Autor Tópico: KODAK Coin cryptomoeda  (Lida 1687 vezes)

Bucephalus

  • Trade Count: (1)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.038
  • Sexo: Masculino
Resposta #15 Online: 13 de Janeiro de 2018, 21:40:47
A ideia de rastrear imagens usando a nova tecnologia em questao, permitindo que fotografos ganhem dinheiro com isso, eh sim uma otima ideia. Nao importa se na primeira vez a ideia nao atraiu investidores. Muitas das grandes e inovadoras ideias falharam em obter investimentos nas primeiras tentativas, e muitas outras nunca vingaram mas nao deixam de serem excelentes ideias.

A "Kodak" não é a primeira a ter essa idéia. 3 anos atrás uma outra empresa teve a mesma idéia de usar blockchain pra rastrear imagens, e o sucesso foi limitado; no ano seguinte uma outra startup surgiu com a mesma idéia, e o problema de copyright ainda não foi resolvido.

Não vou entrar nos detalhes técnicos que não domino, mas li a opinião de especialistas e eles se declararam céticos em relação às promessas desse KodakOne. Se duas empresas que estão atuando a 3 anos no ramo não conseguiram implementar a idéia 100%, porque dar valor à Kodak que não tem experiência nesse ramo?

O que também não inspira confiança é o KodakCoin e o esquema proposto por eles de aluguel de uma máquina de minar moeda; eles prometem retornos financeiros que não condizem com a realidade técnica das criptomoedas. As únicas pessoas que eles vão convencer a comprar o produto são os desinformados.

Todos esses fatores acabam tirando a seriedade do projeto e acabam dando um ar oportunista aos projetos. A criptomoeda da Kodak vai servir pra enganar otários com pouco dinheiro através da máquina de minar moeda, e o projeto de rastreamento de imagens vai servir pra enganar otários com muito dinheiro no mercado financeiro através de ações e investimentos.


AFShalders

  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.885
  • Sexo: Masculino
  • "Bela câmera, mas mostre as fotos..."
    • Old Good Light
Resposta #16 Online: 13 de Janeiro de 2018, 22:54:44
Você já viu como funciona o blockchain?

Sosa,

Pense o seguinte:

O problema resume-se se alguém vai conseguir usar uma imagem sua sem sua autorização, correto ?
Não importa o método, pode ser até com a ajuda de Jesus Cristo, Maomé ou Shiva em pessoa, que rastrear isso é tarefa muito, muito difícil.

Disponibilize uma imagem na web. O método mais idiota é alguém fazer uma captura direto da tela. Isso por si só ja dá uma bagunçada absurda em qualquer tipo de informação de rastreio que tenha sido inserida na mesma. Se quiser piorar a coisa, dê um blur depois um sharpen. Pronto, 99% de qualquer tipo de informação de rastreio some. Se converter de jpeg para tiff comprimido e depois voltar pra jpeg já vai sacanear muito. Ou passa uma FFT, dá um blur, um sharpen e faz a FFT reversa...

O cara então publica a sua imagem, mas a versão modificada. Seria um esforço computacional imenso analizar todas as imagens da web para então selecionar as similares por padrão de histograma e FFT e refinar depois. Isso pode ser feito por diversos algoritmos, inclusive tenho um programinha muito bom para isso que roda localmente. Mas na prática isso não é tão fácil quanto a teoria diz que é.

Só acredito vendo em um teste controlado, tipo eu ponho uma imagem no meu site e um amigo no japão copia a mesma e põe no dele. Se funcionar, retiro o que disse, até lá para mim isso é conversa fiada.
Ética não é negociável.

Viciado em Fotografia desde 1980
www.oldgoodlight.blogspot.com
www.flickr.com/groorj


C R O I X

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.648
  • Sexo: Masculino
  • Fotografo Multiformato
    • Marcio Faustino
Resposta #17 Online: 14 de Janeiro de 2018, 10:33:19
Cara não entendendi muito bem o que disse, escreveu bastante, mas a coisa é simples:

Ninguém aqui participou ou viu o Business Plan da Kodak para isso, os investidores com certeza viram e garanto que eles conhecem mais de dinheiro e investimento do que nos conhecemos de fotografia.

O efeito manada rola, mas só rola quando os formadores de opinião do lado deles enfia dinheiro em algum produto ou projeto.

As ações da kodak subiram absurdamente porque não valiam muito.

Por fim, a ideia é ótima, o block chain é revolucionário por isso, a "moeda" não será usada como moeda, mas como título de autenticidade. E pra quem não sabe, não é possível burlar, porque apenas os atores participantes da transação é que tem o livro razão.
Eu tenho certeza que esses que na sua opiniao sao investidores, entendem muito mais de dinheiro do que eu de fotografia. Por outro lado eu tenho estudado investimemtos ja tem um tempo e o que eu disse leva muito abase das analises dos mais bem sucediddos investidores como Philip Fisher, Warren Buffett, Peter Lynch, George Soros, Peter Thiel, Ray Dalio, entre outros que sem nenhuma sombra de duvida sao as pessoas que mais entendem de dinheiro e investimento que existem, e certamente mais do que esses que vc chama de investidores.

O efeito manada acontece de inumeras formas, e a forma mais comum eh vendo os precos da acoes subirem, tal como vc esta apontando. A frase mais famosa do Philip Fisher eh que o mercado financeiro esta cheia de pessoas que sabem o preco de tudo mas o valor de nada.

EPS (Earnings per share) da kodak ainda esta negativo: -0.99
Nao ha information sobre PE ratio, Dividend Yield e a capitalizacao de mercado nao chega nem a 500,000.
As acoes sim subiram 60% em poucos dias apos o anuncio de de sua plataforma, tal como todas as demais empresas que fizeram anuncios falando de moeda eletrinica e blockchain, mas isso nao significa nada no valor das acoes e nos precos na questao de longo prazo, eh apenas flutuacao da euforia do momento.
Em resumo, eh um otimo parque de diversoes para Traders buscando ganhos rapidos em investimentos de risco a curto prazo, mas eh um investimento ridiculamente extremo para investidores visando longo prazo.

Sobre essa moeda, nao li sobre sendo usado como "titulo de autenticidade" mas sim como pagamento a fotografos.


Mas como eu disse, acredito que a ideia eh excenlente no sentido de rastrear trabalhos e pagar devidamente criadores. Mas a ideia de mineracao de moeda eletronica e pagamento com uma moeda eletronica propria, eh uma aposta de extremo risco que tem grande risco de morrer como morreram milhares de outras e junto matar a ideia da plataforma para fotografos em si.
« Última modificação: 14 de Janeiro de 2018, 10:39:04 por C R O I X »


C R O I X

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.648
  • Sexo: Masculino
  • Fotografo Multiformato
    • Marcio Faustino
Resposta #18 Online: 14 de Janeiro de 2018, 10:53:28
Sosa,

Pense o seguinte:

O problema resume-se se alguém vai conseguir usar uma imagem sua sem sua autorização, correto ?
Não importa o método, pode ser até com a ajuda de Jesus Cristo, Maomé ou Shiva em pessoa, que rastrear isso é tarefa muito, muito difícil.

Disponibilize uma imagem na web. O método mais idiota é alguém fazer uma captura direto da tela. Isso por si só ja dá uma bagunçada absurda em qualquer tipo de informação de rastreio que tenha sido inserida na mesma. Se quiser piorar a coisa, dê um blur depois um sharpen. Pronto, 99% de qualquer tipo de informação de rastreio some. Se converter de jpeg para tiff comprimido e depois voltar pra jpeg já vai sacanear muito. Ou passa uma FFT, dá um blur, um sharpen e faz a FFT reversa...

O cara então publica a sua imagem, mas a versão modificada. Seria um esforço computacional imenso analizar todas as imagens da web para então selecionar as similares por padrão de histograma e FFT e refinar depois. Isso pode ser feito por diversos algoritmos, inclusive tenho um programinha muito bom para isso que roda localmente. Mas na prática isso não é tão fácil quanto a teoria diz que é.

Só acredito vendo em um teste controlado, tipo eu ponho uma imagem no meu site e um amigo no japão copia a mesma e põe no dele. Se funcionar, retiro o que disse, até lá para mim isso é conversa fiada.


Se a imagem nao tiver certificado de autenticidade ela eh categorizada como trabalho roubado.


AFShalders

  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.885
  • Sexo: Masculino
  • "Bela câmera, mas mostre as fotos..."
    • Old Good Light
Resposta #19 Online: 14 de Janeiro de 2018, 12:30:42

Se a imagem nao tiver certificado de autenticidade ela eh categorizada como trabalho roubado.

E o que isso impede de usarem ? Isso acontece o tempo todo com musicas, filmes e livros que tem DRM e similares.
Vão continuar usando do mesmo jeito. E o problema é localizar o arquivo em questão, esse que é o ponto.

Se resume basicamente ao velho problema de combater a pirataria que em 30 anos não se achou uma solução que funcione, seja para imagens, programas, musicas e o que for.

Ética não é negociável.

Viciado em Fotografia desde 1980
www.oldgoodlight.blogspot.com
www.flickr.com/groorj


C R O I X

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.648
  • Sexo: Masculino
  • Fotografo Multiformato
    • Marcio Faustino
Resposta #20 Online: 14 de Janeiro de 2018, 18:52:58
E o que isso impede de usarem ? Isso acontece o tempo todo com musicas, filmes e livros que tem DRM e similares.
Vão continuar usando do mesmo jeito. E o problema é localizar o arquivo em questão, esse que é o ponto.

Se resume basicamente ao velho problema de combater a pirataria que em 30 anos não se achou uma solução que funcione, seja para imagens, programas, musicas e o que for.


Podem usarem mas nao vao conseguir vender ou ganhar credito pelas fotos (a nao ser para aqueles que queiram comprar e usar fotos roubadas).


Quando eu era crianca eu recortava fotos de revistas e jornais para colar em caderno, trabalhos de escolas e parede do meu quarto. Fotografo e publicacao nenhuma jamais se importaram com criancas e adultos que sempre fizeram isso. Assim como eu nao me importo que alguem pegue minha foto para usar como papel de parede no desktop do leptop ou para fazer pequenas impressoes e colocar na parede de casa. Dinheiro com minhas fotos eu busco ganhar vendendo para quem ganha dinheiro usando minhas fotos, ou com as impressoes originais, ou com o servico da fotografia.
Quer ter uma monaliza na parede do seu quarto, eh so ir no museu e tiraruma foto, ou so ir na loja do museu e comprar um cartao postal por €1.50. Tanto faz.
« Última modificação: 14 de Janeiro de 2018, 19:04:34 por C R O I X »


AFShalders

  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.885
  • Sexo: Masculino
  • "Bela câmera, mas mostre as fotos..."
    • Old Good Light
Resposta #21 Online: 14 de Janeiro de 2018, 19:36:00

Podem usarem mas nao vao conseguir vender ou ganhar credito pelas fotos (a nao ser para aqueles que queiram comprar e usar fotos roubadas).

Não ? Tem certeza disso ? Novamente, só acredito vendo e com alguém sendo processado. Sem isso pra mim continua sendo papo furado.

E para proteção mais vale você publicar antes em um flickr por exemplo um original ou mesmo uma versão reduzida com data anterior a de uma publicação por outro, o direito da imagem é praticamente garantido, ainda mais se você tiver o raw.

É justamente por isso que nunca nenhum sistema desses vingou.

Continua sendo bobagem, acredita nisso quem quer.

O problema continua sendo você localizar uma imagem sua sendo usada ou comercializada indevidamente, o que por si só já é dificil pra caramba. Normalmente só acontece por sorte ou denúncia. É exatamente que nem a pirataria de software.

E supondo que tenha localizado alguma ocorrencia, ainda tem os tramites legais. Se for alguém em outro país então, a dificuldade aumenta impressionantemente. 
Ética não é negociável.

Viciado em Fotografia desde 1980
www.oldgoodlight.blogspot.com
www.flickr.com/groorj


C R O I X

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.648
  • Sexo: Masculino
  • Fotografo Multiformato
    • Marcio Faustino
Resposta #22 Online: 15 de Janeiro de 2018, 17:19:55
Não ? Tem certeza disso ? Novamente, só acredito vendo e com alguém sendo processado. Sem isso pra mim continua sendo papo furado.

E para proteção mais vale você publicar antes em um flickr por exemplo um original ou mesmo uma versão reduzida com data anterior a de uma publicação por outro, o direito da imagem é praticamente garantido, ainda mais se você tiver o raw.

É justamente por isso que nunca nenhum sistema desses vingou.

Continua sendo bobagem, acredita nisso quem quer.

O problema continua sendo você localizar uma imagem sua sendo usada ou comercializada indevidamente, o que por si só já é dificil pra caramba. Normalmente só acontece por sorte ou denúncia. É exatamente que nem a pirataria de software.

E supondo que tenha localizado alguma ocorrencia, ainda tem os tramites legais. Se for alguém em outro país então, a dificuldade aumenta impressionantemente.


Mais uma vez, sempre sera possivel usar o trabalho de alguem de forma indevida ou roubar, seja qual for o trabalho. Mas no caso da fotografia, sem o certificado de autenticidade fica categorizado que o trabalho eh roubado. Anunciates, publicitarios, veiculos de comunicacao, etc podem checar o certificado de autenticidade da mesma forma que checam documentos que comprovam que uma modelo nao eh menor de idade.


Se vc esta preocupado com alguem roubando a sua foto na internet. Basta nao colocar imagens em alta resolucao para livre acesso na internet. Ja se alguem roubar a imagem em baixa resolucao para blogs, apps, etc, se o conteudo popularizar havera chances de alguem descobrir que a imagem eh roubada checando o certificado de autenticidade. Ja se o conteudo nao popularizar, ai ja acho que nao importa tanto se um peixe pequeno esta ganhando migalhas ou nada com sua foto, ou minha foto, no blog ou app dele.


Musicos mesmo em geral ja estao desencanados com a venda de musica. Ate mesmo pq musicos ja eram roubados pelas gravadoras muito antes da pirataria. Musico ganha dinheiro tocando ao vivo e vendendo suas musicas para serem usadas em comerciais, filmes, radio, produtos, etc. A maioria dos fotografos ganham mais dinheiro prestando servicos do que vendendo fotos. Veja Radiohead que queria disponibilizar todas as suas musicas para serem baixadas gratuitamente mas as gravadora nao permitiu. Ja foo Fighter teve todo um album sendo disponibilizado no YouTube logo apos o lancamento do CD. Para eles isso ajuda a vender ingressos para shows.




Poxa, estamos em 2018... Nao se vende mais musicas e filmes para o consumidor final mas sim plataformas, no caso do fotografo a plataforma eh o servico e venda para outros comercializarem (e que para evitar problemas legais vai preferir checar o certificado de autenticidade tal como fazem com menores de idade).


A unica garantia que ninguem nunca irar usar um trabalho seu indevidamente, seja fotografia, musica, pintura, filme e ate mesmo trabalhos nao relacionados com arte, criatividade e entretenimento, eh jamais mostrar o seu trabalho a ninguem, e jamais prestar servico a ninguem. [size=78%]Uma vez que vc presta servicos a alguem ou coloca o seu trabalho em alguma publicacao online ou nao online, o seu trabalho sempre tera risco de alguem fotografar, copiar, recortar, seja para decorar a casa ou seja para revender.[/size]
« Última modificação: 15 de Janeiro de 2018, 17:28:43 por C R O I X »


AFShalders

  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.885
  • Sexo: Masculino
  • "Bela câmera, mas mostre as fotos..."
    • Old Good Light
Resposta #23 Online: 15 de Janeiro de 2018, 18:02:59
Já que você mesmo admite que não há garantia quanto à pirataria ou uso indevido, então essa discussão sobre esse serviço da "Kodak" já cai por terra. A idéia por si só não se sustenta.

Quanto ao:

"Poxa, estamos em 2018... Nao se vende mais musicas e filmes para o consumidor final mas sim plataformas"

Não interessa se é venda final ou através de plataformas. Basta ver a quantidade descomunal de conteudo pirata disponivel na forma de torrents. Não diminuiu nada nos últimos 10 anos, pelo contrário. Para cada um vendido tem 10 pirateados.

A única "garantia" que você tem quanto a autoria de imagens é ter o original e também te-lo publicado com uma data que possa ser considerada confiável, como num Flickr, como mencionado antes.

Resumindo, essa idéia toda não é nova, nunca funcionou e realmente duvido que funcione. Se eu estiver errado serei o primeiro aqui a admitir.
« Última modificação: 15 de Janeiro de 2018, 18:03:36 por AFShalders »
Ética não é negociável.

Viciado em Fotografia desde 1980
www.oldgoodlight.blogspot.com
www.flickr.com/groorj


C R O I X

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.648
  • Sexo: Masculino
  • Fotografo Multiformato
    • Marcio Faustino
Resposta #24 Online: 16 de Janeiro de 2018, 19:55:25
Já que você mesmo admite que não há garantia quanto à pirataria ou uso indevido, então essa discussão sobre esse serviço da "Kodak" já cai por terra. A idéia por si só não se sustenta.

Quanto ao:

"Poxa, estamos em 2018... Nao se vende mais musicas e filmes para o consumidor final mas sim plataformas"

Não interessa se é venda final ou através de plataformas. Basta ver a quantidade descomunal de conteudo pirata disponivel na forma de torrents. Não diminuiu nada nos últimos 10 anos, pelo contrário. Para cada um vendido tem 10 pirateados.

A única "garantia" que você tem quanto a autoria de imagens é ter o original e também te-lo publicado com uma data que possa ser considerada confiável, como num Flickr, como mencionado antes.

Resumindo, essa idéia toda não é nova, nunca funcionou e realmente duvido que funcione. Se eu estiver errado serei o primeiro aqui a admitir.


Eu sinceramente nao sei se eu estou escrevento muito mal ou se eh vc que esta tendo dificuldade na interpretacao. Acho que para vc entender vc tem que ver por vc mesmo: https://www.ascribe.io/


Quando eu falei de consumidor final e plataforma eu nao me referi a duas opicoes, o que eu disse eh que eh uma unica opicao, a plataforma eh a venda para o consumidor final.


A venda de imagens para outros negocios, que queiram usar fotografias, o certificado de autenticidade comprova que a imagem nao eh roubada. Ja o consuidor final eh o peixe pequeno que nao faz diferenca se recortar a foto da revista ou copiar uma imagem em baixa resolucao para usar no Facebook dele, o fotografo ganha com a venda da imagem para a empresa de quem o consumidor final obtem a imagem.


Nao importa se tem musica e filme no torrent ou YouTube quando as produtoras ja tem contrato com cinemas, plataforma online, etc.


Eu nem sabia que torrent ainda existia, para mim eh coisa da decada passada. Ficar baixando musica e filmesde baixa qualidade e ficar esperando o download, alem da questao do risco de arquivos corrompidos, etc ao invez de pagar 1 digito por mex em Netflix e Sportfy nao eh pilantragem eh extrema burrice mesmo.


« Última modificação: 16 de Janeiro de 2018, 20:02:55 por C R O I X »