Autor Tópico: Empregos que não gostamos  (Lida 435 vezes)

vfh2

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 10
Online: 10 de Julho de 2016, 21:18:47
Fala galera, como no titulo do tópico, estou em um emprego que não gosto, acreditei que daria um tópico legal sobre o assunto e resolvi compartilhar o que estou passando.

Faz aproximadamente dois meses que entrei no meu trabalho atual, desde o começo já não estava curtindo, mas segurei as pontas, precisava pagar minha câmera, investir em uma lente e em um flash, acreditei que esse sentimento se dava por ser um ambiente novo de trabalho. Com o tempo passando percebi que não era essa a questão.
É um trabalho fácil admito, fico na frente do computador o dia inteiro, trabalhando de segunda a sexta e com um salario até que razoável. Muitos adorariam trabalhar la, ainda mais nesses tempos difíceis. Mas ai que esta o problema, eu não, eu trabalho com pessoas que eu não tenho a minima vontade socializar e com coisas que eu não tenho nenhuma aptidão e vontade de aprender.
A cada semana que passa eu fico mais ''depre'' por ter que sentar naquela cadeira, voltar ao trabalho e ficar o dia todo em silencio pelo fato de não ter ninguém realmente legal que me motive a conversar e compartilhar uma simples opinião sobre a noticia do dia, acabo me estressando mais e mesmo trabalhando sem fazer qualquer esforço físico me sinto exausto.
Finalizando, pretendo dar um ''/quit'' no fim desse mês, assim já vou conseguir pagar meu flash e colocar tudo no seguro.

Eai, acham que eu estou fazendo errado de sair tão cedo do meu emprego ?(Já estou decidido, só quero saber o que pensam do assunto) Como Vocês reagiriam ou reagiram a um emprego que vocês não gostaram ?


adrianojsmoreira

  • Trade Count: (1)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 421
Resposta #1 Online: 10 de Julho de 2016, 23:09:53

Cara, acho que se a pessoa já trabalhou algumas vez na vida, certamente teve algum emprego que detestava.

Acho muito válido você decidir sair, decidir seu futuro e planejar para que ele se realize. Só não podemos deixar certos estados de impaciência ou afobação nos deixem tomar decisões em horas erradas.

Pelo seu tom de decisão não resta dúvidas que você se tornará um fotógrafo ou pelo menos tentará muito, dando tudo de si. Mas será que já seria esse momento? Será que não rolava planejar e juntar uma grana a mais pra sair estrategicamente, em uma hora que já tivesse mais consolidado ou seguro?
 
As vezes nos fechamos para socializar com pessoas diferentes da gente, é uma tendência natural. Assim como nos fechamos pra aprender algo que consideramos chato. Porém eu sempre penso que podemos aprender muito com todos os tipos de pessoas. Até essas bem diferentes de nós. Já fiz trabalhos que tinha de lidar com pessoas horríveis, chefes completamente malucos. Mas aguentei por pensar lá na frente. Só esses planos ja me deixavam mais tranquilo.

Lembre-se, o melhor você já tem: o poder de decidir as coisas. Muita gente passa anos em um emprego que não curte porque não consegue planejar algo ou simplesmente porque tem medo das mudanças. A mudança tira da zona de conforto, dá trabalho.

Parabéns pela iniciativa. Fique tranquilo que certamente você tomará a decisão certa.


Rodrigo Eduardo

  • Trade Count: (16)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.842
  • Sexo: Masculino
  • Rodrigo
Resposta #2 Online: 11 de Julho de 2016, 00:19:54
Já passei por exatamente isso.
Tinha um emprego que era fácil e com ótima jornada (das 7h às 14h) e salário rasoável.
Só que aí contrário da suas situação, eu fiquei 7 anos neste emprego, me preparei para assumir a fotografia em tempo integral e não me arrependo. Entretanto se pudesse voltar atrás teria ficado um pouco mais no emprego fixo.

Uma coisa que observei em seu texto é algo que eu também sentia em relação as pessoas do trabalho.
Eu também não gostava dos companheiros de trabalho e posso te dizer com toda convicção que isso é puro egocentrismo, não quero te acusar e nem julgar, só me indentifiquei e quis expor.

PS. Nunca tenha medo de arriscar, mas ter planejamento é algo que determinará seu futuro.

Boa sorte.


amador47sc

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (16)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.171
  • Sexo: Masculino
  • Aperfeiçoando o olhar em busca da melhor imagem
Resposta #3 Online: 11 de Julho de 2016, 10:03:24

Eai, acham que eu estou fazendo errado de sair tão cedo do meu emprego ?(Já estou decidido, só quero saber o que pensam do assunto) Como Vocês reagiriam ou reagiram a um emprego que vocês não gostaram ?


Trabalhar em algo que não se gosta ou com alguma pessoa que não se tem muita afinidade é normal, frequente e comum.
Respondendo sua pergunta (pra mim que estou de fora) eu te diria: "Dê mais tempo ao tempo. Não tome atitudes precipitadas" 2 meses é pouco pra você sair de um emprego "bom". Um detalhe, dificilmente vais trabalhar em algum lugar ou alguma profissão que tenha apenas flores e não espinhos.
Take easy man  :ok:


Humberto Yoji

  • Trade Count: (23)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 7.616
  • Sexo: Masculino
    • Humberto Yoji - fotógrafo
Resposta #4 Online: 11 de Julho de 2016, 10:10:22
Claro que todo trabalho tem seu lado ruim, fotógrafo em tempo integral também. A maioria dos fotógrafos passa a maior parte do tempo sentado na frente do computador, seja tratando fotos, diagramando álbuns, passando orçamentos, cuidando do marketing, etc... Fotografando mesmo, é apenas uma parte pequena do nosso trabalho...

Do seu texto, dá a entender que a saída do seu trabalho atual não comprometeria muita coisa, imagino que não tenha filhos, por exemplo. Então talvez seja uma boa época para largar tudo de uma vez. Mas veja se não consegue aguentar mais alguns meses, fazer uma pequena reserva pra a partir daí investir em outro trabalho, não sei realmente se você quer ser fotógrafo.

Uma coisa que foi bem difícil na minha transição é que eu entrei na fotografia praticamente sem nenhum dinheiro guardado, quase no zero. Nos primeiros meses a situação foi muito complicada, não conseguia pagar as contas, me enchi de dívidas. Se eu tivesse uma reserva pra alguns meses, teria sido bem mais fácil...


adrianojsmoreira

  • Trade Count: (1)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 421
Resposta #5 Online: 11 de Julho de 2016, 12:41:40
Claro que todo trabalho tem seu lado ruim, fotógrafo em tempo integral também. A maioria dos fotógrafos passa a maior parte do tempo sentado na frente do computador, seja tratando fotos, diagramando álbuns, passando orçamentos, cuidando do marketing, etc... Fotografando mesmo, é apenas uma parte pequena do nosso trabalho...

Do seu texto, dá a entender que a saída do seu trabalho atual não comprometeria muita coisa, imagino que não tenha filhos, por exemplo. Então talvez seja uma boa época para largar tudo de uma vez. Mas veja se não consegue aguentar mais alguns meses, fazer uma pequena reserva pra a partir daí investir em outro trabalho, não sei realmente se você quer ser fotógrafo.

Uma coisa que foi bem difícil na minha transição é que eu entrei na fotografia praticamente sem nenhum dinheiro guardado, quase no zero. Nos primeiros meses a situação foi muito complicada, não conseguia pagar as contas, me enchi de dívidas. Se eu tivesse uma reserva pra alguns meses, teria sido bem mais fácil...

Humberto, que depoimento legal. Digo isso porque em fevereiro resolvi largar o estúdio de áudio que dirigi por 12 anos para encarar a fotografia profissionalmente, isso mais ou menos na mesma situação que você: quase sem reservas de grana porém com coragem e vontade de sobra.

Vou procurar (ou criar) algum tópico que aborde essa questão da mudança de carreira, as dificuldades, o receio de decidir mudar, etc.
« Última modificação: 11 de Julho de 2016, 12:42:07 por adrianojsmoreira »


Kokimoto

  • Trade Count: (30)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.091
    • Mototuristas
Resposta #6 Online: 11 de Julho de 2016, 13:22:04
Pense bem. Considerando a situação atual, acho que não é a melhor hora de sair.
D600 - E-M10


Bucephalus

  • Trade Count: (1)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.059
  • Sexo: Masculino
Resposta #7 Online: 12 de Julho de 2016, 06:14:42
Mas ai que esta o problema, eu não, eu trabalho com pessoas que eu não tenho a minima vontade socializar e com coisas que eu não tenho nenhuma aptidão e vontade de aprender.
A cada semana que passa eu fico mais ''depre'' por ter que sentar naquela cadeira, voltar ao trabalho e ficar o dia todo em silencio pelo fato de não ter ninguém realmente legal que me motive a conversar e compartilhar uma simples opinião sobre a noticia do dia, acabo me estressando mais e mesmo trabalhando sem fazer qualquer esforço físico me sinto exausto.

Um emprego não é um clube social, o propósito e a prioridade não é fazer amigos ou ficar batendo papo. Desde que os seus colegas de trabalho não sejam pessoas maldosas ou péssimos profissionais que dificultem a sua vida, eu não acho que isso é motivo para reclamar ou abandonar um emprego, na minha opinião. Trabalhar com pessoas que você goste e que possam se tornar bons amigos é um bom extra, mas não uma necessidade. Procure outros meios de fazer amizades e socializar. Eu tenho 4 colegas de trabalho, e odeio 3 deles. O único que considero gente boa eu muito mal converso (maioria dos dias o diálogo se resume a Oi e Tchau), pois estamos ocupados trabalhando.

Quanto a não gostar do trabalho e pensar em pedir demissão, isso é um aspecto bem pessoal. Pense cuidadosamente, considere as possibilidades, avalie os prós e contras, e tome sua decisão. Eu também já tive um emprego confortável e que pagava bem que eu odiava em todos os aspectos, e decidi abandonar pra fazer o que eu gostava. Mas só você pode decidir isso.


edugandolfe

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.289
  • Sexo: Masculino
Resposta #8 Online: 12 de Julho de 2016, 10:55:41
Assim como os colegas já disseram, aconselho a fazer um "pulmão" bom antes de sair...pelo menos recomprar todo seu equipamento fotográfico umas 4x...vá de boa...controle a ansiedade.

Lembre-se, fotografia infla mais o ego do que o bolso em muitos casos, pense primeiro em você.


guizaunzin

  • Trade Count: (1)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.367
  • Sexo: Masculino
  • http://www.saycheese.fot.br
    • Say Cheese Fotografia de Casamento
Resposta #9 Online: 12 de Julho de 2016, 11:15:55
Lembre-se, fotografia infla mais o ego do que o bolso em muitos casos, pense primeiro em você.

Excelente  :clap: :clap: :clap:
Não é querendo desanimar não, mas é bem isso que o galdolfe falou. Eu estou numa situação onde estou num emprego que não tenho mais tesão nenhum de vir, tenho até alguns colegas legais, salário razoável e fácil localidade, mas pretendo um dia largar tudo pra me dedicar 100% à fotografia, só que eu sou super realista e até meio inseguro às vezes, então pensaria 1000x antes de dar um passo que talvez seja maior que as pernas :D

Pare, respire, pense com calma e nunca, JAMAIS tome decisão de cabeça quente. Infelizmente a gente tem contas pra pagar e tomar uma decisão dessas (ainda mais em tempos de crise) pode ser um baita tiro no pé.

 :ok:
http://www.saycheese.fot.br
https://www.instagram.com/saycheesebr/

Canon 5D Mark3 + 5Dc + T2i + Sigma 30mm 1.4 ART + Canon 50mm 1.8 STM + Canon 85mm 1.8