Autor Tópico: Vcs se preocupam em ter um estilo bem definido pra si?  (Lida 3284 vezes)

lee.

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.799
  • Sexo: Masculino
  • fotógrafo desde 2009
    • electromacore
Resposta #30 Online: 13 de Setembro de 2017, 17:35:06
Há 3 anos, escrevi um texto sobre esse assunto. Se alguém tiver paciência pra ler...

http://camaraobscura.fot.br/estilo-fotografico/

Nós gostamos de criar conceitos. Nomes, categorias, rótulos. Sua função é nos ajudar a descrever e entender o mundo. Olhamos para o mundo e, a partir dele, inventamos palavras que significam algo. É muito prático: em vez de termos que descrever ou olhar para o mundo toda vez que queremos nos referir a ele, podemos usar apenas uma ou duas palavras e pronto. Mas, com o tempo, esquecemos que a linguagem não é o mundo, e que os conceitos que criamos não existem por conta própria: eles são apenas uma representação simplificada de algo que vai muito além.

Um desses conceitos é o de estilo na criação fotográfica. Olhamos para os trabalhos de alguns fotógrafos e percebemos que há algo ali. Um padrão, uma repetição, uma conjugação de elementos. No assunto, na estética, na forma de fazer. Algo que, após vermos algumas obras, nos permite identificar outras. O estilo é aquilo que torna as obras reconhecíveis. É a coesão.

Muitos fotógrafos iniciantes acreditam que precisam criar, inventar ou descobrir seu estilo, como se o estilo surgisse antes da produção. Querer encontrar um estilo antes de se aprofundar no fazer fotográfico é como querer estar bronzeado antes de sair no sol. É colocar o carro na frente dos bois.

Esquecem-se que o estilo, como algo isolado, não existe: é apenas uma palavra para descrever uma linha tênue e abstrata que percorre a produção de um autor. Em termos concretos, não há estilo, há apenas o trabalhos. O fotógrafo cria fotografias, ele vê o mundo e o retrata. O que chamamos de estilo é uma criação mental, um conceito, uma interpretação que deriva das obras na visão do espectador. Se nos prendermos demais ao conceito de estilo, perderemos o contato com a obra. Pior, podemos artificializar demais a nossa própria fotografia ao querer enquadrá-la em uma ideia sem que haja conteúdo que a sustente.

Se admiramos o “estilo” de um fotógrafo, na verdade admiramos o que ele faz, como ele faz. É a força do seu trabalho. Quando o trabalho é intenso, quando há dedicação, há o resultado. Para quem cria, é o processo que conta. Se olharmos apenas para o resultado, sem entender o caminho até lá, ficaremos perdidos.

Esqueça o estilo e concentre-se na busca. O que existe, o que você faz, o que os outros veem é a sua fotografia. O que chamamos de estilo é apenas uma consequência, que acontece dependendo da força do seu fazer fotográfico. Estilo é o resultado natural de uma busca sincera.

bacana :) Entendi. Acho q o gatilho foi mesmo a falta de uniformidade que o augusto comentou abaixo

Esse post veio muito a calhar, venho passando por essas mesmas questões, e muitas respostas aqui já me elucidaram.

Interessante que as redes sociais parecem deixar ainda mais explicito se você tem consistência no estilo ou não.

o instagram mesmo exige além do estilo uma manutenção em cores e harmonização das fotos pra causar uma boa impressão, e venho me puxando bastante pra conseguir isso, mas realmente tem que ser algo que venha de dentro, acabar se fechando e se colocando em uma "caixinha" pra manter um visual bonita na rede social não é o caminho.

isso me fez parecer não ter um foco vamos assim dizer. Muita gente se preocupa com uma apresentação impecável. Do conjunto, etc. Eu sempre postei o q achava bonito na hora mesmo
"Not sharper photographs, not larger photographs, but better photographs — photographs that say something, that mean something, even if only to us."
________________________________________________________
Canon 5D Mark.II | Fujifilm X100 T | https://www.instagram.com/electroma.core | https://www.electromacore.com


lee.

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.799
  • Sexo: Masculino
  • fotógrafo desde 2009
    • electromacore
Resposta #31 Online: 13 de Setembro de 2017, 17:38:21
Lee, vou falar profissionalmente, pois eu vivo disso.

Eu acredito que quando alguém olha uma fotografia e não tem a menor ideia de quem fez, este fotógrafo será apenas mais um na multidão, é o cara que comercialmente falando, terá que se sobressair por outros meios, vendendo sua imagem profissional, ética e tudo mais, mas com uma fotografia que qualquer um pode fazer.

Eu hoje, em fotografia de ensaio (principalmente infantil), consegui me diferenciar da maioria, ouço dos mais variados tipos de pessoas, que reconhecem uma foto minha só de bater o olho, e isso teve um impacto fortíssimo no meu lado comercial, mas isso não vem ao caso, o caso é que durante muito tempo eu busquei, e ainda busco uma forma de não remar com a multidão, busco sempre uma forma de ser reconhecido pela minha fotografia, e tem funcionado.

Agora o problema: Esse diferencial que consegui nos ensaios, não estou tendo o mesmo resultado nos casamentos, minha fotografia de casamento é comum, como de qualquer outro fotógrafo comum, olho meus álbuns e não vejo diferença dos outros álbuns de amigos fotógrafos. E talvez por isso eu não tenha dado muita ênfase aos casamentos nesses últimos tempos e me dedicado muito a ensaios.

Não é uma questão da fotografia mudar constantemente, pois isso vai sempre ocorrer, é uma evolução natural, é uma questão de estar em outro patamar, tendo seu DNA nas imagens, e a evolução vai ocorrendo em um nível diferente.

com eventos é realmente bem mais complicado pq vc tem muito menos controle. Só que o desafio ta aí. O ensaio é mais manipulável entretanto mais confortável. Se eu pudesse sugerir algo, eu diria pra vc não desistir e ver se consegue alcançar uma identidade em seus trabalhos no casamento. Isso vira até um desafio interessante q faça vc ver de outra forma até mesmo seus ensaios.

Lee,

Esse vídeo foi feito pra você:

https://www.youtube.com/watch?v=skgqeUqIwvA

*Edit: Pra mim o vídeo não apareceu. Caso não apareça para os demais, pesquisar no Youtube por "10 Tips to find your photographic style. Is it important to have a photography style?" no canal do Joe Edelman.

vou dar uma assistida! Valeu

Eu me preocupo com sim com tudo isso.

Mas foi um processo de auto conhecimento, demorou bastante, anos, para eu me perceber e descobrir as coisas que naturalmente saiam de dentro de mim. Precisei da ajuda dos amigos, de mestres e da convivência em sociedade.
A partir dai comecei a entender quais os assuntos realmente me interessavam, que lentes eu realmente achava bacana, como seria o acabamento das fotos, etc... isso tem a ver com o reconhecimento de minha própria estética, ou esteticamente daquilo que eu acho bacana (perdoe as palavras, não encontrei um jeito melhor de explicar isso aqui), e a partir dai comecei a deixar de lado as influencias momentâneas que passam todos os dias pela minha frente, e me concentrar mais naquilo que entendi que deveria buscar.
O resultado disso é que hoje eu fotografo menos as coisas que não interessam, e tenho mais tempo para trabalho e raciocínio em cima daquilo que gosto, e penso que faço com mais qualidade (ao menos do meu ponto de vista).

Talvez demore um pouco pra mim. É que sempre achei q tava no começo ainda e de repente, fazendo as contas, não sou tão novinho assim na fotografia  :hysterical: Não q eu tenha muito tbm. Nem se compara com uns dinossauros aqui haha  :hysterical: (brincando)

não sei por qual motivo eu pensei só no resultado final, na pós produção, cores, etc e esqueci um fato recente q tem me influenciado muito o jeito de fotografar. Esse ponto das lentes q vc citou me fez lembrar que de uns 2 anos pra cá tenho tido repulsa por lentes 50mm em diante. Por diversos fatores. Isso não deixa de ser uma das minhas características nesse momento  :ponder:
« Última modificação: 13 de Setembro de 2017, 17:40:30 por lee. »
"Not sharper photographs, not larger photographs, but better photographs — photographs that say something, that mean something, even if only to us."
________________________________________________________
Canon 5D Mark.II | Fujifilm X100 T | https://www.instagram.com/electroma.core | https://www.electromacore.com


C R O I X

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.721
  • Sexo: Masculino
  • Fotografo Multiformato
    • Marcio Faustino
Resposta #32 Online: 13 de Setembro de 2017, 19:23:29
Eu nao sabia se cozinhava ou respondia essa questao... Resolvi fazer os dois ao mesmo tempo:

https://www.youtube.com/watch?v=T-xeTFnfgqE

Com faz para postar video do YouTube?
« Última modificação: 13 de Setembro de 2017, 19:25:48 por C R O I X »


marcelogimenes

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 404
  • Sexo: Masculino
Resposta #33 Online: 13 de Setembro de 2017, 22:29:13
Pra mim é muito importante sim, ter uma identidade e uma linguagem definida. Só tem que tomar cuidado pq as vezes o que se chama de padrão acaba se tornando mesmice e quando não evolui se torna atrasado.
D610 | D7100 | 50mm 1.8G | 85mm 1.8G | 24-120 f/4G | 2x YN- 568ex | 2x YN-622n | YN-622n-TX | Manfrotto 190xpro3 |


Lindsay

  • Trade Count: (16)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.334
  • Sexo: Masculino
Resposta #34 Online: 13 de Setembro de 2017, 22:42:09
Com faz para postar video do YouTube?
O vídeo deveria aparecer, tem algum problema aqui, ou mudou o jeito de fazer isso.

Fotografando com a memória


Ernesto

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.238
  • Fotógrafo Profissional
Resposta #35 Online: 13 de Setembro de 2017, 22:53:26
O vídeo deveria aparecer, tem algum problema aqui, ou mudou o jeito de fazer isso.

tive o mesmo problema... não está funcionando como antes e não sei como fazer




Sent from my Hasselblad using Tapatalk
O google não é tão confiável quanto eu mas, às vezes, linka os meus textos...

#Fotógrafo de Médio Formato Digital


lee.

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.799
  • Sexo: Masculino
  • fotógrafo desde 2009
    • electromacore
Resposta #36 Online: 13 de Setembro de 2017, 23:37:59
Pra mim é muito importante sim, ter uma identidade e uma linguagem definida. Só tem que tomar cuidado pq as vezes o que se chama de padrão acaba se tornando mesmice e quando não evolui se torna atrasado.
Quando falamos de estilo, existem várias vertentes e acho q acabei falando mais sobre o aspecto estetico pq o estilo engloba o assunto, mensagem proposto, a própria estética de apresentação, linguagem visual como um todo.

eu acabei falando de uma mente bem fechada com relação a pós produção. Meio que caguei com o meu próprio tópico (falta de paciência pra elaborar melhor um tópico pra discutir, falha minha)

Vou ver melhor esse papo e depois vejo se consigo trazer um post melhor trabalhado  :hysterical:
"Not sharper photographs, not larger photographs, but better photographs — photographs that say something, that mean something, even if only to us."
________________________________________________________
Canon 5D Mark.II | Fujifilm X100 T | https://www.instagram.com/electroma.core | https://www.electromacore.com


C R O I X

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.721
  • Sexo: Masculino
  • Fotografo Multiformato
    • Marcio Faustino
Resposta #37 Online: 14 de Setembro de 2017, 07:22:01
Se o video ainda nao estiver aparecendo eu vejo se escrevo tudo em casa. No Tapatalk o video aparece.

E eu pensando que eu era um genio em ter economizado tempo.. piw.

Sent from my SM-A300FU using Tapatalk



Roberto Dellano

  • Trade Count: (11)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.102
  • Sexo: Masculino
  • RTFM
    • Roberto Dellano Fotografia
Resposta #38 Online: 14 de Setembro de 2017, 07:22:24
O vídeo deveria aparecer, tem algum problema aqui, ou mudou o jeito de fazer isso.
tive o mesmo problema... não está funcionando como antes e não sei como fazer

SURPRESAAAAAAA ---------- :D


Adam-ES

  • Trade Count: (37)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.303
    • SCHMITZ FOTOGRAFIA
Resposta #39 Online: 19 de Setembro de 2017, 13:53:05
Eu me preocupo bastante com identidade visual.
Uso o mesmo preset há três anos, mas atualmente estudamos mudar a mistura de cores das imagens.
D750(x3)20 1.4A/24-70/351.4A/501.4A/85 1.8/85 1.4A/ 135 F2
5DM2 / 5DM3(x2) 15 2.8/24 2.8/40 2.8/24-70 II/35 1.4A/50 1.4A /85 1.2 / 135 F2 / 200 F2
M3 / 24 2.8 STM
www.schmitzfotografia.com.br/blog
www.instagram.com/schmitz.fotografia


cfcsosa

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (3)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.703
  • Sexo: Masculino
Resposta #40 Online: 19 de Setembro de 2017, 14:08:49
Eu nao sabia se cozinhava ou respondia essa questao... Resolvi fazer os dois ao mesmo tempo:

https://www.youtube.com/watch?v=T-xeTFnfgqE

Com faz para postar video do YouTube?

Apareceu aqui, gostei!


-------------------
flickr.com/photos/cfcsosa
instagram.com/cfcsosa
500px.com/cfcsosa1978
-------------------
flickr.com/photos/cfcsosa
instagram.com/cfcsosa
500px.com/cfcsosa1978


Rafa_Meira

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (2)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.145
  • Sexo: Masculino
Resposta #41 Online: 19 de Setembro de 2017, 15:59:16
Acredito que seja tão importante do ponto de vista conceitual, em que o fotógrafo busca, em essência, o estilo que mais o representa, dos sentimentos e emoções que pretende passar com a fotografia. Comercialmente, é tão importante tanto pois sabemos o quanto que a padronização é importante na área de consumo. O cliente receber exatamente aquilo que foi dito que ele receberia.


Fabio Gomes

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 114
  • Sexo: Masculino
  • Fotógrafo e cineasta. Duas exposições individuais.
    • Fabio Gomes Foto e Cinema
Resposta #42 Online: 19 de Setembro de 2017, 19:01:06
Não é uma coisa com a qual eu me preocupe, acho que é algo que vem ao natural - das nossas escolhas do que registrar ou não, do nosso repertório visual anterior etc. Mas não fico pensando na hora de fotografar de fazer assim ou deixar de fazer assado em função de 'ser meu estilo'. Creio que outras pessoas podem ver isso mais claro em meu trabalho que eu.


C R O I X

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.721
  • Sexo: Masculino
  • Fotografo Multiformato
    • Marcio Faustino
Resposta #43 Online: 20 de Setembro de 2017, 04:36:58
Para quem esta focado em fotografar como trabalho, para fins comerciais e de servicos pre arranjados, o estilo eh naveedade identidade visual, um marketing ao qual o fotografo escolhe e tem que entao entregar o trabalho dentro dessaidentidade vendida. Em outras palavras eh algo para vender.

Mas como fotografo em geral, hobby, artistico ou conceitual, ficar escolhendo ou pensando em uma maneira ou padrao para ficar aplicando em suas fotos eh criativamente limitador a criatividade, tende a ficar inatural. Como um cara que eu vi que falava que o estilo dele eram fotos com contraste forte e textura dura, e por ficar aplicado tal efeito visual em todas as fotos, acabava criando imagens em que tal eveito nao tinha muito a vez, como querer mostrar a beleza e vulnerabilidade de uma pequena crianca, ou as linhas harmonicas de um predio oderno, com tal textura que tornavam ambos com aparencia envelhecida e desgastada. E assim a pessoa aplicando tal "estilo" cegamente, acaba nem pensando mais o que esta comunicando visualmente, pq resume tudo em "meu estilo".

A maneira que eu vejo, estilo eh a sua forma de perceber o tema, de abordar o tema, de usar suas ferramentas, suas experiencias e consequentemente seu olhar.

E tal olhar vc nao pre programa se nao fica algo falso e artificial. Eh algo que vem com as experiencias e maneira deexperienciar, e abordar aquilo que fotografa.

Tal olhar eh a sua personalidade, sua fase, que pode resultar em caracteristicas visuais muito claras em suas fotos, ou nao tao claras, estando ali nos detalhes para os observadores mais atentos. Tal olhar/fase pode durar muitos anos ou pode durar 1 projeto, e casa projeto vc percebe a evolucao de seu olhar (estivo). Vc pode ter aüenas um olhar que eh como üercebe e aborda tudo, ou diferentes maneiras de abordar e experienciar diferentes temas.

Tal olhar que eh chamado de estilo cria certas padronizacoes que eh a forma que vc enxerga, expressa e aborda o que fotografa de acordo com sua personalidade, experiencias visuais, gosto, fase de vida. E muitas vezes o proprio fotografo nem percebe que tem um olhar definido, mas sim descobre quando ve outros percebendo essas padronizacoes.

Imagina se os grandes mestres da pintura, musica e escultura tivessem decidido que tem que ter um estilo. O quanto empobrecido seria as artes. Pq estilo, eh um olhar que vc descobre sobre uma abordagem e consequentemente explora tal percepao visual. Como descobrir uma porta e ver o que ha por tras dela, o que ela pode revelar e apresentar...

Nao atoa que imagens publicitarias sempre tem um are frio, vazio e artificial nelas, pq se percebe concientemente ou nao eh que imagens publicitarias/comerciais sao muito manufaturadas e pre planejadas, e principalmente buscasm te iludir (vender) a algo (produto, conceito, etc) que tem o objetivo de causar anciedades que incitam desejos sobre alternativas de si mesmo, ao qual se busca obter no consumismo.

Estilo nao eh um padrao visual pre planejado e programado, para ficar aplicando em todas as fotos como forma de vender um produto industrializado. Isso ai ja eh marketing (identidade visual marketeira. Branding). Nao ha investigacao, exploracao, descobertas, apenas apresentacao (vitrine).

Ai que esta, vc fotografa buscando vender um produto, criar arciedade de altenativas como incitacao de desejo alheio (ou de si proprio)...?
Ou vc fotografa buscando explorar perspectivas e olhares que lhe mostram uma nova parcepcao de mundo para descobrir, explorar, se aventurar?
Essa eh a diferenca entre fotografar para fins financeiros (atrair dinheiro alheio para pagar suas contas) e fotografar para fins artisticos (expressao da experiencia de mundo e pessoal).

E o que eu percebo eh que a grande maioria das pessoas, principalmente fotografos, usam linguagens e padraos publicitarios para expressao que a principio seriam artisticas, criando algo que entao seria uma expressao nao materialista e nem com fins tangivel que eh a arte, com uma linguagem desenvolvida para explorar o materialismo e anceios a tangibilidade de algo a se obter ou se tornar que eh a publicidade.
« Última modificação: 20 de Setembro de 2017, 04:57:04 por C R O I X »


marcosfitty

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 9
Resposta #44 Online: 20 de Setembro de 2017, 22:21:07
"Seja você mesmo, mas não seja sempre o mesmo."

Eu não me preocupo em deixar um estilo bem definido, eu já tentei e acabei enjoando de estilos e jeitos, acaba ficando saturado.

Mas eu fico muito preocupado em manter um padrão de qualidade das minhas fotografias, quando eu dou uma olhada nas fotos mais antigas eu me decepciono quando vejo uma foto muito menos bem feita do que outras.

Quando isso acontece ou significa que eu não tive capricho nesta foto menos bem feita ou significa que as fotos boas foram sorte e não habilidade, por um tempo achava que isso era falta de estilo próprio, mas percebi que essa diferença entre as fotos é na verdade uma linha de aprendizagem e evolução.

Pelo menos pra mim.

Enviado de meu Redmi 4A usando Tapatalk