Autor Tópico: Novo G.A.S. - Bicicletas  (Lida 7292 vezes)

felipemendes

  • Benfeitor
  • Trade Count: (8)
  • Colaborador(a)
  • ***
  • Mensagens: 3.202
  • Sexo: Masculino
  • Fotógrafo, não. Fotografador.
    • Meu Flickr
Resposta #105 Online: 24 de Abril de 2018, 10:07:02
Que legal a sua bike Fellipe, show!!!

Não conhecia esse passeio, me parece puxado hein??? Como é a altimetria, é plano ou encrenca???

Outra coisa é a sua bike, vejo um quadro de carbono, me parece um kit ultegra, porem o que é BANGUELA é uma marca??? Se for marca de fabricante, essa ai eu nunca vi...

Hehe, minha bicicleta foi montada por mim, com peças primariamente da Shimano (todo o groupset, ou seja, freios e marchas) e o quadro/rodas de uma fábrica chinesa chamada ICAN. Logo, não tem uma marca definida. Resolvi botar nela o nome de Banguela, e que é tanto "andar na banguela", quanto aquele dragão do filme "como treinar seu dragão":


Sobre o passeio, o primeiro dia começa no plano, mas em cerca de 40 milhas (de um total de 100), começam umas subidas e descidas até o fim do dia. No segundo, é só subida e descida. Vou fazer o caminho mais puxado, mas que dizem que é o mais bonito.

O passeio tem por finalidade levantar fundos pra pesquisa de tratamento e prevenção da Esclerose Múltipla, e os números do passeio são impressionantes:
http://main.nationalmssociety.org/site/TR/Bike/TXHBikeEvents?pg=entry&fr_id=29316

Meta: 15 milhões de dólares em doações. Cada participante tem que levantar, no mínimo, 400 dólares, mais 130 da inscrição. Tem um cabeçudo que já conseguiu angariar mais de 60 mil dólares!!!  :eek:

O passeio tem paradas a cada 8 milhas (13 km), e o fim do primeiro dia tem um mega acampamento pra todos os ciclistas (serão 13 mil este ano). Tem massagem, cerveja e show. No fim do segundo dia, tem ônibus que transporta todo mundo de volta.
Felipe


Rick99

  • Trade Count: (4)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.940
  • Sexo: Masculino
  • Amador
Resposta #106 Online: 24 de Abril de 2018, 11:17:07
Show de bola a sua bicicleta!
Esse evento é bem interessante, principalmente pelo planejamento e ainda por uma causa nobre.


bjp77

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 276
  • Sexo: Masculino
Resposta #107 Online: 11 de Maio de 2018, 10:12:42
Eu comprei uma Caloi Sport100 usada, capacete com LED, LEDs adicionais, luva, camisa UV. Usei pra ir ao trabalho em João Pessoa. Percorria uma distância de 7,2 km de ida por 40 min a 60 min, até três vezes por semana e 120 km por mês. Investi 700,00 no total. No percurso há subidas íngremes, ausência de calçadas, ausência de ciclovias. Por vezes eu andava na calçada da UFPB e em alguns casos tinha de andar pelo asfalto. Atravessava nas faixas de pedestres.
Eu estava adquirindo resistência, já aguentava subir as ladeiras em cima da bicicleta. Como no meu trabalho não tem mais lugar para a guarda da bicicleta deixei de andar.

O que tenho vontade de comprar para ela é um pedelec, pedais de alumínio, buzina, cesta pra levar minha cachorra pra passear.
Canon EOS T5
Canon EF-S 18-55mm f/3.5
Canon 75-300mm EF-S
Zenit Helios 44M-4 58mm f/2
Canon T50 Lente 50 mm f1.4 1985 inoperante


bjp77

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 276
  • Sexo: Masculino
Resposta #108 Online: 11 de Maio de 2018, 10:44:26
A idéia era a bicicleta ser usada para finalidades que não só de se divertir. Ir à padaria, à farmácia, ao trabalho por dois ou três dias na semana, trazendo benefícios para a saúde e para o meio ambiente urbano. Fazer trilhas fora da cidade é também objetivo de uso.

Percebi que não havia economia considerável de combustível, mas havia o benefício para a saúde e o bem estar coletivo, a opção de mais um meio de transporte. O que dificulta o uso é ausência de estrutura ciclável, de estacionamento, onde cabe uma reconfiguração de usos e espaços urbanos. Enquanto isso nosso CTB - Código de Trânsito Brasileiro é do arco da velha e nos faz ficar chupando o dedo. Educação sem estrutura é conversa pra inglês ver. Outra questão negativa é a cultura do "amigos do alheio".
Canon EOS T5
Canon EF-S 18-55mm f/3.5
Canon 75-300mm EF-S
Zenit Helios 44M-4 58mm f/2
Canon T50 Lente 50 mm f1.4 1985 inoperante


pablo.ebani

  • Trade Count: (4)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.647
  • Sexo: Masculino
Resposta #109 Online: 11 de Maio de 2018, 10:53:20
Eu comprei de um colega de trabalho uma bike básica, uma South, basicona mesmo, mas ele já colocou algumas coisinhas melhores, aros bons, corrente "decente".
Minha cidade é pequena, geralmente pego só alfalto que até pensei em colocar pneus slick, já esses dias fiz uns 30km de chão misto. Eu gosto de andar em estraga de terra, já tracei alguns percursos aqui todos nessa média de 30km e um audacioso de uns 62km (ainda chego lá). Fico meio cabreiro de ir muito longe pois ainda não há ninguém que me faça companhia nos pedais longos, embora eu tenha o necessário pra eventuais emergências é sempre mais seguro.
Enfim, o importante é sair do sedentarismo e voltar a praticar algum exercício, já que o tempo pro futebol tá escasso.

Levando em conta meu gosto pela terra (não penso em fazer trilhas) estou analisando algum up na bike, pois notei que o Tourney TX traseiro dela desregula muito fácil devido a vibração nas pedras. Tenho analisado colocar apenas uma coroa no pedivela, já que na maioria esmagadora do tempo estou na de 34D (pensei numa 32), mas fico com medo de faltar marcha (pra leve) já que ela é só 7V (11-28) atrás, pra aliviar daria pra por uma 12-34 . Indo aos poucos até daria pra logo ela estar com um kit melhor, só que nesse mundo qualquer coisinha um pouco melhor é uma fortuna kkk e nem em sonho tão cedo em algo tipo 1x10 ou mais.
Bora pedalar, uma hora dessas largo umas fotos por ai.
EOS 6D MK II -  EOS 5D MK II.
Tamron SP 45mm 1.8 | Sigma 30mm 1.4 Art
EF 50mm 1.8 STM | EF 100mm f/2 |
https://500px.com/PabloEbani
http://ebaniphoto.46graus.com


bjp77

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 276
  • Sexo: Masculino
Canon EOS T5
Canon EF-S 18-55mm f/3.5
Canon 75-300mm EF-S
Zenit Helios 44M-4 58mm f/2
Canon T50 Lente 50 mm f1.4 1985 inoperante


felipemendes

  • Benfeitor
  • Trade Count: (8)
  • Colaborador(a)
  • ***
  • Mensagens: 3.202
  • Sexo: Masculino
  • Fotógrafo, não. Fotografador.
    • Meu Flickr
Resposta #111 Online: 11 de Maio de 2018, 13:14:30
Faço trilhas a pé com um grupo. Andamos no cariri e no brejo da Paraíba até 20 km. O cariri é seco e o brejo tem mata de altitude e chega a 10ºC a temperatura. Também viajo pro RN.

As minhas fotos publico no forum Skyscrapercity:

http://www.skyscrapercity.com/showthread.php?t=1973743

http://www.skyscrapercity.com/showthread.php?t=2074325

http://www.skyscrapercity.com/showthread.php?t=1986720

http://www.skyscrapercity.com/showthread.php?t=1976281

http://www.skyscrapercity.com/showthread.php?t=2059733

http://www.skyscrapercity.com/showthread.php?t=1974354

http://www.skyscrapercity.com/showthread.php?t=1974121

http://www.skyscrapercity.com/showthread.php?t=1993101

Ah, que saudade de montanhas... Onde moro é tudo plano até muito depois de onde a vista alcança.

Uma hora dessas vou postar os videozinhos das trilhas que faço por aqui.
Felipe


bjp77

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 276
  • Sexo: Masculino
Resposta #112 Online: 11 de Maio de 2018, 14:05:20
Moro no litoral e tenho de viajar 120 km pra Campina, que é a região serrana. Gosto do clima de lá, da água com cheiro de água de açude, das estradas de barro vermelho, das frutas a beira da estrada, as feiras. Falando em feira tenho um thread da feira do Alecrim em Natal,

http://www.skyscrapercity.com/showthread.php?t=2000630

A cidade de Campina Grande tem influência de dois climas - o cariri na parte sul e o brejo na parte norte. Um lado da cidade é verde e o outro é semiárido.


Voltando para as bicicletas.

Tive uma Caloi Cross na infância, depois uma Caloi Cruiser aos 11. Tive Mountain Bike na adolescência. Naqueles tempos nada de internet. Meu pai teve uma Caloi 10, eu corria numa estrada de barro e numa dessas acertei um paralelepípedo. Estourei o pneu da frente e me arrependi. As mountain bike fui andar no cariri, pegou tanto espinho de algaroba que arrombou o câmbio. Parei de andar por 19 anos e ano passado voltei.
« Última modificação: 11 de Maio de 2018, 14:12:51 por bjp77 »
Canon EOS T5
Canon EF-S 18-55mm f/3.5
Canon 75-300mm EF-S
Zenit Helios 44M-4 58mm f/2
Canon T50 Lente 50 mm f1.4 1985 inoperante


bjp77

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 276
  • Sexo: Masculino
Resposta #113 Online: 11 de Maio de 2018, 14:34:49
Fiz uma planilha e um mapa de rotas pelo Google Earth. A cada dia que andava alimentava a planilha.
Nos 4 meses que andei, não fui assaltado, apesar de andar em locais duvidosos do percurso, levei uma queda em que ralei a mão no chão e tive um quase acidente por causa de um monte de areia em cima da calçada, a bicicleta desestabilizou e quase foi pra pista. A planilha foi feita pra que eu pudesse observar o que eu andaria se fosse de carro pro trabalho. Como eu ando 22 mil km/ano eu esperava usar menos e gastar menos.

Baixei vários pdf sobre ciclismo urbano e bicicletas, trânsito, segurança e montei um arquivo de PowerPoint com o que tinha de informação. O objetivo é juntar informações importantes de forma mais completa, pois um pdf pode ter uma informação que o outro não tem. Encontrei material sobre infraestrutura, acessórios, a bicicleta e cada peça, equipamentos de segurança do ciclista, educação no trânsito, sinalização, ferramentas.
Canon EOS T5
Canon EF-S 18-55mm f/3.5
Canon 75-300mm EF-S
Zenit Helios 44M-4 58mm f/2
Canon T50 Lente 50 mm f1.4 1985 inoperante


felipemendes

  • Benfeitor
  • Trade Count: (8)
  • Colaborador(a)
  • ***
  • Mensagens: 3.202
  • Sexo: Masculino
  • Fotógrafo, não. Fotografador.
    • Meu Flickr
Resposta #114 Online: 11 de Maio de 2018, 15:24:57
Fiz uma planilha e um mapa de rotas pelo Google Earth. A cada dia que andava alimentava a planilha.
Nos 4 meses que andei, não fui assaltado, apesar de andar em locais duvidosos do percurso, levei uma queda em que ralei a mão no chão e tive um quase acidente por causa de um monte de areia em cima da calçada, a bicicleta desestabilizou e quase foi pra pista. A planilha foi feita pra que eu pudesse observar o que eu andaria se fosse de carro pro trabalho. Como eu ando 22 mil km/ano eu esperava usar menos e gastar menos.

Baixei vários pdf sobre ciclismo urbano e bicicletas, trânsito, segurança e montei um arquivo de PowerPoint com o que tinha de informação. O objetivo é juntar informações importantes de forma mais completa, pois um pdf pode ter uma informação que o outro não tem. Encontrei material sobre infraestrutura, acessórios, a bicicleta e cada peça, equipamentos de segurança do ciclista, educação no trânsito, sinalização, ferramentas.

Legal o relato. Se vc não se importa em vender a alma, o Google tem o histórico de localização, que diz o quanto vc se locomoveu, por onde, e até estima o meio de transporte usado. Basta ter um telefone com Android.

Daí, pelo computador, vc acessa:
https://www.google.com/maps/timeline

E aí vc consegue ver o quanto andou por dia.
Felipe


bjp77

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 276
  • Sexo: Masculino
Resposta #115 Online: 23 de Maio de 2018, 10:05:33
Li em algum material que na Europa as rotas cicláveis já estão a 70.000 km. Aqui nós somos abandonados em termos de gestão. É um atraso só em inúmeros aspectos - saúde pública, transporte coletivo, vias, estacionamentos, normatização de calçadas, de subsolo, águas pluviais, plano  diretor, ordenamento urbano. Faltam gestores, não assumem funções importantes.

Por aqui em João Pessoa há poucas ciclovias, não conectadas a outros setores da cidade. Ou seja, você tem de andar 2 ou 3 km no asfalto ou calçadas para poder acessar a ciclovia. É muito fora da realidade. Alguns estabelecimentos não tem vagas para bicicletas. As ruas são estreitas e as possibilidades de conversão em ruas cicláveis ficam difíceis. O CTB é omisso... Recentemente foi construída uma ciclovia em uma das principais avenidas, foram mantidas as árvores, mas há pontos em que o concreto vira farinha.

Andei por ela, gostei das sombras das árvores e por ser na praia, há muita ventilação. É importante um espaço aberto, horizontal, com vegetação pois auxilia na ventilação da cidade e no escoamento de águas de chuvas. Aqui já tem muito prédio, muitos carros e pouca rua.
Canon EOS T5
Canon EF-S 18-55mm f/3.5
Canon 75-300mm EF-S
Zenit Helios 44M-4 58mm f/2
Canon T50 Lente 50 mm f1.4 1985 inoperante


bjp77

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 276
  • Sexo: Masculino
Resposta #116 Online: 07 de Junho de 2018, 15:24:46
Na semana da greve dos caminhoneiros usei a bicicleta no dia-a-dia. Rodei 29 km e no carro passei com 1/4 no tanque durante a semana percorrendo os 7 km casa-trabalho. Usei o carro como garagem da bicicleta.
Canon EOS T5
Canon EF-S 18-55mm f/3.5
Canon 75-300mm EF-S
Zenit Helios 44M-4 58mm f/2
Canon T50 Lente 50 mm f1.4 1985 inoperante


felipemendes

  • Benfeitor
  • Trade Count: (8)
  • Colaborador(a)
  • ***
  • Mensagens: 3.202
  • Sexo: Masculino
  • Fotógrafo, não. Fotografador.
    • Meu Flickr
Resposta #117 Online: 07 de Junho de 2018, 15:50:17
Na semana da greve dos caminhoneiros usei a bicicleta no dia-a-dia. Rodei 29 km e no carro passei com 1/4 no tanque durante a semana percorrendo os 7 km casa-trabalho. Usei o carro como garagem da bicicleta.

7km casa-trabalho???  :eek:

Se eu morasse tão perto do trabalho, iria de bicicleta quase todo dia! Meu trabalho fica a 30 km de casa, pela auto-estrada. Não tem como ir de bicicleta por este caminho. Tem outros, mas aí ficam mais longe ainda.
Felipe


bjp77

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 276
  • Sexo: Masculino
Resposta #118 Online: 07 de Junho de 2018, 16:34:30
felipemendes,

nesse meu percurso tenho duas subidas. Na ida faço em 40 min e na volta faço em 1 h por causa de uma ladeira de 1,3 km. Uma parte vou pela calçada, tem partes críticas pois só tem asfalto e ônibus. O problema atual é não ter na empresa estacionamento, por isso o carro era o "estacionamento" da bicicleta. Por o percurso ter paralelepípedo não rola colocar pneu de Caloi 10, que tem menos resistência aerodinâmica e me daria mais velocidade.
Canon EOS T5
Canon EF-S 18-55mm f/3.5
Canon 75-300mm EF-S
Zenit Helios 44M-4 58mm f/2
Canon T50 Lente 50 mm f1.4 1985 inoperante


Elder Walker

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (8)
  • Colaborador(a)
  • *****
  • Mensagens: 3.310
  • Sexo: Masculino
    • Flickr
Resposta #119 Online: 07 de Junho de 2018, 17:06:15
Lendo este papo de bike para o trabalho, me lembrou da experiência que tive semanas atrás e que gostaria de compartilhar: bicicleta elétrica!

Sei que existem várias já por aqui, em especial algumas chinesas de baixo custo. Mas nesse caso, foi diferente. Meu cunhado tem uma loja em Tampa, na Flórida. Ele mandou aqui para o Brasil e montou, mas pôde escolher cada componente.

É uma bike híbrida, voltada para praticidade e conforto na cidade. O câmbio era Shimano (acho que da linha Acera), com apenas uma relação na frente e 8 marchas atrás. O motor é muito discreto, parece um cubo anabolizado, mas longe daqueles trambolhos que já tinha visto antes. A bateria vai na garupa e parece que é a parte mais cara dessa brincadeira.

Fui "testar a bichinha" e fiquei doido, curti demais a experiência! É possível definir o nível de assistência do motor elétrico. No mais alto, chega a dar um "tranco" na saída, e ela alcança a velocidade máxima muito rapidamente. Existe a possibilidade de utilizar o acelerador, montado na luva da bicicleta, mas para facilitar a operação, preferi apenas o modo de assistência. Neste modo, o motor só funciona quando detecta o movimento de pedalar. Parou de pedalar ou acionou o freio, ele para instantaneamente.

Em locais planos ou subidas leves, você nem coloca esforço, só mantem o movimento dos pedais. Mas o mais engraçado é nas subidas moderadas ou fortes. Estava dando a volta num parque e, após uma bela descida, vinha uma subida bem puxada. Iniciei ela na última marcha e fui mantendo o movimento, sem colocar muita força nas pernas. Reduzi para 7a e depois para a 6a marcha e assim fui até o final, sentado e confortável. Passava feito um raio ao lado dos outros ciclistas que estavam em pé e em marchas bastante reduzidas. Deve ser engraçado ver alguém passando com tamanha facilidade, sem demonstrar esforço, especialmente porque quase não se nota nada diferente de uma bike comum.

Estou contando tudo isso porque li estes relatos de trabalhar de bike, deixando de lado o carro. Foi exatamente isso que aconteceu com minha irmã. Ela mora bem próximo ao trabalho, em Maringá, norte do Paraná. Como o trânsito lá está muito ruim (a cidade cresceu muito e rapidamente), sem vagas de estacionamento, ela está adorando. E eu fiquei babando em montar uma parecida... :D
Canon 5D + EF 17-40mm f/4 L + EF 50mm f/1.8 STM + EF 85mm f/1.8 USM + Yongnuo 565EX + YN-622C