Autor Tópico: Eventos Flash Externo + Assistente. Qual modificador de luz?  (Lida 2325 vezes)

vangelismm

  • Trade Count: (7)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 8.762
  • Sexo: Masculino
    • MedinaFotografia
Resposta #15 Online: 04 de Novembro de 2015, 13:40:08
O ponto é que difusa e suave não são sinônimos.
"A perspectiva de uma imagem é controlada pela distância entre a lente e o assunto; mudando a distancia focal da lente muda o tamanho da imagem , mas não altera a perspectiva . Muitos fotógrafos ignoram este fato, ou não têm conhecimento de sua importância." -  Ansel Adams, Examples – The Making of 40 Photographs


Mike Castro

  • Trade Count: (4)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.301
  • Sexo: Masculino
Resposta #16 Online: 04 de Novembro de 2015, 13:46:08

Já que citou os rebatedores, vamos usá-los como exemplo... Repare a que distância ficam os rebatedores, quando se quer utilizá-los.

Uma coisa totalmente diferente é usar um rebatedor branco/prata/dourado a um ou dois metros da modelo. Outra coisa totalmente diferente é querer usar as paredes de um salão de festa, pra rebater a luz, rsrsrsrs...

Entenda: A luz se torma mais suave à medida que aumenta de tamanho. você pode colocar o tal guardanapo de papel, mas a luz só se torna mais suave se o guardanapo for maior que o flash.

Se só dobrar e colocar em cima do flash, fica a mesma coisa. ;)


Mike Castro

  • Trade Count: (4)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.301
  • Sexo: Masculino
Resposta #17 Online: 04 de Novembro de 2015, 13:47:52
O ponto é que difusa e suave não são sinônimos.

Exatamente! Aquele video que vc postou antes, mostra isso muito bem, aos 7:00.

Pra quem não viu, vale a visita!


kleberpicui

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 863
  • Sexo: Masculino
    • Shutterstock
Resposta #18 Online: 04 de Novembro de 2015, 13:58:44
Não fotografo eventos, mas imagino a dificuldade do assistente arrastar entre os convidados uma sobrinha ou um softbox, que precisam ser relativamente grandes para garantir a iluminação difusa que procura.

Talvez um beauty dish seja um meio termo. Aumentará a fonte de luz, e terá mais mobilidade, mas ainda assim, terá limitações no "quantum" de difusão.
Kléber

Vender fotos na internet: http://submit.shutterstock.com/?ref=976367


Christian Franca

  • Trade Count: (1)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 121
  • Sexo: Masculino
Resposta #19 Online: 04 de Novembro de 2015, 14:00:43
Difusa e suave não são sinônimos???
Vocês poderiam me explicar isso? :ponder: :ponder:


Rafa_Meira

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (2)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.241
  • Sexo: Masculino
Resposta #20 Online: 04 de Novembro de 2015, 14:07:14
Ninguém falou que a luz espalhada não irá rebater e retornar. A questão é que a luz segue a regra do inverso do quadrado da distância. Um rebatedor, pra fazer diferença, é posicionado entre 1m e 1,5m de distância do assunto. Isso é uma coisa. Outra coisa é um salão que as paredes estarão a 5m ou mais de distância do assunto. Vamos fazer as contas agora? Imagine duas situações

1- Vc fotografa um assunto com o omni bounce e uma parede a 1,5m de distância dos dois. Uma parte da luz será incidida diretamente e outra irá se espalhar na parede e rebater de volta ao assunto. A luz saiu do flash, viajou 1,5m até a parede e mais 1,5m até o assunto, totalizando 3m. Isso é um espaço apertado, talvez um quarto ou uma sala.

2- Agora a parede estará a 6m de distância (afinal, eventos ocorrem em espaços amplos). Agora a luz vai sair do flash, viajar 6m até viajar mais 6m até o assunto totalizando 12m. Segundo a lei do inverso do quadrado da distância, se nessa segunda situação a luz viajou uma distância 4x maior, ela chega ao assunto 16x mais fraca. Ou seja, MTO mais fraca.

A única coisa que eu disse antes é que vc tem que entender exatamente a forma como a luz se comporta para usar o melhor modificador possível, ou até não usar. Em ambientes amplos, se for usar flash direto com omni bounce, a luz que chegará rebatida vai ser TÃO FRACA que não fará a menor diferença frente a luz que incide diretamente.

É verdade que até um guardanapo na frente do flash pode fazer diferença? Sim, pode. Se vc for fotografar um boneco de 15cm de altura. Se quiser uma luz difusa para uma pessoa, pode começar a pensar em um softbox de, no mínimo, 60x60cm, e mesmo assim apenas para o rosto e posicionado a no máximo 1m de distância. Se quiser uma luz difusa pro corpo todo, pode pensar em fontes de luz com mais de 1,2m de extensão.


Rafa_Meira

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (2)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.241
  • Sexo: Masculino
Resposta #21 Online: 04 de Novembro de 2015, 14:10:48
Não fotografo eventos, mas imagino a dificuldade do assistente arrastar entre os convidados uma sobrinha ou um softbox, que precisam ser relativamente grandes para garantir a iluminação difusa que procura.

Talvez um beauty dish seja um meio termo. Aumentará a fonte de luz, e terá mais mobilidade, mas ainda assim, terá limitações no "quantum" de difusão.

Nem beauty dish serve, penso eu. Beauty dish é uma luz pra rosto, e pra ser posicionado entre 1m e 2m de distância pra dar o efeito esperado. Ninguém vai pedir pra o assistente ficar colocando a luz na cara das pessoas no meio do evento.

 :D
« Última modificação: 04 de Novembro de 2015, 14:11:05 por Rafa_Meira »


Lucas M. Dias

  • Trade Count: (1)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.283
  • Sexo: Masculino
    • Site
Resposta #22 Online: 04 de Novembro de 2015, 14:13:59
Difusa e suave não são sinônimos???
Vocês poderiam me explicar isso? :ponder: :ponder:

Vc pode entender as características de cada uma se comparar mais ou menos assim, a difusa tem relação com quantidade e suave tem relação com qualidade.
Luz difusa é aquela espalhada em todas as direções de uma origem, ela pode ser suave se a origem for grande ou não se for pequena. Luz suave é aquela luz que não gera sombras duras, que vem de uma fonte grande (em relação à distancia do objeto).
Experimente colocar um flash com e sem esse omnibounce a uma distancia maior que 2m, voce verá que a sombra formada tem a mesma característica, nada suave.


Christian Franca

  • Trade Count: (1)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 121
  • Sexo: Masculino
Resposta #23 Online: 04 de Novembro de 2015, 14:15:53
Ninguém falou que a luz espalhada não irá rebater e retornar. A questão é que a luz segue a regra do inverso do quadrado da distância. Um rebatedor, pra fazer diferença, é posicionado entre 1m e 1,5m de distância do assunto. Isso é uma coisa. Outra coisa é um salão que as paredes estarão a 5m ou mais de distância do assunto. Vamos fazer as contas agora? Imagine duas situações

1- Vc fotografa um assunto com o omni bounce e uma parede a 1,5m de distância dos dois. Uma parte da luz será incidida diretamente e outra irá se espalhar na parede e rebater de volta ao assunto. A luz saiu do flash, viajou 1,5m até a parede e mais 1,5m até o assunto, totalizando 3m. Isso é um espaço apertado, talvez um quarto ou uma sala.

2- Agora a parede estará a 6m de distância (afinal, eventos ocorrem em espaços amplos). Agora a luz vai sair do flash, viajar 6m até viajar mais 6m até o assunto totalizando 12m. Segundo a lei do inverso do quadrado da distância, se nessa segunda situação a luz viajou uma distância 4x maior, ela chega ao assunto 16x mais fraca. Ou seja, MTO mais fraca.

A única coisa que eu disse antes é que vc tem que entender exatamente a forma como a luz se comporta para usar o melhor modificador possível, ou até não usar. Em ambientes amplos, se for usar flash direto com omni bounce, a luz que chegará rebatida vai ser TÃO FRACA que não fará a menor diferença frente a luz que incide diretamente.

É verdade que até um guardanapo na frente do flash pode fazer diferença? Sim, pode. Se vc for fotografar um boneco de 15cm de altura. Se quiser uma luz difusa para uma pessoa, pode começar a pensar em um softbox de, no mínimo, 60x60cm, e mesmo assim apenas para o rosto e posicionado a no máximo 1m de distância. Se quiser uma luz difusa pro corpo todo, pode pensar em fontes de luz com mais de 1,2m de extensão.

Entendi Rafa !! :ok:
Obrigado pela explicação

Só completando, quando eu me referi a luz rebatida, não estava pensando só nas paredes. Não sei porque, mas quando ele falou em eventos imaginei um salão cheio e a luz rebatendo nas paredes, roupas dos convidados e mesas, geralmente brancas. Não consegui pensar numa situação em que a luz atingisse diretamente o objeto principal sem a interferência dos demais objetos/pessoas na cena.


Guilherme Araújo

  • Trade Count: (5)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 613
  • Sexo: Masculino
Resposta #24 Online: 04 de Novembro de 2015, 14:24:21
N li o tópico todo, mas creio que uma consideração te que ser feita. Em TTL, essa luz rebatida na parede não perde potência n (claro, até o limite do flash e/ou ISO utilizado).


Mike Castro

  • Trade Count: (4)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.301
  • Sexo: Masculino
Resposta #25 Online: 04 de Novembro de 2015, 14:37:31
Vc pode entender as características de cada uma se comparar mais ou menos assim, a difusa tem relação com quantidade e suave tem relação com qualidade.
Luz difusa é aquela espalhada em todas as direções de uma origem, ela pode ser suave se a origem for grande ou não se for pequena. Luz suave é aquela luz que não gera sombras duras, que vem de uma fonte grande (em relação à distancia do objeto).
Experimente colocar um flash com e sem esse omnibounce a uma distancia maior que 2m, voce verá que a sombra formada tem a mesma característica, nada suave.

Luli mitou na explanação!  :clap: :clap:

Nem beauty dish serve, penso eu. Beauty dish é uma luz pra rosto, e pra ser posicionado entre 1m e 2m de distância pra dar o efeito esperado. Ninguém vai pedir pra o assistente ficar colocando a luz na cara das pessoas no meio do evento.

 :D

 :clap: :clap: :clap:

Eu já fiz tudo quanto é teste na prática, rsrsrsrsrsrs...

Pra evento, não dá pra usar modificador no flash sem virar um trambolho. Esses soft box de 30cm, beauty dish, etc, só funcionam pertinho do assunto. Em eventos, a iluminação fica mais longe, coisa de 3m ou mais. Aí ferra tudo, kkkkkkkkkkk


___________________________


O autor do tópico poderia aparecer por aqui, né, pra gente saber se as dicas estão servindo pra algo. :)


kleberpicui

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 863
  • Sexo: Masculino
    • Shutterstock
Resposta #26 Online: 04 de Novembro de 2015, 15:29:52

Eu já fiz tudo quanto é teste na prática, rsrsrsrsrsrs...

Pra evento, não dá pra usar modificador no flash sem virar um trambolho. Esses soft box de 30cm, beauty dish, etc, só funcionam pertinho do assunto. Em eventos, a iluminação fica mais longe, coisa de 3m ou mais. Aí ferra tudo, kkkkkkkkkkk


Pois é, esqueci de ponderar que talvez ele só seja o "meio termo" para aqueles retratos de enquadramento mais fechado. Mas definitivamente deve ser um trambolho mesmo.
Kléber

Vender fotos na internet: http://submit.shutterstock.com/?ref=976367


The Punisher

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 71
  • Sexo: Masculino
Resposta #27 Online: 08 de Novembro de 2015, 15:59:37
Em eventos trabalho com um flash na câmera e  1 ou 2 em tripé, sem modificadores, geralmente o que fica no tripé é para contra luz, o da câmera é rebatido quando possível, com o cartão branco para jogar um pouco á frente.

O segredo para suavizar a luz é o ISO utilizado, trabalho sempre com ISO de 1000 a 2000 em 2.8 ou 3.5, não uso abertura maior por causa da profundidade de campo. Com essa configuração consigo puxar bastante luz ambiente e o Flash trabalha em baixa potência, só como preenchimento, não prejudicando o tempo de reciclagem, apesar de usar battery pack, você tem que saber mixar a luz ambiente com o flash para ter uma aparência mais natural, suave, em alguns casos utilizo gel no flash, CTS 1/2 ou 1/4, quando tem aquela luz amarela nojenta que fica ruim com flash
hehehe.

O flash contra geralmente deixo em 1/64 ou 1/128, com o difusor embutido e acionado por radio, fica um efeito bem interessante e bonito.


Guilherme Araújo

  • Trade Count: (5)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 613
  • Sexo: Masculino
Resposta #28 Online: 08 de Novembro de 2015, 18:14:05
Em eventos trabalho com um flash na câmera e  1 ou 2 em tripé, sem modificadores, geralmente o que fica no tripé é para contra luz, o da câmera é rebatido quando possível, com o cartão branco para jogar um pouco á frente.

O segredo para suavizar a luz é o ISO utilizado, trabalho sempre com ISO de 1000 a 2000 em 2.8 ou 3.5, não uso abertura maior por causa da profundidade de campo. Com essa configuração consigo puxar bastante luz ambiente e o Flash trabalha em baixa potência, só como preenchimento, não prejudicando o tempo de reciclagem, apesar de usar battery pack, você tem que saber mixar a luz ambiente com o flash para ter uma aparência mais natural, suave, em alguns casos utilizo gel no flash, CTS 1/2 ou 1/4, quando tem aquela luz amarela nojenta que fica ruim com flash
hehehe.

O flash contra geralmente deixo em 1/64 ou 1/128, com o difusor embutido e acionado por radio, fica um efeito bem interessante e bonito.

Massa! Eu tenho amigos do video que trabalham sozinhos e fazem mais ou menos o que vc faz. A diferença é que trabalham com led na filmagem, então tem sempre um no tripé fazendo uma luz de recorte.

Deixa eu te perguntar, vc movimenta o flash/tripé sozinho ou tem um assistente pra ir reposicionando o tripé com o flash?


The Punisher

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 71
  • Sexo: Masculino
Resposta #29 Online: 09 de Novembro de 2015, 12:15:28
Massa! Eu tenho amigos do video que trabalham sozinhos e fazem mais ou menos o que vc faz. A diferença é que trabalham com led na filmagem, então tem sempre um no tripé fazendo uma luz de recorte.

Deixa eu te perguntar, vc movimenta o flash/tripé sozinho ou tem um assistente pra ir reposicionando o tripé com o flash?

Olá Guilherme, bom dia, não costumo usar assistente, geralmente coloco os tripés em locais estratégicos, como na dança dos noivos, deixo eles no palco apontados pra pista, e ligo ou desligo o radio flash dependendo do angulo, ou como em aniversários infantis, na hora do parabéns gosto de deixar atrás da mesa, isso se tiver espaço, o flash na câmera deixo em TTL e vou testando, caso for eu compenso em 1 ou 2 pontos, em fotos posadas costumo utilizar só o da câmera, rebatido quando possível, cada caso é um caso e fica mais fácil quando já conhecemos o lugar