Autor Tópico: Novo G.A.S. - Bicicletas  (Lida 7832 vezes)

felipemendes

  • Benfeitor
  • Trade Count: (9)
  • Colaborador(a)
  • ***
  • Mensagens: 3.387
  • Sexo: Masculino
  • Fotógrafo, não. Fotografador.
    • Meu Flickr
Resposta #15 Online: 30 de Março de 2016, 16:08:48

Felipe... você bem que poderia despachar um KIT Deore XT ae dos USA ...  :D



Essas coisas nos EUA não são muito baratas, não... Um pouco mais que no Brasil, mas ainda assim caras. O chato é que pra colocar um freio a disco em uma bicicleta que não foi feita pra isso, por exemplo, é um custo grande, um monte de peças que sobra, e não fica 100%. O ideal seria comprar a bike já com os "recursos" e ir melhorando aos poucos. Mas aí entra o problema de assalto...
Felipe


jesieltrevisan

  • Trade Count: (3)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.655
  • Sexo: Masculino
  • Harmonize-se
Resposta #16 Online: 30 de Março de 2016, 19:51:47
É sim.. a linha XT é cara... a XTR então... é coisa de doido... ostentação.

No caso a TEAM 5000 apesar de não vir com freio a disco, ela é preparada, aceita um kit sim pelo que já pesquisei.

Sim então, é melhor ter uma bike desconhecida... com componentes bons do que ter um quadro Scott, Trek... com componentes medianos, porém o slogan bem grande da marca... chamando muita atenção.

Deore já está muito bom... XT seria ostentação, no entanto, acho que um freio a disco de qualidade seria bacana.
« Última modificação: 30 de Março de 2016, 19:53:55 por jesieltrevisan »
Canon EOS 5D + BG-E4 + Canon EOS Kiss (300D) 
Canon EF 50mm f/1.8 mk I + Canon EF 100mm f/2 + Canon EF 28-70mm  f/3.5~4.5 II + Sigma 18-50mm f/2.8 DC EX  + 430EX II
--
Dúvida sobre as regras do fórum? --> REGRAS GERAIS
Dúvidas gerais? -->FAQ


Helena Bsb

  • Trade Count: (37)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.399
Resposta #17 Online: 30 de Março de 2016, 21:31:08
Sempre tive vontade de ter uma boa bicicleta, mas aqui em SP é pedir para ser roubado.
Deixarei para realizar este sonho se for morar em outro país.

em qualquer lugar do Brasil. Também morro de vontade, mas não rola. Fico com minha MTB comunzinha (nem amortecedor tem) Sundown, que comprei de segunda mão há uns anos atrás por 250 reais.  :D


ramonrios

  • Trade Count: (1)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 95
  • Sexo: Masculino
Resposta #18 Online: 30 de Março de 2016, 21:49:48
O gosto pelas bikes é tão viciante quanto o da fotografia. Começa com o básico e vai gastando até onde dá conta. Comecei a pedalar a menos de 01 ano e como disseram nos comentários aí de cima, é um excelente exercício. Aqui na minha cidade tem dono de loja de bike que organiza passeios semanais que chega a ter 60 ciclistas em época de férias escolares. Rapidinho a gente vai conhecendo um monte de gente e se quiser pedala todo dia. Ainda me falta coragem de carregar a câmera nos pedais, às vezes preguiça, às vezes medo de atrapalhar mais do que ajudar (carregar peso extra para tirar meia dúzia de fotos). Enquanto isso quebro o galho com o celular mesmo. Fotos da bike quando comprei. Já troquei alguns ítens...

_DSC7937 by Ramon Rios Mendonça, no Flickr

_DSC7988 by Ramon Rios Mendonça, no Flickr

_DSC7980 by Ramon Rios Mendonça, no Flickr
Sony Nex-F3 + 18-55mm do kit + Sel50f18 + Sel55210 + Pentacon 29mm F2.8 + Flash HVL-F20S + YN560II
https://www.flickr.com/photos/ramonrios/


Fernando_Flora

  • Trade Count: (4)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 516
  • Sexo: Masculino
Resposta #19 Online: 30 de Março de 2016, 21:56:22
Também estou nessa! :D
Pedalar é muito bom seja para exercício físico ou simplesmente para relaxar. Atualmente tenho uma híbrida mas como curto mais pedalar no asfalto acho que vou partir para uma speed mais p/ frente!

Parabéns ao Felipe por criar o tópico. Será muito bom para troca de experiências!

Para quem quiser se aprofundar no assunto eu indico o Fórum http://www.pedal.com.br/. é um fórum com muito conteúdo voltado exclusivamente para ciclistas! :ok:

[]'s
Sony ILCE-7M2 + Sony ILCE-6000 + algumas lentes!

https://500px.com/fernando_flora



Lindsay

  • Trade Count: (17)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.123
  • Sexo: Masculino
Resposta #20 Online: 30 de Março de 2016, 22:31:39
Esse negocio de roubo não é tanto assim, a gente anda aqui em grupo, de turma, e assim não tem problema nenhum. Rodamos Sampa inteirinho, de norte a sul, cidades vizinhas da grande São Paulo. Anos e anos seguidos, nunca teve nenhum problema. A gente sabe mais ou menos os locais perigosos e evitamos. Aqui em Sampa são milhares de bikes que fazem passeios noturnos durante a semana, milhares mesmo, em todos os bairros. Nos finais de semana ainda tem as ciclofaixas, super seguro. Vamos aos parques à Paulista, aos restaurantes, livrarias, etc... aqui tem muito movimento de bikes, risco de andar em grupo é praticamente nenhum.
Fotografando com a memória


Lindsay

  • Trade Count: (17)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.123
  • Sexo: Masculino
Resposta #21 Online: 30 de Março de 2016, 22:37:11
Pra quem não sabe o que são os grupos veja alguns exemplos, tem pedal todos os bairros a noite:

Esse cara aqui divulga passeios nos finais de semana e passeios noturnos, são dezenas de eventos, programação extensa:
https://www.facebook.com/groups/393655037512182/


Alguns grupos aqui perto de casa, na zona sul:

https://www.facebook.com/groups/132566816950546/
cerca de 100 bikes

https://www.facebook.com/groups/173289596062661/
cerca de 200 bikes
« Última modificação: 30 de Março de 2016, 22:38:48 por Lindsay »
Fotografando com a memória


Rick99

  • Trade Count: (4)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.959
  • Sexo: Masculino
  • Amador
Resposta #22 Online: 30 de Março de 2016, 23:13:57
Esse negocio de roubo não é tanto assim, a gente anda aqui em grupo, de turma, e assim não tem problema nenhum. Rodamos Sampa inteirinho, de norte a sul, cidades vizinhas da grande São Paulo. Anos e anos seguidos, nunca teve nenhum problema. A gente sabe mais ou menos os locais perigosos e evitamos. Aqui em Sampa são milhares de bikes que fazem passeios noturnos durante a semana, milhares mesmo, em todos os bairros. Nos finais de semana ainda tem as ciclofaixas, super seguro. Vamos aos parques à Paulista, aos restaurantes, livrarias, etc... aqui tem muito movimento de bikes, risco de andar em grupo é praticamente nenhum.

Em grupo grande, o risco de roubo é quase zero.
Mas em 99% do tempo, eu andaria sozinho. Ninguém da minha turma trabalha e estuda no mesmo local que eu.
E sozinho, sabemos que andar em SP é perigoso.


Lindsay

  • Trade Count: (17)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.123
  • Sexo: Masculino
Resposta #23 Online: 31 de Março de 2016, 00:10:16
Em grupo grande, o risco de roubo é quase zero.
Mas em 99% do tempo, eu andaria sozinho. Ninguém da minha turma trabalha e estuda no mesmo local que eu.
E sozinho, sabemos que andar em SP é perigoso.

Na boa Rick, não se pode generalizar, é lógico que existe risco, mas em minha opinião é possível andar de bike evitando locais tenebrosos e com maior probabilidade de assaltos e acidentes. Tem locais na cidade que não dá mesmo, porem em outros é tranquilo, mesmo andando sozinho. Eu tbm ando sozinho, e nunca tive problemas, com a galera a minha volta é difícil ver algum problema tbm.

Os roubos que vi recentemente nos últimos meses eram com bikes estacionadas, o cara voltou e não encontrou mais a bike, inclusive neste tipo de sinistro seguradora nenhuma paga.

Outros que fiquei sabendo meses atrás, eram mulheres passando em horário complicado em frente de favelas, carinha andando na ciclofaixa da marginal pinheiros dia de semana, onde tudo fica deserto, e ainda outro cara andando sozinho a noite no centro da cidade, perto da praça da Sé, ai não dá...

Vejo muito stress por parte de alguns colegas mesmo, mas são pessoas que investem muito alto em uma bike, cara gasta 10k numa bike e depois fica cheio de medo. Pra pedalar na cidade não precisa disso.
 
Olha só esse roubo de hoje:
https://www.facebook.com/groups/221168127929483/permalink/1025909437455344/
« Última modificação: 31 de Março de 2016, 00:35:29 por Lindsay »
Fotografando com a memória


felipemendes

  • Benfeitor
  • Trade Count: (9)
  • Colaborador(a)
  • ***
  • Mensagens: 3.387
  • Sexo: Masculino
  • Fotógrafo, não. Fotografador.
    • Meu Flickr
Resposta #24 Online: 31 de Março de 2016, 01:21:20
Olha só esse roubo de hoje:
https://www.facebook.com/groups/221168127929483/permalink/1025909437455344/

Pô, deixar a bicicleta segundos parada e ser roubado é sacanagem.

Tem uns negócios tipo esse aqui pra rastreio, mas nunca usei. E deve ser meio chato ficar desmontando pra carregar a bateria toda hora, mas pra quem está preocupado, pode ser uma boa.
http://www.ebay.com/itm/Specially-Bike-Bicycle-GPS-Tracker-Hidden-Installation-Anti-thief-Tracking-TK305-/301711515534
Felipe


Helena Bsb

  • Trade Count: (37)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.399
Resposta #25 Online: 31 de Março de 2016, 08:12:38
Eu morro de medo, e assim como Rick99, não arrisco MESMO.
Fico com minha bike de 250 reais, hehe.


jesieltrevisan

  • Trade Count: (3)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.655
  • Sexo: Masculino
  • Harmonize-se
Resposta #26 Online: 31 de Março de 2016, 08:49:27
Vocês utilizam algum software para registrar os pedais?

Eu costumava utilizar o Strava e o do Google My Maps.

A maioria das trilhas que eu fazia era estrada de terra, com muitas pedras e subidas... é umas 10x mais difícil do que pedalar no asfalto... impressionante.

Na região do interior de Campinas, em Joaquim Egídio tem um pedal que é apelidado de K2, devido a inclinação e extensão da subida, praticamente uma escalada... daquelas que você tem a impressão que vai cair para trás... kkk

Um dos registro é esse, acho que eu estava descendo: https://www.strava.com/activities/1915066  ... aja punho para segurar no freio... começa a doer a articulação... não é fácil não rs

Geralmente as trilhas que eu fazia levava em média umas 4 horas, as vezes acabava a bateria do celular ae ficava sem registro...rs

Estou a muito tempo parado... fiz uns asfaltos pela cidade mas a nível baby rs... preciso voltar a ativa.

Tenho uma sapatilha da Shimano similar a esta abaixo, ajuda bastante
« Última modificação: 31 de Março de 2016, 08:55:32 por jesieltrevisan »
Canon EOS 5D + BG-E4 + Canon EOS Kiss (300D) 
Canon EF 50mm f/1.8 mk I + Canon EF 100mm f/2 + Canon EF 28-70mm  f/3.5~4.5 II + Sigma 18-50mm f/2.8 DC EX  + 430EX II
--
Dúvida sobre as regras do fórum? --> REGRAS GERAIS
Dúvidas gerais? -->FAQ


Diogenes

  • Trade Count: (2)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.561
  • Sexo: Masculino
Resposta #27 Online: 31 de Março de 2016, 09:21:09
Caramba, bom ver que há mais pessoas curtindo as bikes.

Eu pedalo 30km todos os domingos e vez por outra faço algumas pequenas trilhas.

O que posso afirmar por experiência pessoal é que é uma maravilha você querer sempre romper seus próprios limites e a cada saída querer pedalar uns kilometros a mais que a vez anterior. É um cansaço delicioso. Parar na metade do trajeto, tomar uma água de coco ou um isotônico geladinho, respirar fundo e prosseguir.

Assim como a fotografia, a bike também é apenas um hobby pra mim e confesso que ultimamente tenho mais pedalado que fotografado.

Rick, para com esta nóia meu caro. Não tenho condição de trabalhar com a bike pois estou agora em uma grande obra industrial em Embu das Artes e tenho que pegar Rodoanel e Raposo Tavares mas tenho visto diariamente cada vez mais pessoas pedalando pela cidade. Creio que evitar apenas lugares ermos e não pedalar sozinho à noite já será suficiente pra se evitar aborrecimentos. Claro, não estou falando em andar com bikes de 30 mil...rs
Se você acha que pode, você tem razão. Se acha que não pode, também tem razão. Você é quem sabe!


Rick99

  • Trade Count: (4)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.959
  • Sexo: Masculino
  • Amador
Resposta #28 Online: 31 de Março de 2016, 09:33:22
Na boa Rick, não se pode generalizar, é lógico que existe risco, mas em minha opinião é possível andar de bike evitando locais tenebrosos e com maior probabilidade de assaltos e acidentes. Tem locais na cidade que não dá mesmo, porem em outros é tranquilo, mesmo andando sozinho. Eu tbm ando sozinho, e nunca tive problemas, com a galera a minha volta é difícil ver algum problema tbm.

Os roubos que vi recentemente nos últimos meses eram com bikes estacionadas, o cara voltou e não encontrou mais a bike, inclusive neste tipo de sinistro seguradora nenhuma paga.

Outros que fiquei sabendo meses atrás, eram mulheres passando em horário complicado em frente de favelas, carinha andando na ciclofaixa da marginal pinheiros dia de semana, onde tudo fica deserto, e ainda outro cara andando sozinho a noite no centro da cidade, perto da praça da Sé, ai não dá...

Vejo muito stress por parte de alguns colegas mesmo, mas são pessoas que investem muito alto em uma bike, cara gasta 10k numa bike e depois fica cheio de medo. Pra pedalar na cidade não precisa disso.
 
Olha só esse roubo de hoje:
https://www.facebook.com/groups/221168127929483/permalink/1025909437455344/

Sim, não se pode generalizar.
Mas eu quase fui assaltado na Rua Domingos de Morais, em um bairro até "seguro" (Vila Mariana). Um amigo foi roubado em frente a igreja São Judas. Locais movimentados e com índices de criminalidade baixos se comparados  a outros bairros da cidade. Ah...e todos ocorridos durante o dia.

Ai perdi a vontade. Sei que pode ter sido azar, mas já basta ter q me preocupar com ladrão de carteiras, de celulares, de relógio...para MIM não dá.



Daniela Alves

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (5)
  • Membro Ativo
  • *****
  • Mensagens: 1.457
  • Sexo: Feminino
Resposta #29 Online: 31 de Março de 2016, 10:17:25
Realmente não dá pra generalizar, mas eu entendo o Rick. Eu, por exemplo, fui assaltada em plena luz do dia aqui na Rua Augusta, pra quem não é daqui, já deve ter ouvido falar, ela fica pertinho da Paulista, área "nobre" daqui e isso não me impediu de perder o celular.

O frustrante é ver o quanto a gente se limita a fazer coisas que gostamos por medo de violência/roubo, né? Isso que é uma m#rd4.