Autor Tópico: Previsões do futuro...em que ano???  (Lida 1049 vezes)

Zeiss

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 698
    • Melhor pra Deus
Online: 03 de Abril de 2005, 15:53:55
B) Bem pessoal, vemos muito em revistas que as pessoas gostam muito de fazer previsões quanto à tecnologia. Muitas são completamente equivocadas e outras são ultrapassadas pela velocidade do progresso tecnológico.(é interessante vermos revistas de tecnologia da década de 80 por ex.)
Minha pergunta é se vcs arriscam prever QUANDO teremos uma camera com qualidades próximas ao que vou descrever, pq quando chegar eu creio que o desenvolvimento de fotos em duas dimensões estará em um patamar de acomodação e a ciência partirá para outros horizontes, como fotos em 3D holográficas(já existe tecnologia de gravação de DVD HD holográfico). Creio que esta camera seria o objetivo pleno da foto bidimensional como conhecemos hoje:
1. Corpo com obturador para 500.000 disparos e à prova de chuva leve;
2. Qualidade de foto captada  em ISO 400, impressa em papel tamanho 50X60cm com mesma definição(resolução e nitidez), latitude e  saturação de cores de uma feita hoje em dia na mesma dimensão a partir de um negativo Fuji Reala ISO 100 6X7cm.
3. Preço de cerca de 2.000 dólares para este corpo, que teria uso profissional (o mesmo de uma F6 hoje, por ex.)
Bye
João Bosco
Sony Alpha A100+18-70+F56AM
Sony NEX F3 Black+18-55
Panasonic Lumix TZ10
boscovieira@hotmail.com-Fortaleza-CE


Ivan de Almeida

  • Trade Count: (1)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.297
  • Sexo: Masculino
  • . F o t o g r a f i a .
    • Fotografia em Palavras
Resposta #1 Online: 03 de Abril de 2005, 16:08:49
Cinco anos.

Só quanto ao número de disparos é coisa mais imprecisa, pois as câmeras profissionais de filme são testadas para 100.000, mas concordo com você que para as digitais, cujo corpo é mais caro, seria justo que fosse 200.000.

Os patamares de resolução já foram atingidos. Só é preciso o barateamento.

(talvez três anos)

Meus requisitos não seriam esses. Seriam:

Latitude de no mínimo 10 pontos e resolução de 14/16mp .

Capacidade de 100.000 disparos sem necessidade de reparo.

Sensor full-frame, do tamanho de um negativo 35mm.

Basicamente a pergunta é a seguinte: quanto tempo demorará para essa câmera passar de 8000 dólares atuais para 2000 dólares.


 
« Última modificação: 03 de Abril de 2005, 16:12:22 por Ivan de Almeida »


Leo Terra

  • SysOp
  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 13.750
  • Sexo: Masculino
  • “Deus disse: 'Haja luz'. E houve luz.” (Gen 1,3)
    • http://www.leoterra.com.br
Resposta #2 Online: 03 de Abril de 2005, 16:15:27
Zeiss acredito que em 2 anos.
Já temos uma digital com a resposta tonal e a latitude muito próximas de filme, assim como a resolução bem próxima das médio formato e na casa dos US$ 2000,00 (Fuji S3)
Já temos uma câmera que suporta 500.000 mil disparos (D2X).
Já temos câmeras com resolução tão alta ou maior que as médio formato (1Ds e a D2X), o ISO 400 de todas essas câmeras é bastante aceitável mesmo para grandes ampliações.
Acredito que em 2 anos esses itens possam estar reunidos em um equipamento mais barato, acredito que o único item que não deve ser incorporado em um equipamento desse porte de preço nos próximos 2 anos será os 500.000 disparos. :)
Leo Terra

CURSOS DE FOTOGRAFIA: www.teiadoconhecimento.com



ATENÇÃO: NÃO RESPONDO DÚVIDAS EM PRIVATIVO. USEM O ESPAÇO PÚBLICO PARA TAL.
PARA DÚVIDAS SOBRE O FÓRUM LEIA O FAQ.


Zeiss

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 698
    • Melhor pra Deus
Resposta #3 Online: 03 de Abril de 2005, 16:17:00
B) A EOS 1D MkII já é feita para 200.000 disparos e as Nikon F para 150.000. Minha indicação de 500.000 foi indício de melhora na tecnologia e materiais na mecanica do obturador, já que em digital se fotografa bem mais.
Bye
João Bosco
Sony Alpha A100+18-70+F56AM
Sony NEX F3 Black+18-55
Panasonic Lumix TZ10
boscovieira@hotmail.com-Fortaleza-CE


Ricardo Smania

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.063
Resposta #4 Online: 03 de Abril de 2005, 16:43:03
Eu não acredito que fotografia 3D seja algo tão distante, na verdade já existe numa versão meio rudimentar. O que é impossível ainda é tirar uma foto e ver o objeto em 3D, como num filme que eu vi uma vez, nem lembro qual era.

Mas através de várias fotos do mesmo objeto já é possível montar um modelo 3D bem fiel. E também tem aqueles scanners laser, que já dão o modelo 3D pronto. E já tem satélites que tiram fotos em 3D da terra, mas isso é fácil, porque o relevo pode ser visto do espaço, só se perdem detalhes como cavernas e coisas parecidas.

Ah, e claro, existem os estereogramas, que também não deixam de ser fotografias em 3D. Por falar nisso preciso fazer uns testes, nunca tentei fazer um.

Bom, mas o ponto é, tecnologia para foto 3D existe, só precisa aprimorar.

Saí totalmente do assunto do tópico mas tudo bem.  :D  
Ricardo Smania - Salto - SP
Desenvolvedor de software
Equipamento:
Panasonic FZ50
Canon A60


Ivan de Almeida

  • Trade Count: (1)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.297
  • Sexo: Masculino
  • . F o t o g r a f i a .
    • Fotografia em Palavras
Resposta #5 Online: 03 de Abril de 2005, 17:37:16
Fotografia 3D não é fotografia, do mesmo modo que escultura colorida não é pintura.

Fotografia é uma técnica em 2D.

Bada impede que haja no futuro reprodutores de imagens 3D, e isso não significa substituirem a fotografia.

Eu não me interesso muito por isso (exceto pelos esterogramas, mas sem relacioná-los à fotografia), do mesmo modo como não me interesso por filmagem em video. Gosto de fotografia, e não de qualquer geração de imagem.

Ivan

 


Ricardo Smania

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.063
Resposta #6 Online: 03 de Abril de 2005, 19:33:44
Achei interessante o seu exemplo da pintura/escultura. Pensando desse modo realmente não existe fotografia 3D real ainda. Fotografia eu vejo como uma representação real, ao contrário da pintura, por mais fiel que essa seja.

Quando fizerem uma fotografia 3D, não sei se vai ter esse nome, mas ela vai ser um registro real do mundo, assim como a fotografia é hoje. Claro que a fotografia é uma arte, então é possível tirar a foto de uma infinidade de mandeiras, mas ainda assim é um registro fiel. Provavelmente darão um novo nome para isso (fotografia 3D), já que realmente não é a mesma coisa, assim como você mesmo disse que escultura não é pintura.

E sobre os estereogramas, eu me refiro às fotografias estereográficas, que são uma representação fiel em 3D, mas são muito limitadas, já que não é possível ver o objeto de outro ângulo. Mas mesmo assim acho muito interessantes. E são quase tão antigas quanto a fotografia em si. Pra quem não conhece eis um exemplo:



Tirado do site http://www.mineralarts.com/stereo/skulls.html
No fim dessa página tem alguns links interessantes: http://www.kottke.org/03/01/fun-with-stere...hic-photography

Em tempo: embora existam equipamentos para ver esse tipo de fotografia, é perfeitamente possível vê-las a olho nu. Para isso, olhem para a imagem, e relaxem os olhos, para perder o foco. E depois relaxem cada vez mais, até as duas imagens se encontrarem e formarem uma só. Nesse ponto a imagem vai "travar", e ao invés das duas imagens, vocês verão uma imagem só, em 3D. No começo é um pouco complicado, mas com algum treino fica bem mais fácil e intuitivo fazer isso.
Ricardo Smania - Salto - SP
Desenvolvedor de software
Equipamento:
Panasonic FZ50
Canon A60