Autor Tópico: É justo esse concurso?  (Lida 1288 vezes)

Karl Junior

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.233
  • Sexo: Masculino
  • Fotografar é mostrar aos outros como vemos o mundo
    • Romanelli Fotografia
Online: 05 de Março de 2018, 17:57:32
Prezados amigos, me deparei com o edital (abaixo) de um concurso fotográfico onde os fotógrafos classificados deverão arcar com 2 parcelas de 217 reais referentes à compra de 10 exemplares do livro. Cláusula 8 abaixo.
Ou seja, a editora já tem garantido o valor de custo do livro a ser bancado pelos fotógrafos. O resto da venda é lucro. Tô errado?

O site é esse: http://www.premiourbs.com.br/ e o edital vai abaixo.
 

EDITAL
REGULAMENTO
Do tema
Art. 1º – A VIVARA EDITORA por meio deste edital abre inscrições para o Concurso Nacional Novos Fotógrafos, Prêmio Urbs Brasil 2018.
Parágrafo único – Tema; as cidades e o seu cotidiano. Elementos que denotem ou remetam, mesmo que subjetivamente ao espaço urbano.
Das inscrições
Art. 2º – Podem participar do Concurso todos os brasileiros, público em geral, de qualquer região do país.
§ 1º – Vetada a participação de membros da diretoria da VIVARA EDITORA.
§ 2º – Vetada a participação de membros da COMISSÃO JULGADORA.
§ 3º – Podem participar brasileiros natos, ou naturalizados brasileiros, maiores de 16 anos, com fotografia digital.
Art. 3º – As inscrições podem ser feitas pelo site, www.premiourbs.com.br no período de 01 de janeiro a 05 de junho de 2018.
Art. 4º – Cada participante pode inscrever-se com até 02 (duas) fotografias. As fotografias devem ser inéditas, ou seja, fotografias que ainda não foram publicadas em livro.
§ 1º – As fotografias devem ser enviadas via internet e devidamente identificadas através do Formulário de Inscrição, com nome, endereço residencial completo, CPF, telefone, e-mail e título(s) da(s) fotografia(s),  obedecendo aos seguintes critérios:
a) As fotografias devem ser digitais em quaisquer formatos bitmap (jpg, bmp, tif, gif, etc.);
b) Apenas imagens digitais em preto e branco e tons de cinza, as imagens em cores inscritas, passarão pelo processo de dessaturação para atender aos critérios exigidos;
c) Cada fotografia (imagem), deve possuir resolução entre 300 e 600 dpi;
d) Os candidatos inscritos, são responsáveis pelo teor e conteúdo das imagens, incluindo autorização de publicação dos seus atores.
e) As imagens que não atenderem aos critérios exigidos, poderão passar por edição; fracionamento, alteração da resolução, etc, de acordo com avaliação técnica do editor,  sem que haja prejuízo à essência da fotografia e conjunto da obra.
§ 2º – As inscrições são gratuitas.
§ 3º – Ao se inscreverem, todos os candidatos aceitarão automaticamente todas as cláusulas e condições estabelecidas no presente regulamento.
Da premiação
Art. 5º  Entrega das medalhas e publicação em livro das fotografias classificadas.
§ 1º – Os participantes não poderão acumular as premiações, ou seja, só poderá ser classificada apenas uma fotografia de cada participante.
§ 2º – Serão 150 (cento e cinquenta) fotografias classificadas.
§ 3º – Publicação de livro com as  fotografias classificadas, com edição de 5.000 (cinco mil) exemplares.
§ 4º – Medalhas Prêmio Urbs Brasil 2018, para os 3 primeiros classificados.
§ 5º – Medalha de Ouro, (em ouro 18k), Gravada, Prêmio Urbs Brasil 2018, para o 1º  colocado.
§ 6º – Medalha de Prata, Gravada, Prêmio Urbs Brasil 2018, para o 2º colocado.
§ 7º – Medalha de Bronze, Gravada, Prêmio Urbs Brasil 2018, para o 3º colocado.
§ 8º – Inserção de destaque no livro para os 20 primeiros classificados.

Da comissão julgadora
Art. 6º – A Comissão Julgadora, será escolhida pela Comissão de Organização do Concurso e será composta por 03 (três) membros com amplo conhecimento e experiência em Fotografia.
Parágrafo único – A Comissão Julgadora terá autonomia no julgamento, que será regido pelos princípios da originalidade e linguagem fotográfica.
Do resultado
Art. 7º – O resultado do Concurso será divulgado no dia 24 de junho de 2018 pelo site: www.premiourbs.com.br
Do Pagamento das parcelas e Remessa dos livros
 Art. 8º - Cada autor classificado arcará com a compra de 10 (dez) exemplares do livro “Concurso Nacional Novos Fotógrafos, Prêmio Urbs Brasil 2018”, pelo custo de duas parcelas, de R$ 217,00 (duzentos e dezessete reais).
Art. 9º - As duas parcelas deverão ser pagas via boleto bancário nos dias, 09 de julho e 09 de agosto de 2018.
Art. 10º - Em caso de inadimplência, a fotografia classificada poderá não ser publicada.
Art. 11º - Os livros e medalhas serão entregues no endereço informado na inscrição, até o dia 31 de agosto de 2018.
Das disposições finais
Art. 12º – Os casos omissos serão decididos em comum acordo, pela Comissão Julgadora e pela Comissão de Organização do Concurso.
Art. 13º – A Editora VIVARA, detém todos os direitos de Publicação e Distribuição da obra.
Art. 14º – Do julgamento apresentado pela Comissão Julgadora, quanto a qualidade das fotografias selecionadas, não caberá qualquer recurso, ficando esta medida adstrita às condições extrínsecas do concurso, dispostas nas cláusulas deste Regulamento, que será julgado pela Comissão de Organização do Concurso.
NIKON D7000 / NIKON D610 / NIKKOR 18-105mm / NIKKOR AF 50mm 1.4G & 1.8D / NIKKOR AF 85mm 1.8D / SIGMA 150-500mm 5-6.5 / NIKKOR 70-200 2.8 / NIKKOR 24-70 2.8 / SB-700 / SB-910
http://www.romanellifotografia.com.br
https://www.flickr.com/photos/karl_junior/
https://500px.com/romanelli


RFP

  • Colunista
  • Trade Count: (2)
  • Membro Ativo
  • *****
  • Mensagens: 613
  • Sexo: Masculino
Resposta #1 Online: 05 de Março de 2018, 20:09:55
434 x 150 = R$ 65100 arrecadados com o "concurso".


LeandroR

  • Trade Count: (2)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 984
    • Leandro Reichert
Resposta #2 Online: 05 de Março de 2018, 20:23:43
Não seria justo se você não tivesse a escolha de participar ou não. Há a liberdade de se propor um concurso nesses moldes assim como temos a liberdade de não participar.

Agora, deixando a parte do "justo / injusto" de lado, se analisarmos os prós e contras para o fotógrafo que quiser participar deste concurso, temos o típico caso de uma relação CARACU rsrsrsrs...
Realmente espero que ninguém se inscreva nesse e em demais concursos desse "nível".
Indicações de livros, canais de YT, fotógrafos, artigos sobre fotografia e assuntos do cotidiano.
Postagens semanais! Acompanhe meu blog pelo link abaixo:
www.leandroreichert.com


AFShalders

  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.862
  • Sexo: Masculino
  • "Bela câmera, mas mostre as fotos..."
    • Old Good Light
Resposta #3 Online: 05 de Março de 2018, 20:51:41
Ética não é negociável.

Viciado em Fotografia desde 1980
www.oldgoodlight.blogspot.com
www.flickr.com/groorj


Fabio Gomes

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 113
  • Sexo: Masculino
  • Fotógrafo e cineasta. Duas exposições individuais.
    • Fabio Gomes Foto e Cinema
Resposta #4 Online: 06 de Março de 2018, 11:54:39

Art. 4º – (...)
§ 2º – As inscrições são gratuitas.

(...)
 Art. 8º - Cada autor classificado arcará com a compra de 10 (dez) exemplares do livro “Concurso Nacional Novos Fotógrafos, Prêmio Urbs Brasil 2018”, pelo custo de duas parcelas, de R$ 217,00 (duzentos e dezessete reais).
Art. 9º - As duas parcelas deverão ser pagas via boleto bancário nos dias, 09 de julho e 09 de agosto de 2018.
Art. 10º - Em caso de inadimplência, a fotografia classificada poderá não ser publicada.
(...)

Tecnicamente as inscrições até podem ser gratuitas, mas se a premiação fica na dependência de um pagamento, como especifica o art. 10º, então não há como negar o caráter arrecadador do concurso.

Independente de ser justo ou não (nem sei se o termo a pensar seria justiça), é um concurso que não vale a pena, a meu ver, já que evidentemente os meus objetivos ao entrar em um concurso/edital são: 1 - ser o vencedor (claro que competir é importante, segundo o ideal olímpico, mas ninguém vai me convencer que vc entra num concurso pensando em perder!); e 2 - ganhar dinheiro ou pelo menos não perdê-lo. No caso em tela, o 1 está prejudicado por seu atrelamento à negação do 2.

É o tipo de concurso em que eu não me inscrevo. Também não incluo esta modalidade de concurso em minha lista online de editais abertos, onde só veiculo certames onde não haja cobrança em etapa alguma do processo (a relação está em atualização constante em https://vamosfalar-jornalismocultural.blogspot.com.br/p/editais-de-fotografia.html ).

« Última modificação: 06 de Março de 2018, 11:55:19 por Fabio Gomes »


vangelismm

  • Trade Count: (7)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.553
  • Sexo: Masculino
    • MedinaFotografia
Resposta #5 Online: 06 de Março de 2018, 12:30:35
O objetivo é fazer banco de imagem pro livro deles e ainda te obrigam a comprar.

Enviado de meu Moto G Play usando Tapatalk

"A perspectiva de uma imagem é controlada pela distância entre a lente e o assunto; mudando a distancia focal da lente muda o tamanho da imagem , mas não altera a perspectiva . Muitos fotógrafos ignoram este fato, ou não têm conhecimento de sua importância." -  Ansel Adams, Examples – The Making of 40 Photographs


felipemendes

  • Benfeitor
  • Trade Count: (7)
  • Colaborador(a)
  • ***
  • Mensagens: 2.702
  • Sexo: Masculino
  • Fotógrafo, não. Fotografador.
    • Meu Flickr
Resposta #6 Online: 07 de Março de 2018, 17:31:13
Mesmo que fosse um negócio pra aumentar a visibilidade do fotógrafo, há que se considerar:

$434 por 10 livros, ou seja, R$43,40 por cada livro. Será que cada livro vai valer isso tudo mesmo? Assumindo 150 fotógrafos, cada um assumindo 10 livros, são 1500 livros, ainda restando 3500 pra serem distribuídos pela editora. Será que os livros que a editora vai vender vão ser vendidos pelo mesmo valor ou mais que o valor imposto ao fotógrafo vencedor? Ao vencer o concurso, o fotógrafo está imediatamente obrigado a pagar este valor, ou ele pode mudar de ideia?
Felipe


Fabio Gomes

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 113
  • Sexo: Masculino
  • Fotógrafo e cineasta. Duas exposições individuais.
    • Fabio Gomes Foto e Cinema
Resposta #7 Online: 07 de Março de 2018, 18:12:29
Mesmo que fosse um negócio pra aumentar a visibilidade do fotógrafo, há que se considerar:

$434 por 10 livros, ou seja, R$43,40 por cada livro. Será que cada livro vai valer isso tudo mesmo? Assumindo 150 fotógrafos, cada um assumindo 10 livros, são 1500 livros, ainda restando 3500 pra serem distribuídos pela editora. Será que os livros que a editora vai vender vão ser vendidos pelo mesmo valor ou mais que o valor imposto ao fotógrafo vencedor? Ao vencer o concurso, o fotógrafo está imediatamente obrigado a pagar este valor, ou ele pode mudar de ideia?

Obrigado não é, né, mas segundo o artigo 10º se ele não pagar a foto "pode não ser publicada" - certamente um eufemismo significando que "sem pagamento, sem publicação".

Em relação ao valor do livro, se eu entrasse nessa e pagasse R$ 43,40 por exemplar, iria vender a pelo menos R$ 80, pra tentar empatar o valor. Dificilmente a editora iria vender pelo valor que está cobrando dos classificados (embora pela lógica tudo indique que esse já não é o preço de custo, e sim que ela já está lucrando). Com 5 mil exemplares qualquer gráfica dá um bom ganho de escala pro cliente, pro custo ser mais de 40 reais por exemplar teria que ser uma edição de muito luxo.



bjorn

  • Trade Count: (1)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 527
  • Sexo: Masculino
Resposta #8 Online: 18 de Março de 2018, 01:06:55

ESPERTEZA ... ou desonestidade , não sei qual fica melhor aqui , tem em todo lugar . Meu filho trabalha em uma companhia aérea brasileira,  dessas que dizem que tem a cor do ceu . Anualmente a empresa faz um concorso para os funcionarios . Vale qualquer foto desde que tenha um avião da empresa no meio . Os contemplados , serão 12 , terão suas fotos impressas no calendário da companhia . Os premios serão  iguais para os 12 finalistas , que receberão o mesmo premio ..... ver a sua foto ( sem credito , depois passaram a colocar o autor no final ) .... estampada na sua empresa . Alem disso , à partir do momento em que for publicada , a foto passará a pertencer a empresa .

DEIXA VER SE ENTENDI DIREITO ....
voce tira diversas fotos e doa para a empresa , que não gastará nada com um profissional , e ainda omitem o seu nome na SUA foto , que por sinal , deixará de ser sua ....

MUITA ESPERTEZA para o meu gosto .
No primeiro ano , com 1200 funcionario foram cerca de 17.000 fotos .
Neste ano com 10500  funcionarios apenas 3.000 , que embora ainda seja um  umero expressivo , demonstra que os funcionarios estão aprendendo as espertezas e desonestidades do patrão.....  :snack: