Autor Tópico: Abertura Variavel no S9 e 1000fps...  (Lida 1298 vezes)

Ernesto

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.131
  • Fotógrafo Profissional
O google não é tão confiável quanto eu mas, às vezes, linka os meus textos...

#Fotógrafo de Médio Formato Digital


felipemendes

  • Trade Count: (9)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.441
  • Sexo: Masculino
  • Fotógrafo, não. Fotografador.
    • Meu Flickr
Resposta #1 Online: 14 de Janeiro de 2018, 03:08:48
Pelo que entendi, não é abertura variável, mas sim duas aberturas pra se escolher. Uma com profundidade gigante, e uma com profundidade grande...  8-)

https://weibo.com/tv/v/FxEydk6H8?fid=1034:f1013b53ee6536bbead40afa85f32237
« Última modificação: 14 de Janeiro de 2018, 03:12:52 por felipemendes »
Felipe


Elder Walker

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (8)
  • Colaborador(a)
  • *****
  • Mensagens: 3.377
  • Sexo: Masculino
    • Flickr
Resposta #2 Online: 14 de Janeiro de 2018, 21:16:48
Pelo que entendi, não é abertura variável, mas sim duas aberturas pra se escolher. Uma com profundidade gigante, e uma com profundidade grande...  8-)

https://weibo.com/tv/v/FxEydk6H8?fid=1034:f1013b53ee6536bbead40afa85f32237

Ou melhor, uma abertura gigante (f/1.5) e uma abertura grande (f/2.4). O que não necessariamente se traduz em profundidades de campo reduzidas, já que o sensor é relativamente pequeno (e não sabemos a distância da câmera ao objeto nem do objeto ao fundo).

Além disso, acredito que você tenha invertido o termo ao falar em grandes profundidades de campo.
Canon 5D + EF 17-40mm f/4 L + EF 50mm f/1.8 STM + EF 85mm f/1.8 USM + Yongnuo 565EX + YN-622C


Rafa_Meira

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (2)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.153
  • Sexo: Masculino
Resposta #3 Online: 15 de Janeiro de 2018, 15:18:34
Tb não vejo sentido nessa abertura variável,  sobretudo em um sensor tão pequeno. A câmera de retratos do Iphone 7 (com DF um pouco maior) acho bem mais util


angelone

  • Trade Count: (18)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.198
  • Sexo: Masculino
Resposta #4 Online: 15 de Janeiro de 2018, 18:48:53
Entendo que nao deve haver significativo aumento na profundidade de campo de f/1.5 para f/2.4,  que já bem grande com sensores minusculos (vide macros com celular do especialista em macro, Rui Pará). Acho mais provável que a abertura menor tenha como objetivo da Samsung aumentar a qualidade da imagem, diminuindo distorçoes nas bordas e aumentando a nitidez no conjunto da imagem. Se o objetivo fosse aumentar a DoF seria mais lógico que escolhessem uma abertura bem menor do que f/2.4 ... Abertura menor, teoricamente, melhoraria o bokek em retratos, mas parece ser fisicamente nao significativo para esses sensores e lentes. Os recursos de processamento conseguem resultado mais eficiente mesmo com diafragmas menores. A abertura f/1.5 é uma resposta a antes menor abertura em camera de smartphone do LG V30 com f/1.6, mas tal reduçao talvez tenha gerado alguns inconvenientes em termos de distorçao, vamos aguardar análises para conferir, no caso, do Samsung flip phone W2018 q já tem o diagragma dual (e nao variável).
« Última modificação: 15 de Janeiro de 2018, 18:59:27 por angelone »
Olympus OM-D E-M5 mk II  e uns vidros..


Elder Walker

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (8)
  • Colaborador(a)
  • *****
  • Mensagens: 3.377
  • Sexo: Masculino
    • Flickr
Resposta #5 Online: 15 de Janeiro de 2018, 19:35:12
Entendo que nao deve haver significativo aumento na profundidade de campo de f/1.5 para f/2.4,  que já bem grande com sensores minusculos (vide macros com celular do especialista em macro, Rui Pará). Acho mais provável que a abertura menor tenha como objetivo da Samsung aumentar a qualidade da imagem, diminuindo distorçoes nas bordas e aumentando a nitidez no conjunto da imagem. Se o objetivo fosse aumentar a DoF seria mais lógico que escolhessem uma abertura bem menor do que f/2.4 ... Abertura menor, teoricamente, melhoraria o bokek em retratos, mas parece ser fisicamente nao significativo para esses sensores e lentes. Os recursos de processamento conseguem resultado mais eficiente mesmo com diafragmas menores. A abertura f/1.5 é uma resposta a antes menor abertura em camera de smartphone do LG V30 com f/1.6, mas tal reduçao talvez tenha gerado alguns inconvenientes em termos de distorçao, vamos aguardar análises para conferir, no caso, do Samsung flip phone W2018 q já tem o diagragma dual (e nao variável).


Meu palpite também é bem por aí. Acredito que colocaram uma abertura enorme (f/1.5), tanto para marketing como para ser o brinquedinho do pessoal geek, e depois outra abertura intermediária (f/2.4, ainda grande, mas que aliada ao pequeno sensor já garante boa área em foco aparente) para melhorar a qualidade de imagem.


Discordo apenas que não tenha efeito nessa mudança de abertura: quando migrei do meu antigo Galaxy Nexus, com abertura de, se não me engano, f/2.8, e fui para o Galaxy S6 com seus f/1.9, notei que já era bem mais fácil de notar áreas de transição, mesmo sem precisar de fotos tão em close. Um f/1.5 deve causar um certo DOF razoável sim...
Canon 5D + EF 17-40mm f/4 L + EF 50mm f/1.8 STM + EF 85mm f/1.8 USM + Yongnuo 565EX + YN-622C


Ernesto

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.131
  • Fotógrafo Profissional
Resposta #6 Online: 16 de Janeiro de 2018, 04:09:22
Tb não vejo sentido nessa abertura variável,  sobretudo em um sensor tão pequeno. A câmera de retratos do Iphone 7 (com DF um pouco maior) acho bem mais util


Tb nao vejo sentido mas é uma evolução da tecnologia "conta-gotas" que pode mostrar que há tecnologia para um diafragma estilo DSLR no futuro


Ps.: A câmera de retratos do "iPhone 7", foi lançada em ago/2017 nos Motorola Z2, em um dos modelos G e nos Samsung Note 8. E elas vem com recursos extras como controle de desfoque variável antes e depois da foto
A briga tá boa  :snack: ... quando dois elefantes brigam, quem mais apanha é a grama...que neste caso, são as DSLR..







Sent from my Hasselblad using Tapatalk
« Última modificação: 16 de Janeiro de 2018, 04:13:15 por Ernesto »
O google não é tão confiável quanto eu mas, às vezes, linka os meus textos...

#Fotógrafo de Médio Formato Digital


angelone

  • Trade Count: (18)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.198
  • Sexo: Masculino
Resposta #7 Online: 16 de Janeiro de 2018, 12:40:19

Meu palpite também é bem por aí. Acredito que colocaram uma abertura enorme (f/1.5), tanto para marketing como para ser o brinquedinho do pessoal geek, e depois outra abertura intermediária (f/2.4, ainda grande, mas que aliada ao pequeno sensor já garante boa área em foco aparente) para melhorar a qualidade de imagem.


Discordo apenas que não tenha efeito nessa mudança de abertura: quando migrei do meu antigo Galaxy Nexus, com abertura de, se não me engano, f/2.8, e fui para o Galaxy S6 com seus f/1.9, notei que já era bem mais fácil de notar áreas de transição, mesmo sem precisar de fotos tão em close. Um f/1.5 deve causar um certo DOF razoável sim...


Nao tenho duvida que a abertura maior diminua a profundidade de campo, a questão a saber  é o qto essa diminuiçao irá se reverter em desfoque significativo, que convencionamos chamar de bokeh. Quando disse que de f/1.5 para f/2.4 nao deve haver ganho significativo de profundidade de campo, ou seja, aumento muito perceptivel do DoF, confesso que é uma mera opinião sem base empirica para fundamentar, por isso deixei claro que aguardaria analises/reviews para comprovar ou  não essa afirmaçao. Baseei-me também no exemplo de macro do Rui Pará (tópico Móbile), em que ele usa um smartphone Samsung J7, q tem abertura fixa de f/1.7, e consegue, em foto unica, captar toda a profundidade de campo necessaria para manter um inseto inteiro em foco, o que nao é possivel com uma camera e lente com sensor grande. Se a abertura fosse menor, f2.4 por exemplo, será que a diferença seria grande? Aparentemente nao! Isso em se tratando de macro, se for para temas com distância padrão, retrato ou paisagens, então provavelmente a diferença de abertura  em questão DEVE ser menos significativa ainda.. De qq forma, nada como aguardar reviews mais técnicos para comprovar a hipótese/opinião.
Olympus OM-D E-M5 mk II  e uns vidros..


Elder Walker

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (8)
  • Colaborador(a)
  • *****
  • Mensagens: 3.377
  • Sexo: Masculino
    • Flickr
Resposta #8 Online: 16 de Janeiro de 2018, 14:28:47
Sim, também não me baseei em nada técnico, foi apenas uma percepção que tive considerando essa experiência que mencionei. Ou seja, meu palpite é de que será sim perceptível (mas obviamente nada gritante) essa diferença de abertura. Agora, não me arrisco a quantificar essa diferença. Talvez fizesse mais sentido uma diferença maior entre as abertura, mantendo o f/1.5 para cenas extremas e uma segunda abertura ainda menor, lá pelos f/3.5
Canon 5D + EF 17-40mm f/4 L + EF 50mm f/1.8 STM + EF 85mm f/1.8 USM + Yongnuo 565EX + YN-622C


felipemendes

  • Trade Count: (9)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.441
  • Sexo: Masculino
  • Fotógrafo, não. Fotografador.
    • Meu Flickr
Resposta #9 Online: 17 de Janeiro de 2018, 18:02:48
Ou melhor, uma abertura gigante (f/1.5) e uma abertura grande (f/2.4). O que não necessariamente se traduz em profundidades de campo reduzidas, já que o sensor é relativamente pequeno (e não sabemos a distância da câmera ao objeto nem do objeto ao fundo).

Além disso, acredito que você tenha invertido o termo ao falar em grandes profundidades de campo.


Acho que o que vc disse foi exatamente o que eu disse: as profundidades não serão pequenas. Concordamos.
Felipe