Autor Tópico: Curiosidade: O que Henri Cartier-Bresson pensava sobre médio formato  (Lida 733 vezes)

robertostrabelli

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 155
  • Sexo: Masculino
  • Papógrafo Profissional
    • Blog
"Se o bom Deus quisesse que se fotografasse em 6x6, ele teria colocado nossos olhos na barriga. É incômodo olhar as pessoas pelo umbigo. E depois que você se curva, só falta emendar no pai-nosso..."

Foi o que Henri Cartier-Bresson disse na lata para Robert Doisneau, seu fã, na primeira vez em que se encontraram, segundo a biografia de Bresson, "O olhar do século".

 :snack:

"A liberdade, Sancho, não é um pedaço de pão."


AFShalders

  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.453
  • Sexo: Masculino
  • "Bela câmera, mas mostre as fotos..."
    • Old Good Light
Resposta #1 Online: 06 de Setembro de 2016, 15:30:26
"Se o bom Deus quisesse que se fotografasse em 6x6, ele teria colocado nossos olhos na barriga. É incômodo olhar as pessoas pelo umbigo. E depois que você se curva, só falta emendar no pai-nosso..."

Foi o que Henri Cartier-Bresson disse na lata para Robert Doisneau, seu fã, na primeira vez em que se encontraram, segundo a biografia de Bresson, "O olhar do século".

 :snack:


Acho que ele esqueceu que existiam câmeras de MF com visor convencional e mesmo com prisma. Nem todas tem o visor por cima.

Ética não é negociável.

Viciado em Fotografia desde 1980
www.oldgoodlight.blogspot.com
www.flickr.com/groorj


Lindsay

  • Trade Count: (16)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.078
  • Sexo: Masculino
Resposta #2 Online: 06 de Setembro de 2016, 17:10:41
Ainda não tinha ouvido falar disso, mas cada um é cada um. E eu acho que esse lance de fotografar da altura da barriga ou muito acima da cabeça proporciona ângulos fabulosos. Além disso as 6x6 tinham um resultado estético maravilhoso, bem diferente das 35mm.

Era diferente mesmo, ainda hoje tem gente que gosta e que não gosta. Eu por exemplo não gosto das rangefinders, não suporto o jeito de focar e fotografar com elas...



Fotografando com a memória


AFShalders

  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.453
  • Sexo: Masculino
  • "Bela câmera, mas mostre as fotos..."
    • Old Good Light
Resposta #3 Online: 06 de Setembro de 2016, 17:31:06
Pois é, cada um é cada um haha !

Nessas TLRs , das quais o Bresson falou, é questão de hábito. Muito mais me incomoda uma tela de foco ruim do que a posição propriamente dita. E convenhamos que a maioria das telas eram ruins mesmo. Se me der uma Yashica Mat com uma Beattie Screen eu fico feliz da vida.

Tem câmera de MF de tudos os jeitos imagináveis, desde trapizongas horriveis até foco automático. Ok que na época dele não existiam as AF, mas já existiam as SLRs de MF e um monte de rangefinders bem boas como as Agfas e Mamiyas. E tem mais, as folders cabem no bolso, so que quando abertas chamam uma baita atenção.
Ética não é negociável.

Viciado em Fotografia desde 1980
www.oldgoodlight.blogspot.com
www.flickr.com/groorj


robertostrabelli

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 155
  • Sexo: Masculino
  • Papógrafo Profissional
    • Blog
Resposta #4 Online: 06 de Setembro de 2016, 19:35:13
Pelo que estou lendo, ele foi reconhecido bem cedo por causa da boa composição e timing, não pelo bom foco. Era apressado na hora do clique, queria ser invisível, silencioso e rápido. Inclusive nas primeiras exposições deram uns toques pra ele se preocupar mais com o foco :) Na certa nem focava direito, queria pegar o momento exato.

Nunca usei uma rangefinder mas imagino que na época era o melhor nesse caso, pelo tamanho e rapidez. Estou chegando a conclusão de que, mais que fotógrafo, ele era um pintor com pressa :ponder:

"A liberdade, Sancho, não é um pedaço de pão."