Autor Tópico: Ip8710 –impressões iniciais  (Lida 610 vezes)

Bantunes

  • Trade Count: (10)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 156
    • bsimba
Online: 30 de Novembro de 2017, 23:03:11
Por que?

Estava buscando uma impressora fotográfica que imprimisse A3, A3+. As opções não são muitas para o mercado amador.  Pelo que pesquisei tem também a epson L1800. Optei pela canon ip870. Primeiro que estava barata. Paguei 800,00 reais nela. Não ha impressora desse tipo cujo investimento inicial seja nesse patamar. A Epson L1800 tem um custo por impressão muito mais em conta, eu sei, mas o investimento inicial é bem mais alto. Na base de 2700, 2800 reais (+ de três vezes). Nesse preço há impressoras profissionais da Canon que estão em um nível acima. Como minha demanda não será muita, algumas fotos para portfolio,  algumas para a parede, fotos familiares optei por pela ip8710. Em segundo lugar li reviews extremamente favoráveis dessa impressora, que é amadora mas com resultados bem satisfatórios, superando as minilabs.  (aí também cabe uma consideração. Os reviews que li foram sobre a Ip8720 que me parece ser o mesmo modelo para o território americano. Quase não há nada sobre a ip8710).  Em terceiro lugar: o tamanho. Não ha muito espaço na minha mesa. Impressora A3 é grande não tem jeito, mas ela até que é bem compacta na medida do possível. Menor do que as outras opções existentes.


Experiência

A impressora vem com um pouco de tinta e três folhas Letter Size Canon Plus glossy 260g. De  fato, os reviews estavam condizentes com a minha impressão. As cópias a cores são muito boas. Sem dúvida um nível acima das minilabs. Pelo menos da maioria das minilabs. Cores vibrantes e bem nítidas, de modo que não vejo problema em emoldura-las na parede.

Ai resolvi testar mais. Os papeis da Canon são mais carinhos. No manual diz para não usar nenhum papel de terceiro que tenha a gramatura maior que 200g. Comprei um genérico de 180g que pra mim seria o mínimo decente para um papel fotográfico. Menos que isso parece folha de revista. O resultado também foi muito bom, com cores um pouco mais quente. Mas não vi diferença de nitidez. Uma coisa que observei são pequenos rastros do trilho da impressora, que ficam mais perceptíveis quando expostas a luz direta. Quase não se nota, é preciso um olhar mais atento. Nos papeis Canon que tem uma gramatura maior, de 260g, isso não existe.  A Canon faz alguma magica com seus papeis para não deixar essas marquinhas. A recomendação do manual não é atoa. Então essa impressora é um casamento  com os papéis Canon. Isso é um pouco chato porque queria fazer umas experiências com papeis fine art da Canson e outros. Não quero pagar caro para correr esse risco. Há papeis fine art da Canon mas são dificílimos de achar e conseguem ser ainda mais caros. Bom, de toda forma não me senti enganado. Li reviews que já falavam nesse sentido. Os papeis fotográficos glossy da Canon se acha com relativa facilidade e são muito bons , com preços razoáveis. E para teste da pra usar os genéricos que são bem baratos, sem problema. Fora isso tem também os papeis Luster e o Platinum Pro (este carinho) para copias mais exigentes.

Quanto aos cartuchos, a impressora trabalha com seis. As três cores básicas (Amarelo , Cyan e Magenta), um cinza , um preto corante e um preto pigmentado. O pigmentando me parece que não é muito usado para foto. Vejo o nível do reservatório e este permanece bem mais cheio do que os outros. Não da pra saber ainda o quanto rende. A tinta que vem com a impressora é pouca. Eles avisam que  vem menos do que o regular. Eu comprei novas versão XL, no site da canon. Há desconto para comprar conjunto. É uma impressora que não se recomenda usar cartuchos alternativos por causa do entupimento. Bom, pelo menos se eu for arriscar será mais pra frente. Então é um casamento também nesse sentido.

Fotos PB. Fiz apenas uma cópia e  em papel genérico. De fato ela tem um contraste melhor do que os das minilabs. Mas senti que derrapou em algumas transições de cinza, apresentando levemente uma tonalidade avermelhada. Achei esquisito porque marquei como preto e branco. Não tinha sentido usar cartucho colorido. Também não sei se foi o papel. De toda forma, me pareceu que onde a impressora brilha são nas copias a cores. Ali ela é vibrante. As impressoras jatos de tintas de modo geral tem as cores mais saturadas. Volto depois a fazer mais PB com papel original da canon.

Conclusão

Fiquei com uma sensação de uma compra acertada. Ela produz boas cópias a um investimento inicial relativamente baixo. E se a demanda não for muita dá pra levar. Claro que fazer copias em minilabs sai mais em conta. Mas a qualidade tem deixado a desejar. Fora que uma que eu ia perto de casa fechou. Então tenho que pegar condução, para levar e para pegar cada vez! Não é nada prático. Há também a experiência de ir acertando a cópia, ajustando no computador e a impressora até sair o que você quer. Imprimir em casa é também uma extensão da prática fotográfica.

Haja dindin para essa cachaça!


« Última modificação: 30 de Novembro de 2017, 23:05:44 por Bantunes »


tiagonn

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 99
Resposta #1 Online: 30 de Novembro de 2017, 23:29:54
Belo Review.

Qual os preços dos cartuchos e do papel?

Enviado de meu SM-G930F usando Tapatalk



Bantunes

  • Trade Count: (10)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 156
    • bsimba
Resposta #2 Online: 01 de Dezembro de 2017, 00:48:48
Vê na loja da Canon. Tem lá cartuchos e papéis. Agora ela tá em promoção. Mas o preço regular do kit cartucho XL é 400 reais. Isso chutando um pouco lendo alguns reviews, deve render em media 50 a 60 copias A3, A3+. Daí da pra ter uma ideia de quantas A4 e 10x15. Tem tb o kit mais em conta, mas rende menos.   Preço de papel varia muito. Veja no site da canon.

http://www.loja.canon.com.br/impressoras/papeis

E como disse pro dia a dia, de teste e tal dá pra usar genericos que são baratos. Acha no mercado livre, Kalunga etc..

Se for ver só a questão de preço, o minilab acaba saindo mais em conta mas não é muito também.


jhonnyp

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 15
Resposta #3 Online: 06 de Janeiro de 2018, 17:24:43
eu comprei uma a 1 ano quase,
uso pouco, mas ainda estou com os cartuchos originais.

imprimi
3 foto A3+ papel canon
6 foto em A4 papel genérico, muito top.
5 foto 10x15
10 CD

todas foi na mais alta qualidade.

agora avisou que tem que trocar o cartucho, mas nao troquei ainda nao, imprimi mais 1 a4 e saiu perfeito, então nao sei que horas realmente terei que trocar, e qual trocar primeiro.

tenho de reserva ja um kit xl tambem.

a qualidade é sensacional, o wifi funciona perfeito. como preciso de uma que imprima em cd, para mim foi ótimo, justamente pelo valor de aquisição inicial mais baixo.

eu recomendo.
Nikon D810 - SB910-SB600-50mm1.8D-35mm1.8GED -85mm1.8G


cfcsosa

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (3)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.938
  • Sexo: Masculino
Resposta #4 Online: 07 de Janeiro de 2018, 07:00:53
Achei meio broxante essa questão de não poder imprimir em papéis de terceiros como hammemmulle por exemplo e a questão do P&B ser zuada, eu gosto muito de fotos em preto e branco.

Enviado de meu SM-N950F usando Tapatalk

-------------------
flickr.com/photos/cfcsosa
instagram.com/cfcsosa
500px.com/cfcsosa1978


Bantunes

  • Trade Count: (10)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 156
    • bsimba
Resposta #5 Online: 08 de Janeiro de 2018, 00:17:38
Opa! Atualizando aqui com pouco mais de 1 mês de uso. O P&B impresso com papel Canon é bem melhor do que com o genérico que havia feito inicialmente. É mais neutro, sem desvios de cores, além de apresentar uma densidade de pretos (o chamado indice DMAx) maior. Então para cópias p&B, o papel canon  faz muita diferença. Usei o photo paper plus glossy II.

Ainda não testei com papéis fine art. Mas penso que para quem quer ficar usando esses tipos de papéis o mais indicado seja a linha PRO.


spositom

  • Trade Count: (2)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.440
Resposta #6 Online: 08 de Janeiro de 2018, 02:36:25
Achei meio broxante essa questão de não poder imprimir em papéis de terceiros como hammemmulle por exemplo e a questão do P&B ser zuada, eu gosto muito de fotos em preto e branco.

Enviado de meu SM-N950F usando Tapatalk

Não conheço o drive de impressão deste equipamento, mas se tiver a opção de não gerencia a cor, dá pra usar qualquer papel desde que perfilado o que também ganha muito no P&B

O cinza é feito com magenta e amarelo, e esta impressora não tem o magenta claro o que dificulta um pouco

O colega @Bantunes relatou que é melhor que as impressões genéricas no preto e branco.

Pessoalmente não gosto da tinta corante em papel brilho o preto não me agrada, MAS como tem dois pretos pode ser que o papel brilho fique bom também.

Além de perfilar o papel x tinta eu dou um "tapa" de sépia no P&B e a sombra fica cinza, mas uso o papel mate