Autor Tópico: Eu publiquei um livro (mais ou menos...) - análise do Blurb.com  (Lida 1260 vezes)

Bucephalus

  • Trade Count: (1)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.973
  • Sexo: Masculino
Resposta #7 Online: 18 de Setembro de 2017, 16:44:16
Queria saber como fica a qualidade da revista, talvez eu arriscasse fazer um com esse formato sobre algum tema bacana...

Ouvi dizer que a qualidade é boa, mas os Trade Books de capa mole são mais baratos por página.


lee.

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.685
  • Sexo: Masculino
  • fotógrafo desde 2009
    • electromacore
Resposta #8 Online: 18 de Setembro de 2017, 16:57:27
Queria saber como fica a qualidade da revista, talvez eu arriscasse fazer um com esse formato sobre algum tema bacana...

podia rolar um brainstorm aqui haha  :hysterical:
"Not sharper photographs, not larger photographs, but better photographs — photographs that say something, that mean something, even if only to us."
________________________________________________________
Canon 5DMarkII | Fujifilm X100T | https://www.instagram.com/electroma.core/


Luciano.Queiroz

  • Trade Count: (30)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.391
  • Sexo: Masculino
    • Luciano Queiroz
Resposta #9 Online: 18 de Setembro de 2017, 17:05:00
Fiz um em 2013 lá... jurei que ia fazer sempre 1 por ano, tipo um anuário das minhas melhores fotos...

Dolar explodiu em seguida e nunca fiz o segundo...  :( :( :(
Luciano Queiroz
www.lucianoqueiroz.com
Facebook: @caminhotracado - https://goo.gl/pNRgQX
Instagram: @caminhotrtacado - https://goo.gl/Gou1E2
Youtube: www.youtube.com/c/caminhotracado


lee.

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.685
  • Sexo: Masculino
  • fotógrafo desde 2009
    • electromacore
Resposta #10 Online: 18 de Setembro de 2017, 17:30:44
tem nada parecido no Brasil q se equipare em qualidade?

meu amigo q trabalha com fotografia/ensaios tem importado os albuns... o design gráfico na montagem de book fotográfico nacional costuma ser péssimo e realmente as que ele mostrou eu tbm não curti muito.

Tudo bem q são álbuns mas eram nessa pegada do livro. Impresso na página.

É muito mais viável fazer em alguma plataforma online com conceito minimalista q fazer uns negócios enfadonhos com montagens dos anos 90
« Última modificação: 18 de Setembro de 2017, 17:31:50 por lee. »
"Not sharper photographs, not larger photographs, but better photographs — photographs that say something, that mean something, even if only to us."
________________________________________________________
Canon 5DMarkII | Fujifilm X100T | https://www.instagram.com/electroma.core/


cfcsosa

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (3)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.772
  • Sexo: Masculino
Resposta #11 Online: 18 de Setembro de 2017, 17:35:27
tem nada parecido no Brasil q se equipare em qualidade?

meu amigo q trabalha com fotografia/ensaios tem importado os albuns... o design gráfico na montagem de book fotográfico nacional costuma ser péssimo e realmente as que ele mostrou eu tbm não curti muito.

Tudo bem q são álbuns mas eram nessa pegada do livro. Impresso na página.

É muito mais viável fazer em alguma plataforma online com conceito minimalista q fazer uns negócios enfadonhos com montagens dos anos 90




Tem, mas não sei afirmar se é pior ou melhor, eu fiz na Dreambooks um fotolivro uma vez, gostei do resultado... Podia ser melhor? Sim, podia, mas não ficou ruim não.
-------------------
flickr.com/photos/cfcsosa
instagram.com/cfcsosa
500px.com/cfcsosa1978


C R O I X

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.378
  • Sexo: Masculino
  • Fotografo Multiformato
    • Marcio Faustino
Resposta #12 Online: 18 de Setembro de 2017, 17:59:42
Para publicar revistaeu recomendo Magcloud.com. Eu tentei um projeto que mesmo nao esperando conseguir vender ou ser lucrativo eu tinha em mente em seguir. Eu achava que com o tempo pelo menos colaboradores para artigos eu conseguiria, mas nao consegui, entao nao saiu da primeira edicao:


http://www.magcloud.com/browse/issue/812438

No Blurb eu tinha publicado meu primeiro livro que eram fotos still de plantas... Tinha todo um conceito e tal mas ha muito tempo que deletei o livro de la.

Depois fui para o Lulu.com onde havia publicado um segundo livro que ja nao existe tambem, e esses livros que estao hoje disponiveis:


http://www.lulu.com/shop/m%C3%A1rcio-faustino/hamburg-panorama-exploring-hamburg-with-panoramic-pinhole-photographs/paperback/product-22930631.html



http://www.lulu.com/shop/marcio-faustino/still-and-life/paperback/product-23084287.html




http://www.lulu.com/shop/m%C3%A1rcio-faustino/hamburg-square-pinhole/paperback/product-22930033.html




http://www.lulu.com/shop/m%C3%A1rcio-faustino/pinhole-self-portraits/paperback/product-22931153.html




Fora a revista e livros de fotografia, eu tinha escrito um curta romance, ao qual eu pensei em narrar mesclando textos e fotos, nao com as fotos apenas ilustrando mas sim narrando, e os textos apenas conplementando. Na verdade as fotos mostrariam a acao e os textos o dialigo e penamentos dos personagens. Eu tinha conseguido uma modelo mutos disposta a fazer parte do projeto cobrando apenas um valor meo simbolico. Mas entao eu me mudei e nao achei modelo disposta a fazer parte. E duro como eu sou as fotos nao foram feitas e o livro nao saiu...
Mas quem sabe um dia aconteceum milagre o o livro saia...  :D


Bucephalus

  • Trade Count: (1)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.973
  • Sexo: Masculino
Resposta #13 Online: 18 de Setembro de 2017, 19:04:12
tem nada parecido no Brasil q se equipare em qualidade?

meu amigo q trabalha com fotografia/ensaios tem importado os albuns... o design gráfico na montagem de book fotográfico nacional costuma ser péssimo e realmente as que ele mostrou eu tbm não curti muito.

Tudo bem q são álbuns mas eram nessa pegada do livro. Impresso na página.

É muito mais viável fazer em alguma plataforma online com conceito minimalista q fazer uns negócios enfadonhos com montagens dos anos 90

Mas nas empresas nacionais você pode projetar o livro como quiser, não? Talvez ele tenha usado um padrão da gráfica, e nisso eu tenho a impressão que o Blurb é melhor que os outros; os presets parecem bem mais profissionais. Não que eu tenha usado algum preset deles, eu criei o meu do zero.

Com o Blurb você pode fazer sua própria montagem, como bem entender. Fotos em qualquer disposição, quaisquer cores, texto, elementos gráficos... eles tem esse programa chamado BookWright, e as opções são infinitas.

Eu imagino que a qualidade da impressão (em termos de nitidez) e encadernação das empresas nacionais sejam bastante boas. Mas existem outros elementos a se considerar, por exemplo:

1. Fidelidade de cores e tons.
Eu imaginei que as minhas fotos com o Blurb sairiam com tons de cores errados ou com color casts, mas elas saíram 100% idênticas aos arquivos digitais. O nível de contraste, de tons claros e escuros também foi 100% fiel. Dá pra garantir que em outros sites essa qualidade vai ser a mesma? O lance da Blurb é que eles foram criados para fotógrafos fazerem fotolivros, e nesse aspecto eu acho que eles não vão dever. Não sei se eu arriscaria uma gráfica online que não tem ênfase e tradição em imprimir fotos. Vai que você arrisca uma grana e acaba com um livro cheio de fotos com fidelidade ruim.

2. Facilidade de uso.
Achei o software da Blurb incrivelmente fácil de usar, livre de bugs, totalmente conectado ao sistema de vendas e capaz de customizar todos os livros que eles oferecem. Vi que outras empresas oferecem opções de diagramação em sistemas bem lentos, e em muitos casos online. Não curti isso.

3. Número de opções de papel e capas.
Ok, isso é algo que a Blurb fica devendo em relação aos outros. Eles oferecem uns 4 ou 5 papéis diferentes somente pro formato fotolivro, e os outros formatos tipo revista e tradebook não possuem opções de papel. As opções de capa também são limitadas (3, e em alguns casos somente 2 ou nenhuma opção). E eles tem zero de opções em relação ao encadernamento, enquanto alguns sites oferecem várias opções.

4. Preço e número de páginas
Eu acho o preço da Blurb, combinado com o máximo de páginas, imbatível. O frete deles é meio caro para qualquer lugar fora dos EUA, mas o preço dos livros em si são incríveis. Também me decidi por eles por conta do número de páginas: meu primeiro livro tem 212 páginas, e em outros sites o limite de páginas é bem pequeno. Não queria diminuir as páginas pois todo o livro foi pensado com esse número, e a narração ou ritmo da história seriam perdidos com menos páginas e menos fotos. A maioria dos sites limita o número de páginas em torno de 100, e já vi sites que não faziam livros com mais de 60. Pra mim não rola, pelo menos não nesse primeiro livro.

5. Opções de comercialização do livro.
Nem todo mundo vai querer comercializar os livros que produz, mas para aqueles que querem esse é um fator importante. Sinto que a Blurb é um espaço focado em livros de arte e fotografia, e um bom lugar para vende-los. Acho que o Lulu.com é mais focado em livros de literatura, por exemplo. O Blurb também permite que seus livros sejam vendidos na Amazon, o que expande o alcance dele para praticamente todo o mundo. O aspecto visual e navegação da loja da Blurb também são excelentes; não ia querer colocar meu livro pra vender num site com cara de que foi programado em 2002 e cheio de bugs. O site da Blurb é fácil, moderno e com um visual bonito.
« Última modificação: 18 de Setembro de 2017, 19:07:49 por Bucephalus »