Autor Tópico: Por quê usar um flash externo?  (Lida 2435 vezes)

Rafaeldsr

  • Trade Count: (1)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 228
Online: 07 de Outubro de 2015, 20:45:13
Olá, amigos. Depois de algumas experiências com baixa luminosidade, e de ler vários de vocês recomendando flashes, me ocorreu uma pergunta até bem simples, mas que não encontrei resposta mesmo pesquisando:

Por que usar um flash externo?

Particularmente, não sou fã das fotos com o flash embutido da minha T5i. Mas todos os flashes embutidos são ruins, e, por isso é bom comprar um externo? Caso contrário, qual a vantagem de um flash externo?
Outro problema que vejo com flash e que me desagrada é o dos olhos vermelhos, que acredito não ser corrigido com um externo por se tratar não de má qualidade do flash, mas sim do próprio corpo humano mesmo.

Obrigado e desculpem pela pergunta "idiota" !
Iniciante.
Canon T5i. 50mm 1.8 STM. Tamron 17-50mm. 55-250mm STM. YN-568EXII.


Thales Souto

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (29)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 15.442
  • Sexo: Masculino
  • "Fotografia é um hobby viciante"
Resposta #1 Online: 07 de Outubro de 2015, 20:47:41
Simplesmente porque usar um flash externo elimina boa parte desses problemas que você tem usando o flash interno da sua câmera.
Pode ser conseguir luz mais difusa que faz pensar que nem Flash há ali. O uso criativo do Flash na sapata ou fora dele é o grande tchan de se usar Flash.
« Última modificação: 07 de Outubro de 2015, 20:49:09 por Thales Souto »
Sony A7III (2x) + Tamron 28-75 2.8 + Viltrox 85 1.8 II + Sony G 12-24 f/4 + Godox + Benro TMA28A + uma cabeça muito louca 3 eixos
"Polímeros, aulas, família e fotografia. Não necessariamente nessa mesma ordem...."
Meu canal no YouTube sobre fotografia: http://www.youtube.com/channel/UCCS35q7G_BRE6aVdXXEOKNg
Instagram: @souto_thales


Rafaeldsr

  • Trade Count: (1)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 228
Resposta #2 Online: 07 de Outubro de 2015, 20:51:14
Simplesmente porque usar um flash externo elimina boa parte desses problemas que você tem usando o flash interno da sua câmera.
Pode ser conseguir luz mais difusa que faz pensar que nem Flash há ali. O uso criativo do Flash na sapata ou fora dele é o grande tchan de se usar Flash.

Entendi. Mas no caso, não é recomendável utilizar o interno "nunca"?
Iniciante.
Canon T5i. 50mm 1.8 STM. Tamron 17-50mm. 55-250mm STM. YN-568EXII.


DMZamora

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (6)
  • Colaborador(a)
  • *****
  • Mensagens: 3.305
  • Sexo: Masculino
Resposta #3 Online: 07 de Outubro de 2015, 21:01:14
Particularmente, não sou fã das fotos com o flash embutido da minha T5i. Mas todos os flashes embutidos são ruins, e, por isso é bom comprar um externo? Caso contrário, qual a vantagem de um flash externo?

O flash externo alia mais potência (mais luz) com uma flexibilidade infinitamente superior ao flash embutido, que só tem uma forma de ser usado: diretamente sobre o assunto fotografado.

Citar
Outro problema que vejo com flash e que me desagrada é o dos olhos vermelhos, que acredito não ser corrigido com um externo por se tratar não de má qualidade do flash, mas sim do próprio corpo humano mesmo.

Os olhos vermelhos são causados por reflexão da luz do flash. O flash embutido fica muito próximo da objetiva da câmera, o que faz com que a luz seja refletida na retina e volte quase diretamente para a câmera. O flash externo elimina o problema na grande maioria das fotos, ao afastar a fonte de luz da objetiva, aumentando o ângulo de retorno e fazendo com que a reflexão não incida sobre a objetiva. Isso considerando a pior situação de uso possível, que é com o flash apontando diretamente para o assunto. A possibilidade direcionar a cabeça do flash externo para superfícies próximas (como paredes) para rebater a luz, elimina totalmente o problema, além de proporcionar uma luz muito mais difusa e agradável.
« Última modificação: 07 de Outubro de 2015, 21:04:00 por DMZamora »
Daniel Zamora - Brasília/DF
Canon 7D Mark II/ EF-S 10-18 IS STM / EF-S 18-55mm IS / EF 24-105mm L IS USM / EF-S 55-250mm IS / EF 50mm f/1.8 II / YongNuo Speedlite YN-565EX x2 / YN-622C x3
Olympus OM-1 MD / Zuiko 50mm f/1.4 / Soligor 28mm f/2.8


RTFM!


@erissonazevedo

  • Trade Count: (8)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 678
  • Sexo: Masculino
  • "fé em Deus e pé na tábua . . ."
Resposta #4 Online: 07 de Outubro de 2015, 21:57:28
a sombra que o flash embutido faz qnd bate a luz no corpo da lente é terrível, sem contar que inviabiliza usar a câmera na posição retrato.... quem é acostumado com câmera compacta não tem esse problema
ostentando: FT2, N90s, D70s IR, D7100, vidros, paciência e pouco tempo livre


Humberto Yoji

  • Trade Count: (23)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 8.988
  • Sexo: Masculino
    • Humberto Yoji - fotógrafo
Resposta #5 Online: 07 de Outubro de 2015, 21:59:40
O Daniel já respondeu bem bacana, vou só complementar um pouco.

Uma das maneiras mais bacanas e indicadas de se usar flash é ele fora da câmera. Com o flash embutido isso é, obviamente, impossível. Mas com um flash externo fora da câmera e um jogo de radio-flashes (ou mesmo usando o flash embutido da câmera como disparador), se obtêm resultados muito melhores.

O problema do flash em cima da câmera apontado pra frente é que é uma luz chapada, reta, que não dá noção alguma de profundidade. Colocando-se o flash fora da câmera de forma mais oblíqua, se consegue um jogo de luz e sombra muito mais interessante, que dá mais noção de profundidade e mesmo de realismo.

Alternativamente, pode-se usar o flash em cima da câmera mesmo, mas rebatido em alguma parede, como o Daniel disse. Isso ajuda a criar o mesmo jogo de luz e sombra e trabalhar a noção de profundidade. Esse é o jeito que uso o flash nos meus casamentos, e que me dão os resutados que mais gosto.

Entendi. Mas no caso, não é recomendável utilizar o interno "nunca"?

Eu recomendo o uso do flash embutido apenas como disparador para flashes externos ou então como luz de preenchimento. Isso funciona bem em locais com luz boa, onde você joga o seu flash embutido apenas para eliminar um pouco das sombras. Nas outras situações, evito ao máximo.


RenatoKW

  • Trade Count: (3)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 632
  • Sexo: Masculino
Resposta #6 Online: 07 de Outubro de 2015, 22:34:43
Fotografar é "escrever com a luz". E entender a luz não é tão fácil, por mais que você estude, sempre pode acontecer algo que não era esperado se você não tiver o conhecimento suficiente. Muitas coisas estão relacionadas: ângulo da fonte de luz com ângulo da objetiva, tamanho da fonte de luz com sombras, luz sobre materiais diferentes e por aí vai. Você pode utilizar muitas dicas dos colegas, mas não há nada que substitua o conhecimento da luz. E a pergunta que você fez é diretamente ligada à isso. A dica que eu posso dar é: entenda a luz! Há vários livros sobre luz, desde os fundamentos até aplicações específicas. Uma excelente fonte de informação que tive o prazer de ler foi o livro "Luz  Ciência e Magia - Fil Hunter, Steven Biver e Paul Fuqua. Para mim foi um divisor de águas. Fácil linguagem e conhecimento pra vida toda. Todos que usam flash externo deveriam ler este livro. Espero ter ajudado.  :ok:


marcelogimenes

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 403
  • Sexo: Masculino
Resposta #7 Online: 07 de Outubro de 2015, 23:42:53
Pra escrever todas as respostas demorariam horas e ainda assim faltaria.... Basicamente pq o flash embutido é apenas um quebra galho. Recomendo fortemente um curso/workshop de flash. As possibilidades com flash externo são tantas que aposto que vai querer conhecer cada vez mais.
D610 | D7100 | 50mm 1.8G | 85mm 1.8G | 24-120 f/4G | 2x YN- 568ex | 2x YN-622n | YN-622n-TX | Manfrotto 190xpro3 |


Rafaeldsr

  • Trade Count: (1)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 228
Resposta #8 Online: 08 de Outubro de 2015, 02:52:00
O flash externo alia mais potência (mais luz) com uma flexibilidade infinitamente superior ao flash embutido, que só tem uma forma de ser usado: diretamente sobre o assunto fotografado.

Os olhos vermelhos são causados por reflexão da luz do flash. O flash embutido fica muito próximo da objetiva da câmera, o que faz com que a luz seja refletida na retina e volte quase diretamente para a câmera. O flash externo elimina o problema na grande maioria das fotos, ao afastar a fonte de luz da objetiva, aumentando o ângulo de retorno e fazendo com que a reflexão não incida sobre a objetiva. Isso considerando a pior situação de uso possível, que é com o flash apontando diretamente para o assunto. A possibilidade direcionar a cabeça do flash externo para superfícies próximas (como paredes) para rebater a luz, elimina totalmente o problema, além de proporcionar uma luz muito mais difusa e agradável.
Então, quanto aos olhos vermelhos, a explicação é um pouquinho diferente, mas é basicamente isso.
Porém não sabia que o flash externo eliminava o problema na maioria dos casos. E também não sabia que era possível rebater flash dessa forma, achei que só com um específico. Obrigado pelas respostas.
a sombra que o flash embutido faz qnd bate a luz no corpo da lente é terrível, sem contar que inviabiliza usar a câmera na posição retrato.... quem é acostumado com câmera compacta não tem esse problema
Então, a sombra realmente me incomoda bastante.

O Daniel já respondeu bem bacana, vou só complementar um pouco.

Uma das maneiras mais bacanas e indicadas de se usar flash é ele fora da câmera. Com o flash embutido isso é, obviamente, impossível. Mas com um flash externo fora da câmera e um jogo de radio-flashes (ou mesmo usando o flash embutido da câmera como disparador), se obtêm resultados muito melhores.

O problema do flash em cima da câmera apontado pra frente é que é uma luz chapada, reta, que não dá noção alguma de profundidade. Colocando-se o flash fora da câmera de forma mais oblíqua, se consegue um jogo de luz e sombra muito mais interessante, que dá mais noção de profundidade e mesmo de realismo.

Alternativamente, pode-se usar o flash em cima da câmera mesmo, mas rebatido em alguma parede, como o Daniel disse. Isso ajuda a criar o mesmo jogo de luz e sombra e trabalhar a noção de profundidade. Esse é o jeito que uso o flash nos meus casamentos, e que me dão os resutados que mais gosto.

Eu recomendo o uso do flash embutido apenas como disparador para flashes externos ou então como luz de preenchimento. Isso funciona bem em locais com luz boa, onde você joga o seu flash embutido apenas para eliminar um pouco das sombras. Nas outras situações, evito ao máximo.

Entendi. Muito obrigado pelas respostas e dicas!

Fotografar é "escrever com a luz". E entender a luz não é tão fácil, por mais que você estude, sempre pode acontecer algo que não era esperado se você não tiver o conhecimento suficiente. Muitas coisas estão relacionadas: ângulo da fonte de luz com ângulo da objetiva, tamanho da fonte de luz com sombras, luz sobre materiais diferentes e por aí vai. Você pode utilizar muitas dicas dos colegas, mas não há nada que substitua o conhecimento da luz. E a pergunta que você fez é diretamente ligada à isso. A dica que eu posso dar é: entenda a luz! Há vários livros sobre luz, desde os fundamentos até aplicações específicas. Uma excelente fonte de informação que tive o prazer de ler foi o livro "Luz  Ciência e Magia - Fil Hunter, Steven Biver e Paul Fuqua. Para mim foi um divisor de águas. Fácil linguagem e conhecimento pra vida toda. Todos que usam flash externo deveriam ler este livro. Espero ter ajudado.  :ok:
É uma dica realmente interessante. Quem sabe eu dou uma olhada. Valeu!

Pra escrever todas as respostas demorariam horas e ainda assim faltaria.... Basicamente pq o flash embutido é apenas um quebra galho. Recomendo fortemente um curso/workshop de flash. As possibilidades com flash externo são tantas que aposto que vai querer conhecer cada vez mais.

Olha, eu acho melhor nem fazer curso algum no momento, pois quanto mais eu conhecer, mais vou querer gastar com equipamentos, e não disponho de muito $$ no momento. rsrsrs
Valeu!
Iniciante.
Canon T5i. 50mm 1.8 STM. Tamron 17-50mm. 55-250mm STM. YN-568EXII.


marcelogimenes

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 403
  • Sexo: Masculino
Resposta #9 Online: 08 de Outubro de 2015, 09:08:43
Olha, eu acho melhor nem fazer curso algum no momento, pois quanto mais eu conhecer, mais vou querer gastar com equipamentos, e não disponho de muito $$ no momento. rsrsrs
Valeu!


Cara, pra começar um Flash Yongnuo por exemplo já está bom, na DX custa em torno de US$ 100,00. Mais antes de comprar faço o curso, ai vc vai saber o que comprar, ou seja, nao vai comprar coisas desnecessárias.
D610 | D7100 | 50mm 1.8G | 85mm 1.8G | 24-120 f/4G | 2x YN- 568ex | 2x YN-622n | YN-622n-TX | Manfrotto 190xpro3 |


jefersonperrot

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 710
  • Sexo: Masculino
  • Tudo posso naquele que me fortalece - Fp 4:13
Resposta #10 Online: 08 de Outubro de 2015, 10:53:56
Olha, eu acho melhor nem fazer curso algum no momento, pois quanto mais eu conhecer, mais vou querer gastar com equipamentos, e não disponho de muito $$ no momento. rsrsrs
Valeu!

Rafael, no Youtube tem muita coisa legal.
https://www.youtube.com/results?search_query=flash+strobist&page=&utm_source=opensearch

Simples, prático e de graça!  :D
Canon


efilho

  • Trade Count: (23)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.788
  • Sexo: Masculino
Resposta #11 Online: 08 de Outubro de 2015, 11:41:58
Entendi. Mas no caso, não é recomendável utilizar o interno "nunca"?

Meu pitaco: em meu uso amador, como flash de iluminação de sombras em dias muito claros, as únicas câmeras que usei que faziam essa "luz de enchimento de flash embutido" parecer bastante natural foram a Fuji X100s e a Nikon D750. Acho que baixei/aumentei a potência desses flashes pouquíssimas vezes, tal o equilíbrio que os sistemas ofereciam, suavizavam as sombras sem precisar de ajuste, normalmente. Curiosamente a Fuji XT-1 era chata de ajustar, embora da mesma marca e o flash não ser embutido, mas quase como se fosse. Todas as outras câmeras que tive davam essa "luz de flash embutido" (Canons, Sonys NEX e RX100, Panasonic, Olympus...). Minha E-M10 é um saco, o sistema nunca equilibra sem vc variar a potência do flash umas 2 vezes... A Fuji X100s era apertar o disparador e a foto ficava ótima, sol de meio dia parecia tardinha, e a Nikon D750 chega perto para mim. Mas essas opiniões variam demais...  :)
« Última modificação: 08 de Outubro de 2015, 11:43:13 por efilho »


RenatoKW

  • Trade Count: (3)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 632
  • Sexo: Masculino
Resposta #12 Online: 08 de Outubro de 2015, 13:05:00

Olha, eu acho melhor nem fazer curso algum no momento, pois quanto mais eu conhecer, mais vou querer gastar com equipamentos, e não disponho de muito $$ no momento. rsrsrs
Valeu!

Então amigo, isso é uma coisa que muita gente faz, mas só vale trocar de equipamento quando realmente o seu atual não oferecer qualidade para o que deseja fazer. Existem 2 tipos de pessoas com máquinas fotográficas: os fotógrafos e os colecionadores de equipamentos. Fica para reflexão. Abraços


Rafaeldsr

  • Trade Count: (1)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 228
Resposta #13 Online: 09 de Outubro de 2015, 03:07:54

Cara, pra começar um Flash Yongnuo por exemplo já está bom, na DX custa em torno de US$ 100,00. Mais antes de comprar faço o curso, ai vc vai saber o que comprar, ou seja, nao vai comprar coisas desnecessárias.
Então, no momento meu objetivo é comprar uma tele (ou 55-250 ou trocar a minha 18-55 em uma 18-135), aí sim depois penso em um flash, mas a crise e o dinheiro são dois grandes problemas.
Rafael, no Youtube tem muita coisa legal.
https://www.youtube.com/results?search_query=flash+strobist&page=&utm_source=opensearch

Simples, prático e de graça!  :D
Vou dar uma conferida, cara. Valeu!
Meu pitaco: em meu uso amador, como flash de iluminação de sombras em dias muito claros, as únicas câmeras que usei que faziam essa "luz de enchimento de flash embutido" parecer bastante natural foram a Fuji X100s e a Nikon D750. Acho que baixei/aumentei a potência desses flashes pouquíssimas vezes, tal o equilíbrio que os sistemas ofereciam, suavizavam as sombras sem precisar de ajuste, normalmente. Curiosamente a Fuji XT-1 era chata de ajustar, embora da mesma marca e o flash não ser embutido, mas quase como se fosse. Todas as outras câmeras que tive davam essa "luz de flash embutido" (Canons, Sonys NEX e RX100, Panasonic, Olympus...). Minha E-M10 é um saco, o sistema nunca equilibra sem vc variar a potência do flash umas 2 vezes... A Fuji X100s era apertar o disparador e a foto ficava ótima, sol de meio dia parecia tardinha, e a Nikon D750 chega perto para mim. Mas essas opiniões variam demais...  :)
No caso, então, não é nada recomendável eu utilizar o flash embutido, já que possuo uma Canon T5i. Mas interessante seu comentário.
Então amigo, isso é uma coisa que muita gente faz, mas só vale trocar de equipamento quando realmente o seu atual não oferecer qualidade para o que deseja fazer. Existem 2 tipos de pessoas com máquinas fotográficas: os fotógrafos e os colecionadores de equipamentos. Fica para reflexão. Abraços
Então, eu ando evitando ao máximo gastos desnecessários. Como comecei há pouco tempo, minha vontade era comprar de tudo (85mm, 100mm, 24mm, 40mm, 24-105mm etc etc), mas estou levando apenas com a 18-55mm e a 50mm mesmo, que me servem até que bem. O que eu disse foi mais em relação de que se eu começar a aprender muito sobre flash e perceber que eles me ajudariam muito, acabaria comprando já de imediato e gastando dinheiro que eu não tenho, haha. Prefiro segurar um pouco.
Fotografo apenas por hobby, mas sou um pouco exigente mesmo assim. Valeu!
Iniciante.
Canon T5i. 50mm 1.8 STM. Tamron 17-50mm. 55-250mm STM. YN-568EXII.


efilho

  • Trade Count: (23)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.788
  • Sexo: Masculino
Resposta #14 Online: 09 de Outubro de 2015, 08:55:39
...então, não é nada recomendável eu utilizar o flash embutido, já que possuo uma Canon T5i...

Não foi o que eu quis dizer, e sim que os resultados podem ser satisfatórios ou não. Use bastante e, se o resultado não for o desejado, invista no flash externo. Opinião de fórum é apenas isso, opinião: como é hobby, de repente para as fotos que vc faz o flash embutido da T5i resolve bem. Eu tive a T4i e realmente, para mim, o resultado era inconsistente: às vezes ficava bom, às vezes não... A graça do hobby é poder experimentar à vontade, pois o cliente é vc mesmo e a gente só melhora fazendo...  :ok: