Autor Tópico: Quando utilizar o modo "M"?  (Lida 9605 vezes)

dondon

  • Trade Count: (5)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 7.286
  • Sexo: Masculino
    • Plínio Dondon
Resposta #30 Online: 15 de Novembro de 2011, 22:15:06
Agora se vc colocar em modo spot, aí a coisa muda de figura. Em modo spot, apontando para o céu, se vc zerar o fotômetro provavelmente a foto irá sair subexposta, porque o céu claro está na zona 6 (ou 7, alguém mais familiarizado por favor me corrija). E para isso, sabendo o ganho do sensor da sua camera, vc terá que fazer o fotômetro apontar por exemplo, +1 EV para que a foto seja exposta corretamente. Ou seja, terá que setar velocidade e abertura para jogar o fotômetro dentro da zona onde vc está apontando o ponto central da camera. Este é o ponto que vc prioriza na exposição e é vc quem decide, não a camera.

Que é rigorosamente o mesmo que você usar um modo de prioridade qualquer (fazendo a medição spot no céu), usar compensação de exposição em +1EV e bloqueio de exposição, se precisar de agilidade. Não?

[]s


AlexandreS

  • Trade Count: (2)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.251
Resposta #31 Online: 15 de Novembro de 2011, 22:33:21
Sim, a mesma coisa. É que no exemplo que citei, o modo M é necessário porque vc fotometra no céu e depois, quando faz a fotometria no modelo através do flash, os valores de abertura e velocidade irão permanecer os mesmos sem precisar "travar a exposição" do fundo. Particularmente, acho mais intuitivo.

Eu considero modos Av e Tv facilitadores, e não tenho nenhum pudor em usar. Aliás, 90% das minhas fotos com lentes eletrônicas e sem uso de flash são feitas em Av. Modo M, em medição spot, como no caso que citei antes que envolve duas medições separadas (fundo e flash de preenchimento) ou algumas outras situações específicas, como por exemplo quando uso as lentes manuais em que é mais fácil usar em modo M (fotometra toda aberta, seta velocidade e abertura e fecha para clicar).

Aliás, uso modo M (no dial) com medição Matrix muitas vezes com flash também (a 60D melhorou muito neste quesito em relação à XSi, por exemplo), mas isso também não é usar modo totalmente manual. É apenas um facilitador para controlar a profundidade de campo e o tanto de luz ambiente que quero, enquanto o flash em TTL faz, automaticamente, o fill-flash.

Para quem quiser aprender realmente sobre fotometria, apenas usar M não adianta nada, o principal é usar spot ou parcial.



« Última modificação: 15 de Novembro de 2011, 22:37:36 por AlexandreS »

Canon 60D - Canon 450D XSi
Tamron 17-50 f/2.8 VC - EF 50mm f/1.8 - EF 28-135 USM IS - EF-S 55-250 IS
SMC Takumar 50mm f/1.4 - S-M-C Takumar 135mm f/2.5 e mais alguns vidrinhos M42
Speedlite 430EX II - YongNuo YN460


Allan Spada

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 329
Resposta #32 Online: 15 de Novembro de 2011, 22:51:17
Quando tenho luz o AV prevalesse mais quando tenho pouca luz coloco em TV, fotometro o fundo e uso o flash só como preenchimento! ta certo? :D

 :ok:
Lomo La Sardina Mobius+Canon 40D+Grip/Canon T3+18-55mm+50 mm+Flash Canon 430 EX II+Sigma 15-30 DG e mais alguns filtros...
Fujifilme Finepix s4000



dondon

  • Trade Count: (5)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 7.286
  • Sexo: Masculino
    • Plínio Dondon
Resposta #33 Online: 15 de Novembro de 2011, 22:56:52
Alexandre e Antonio, obrigado pelas aulas. :clap:

[]s


AFShalders

  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 9.095
  • Sexo: Masculino
  • "Bela câmera, mas mostre as fotos..."
    • Old Good Light
Resposta #34 Online: 15 de Novembro de 2011, 23:18:41
Dondon,

O lance é que o modo manual tinha um significado MUITO maior quando em filme, porque se você usa um filme com baixa tolerância a erros de exposição como um Velvia, por exemplo e errar em q ponto, aí lascou, perde a foto e pronto. Daí o uso de fotometros de mão ou de fotometros internos mais sofisticados como o da Olympus OM-4 com multi-spot (até 8 medidas spot).

No caso de digital, se for meramente para ter a exposição correta, basta usar um metodo qualquer de fotometria, ver o histograma e compensar a exposição manualmente. Isso é uma vantagem inegável do digital.

Mas o modo manual permite coisas interessantes em termos de criatividade que os automáticos não permitem, por exemplo longuíssimas exposições ou fazer experimentos com abertura e velocidade "malucos". Enfim, o modo manual tem seu uso em digital, como ao fazer varias fotos para posterior montagem em panorama. Se usar exposição automática pode haver uma discrepância razoável entre as exposições. Eu sempre faço em modo manual.
« Última modificação: 15 de Novembro de 2011, 23:19:25 por Antonio Fernando Shalders »
A maioria das câmeras e lentes são melhores que a maioria dos fotógrafos.

www.oldgoodlight.blogspot.com / www.flickr.com/groorj


AlexandreS

  • Trade Count: (2)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.251
Resposta #35 Online: 15 de Novembro de 2011, 23:22:43
Dondon, tem um erro na minha colocação acima, se vc usar modo Av e travar a exposição, quando for fotometrar o modelo com o flash, o cálculo da exposição de fundo será perdida. O melhor neste caso específico é usar M mesmo.

E que é isso, não são aulas, são apenas formas de pensar.  :ok:

Allan, se vc colocar em Tv, vai ter controle da velocidade, mas a camera vai setar a abertura de acordo com a quantidade de luz e vc vai perder o controle da profundidade de campo, o que pode ser muito importante.

Imagina a seguinte situação, vc vai fazer uma foto com flash de um grupo de pessoas que podefil flashm estar em planos um pouco diferentes (na realidade, nem precisa isso). Se usar Tv para garantir uma velocidade segura, tipo 1/60 por exemplo, e existir pouca luz, a camera irá tentar colocar a lente em abertura máxima. No entanto, neste tipo de foto, é importante usar uma abertura um pouco menor para garantir uma profundidade de campo um pouco maior e também para melhorar a nitidez de borda da lente, que exceptuando-se algumas lentes normalmente bem caras, tende a ser menor em aberturas grandes.

Neste caso, o melhor é usar o modo M para controlar velocidade de obturador e abertura separadamente (com isso controlando a velocidade segura, luz ambiente e profundidade de campo) e deixar o flash fazer o resto. O segredo aqui é conhecer como usar o flash, já que ele tem uma fotometria própria.

Já se vc estiver em ambiente bem iluminado, pode usar Av. Aliás, falando-se especificamente de Canon, os flash's Canon tem uma função que pouca gente conhece chamada Auto Fill Flash Reduction. Em ambientes cuja a mediçao seja 10EV ou mais, o flash reduz a potência automaticamente em 0.5EV para cada EV a partir de 10EV, até 13EV (reduzindo a potência do flash em 1.5EV automaticamente). Isso funciona (e muito bem) com a camera em modo Av, mas pelo que consegui encontrar na literatura, não funciona em modo M, o que faz bastante sentido. Neste caso, caso vc queira apenas uma luz de preenchimento, deverá compensar a exposição do flash também manualmente.

Revisando agora, vi que já tinha escrito isso na página anterior rsrrsr  http://forum.mundofotografico.com.br/index.php?topic=61565.msg588255#msg588255

Inclusive fechou com o exemplo que o Shalders deu, das panoramicas. Tô ficando desmemoriado rsrrs


« Última modificação: 15 de Novembro de 2011, 23:46:19 por AlexandreS »

Canon 60D - Canon 450D XSi
Tamron 17-50 f/2.8 VC - EF 50mm f/1.8 - EF 28-135 USM IS - EF-S 55-250 IS
SMC Takumar 50mm f/1.4 - S-M-C Takumar 135mm f/2.5 e mais alguns vidrinhos M42
Speedlite 430EX II - YongNuo YN460


sergiotucano

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 1.633
Resposta #36 Online: 15 de Novembro de 2011, 23:33:21


Uau, legal ver que alguém estuda essas coisas !!    :clap:

Pra quem boiou:  http://photo.tutsplus.com/articles/theory/understanding-using-ansel-adams-zone-system/


O céu pode variar de 4 a 7



Interessante este sistema de Zonas. Meio complicado de guardar todas as zonas em cada tipo de fotografia, mas bem interessante! :D

Em tempo.... este tópico rendeu bons conhecimentos!  :)
Panasonic Lumix G2  G-Vario14-42mm Flash Metz 36AF-5
http://www.flickr.com/photos/sergiotucano/


Allan Spada

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 329
Resposta #37 Online: 15 de Novembro de 2011, 23:51:24
Dondon, tem um erro na minha colocação acima, se vc usar modo Av e travar a exposição, quando for fotometrar o modelo com o flash, o cálculo da exposição de fundo será perdida. O melhor neste caso específico é usar M mesmo.

E que é isso, não são aulas, são apenas formas de pensar.  :ok:

Allan, se vc colocar em Tv, vai ter controle da velocidade, mas a camera vai setar a abertura de acordo com a quantidade de luz e vc vai perder o controle da profundidade de campo, o que pode ser muito importante.

Imagina a seguinte situação, vc vai fazer uma foto com flash de um grupo de pessoas que podefil flashm estar em planos um pouco diferentes (na realidade, nem precisa isso). Se usar Tv para garantir uma velocidade segura, tipo 1/60 por exemplo, e existir pouca luz, a camera irá tentar colocar a lente em abertura máxima. No entanto, neste tipo de foto, é importante usar uma abertura um pouco menor para garantir uma profundidade de campo um pouco maior e também para melhorar a nitidez de borda da lente, que exceptuando-se algumas lentes normalmente bem caras, tende a ser menor em aberturas grandes.

Neste caso, o melhor é usar o modo M para controlar velocidade de obturador e abertura separadamente (com isso controlando a velocidade segura, luz ambiente e profundidade de campo) e deixar o flash fazer o resto. O segredo aqui é conhecer como usar o flash, já que ele tem uma fotometria própria.

Já se vc estiver em ambiente bem iluminado, pode usar Av. Aliás, falando-se especificamente de Canon, os flash's Canon tem uma função que pouca gente conhece chamada Auto Fill Flash Reduction. Em ambientes cuja a mediçao seja 10EV ou mais, o flash reduz a potência automaticamente em 0.5EV para cada EV a partir de 10EV, até 13EV (reduzindo a potência do flash em 1.5EV automaticamente). Isso funciona (e muito bem) com a camera em modo Av, mas pelo que consegui encontrar na literatura, não funciona em modo M, o que faz bastante sentido. Neste caso, caso vc queira apenas uma luz de preenchimento, deverá compensar a exposição do flash também manualmente.

Revisando agora, vi que já tinha escrito isso na página anterior rsrrsr  http://forum.mundofotografico.com.br/index.php?topic=61565.msg588255#msg588255

Inclusive fechou com o exemplo que o Shalders deu, das panoramicas. Tô ficando desmemoriado rsrrs


explicação incrível!mto rica!mais em suma, caso eu esteja em tv, pois estarei sem luz fazendo um casamento e ter que diminuir o DOF nao seria útil elevar o ISO?a minha lente é uma sigma 15-30 DG!terei o problema da aberração?
Lomo La Sardina Mobius+Canon 40D+Grip/Canon T3+18-55mm+50 mm+Flash Canon 430 EX II+Sigma 15-30 DG e mais alguns filtros...
Fujifilme Finepix s4000



AlexandreS

  • Trade Count: (2)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.251
Resposta #38 Online: 16 de Novembro de 2011, 00:40:11
Allan, acho que estamos saindo um pouco do assunto do tópico, mas vamos lá.

Se vc aumentar o ISO suficientemente, irá conseguir com que a camera feche o diafragma, mas isso será uma decorrência deste aumento de ISO, sobre a qual vc não tem controle absoluto.  Ou seja, para chegar a um valor de abertura, vc está usando outro parâmetro que é o ISO.

Eu prefiro usar neste caso o modo M, setar a velocidade que quero, a abertura que quero e, caso verificando no viewfinder que a fotometria está muito negativa e achando que posso melhorar levantando o ISO, faço isso. Mas me concentro primeiro em abertura e velocidade, e depois em ISO. Lembrando que nem sempre em ambientes a noite é possível chegar a uma fotometria de fundo zerada, ou correta, apenas com luz ambiente, por mais que se levante o ISO.


« Última modificação: 16 de Novembro de 2011, 00:44:27 por AlexandreS »

Canon 60D - Canon 450D XSi
Tamron 17-50 f/2.8 VC - EF 50mm f/1.8 - EF 28-135 USM IS - EF-S 55-250 IS
SMC Takumar 50mm f/1.4 - S-M-C Takumar 135mm f/2.5 e mais alguns vidrinhos M42
Speedlite 430EX II - YongNuo YN460


Photo com PH

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 7
Resposta #39 Online: 29 de Maio de 2017, 11:05:09
Bom dia!

Meu primeiro post aqui no MF será logo uma ressuscitada master de quase seis anos!  :D

Sou iniciante nas DSLR com uma Canon T5 18.55mm + 50mm 1.8, porém utilizei uma Fujifilm S2950 por cerca de três anos e com ela tinha acesso aos modos de prioridades e o tal Modo M. Então, sou novato, mas já com uma boa noção sobre o assunto.

Desde que recebi a T5 venho fotografando somente em M porque assim considero ter condições de fazer as fotos "exatamente" como imaginei previamente no que diz respeito à congelamento/movimento e profundidade de campo curta/longa. Não venho usando o modos Tv e Av por algumas razões:

1) Supondo que eu esteja em um local pouco iluminado com a 50mm, modo Tv, intenção de manter o ISO em 800, usar velocidade de 80 (para não tremer) e a abertura ficar por conta da câmera. Possivelmente ela vai jogar abertura de 1.8 para receber mais luz e "zerar" o fotômetro. Contudo, já percebi que a nitidez em 1.8 produz um lindo desfoque, mas apresenta pouca nitidez... Então, terei uma foto sem tremer, mas com pouca nitidez. Usando o modo M, posso definir  a velocidade e abertura que eu desejo para aquele momento/intenção em especial e compensar no ISO, se for necessário, mesmo "sacrificando" um pouco na questão do ruído.

2) Mesma situação, mas com modo Av. ISO 800 e abertura 4 com velocidade por conta da câmera. Possivelmente ela vai jogar uns 40 para "zerar" o fotômetro. Assim, minha foto ficará tremida. Em modo M, aumento o ISO e "deixo o pau quebrar"... Hehehehe

A dificuldade que sinto no modo M é que toda vez que as condições de luz mudam, eu preciso repensar novamente nos três elementos para casar de acordo com a minha intenção naquela foto.

Ontem fiz fotos (de favor para uma grande amiga) em um batizado onde tive quatro "cenários" diferentes os quais eu ficava circulando: a) igreja interno, b) igreja externo, c) em torno da mesa, d) próximo à churrasqueira. Praticamente todas as fotos foram do tipo "retrato", então gosto de utilizar abertura 4, velocidade de pelo menos 80 e ISO 400 (exceções quando usei a 18-55mm porque travo em 5.6, velocidade 80 e aumento o ISO). Considerando as condições de luz diferentes em cada "cenário", logicamente não pude utilizar as mesmas configurações. Então, mantendo o modo M, busquei memorizar qual era o melhor set para cada um e, portanto, ao trocar de lugar, já mudava tudo o que era necessário na câmera.

Em resumo: travo o ISO que desejo (o mais alto possível sem ruídos aparentes), defino a abertura e mexo a velocidade no dial. Se a velocidade for insuficiente para manter a foto sem tremer, corro lá e aumento o ISO. Abertura somente mudo quando quero mais ou menos profundidade de campo.

Talvez um dia eu mude esta maneira de trabalho, mas até então vem dando certo nas duas coisas que fiz (gestante na praia e batizado).

Sei que serei criticado  :assobi:, mas percebi o seguinte: não há problemas em errar um pouquinho na fotometria, pois softwares como o Lightroom são capazes de fazer boas correções (fotografo em RAW). Vejo que fazer a fotometria "corretíssima" leva muito tempo (pelo menos pra mim) e as pessoas se incomodam em manter a pose enquanto ficamos regulando muitas coisas...

Um abraço!

 
Kit Canon T5 + 50mm 1.8 STM + Flash slave Godox. Simples (muito simples), mas suficiente para aprender e se divertir.


AlexandreS

  • Trade Count: (2)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.251
Resposta #40 Online: 29 de Maio de 2017, 13:27:46
1) Supondo que eu esteja em um local pouco iluminado com a 50mm, modo Tv, intenção de manter o ISO em 800, usar velocidade de 80 (para não tremer) e a abertura ficar por conta da câmera. Possivelmente ela vai jogar abertura de 1.8 para receber mais luz e "zerar" o fotômetro. Contudo, já percebi que a nitidez em 1.8 produz um lindo desfoque, mas apresenta pouca nitidez... Então, terei uma foto sem tremer, mas com pouca nitidez. Usando o modo M, posso definir  a velocidade e abertura que eu desejo para aquele momento/intenção em especial e compensar no ISO, se for necessário, mesmo "sacrificando" um pouco na questão do ruído.

2) Mesma situação, mas com modo Av. ISO 800 e abertura 4 com velocidade por conta da câmera. Possivelmente ela vai jogar uns 40 para "zerar" o fotômetro. Assim, minha foto ficará tremida. Em modo M, aumento o ISO e "deixo o pau quebrar"... Hehehehe

Sinceramente não entendi o que vc quis dizer  :ponder: :ponder:

Nada contra fotografar em modo M, Av ou Tv, cada um faz o que fica na sua zona de conforto. Como já coloquei antes nestas mesmas páginas, eu fotografo nos tres modos, dependendo da circunstância.

O que não entendi foi essa parte  Assim, minha foto ficará tremida. Em modo M, aumento o ISO e "deixo o pau quebrar"... Hehehehe

Modo Av não quer dizer ISO automático ou qualquer coisa do genero. Se vc estiver em Av e verificar que a velocidade está muito baixa, é só aumentar o ISO também. A abertura vai se manter e a velocidade vai aumentar para corrigir a exposição para o ISO selecionado. Aliás, neste caso é mais rápido fazer isso em modo Av do que em M, já que em M vc terá que alterar dois parâmetros, o ISO e a velocidade para colocar a exposição onde vc quer com o novo ISO.




Canon 60D - Canon 450D XSi
Tamron 17-50 f/2.8 VC - EF 50mm f/1.8 - EF 28-135 USM IS - EF-S 55-250 IS
SMC Takumar 50mm f/1.4 - S-M-C Takumar 135mm f/2.5 e mais alguns vidrinhos M42
Speedlite 430EX II - YongNuo YN460


Photo com PH

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 7
Resposta #41 Online: 29 de Maio de 2017, 13:56:11
Sinceramente não entendi o que vc quis dizer  :ponder: :ponder:

Nada contra fotografar em modo M, Av ou Tv, cada um faz o que fica na sua zona de conforto. Como já coloquei antes nestas mesmas páginas, eu fotografo nos tres modos, dependendo da circunstância.

O que não entendi foi essa parte  Assim, minha foto ficará tremida. Em modo M, aumento o ISO e "deixo o pau quebrar"... Hehehehe

Modo Av não quer dizer ISO automático ou qualquer coisa do genero. Se vc estiver em Av e verificar que a velocidade está muito baixa, é só aumentar o ISO também. A abertura vai se manter e a velocidade vai aumentar para corrigir a exposição para o ISO selecionado. Aliás, neste caso é mais rápido fazer isso em modo Av do que em M, já que em M vc terá que alterar dois parâmetros, o ISO e a velocidade para colocar a exposição onde vc quer com o novo ISO.


Huuuummm... Agradeço a resposta. Não sei se é falta de experiência ainda, mas me sinto melhor usando o M mesmo... Mesmo lendo muito e testando, ainda não entendi direito o "pensamento" da câmera quando vou para a prática nos modos Tv e Av. Agora sabendo que posso controlar o ISO nestes modos, farei testes pra ver se me aprendo a utiliza-los. Acho que vai tornar minha vida mais fácil... O negócio é se a câmera fotometrar "errado", deverei mexer na compensação de exposição. Também tenho que aprender a usar o bloqueio de exposição enquanto focar e recompor.

Valeu!

PS: minha câmera anterior era muito limitada e eu quase nunca manipulava o ISO porque passando de (acredite) 200 já ficava bem ruinzinho.

Kit Canon T5 + 50mm 1.8 STM + Flash slave Godox. Simples (muito simples), mas suficiente para aprender e se divertir.