Autor Tópico: GH5s vem por aí?  (Lida 1665 vezes)

Bantunes

  • Trade Count: (10)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 156
    • bsimba
Resposta #15 Online: 10 de Janeiro de 2018, 23:58:30
Acho que essa GH5s vai flopar legal por ter tirado a estabilização inbody e ainda vai ter mais um super concorrente em 2018... a Sony A7S III.
Sei lá... o único atrativo da GH5 pra mim era não ter a necessidade de ficar carregando gimbals e coisa e tal.

Se for pra usar gimbal, prefiro pegar uma 5D Mark III com magic lantern e filmar em RAW.
Duvido muito que o low light da GH5s bata o RAW da 5DIII. E de brinde leva o color science da Canon.

Olha, Magic lantern é gambiarra. Pode funcionar para alguns mas é aquilo..uma gambiarra. bom para quem gosta de fuçar e colocar o resultado no youtube mas não é um recurso seguro para trabalhar profissionalmente. Não é algo que o fabricante vai lhe garantir o resultado. Quanto tempo dura a bateria dela fazendo raw com a 5d?  E que tipo de raw é esse? Entrega 12bit como as blackmagics? Dúvido mt. Faça uma pesquisa e veja quantas produtoras trabalham com raw da 5d mark III. 

Bom sobre a estabilização me parece que houve reclamação de usuarios sobre a interação do mecanismo interno da gh5 e os gimbals da vida. Não sei se procede ou é só desculpa da panasonic. Mas de fato em cameras para produção cinematografica, mesmo de baixo orçamento, que é o publico que a gh5s esta mirando não é comum ter estabilização na camera. Mas eu achei uma falta tb.


marciok

  • Trade Count: (1)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.315
  • Sexo: Masculino
Resposta #16 Online: 11 de Janeiro de 2018, 07:30:22
Inclusive agora me lembrei que vi um comentário seu no PV perguntando sobre grip pra GX85... rs. Eu tenho aquele de madeira do JB, e acho muito bom (já tive na GM1), mas quando quero a camera pequena, vou sem ele. Chegou a comprar algum? Tem um cage desses de metal no ebay, já viu?

https://www.ebay.com/itm/SmallRig-Panasonic-GX85-cage-Accessory-Kit-for-Lumix-DMC-GX85-GX80-GX7-MarkII/262993060319?ssPageName=STRK%3AMEBIDX%3AIT&_trksid=p2055119.m1438.l2649

Não, não comprei...não acho muito atrativo esse da JB, hehehe (apesar que acho que deva funcionar muito bem). Queria alguma coisa no estilo dos grips que a Olympus faz.
Já pensei em usar esse cage da Smaillrig com um handle, mas ainda não acho uma solução ideal. É mais para stills do que pra vídeo - pra vídeo tenho usado um pistol grip na entrada pra tripé que funciona maravilhosamente (ainda mais quando uso o loupe da Kamerar).
Câmeras: Fujifilm X100s, Panasonic Lumix LX100, Olympus OM-D E-M5 Mark II, Sony HX9V
Lentes: Panasonic: 20mm f/1.7, 14mm f/2.5, 14-42 II f/3.5-5.6, 45-175mm f/4-5.6; Olympus: 45mm f/1.8, 75mm f/1.8; Canon FD: 50mm f/1.4, 35mm f/2  135mm f/2.5; Vivitar Series 1 105mm f/2.5 Macro; Tamron SP Adaptall 2: 28-80mm F/3.5-4.2 (27A),  35-80mm F/2.8-3.8 (01A); Fotasy 35mm f/1.7 C-Mount; Chinon 135mm f/2.8 Nikon; Nikon 180mm f/2.8; Rokinon 7,5mm

http://www.flickr.com/photos/kakobr/
http://500px.com/marci


marciok

  • Trade Count: (1)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.315
  • Sexo: Masculino
Resposta #17 Online: 11 de Janeiro de 2018, 07:40:19
Olha, Magic lantern é gambiarra. Pode funcionar para alguns mas é aquilo..uma gambiarra. bom para quem gosta de fuçar e colocar o resultado no youtube mas não é um recurso seguro para trabalhar profissionalmente. Não é algo que o fabricante vai lhe garantir o resultado. Quanto tempo dura a bateria dela fazendo raw com a 5d?  E que tipo de raw é esse? Entrega 12bit como as blackmagics? Dúvido mt. Faça uma pesquisa e veja quantas produtoras trabalham com raw da 5d mark III. 

Bom sobre a estabilização me parece que houve reclamação de usuarios sobre a interação do mecanismo interno da gh5 e os gimbals da vida. Não sei se procede ou é só desculpa da panasonic. Mas de fato em cameras para produção cinematografica, mesmo de baixo orçamento, que é o publico que a gh5s esta mirando não é comum ter estabilização na camera. Mas eu achei uma falta tb.

Sim, em geral (ao menos usando a GX85) usar um gimbal com o IBIS ativado até melhora ainda mais (ajuda nos movimentos para cime e para baixo ao caminhar), mas se você faz um pan para uma direção e inverte no meio do caminho, e for exigente, vai notar um pouco de warping na imagem na mudança da direção.

A Panasonic também falou (e faz sentido) que pelo tamanho, a GH5 era muito usada como câmera dentro de carros, e o IBIS causava problema com a vibração rápida desses ambientes (e desligar ele não adianta, pois o sensor segue "flutuando" um pouco).

Como (a princípio) o público alvo dela é quem trabalha com produções realmente grandes (ela serve como uma B-cam perfeita pra EVA1 da Panasonic), e nesses ambientes os diretores de fotografia gostam de ter controle absoluto sobre toda e qualquer variável, inclusive na estabilização (em produções grandes, ainda se usa muito steadicam ao invés de gimbals - pelos anos de experiência acumulada em movimentação).

Fora que com o sensor fixado, você consegue melhor dissipação de calor, o que diminui ainda mais o ruído - por exemplo, a ampliação de auxílio de foco na GH5s vai até 20x (nas outras Panasonic vai até 10x), e já declararam que isso foi feito pensando diretamente em astrofotografia, onde longas exposições são norma e o controle de ruído é crítico (basta ver o problema de "star eater" que rola com vários modelos da Sony).

Eu mesmo achei que tinham tirado o IBIS para proteger a GH5 - mas todos os motivos que estão sendo alegados pela Panasonic fazem sentido. Fora que a GH5s é 500 dólares mais cara - porquê eles não iriam querer vender mais unidades de uma câmera que dá mais lucro?
Câmeras: Fujifilm X100s, Panasonic Lumix LX100, Olympus OM-D E-M5 Mark II, Sony HX9V
Lentes: Panasonic: 20mm f/1.7, 14mm f/2.5, 14-42 II f/3.5-5.6, 45-175mm f/4-5.6; Olympus: 45mm f/1.8, 75mm f/1.8; Canon FD: 50mm f/1.4, 35mm f/2  135mm f/2.5; Vivitar Series 1 105mm f/2.5 Macro; Tamron SP Adaptall 2: 28-80mm F/3.5-4.2 (27A),  35-80mm F/2.8-3.8 (01A); Fotasy 35mm f/1.7 C-Mount; Chinon 135mm f/2.8 Nikon; Nikon 180mm f/2.8; Rokinon 7,5mm

http://www.flickr.com/photos/kakobr/
http://500px.com/marci


Rinaldo

  • Trade Count: (6)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 595
    • > Flickr
Resposta #18 Online: 11 de Janeiro de 2018, 09:39:39
Olha, Magic lantern é gambiarra. Pode funcionar para alguns mas é aquilo..uma gambiarra. bom para quem gosta de fuçar e colocar o resultado no youtube mas não é um recurso seguro para trabalhar profissionalmente. Não é algo que o fabricante vai lhe garantir o resultado. Quanto tempo dura a bateria dela fazendo raw com a 5d?  E que tipo de raw é esse? Entrega 12bit como as blackmagics? Dúvido mt. Faça uma pesquisa e veja quantas produtoras trabalham com raw da 5d mark III. 

O raw é muito bom, se não me engano é 14bit, gravado em sequência de DNG como nas Blackmagic. Só não me lembro de ter visto que era bom também em low light, porque em H.264 ela já ficou bem pra trás.
 






  flickr    vimeo


Rinaldo

  • Trade Count: (6)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 595
    • > Flickr
Resposta #19 Online: 11 de Janeiro de 2018, 09:50:25
Não, não comprei...não acho muito atrativo esse da JB, hehehe (apesar que acho que deva funcionar muito bem). Queria alguma coisa no estilo dos grips que a Olympus faz.
Já pensei em usar esse cage da Smaillrig com um handle, mas ainda não acho uma solução ideal. É mais para stills do que pra vídeo - pra vídeo tenho usado um pistol grip na entrada pra tripé que funciona maravilhosamente (ainda mais quando uso o loupe da Kamerar).

Entendido..  :ok:


Sim, em geral (ao menos usando a GX85) usar um gimbal com o IBIS ativado até melhora ainda mais (ajuda nos movimentos para cime e para baixo ao caminhar), mas se você faz um pan para uma direção e inverte no meio do caminho, e for exigente, vai notar um pouco de warping na imagem na mudança da direção.

A Panasonic também falou (e faz sentido) que pelo tamanho, a GH5 era muito usada como câmera dentro de carros, e o IBIS causava problema com a vibração rápida desses ambientes (e desligar ele não adianta, pois o sensor segue "flutuando" um pouco).

Como (a princípio) o público alvo dela é quem trabalha com produções realmente grandes (ela serve como uma B-cam perfeita pra EVA1 da Panasonic), e nesses ambientes os diretores de fotografia gostam de ter controle absoluto sobre toda e qualquer variável, inclusive na estabilização (em produções grandes, ainda se usa muito steadicam ao invés de gimbals - pelos anos de experiência acumulada em movimentação).

Fora que com o sensor fixado, você consegue melhor dissipação de calor, o que diminui ainda mais o ruído - por exemplo, a ampliação de auxílio de foco na GH5s vai até 20x (nas outras Panasonic vai até 10x), e já declararam que isso foi feito pensando diretamente em astrofotografia, onde longas exposições são norma e o controle de ruído é crítico (basta ver o problema de "star eater" que rola com vários modelos da Sony).

Eu mesmo achei que tinham tirado o IBIS para proteger a GH5 - mas todos os motivos que estão sendo alegados pela Panasonic fazem sentido. Fora que a GH5s é 500 dólares mais cara - porquê eles não iriam querer vender mais unidades de uma câmera que dá mais lucro?

Lembrou bem, Márcio. O sensor fixo é uma vantagem em muitas situações e ajuda no rendimento da camera. Pra quem já teve os dois tipos, sabe do que estou falando. E, tecnicamente falando, a evolução na S foi considerável, colocando-a como opção real para produções maiores. Se fosse ter o IBIS também, custaria pelo menos uns 500 dólares a mais.
  flickr    vimeo


marciok

  • Trade Count: (1)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.315
  • Sexo: Masculino
Resposta #20 Online: 11 de Janeiro de 2018, 10:13:07
Um teste interessante de se fazer: um teste em movimento com uma GH5s em gimbal usando uma lente com OIS. Boas chances de chegar perto de um IBIS, acho.

(se tivesse tempo faria isso com a minha GH2 e meu Crane-M, hehehehe)
Câmeras: Fujifilm X100s, Panasonic Lumix LX100, Olympus OM-D E-M5 Mark II, Sony HX9V
Lentes: Panasonic: 20mm f/1.7, 14mm f/2.5, 14-42 II f/3.5-5.6, 45-175mm f/4-5.6; Olympus: 45mm f/1.8, 75mm f/1.8; Canon FD: 50mm f/1.4, 35mm f/2  135mm f/2.5; Vivitar Series 1 105mm f/2.5 Macro; Tamron SP Adaptall 2: 28-80mm F/3.5-4.2 (27A),  35-80mm F/2.8-3.8 (01A); Fotasy 35mm f/1.7 C-Mount; Chinon 135mm f/2.8 Nikon; Nikon 180mm f/2.8; Rokinon 7,5mm

http://www.flickr.com/photos/kakobr/
http://500px.com/marci


Rinaldo

  • Trade Count: (6)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 595
    • > Flickr
Resposta #21 Online: 11 de Janeiro de 2018, 11:46:13
Um teste interessante de se fazer: um teste em movimento com uma GH5s em gimbal usando uma lente com OIS. Boas chances de chegar perto de um IBIS, acho.

(se tivesse tempo faria isso com a minha GH2 e meu Crane-M, hehehehe)

Vc ainda tem uma GH2?? Que legal!! Eu acabei comprando um Zhiyun Crane V2 pra esse trabalho e usei, pessoalmente, na GX85 com o IBIS da camera ativo. Sensacional! Mas a 12-35/2.8 ficou direto com a BMPCC, e acabei usando a PL12/1.4 e a Laowa 7.5 f/2 nele, portando sem estabilização na lente. Eu não tinha experiência com esse tipo de gimbal, mas rolou legal. Talvez em algumas situações, como a que vc descreveu, o IBIS tenha tentado compensar, mas nada que tenha atrapalhado muito. Na verdade não consigo identificar se foi o gimbal ou a camera que se atrasou pra corrigir, mas faz sentido isso que vc explicou sobre mudar a direção da pan. Se tiver um link sobre essa discussão, eu gostaria de ver.
  flickr    vimeo


Bantunes

  • Trade Count: (10)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 156
    • bsimba
Resposta #22 Online: 11 de Janeiro de 2018, 15:21:34
O raw é muito bom, se não me engano é 14bit, gravado em sequência de DNG como nas Blackmagic. Só não me lembro de ter visto que era bom também em low light, porque em H.264 ela já ficou bem pra trás.

14bit? Tem que ver isso aí..pq os raws da blackmagic todas são 12bits. A Arri alexa, que é camera hj talvez mais usada da industria cinematográfica, também comprimi o seus raws em 12 bit (log). O que já é muita coisa. É até estranho falar em comprimir Raw mas é exatamente isso que as cameras de video, mesmo as mais poderosas fazem. Não é como na fotografia em que um raw de um sensor de 14bit conserva exatamente os 14 bits. O log é um tipo de compressão sem perdas, assim voce em tese pode restaurar as informações perdidas no processo.  A canon 5d mark III deve entregar no máximo um "raw"de 10 bits. Que é o que a GH5 entrega, se voce usar o v-log, sem gambiarra. Fora que estamos falando de 4k de resolução. Outro patamar.


Di Torres

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 369
Resposta #23 Online: 11 de Janeiro de 2018, 15:33:37
14bit? Tem que ver isso aí..pq os raws da blackmagic todas são 12bits. A Arri alexa, que é camera hj talvez mais usada da industria cinematográfica, também comprimi o seus raws em 12 bit (log). O que já é muita coisa. É até estranho falar em comprimir Raw mas é exatamente isso que as cameras de video, mesmo as mais poderosas fazem. Não é como na fotografia em que um raw de um sensor de 14bit conserva exatamente os 14 bits. O log é um tipo de compressão sem perdas, assim voce em tese pode restaurar as informações perdidas no processo.  A canon 5d mark III deve entregar no máximo um "raw"de 10 bits. Que é o que a GH5 entrega, se voce usar o v-log, sem gambiarra. Fora que estamos falando de 4k de resolução. Outro patamar.

Sim. 14bit.
Em 1080p ela consegue fazer raw 14bit em 24~30fps continuamente.

Segue um vídeo 4K 14bit RAW feito na 5DIII:
https://www.youtube.com/watch?v=c6m6xP8VXUg

Nesse caso, em 4K você só consegue alguns segundos de gravação, não é uma gravação contínua pois tem um bottleneck de velocidade dos cartões CF.


Rinaldo

  • Trade Count: (6)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 595
    • > Flickr
Resposta #24 Online: 11 de Janeiro de 2018, 17:37:43
14bit? Tem que ver isso aí..pq os raws da blackmagic todas são 12bits. A Arri alexa, que é camera hj talvez mais usada da industria cinematográfica, também comprimi o seus raws em 12 bit (log). O que já é muita coisa. É até estranho falar em comprimir Raw mas é exatamente isso que as cameras de video, mesmo as mais poderosas fazem. Não é como na fotografia em que um raw de um sensor de 14bit conserva exatamente os 14 bits. O log é um tipo de compressão sem perdas, assim voce em tese pode restaurar as informações perdidas no processo.  A canon 5d mark III deve entregar no máximo um "raw"de 10 bits. Que é o que a GH5 entrega, se voce usar o v-log, sem gambiarra. Fora que estamos falando de 4k de resolução. Outro patamar.

Sim, as BM são 12bit em raw e 10bit em ProRes. O que eu quis dizer, e não ficou muito claro, é que a 5D/raw grava em sequência de DNGs também.

Mas log e raw são coisas diferentes. Log significa um perfil de curva (logarítmica) que visa preservar o máximo de latitude (dynamic range) para um determinado sensor, e não tem a ver com compressão que eu saiba. Já raw significa que não há compressão no armazenamento da imagem, ou como no caso de algumas Blackmagic, é um raw comprimido 2 pra 1, mas que ainda chamam de raw, pois preserva todas as informações, e por isso usam arquivos do tipo digital negative, ou DNG, sendo um arquivo para cada frame.

Raw is not Log because Log is in a video format, and raw is not video. Raw data has no video processing baked in and has to be converted into video for viewing. Log is video and has things like white balance baked into it. They're very much not the same; however, they're both designed to get the most information out of the sensor. Raw is getting everything the sensor has to offer; likewise, Log curves are designed to get the most tonal range out of the sensor. While they're very different formats, they have the same general application. Both raw and Log can be uncompressed, but that depends on the recording device. These terms, and many others, have all become part of our vocabulary in this digital cinema world.

Fonte: https://nofilmschool.com/2012/06/understanding-difference-raw-log-uncompressed

« Última modificação: 11 de Janeiro de 2018, 17:43:52 por Rinaldo »
  flickr    vimeo


Bantunes

  • Trade Count: (10)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 156
    • bsimba
Resposta #25 Online: 11 de Janeiro de 2018, 20:51:30
Sim. 14bit.
Em 1080p ela consegue fazer raw 14bit em 24~30fps continuamente.

Segue um vídeo 4K 14bit RAW feito na 5DIII:
https://www.youtube.com/watch?v=c6m6xP8VXUg

Nesse caso, em 4K você só consegue alguns segundos de gravação, não é uma gravação contínua pois tem um bottleneck de velocidade dos cartões CF.

Realmente é notavel que alguns hakers consigam extrair 14 bit raw. Mas o assunto acabou inveredando por esse aspecto tecnico que não é o principal da questão. O fato é que continua sendo uma gambiarra. E eu não tenho nada contra gambiarras. Um sujeito pode fuçar a camera e conseguir extrair o maximo da 5d mark III. No entanto não coloca essa camera como uma opção melhor em relação a GH5s, sequer a GH4 que é muito mais camera de video em varios aspectos. O seu argumento inicial se que a GH5s vai ser um fiasco pode ate se concretizar. Mas não pq perde até da 5d mark III. Isso não é verdade.


Bantunes

  • Trade Count: (10)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 156
    • bsimba
Resposta #26 Online: 11 de Janeiro de 2018, 21:24:00
Sim, as BM são 12bit em raw e 10bit em ProRes. O que eu quis dizer, e não ficou muito claro, é que a 5D/raw grava em sequência de DNGs também.

Mas log e raw são coisas diferentes. Log significa um perfil de curva (logarítmica) que visa preservar o máximo de latitude (dynamic range) para um determinado sensor, e não tem a ver com compressão que eu saiba. Já raw significa que não há compressão no armazenamento da imagem, ou como no caso de algumas Blackmagic, é um raw comprimido 2 pra 1, mas que ainda chamam de raw, pois preserva todas as informações, e por isso usam arquivos do tipo digital negative, ou DNG, sendo um arquivo para cada frame.

Raw is not Log because Log is in a video format, and raw is not video. Raw data has no video processing baked in and has to be converted into video for viewing. Log is video and has things like white balance baked into it. They're very much not the same; however, they're both designed to get the most information out of the sensor. Raw is getting everything the sensor has to offer; likewise, Log curves are designed to get the most tonal range out of the sensor. While they're very different formats, they have the same general application. Both raw and Log can be uncompressed, but that depends on the recording device. These terms, and many others, have all become part of our vocabulary in this digital cinema world.

Fonte: https://nofilmschool.com/2012/06/understanding-difference-raw-log-uncompressed

É uma questão terminologica. de fato o log não é uma compressão tipo codec. como vc disse e uma curva, que deixa mais flat a imagem mas que visa comprimir, ou poderia usar outra expressão, "encaixar" mais informação dentro de um formato sem que seja necessario registrar todas os dados que vem do sensor. Torna viável recuperar  principalmente as altas luzes, pois  é a parte cuja demanda por dados é exponencial. Eu li uma vez um artigo que explicava melhor isso. Se eu achar posso postar aqui. Mas basicamente é essa a ideia. Por exemplo a arri alexa existe o raw puro do sensor: 16 bit 4:4:4. Ao ser registrado como DNG ou qualquer coisa como 12bit , mesmo sem compressão (codec) você perderia 4bit de informação do sensor e geralmente é nas altas luzes. O log é uma curva que visa evitar essa perda. Na prática funciona como raw. Por que a ideia do raw é vc ter flexibilidade na pós produção com o máximo de informação possível.

Não necessariamente um arquivo sem compressão é raw, se o consideramos de forma rigorosa. Por exemplo em fotografia temos o TIFF que é sem compressão mas não é raw, pq ja passou por uma série de processamentos (ou como os americanos gostam de chamar "was baked").


Rinaldo

  • Trade Count: (6)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 595
    • > Flickr
Resposta #27 Online: 12 de Janeiro de 2018, 12:11:10
Como já se sabe, o MAR (sensor multi-apecto) da GH2 está de volta na GH5s. Isso possibilita crops menores que o tradicional 2x, e certamente foi um dos motivos para não colocarem o IBIS. Um usuário do 43rumors fez os cálculos. Com o Speed Booster XL chega a 1,149  :shock:

3680 pixel long in 4/3 = 2x crop factor in 4/3 still mode
3840 pixel long in 3/2 = 1,91x crop factor in 3/2 still mode
4016 pixel long in 16/9 = 1,832x crop factor in 16/9 still mode
4096 pixel long in 17/9 = 1.796x crop factor in 17/9 (DCI 4K) video mode
3840 pixel long in 3/2 = 1,91x crop factor in 16/9 4K UHD video mode.
35mm means 3680×3680 = 7360 pixel long or 1x crop factor
If you add a Speed Booster Ultra to the GH5s you get in DCI 4K a crop factor of 1,275x with 35mm lenses.
If you add a Speed Booster XL to the GH5s you get in DCI 4K a crop factor of 1,149x with 35mm lenses.
« Última modificação: 12 de Janeiro de 2018, 12:16:03 por Rinaldo »
  flickr    vimeo