Autor Tópico: Panasonic e Olympus: cooperação ou competição?  (Lida 778 vezes)

emersonik

  • Trade Count: (2)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 110
  • Sexo: Masculino
    • Flickr
Online: 04 de Janeiro de 2016, 16:48:33
Não sei se já existe um tópico sobre isso (se sim, peço desculpas).

O FT/MFT é um sistema semi-aberto que permite que vários fabricantes produzam câmeras e lentes para o sistema. Mas a Olympus e a Panasonic (os dois principais players) começaram a introduzir funcionalidades em seus equipamentos que só funcionam ou têm melhor performance se usados com equipamentos da própria marca. Exemplos? IS vs IBIS, foco manual da 12-32mm, anel de abertura das lentes Pana, botão Fn das Oly Pro, problemas usando a Pana 7-14mm em câmeras Oly (o que é uma pena, já que é uma lente bem atrativa), dual IS, DFD, etc. etc.

Ou seja, quem investe em uma câmera da marca X, poderá ter problemas se comprar lentes da marca Y.

Na minha opinião, as duas marcas deveriam cooperar mais em vez de competir, para fortalecer o sistema. Afinal, competir com Canikon, Sony e Fuji já não é fácil...


marciok

  • Trade Count: (1)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.372
  • Sexo: Masculino
Resposta #1 Online: 04 de Janeiro de 2016, 16:56:18
Tanto a Panasonic como a Olympus se declararam concorrentes, e concordo com a sua observação, acho que deveriam cooperar mais.

Por outro lado, são problemas pontuais, e é o único mount digital hoje em dia com mais de um fabricante de corpos, até onde lembro (em termos de fotografia - em vídeo, o m4/3 e o Canon EF são suportados por vários fabricantes). Isso oferece uma variedade maior de recursos, sem as idiossincrasias de um fabricante único...
Câmeras: Fujifilm X100s, Panasonic Lumix LX100, Panasonic Lumix GX85, Fujifilm S5Pro

http://www.flickr.com/photos/kakobr/
http://500px.com/marci


efilho

  • Trade Count: (23)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.804
  • Sexo: Masculino
Resposta #2 Online: 04 de Janeiro de 2016, 18:29:58
....Olympus e a Panasonic .... começaram a introduzir funcionalidades em seus equipamentos que só funcionam ou têm melhor performance se usados com equipamentos da própria marca. Exemplos? IS vs IBIS, foco manual da 12-32mm, anel de abertura das lentes Pana, botão Fn das Oly Pro, problemas usando a Pana 7-14mm em câmeras Oly (o que é uma pena, já que é uma lente bem atrativa), dual IS, DFD, etc. etc.
....quem investe em uma câmera da marca X, poderá ter problemas se comprar lentes da marca Y.
....as duas marcas deveriam cooperar mais em vez de competir...

Em minha opinião não podemos desejar igualdade total entre essas marcas, e o MFT, em minha opinião está OK, na medida que os contatos eletrônicos lente/câmera são compatíveis para a troca de dados e acionamento dos mecanismos, as atualizações de lente e câmera podem ser realizadas independentemente de onde montadas, os firmware são imediatamente disponibilizados e as estabilização pode ser ativada no corpo ou na lente, como desejado ou adequado para o equipamento usado.

Qto às observações de falta de cooperação, em minha opinião:

- IBIS e OIS serem diferentes não significa falta de cooperação e sim opção de projeto, pois existem opiniões de melhor atuação da estabilização na lente do que no corpo da câmera (estab. otimizada para a lente) e vice versa. A nova 300mmPro da Olympus vem com estabilização. MFT não é produto igual e sim operacionalmente compatível e manutenível;

- o foco manual da 12-32 não serve como exemplo, pois trata-se de uma lente especificamente projetada para a GM1, portanto tamanho mínimo possível, o foco em outra Pana que não a GM1 é feito no display (horrível e totalmente não-prático) e, além disso, essa lente sofre tremendamente com shutter shock em câmera sem esse recurso (as mais antigas de ambas as marcas);

- botão de função e anel de abertura não é falta de cooperação e sim individualidade dos projetos;

- a 7-14 não foi falta de cooperação e sim um problema em situação particular (fonte pontual de luz no quadro) que foi detectado mais tarde, verificando-se serem características do sensor stack da Olympus que não filtrava determinado comprimento de onda lá no violeta. A solução era a Olympus mudar o sensor stack ou a Pana mudar o projeto da lente, e por que gastariam esse dinheiro se, em uso onde não há fonte pontual de luz, não existe o problema?

Aqui na G7 e na E-M10 eu troco tudo entre elas e, na prática, não existe diferença de operação e manutenção. Olhando pelo visor não existe diferença nas info, seja qual for a lente colocada. Essa é a grande vantagem do MFT.   :ok:


emersonik

  • Trade Count: (2)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 110
  • Sexo: Masculino
    • Flickr
Resposta #3 Online: 05 de Janeiro de 2016, 11:54:58
Bem, pra mim como consumidor, não deveria nem haver sistemas proprietários. Ter liberdade para escolher a lente que quiser para acoplar na sua câmera, um sonho, não? Se bem que quem tem uma mirrorless já pode fazer isso com adaptadores, mas geralmente com perda de AF.

É óbvio que companhias rivais vão e devem competir entre si. Isso é bom porque competição gera inovação e redução de preço.

Mas se o MFT é um sistema documentado e especificado, não deveria haver problemas de espécie alguma entre lentes e câmeras, em termos de IQ. Então acho bizarro a Pana 7-14mm ter problemas com as Oly, sendo que isso não acontece com a maioria das lentes adaptadas de outros sistemas, atuais e antigas. Não mencionei nem a Pana 20mm... Então problemas "pontuais" não deveriam sequer existir.



Rinaldo

  • Trade Count: (6)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 602
    • > Flickr
Resposta #4 Online: 27 de Fevereiro de 2016, 12:14:03
Pra retomar esse assunto da compatibilidade entre as marcas, me lembrei que tenho alguns exemplos meus da Pana 7-14 numa Olympus E-PL5. As tais bolotas roxas são visíveis em algumas, mas pra mim passa batido, fica como um flare mesmo.

Desde esta:
https://www.flickr.com/photos/rinaldolima/9572761787/in/album-72157635201484810/
Até esta (excluindo duas na sequência):
https://www.flickr.com/photos/rinaldolima/9572754053/in/album-72157635201484810/

Aqui tem uma boa discussão a respeito, onde um dos caras menciona: This was explored in great detail over in DPR by AndersW. The cause is near UV reflections that pass on to the E-M5 sensor but not most other m43 sensors. The solution is to affix a particular UV filter to the rear of the 7-14. Then you can use it on the E-M5 without any purple blobs showing up.

E num dos posts recentes do 43rumors (sobre a 100-400) alguns leitores levantaram essa questão. É só ler os comentários mais recentes, onde falam sobre o assunto: http://goo.gl/cOS4F4

Fora essa lente, não sei de outra que sofra desse mal, pelo menos que chame a atenção. O que já vi dizerem é que a Panasonic 'cuida' menos das aberrações cromáticas nas lentes e conta mais com a correção na camera, enquanto as lentes Olympus contam menos com essa correção de software, portanto tendem a produzir menos AC. Mas na prática fica difícil comprovar. O Robin Wong já comparou as duas 25mm (PL f/1.4 vs M.Zuiko f/1.8) num corpo Oly e realmente a Panasonic produziu mais AC, mas só se nota mesmo em 100%, sendo de fácil correção na pós.
  flickr    vimeo


emersonik

  • Trade Count: (2)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 110
  • Sexo: Masculino
    • Flickr
Resposta #5 Online: 27 de Fevereiro de 2016, 23:53:02
Aqui tem uma boa discussão a respeito, onde um dos caras menciona: This was explored in great detail over in DPR by AndersW. The cause is near UV reflections that pass on to the E-M5 sensor but not most other m43 sensors. The solution is to affix a particular UV filter to the rear of the 7-14. Then you can use it on the E-M5 without any purple blobs showing up.

Rinaldo, é bom saber que há uma possível solução. A Pana 7-14mm tem slot para filtros na parte de trás?


Rinaldo

  • Trade Count: (6)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 602
    • > Flickr
Resposta #6 Online: 29 de Fevereiro de 2016, 14:16:34
Rinaldo, é bom saber que há uma possível solução. A Pana 7-14mm tem slot para filtros na parte de trás?

Não, Emerson, a 7-14 não tem slot na parte de trás. A ideia é muito interessante, não entendo porque não fizeram, uma vez que a fisheye 8mm f/3.5 tem tal slot. Acho que é a única, por sinal.

Acho que o pessoal se refere à cortar um pedaço de gel mesmo, e colar atrás da lente da lente.
  flickr    vimeo