereiro de 2015, 21:16:51 por Marcos Capelini »
Panasonic GM1, GX1 (infravermelho)
Lentes Panasonic 20mm f/1.7, 12-32mm,  SMC Takumar 50mm f/1.4, Michael Lens 35mm f/1.6 (C-mount)

Blog: FotoRabiscos
Flickr: infravermelho/convencional


Murilo Rêgo Neto

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 314
  • Sexo: Masculino
Resposta #81 Online: 05 de Fevereiro de 2015, 22:05:31
Uso RAW até para aniversário de boneca. JPEG nunca mais.  :)
Nikon D7100 | AF-S DX Nikkor 16-85mm f/3.5-5.6G ED VR | AF-S DX Nikkor 35mm f/1.8G | AF-S Nikkor 50mm f/1.8G

Flickr | 500px