Autor Tópico: Velocidade da cortina é fixa?  (Lida 1437 vezes)

fabianob

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.449
  • Sexo: Masculino
Resposta #30 Online: 11 de Maio de 2018, 07:50:01
Sobre as impressoras, aquilo é um parâmetro que diz a vida útil esperada da impressora, de uma forma facilmente aplicável ao dia a dia. Claro que o usuário precisa saber quantas cópias por mês ele precisa fazer...

Acho que você não entendeu minha dúvida Felipe.  :) Se a vida útil de um equipamento é de 150 mil cliques e fizer uso intensivo da câmera em um mês ou num final de semana fazer 10... 20 mil cliques (ou em 2 horas de jogo não tirar o dedo do botão do shutter) não vai ter desgaste maior mas uma fadiga maior o que pode comprometer a vida útil total do equipamento.
No caso da impressora acontece muito, a empresa compra uma impressora subdimensionada que é recomendado imprimir apenas 1 mil cópias/mês num setor que imprime 5 mil cópias. Com certeza a impressora vai ter seus componentes fadigados e não vai chegar nos 150 mil impressões.
Aí vem minha dúvida, se a câmera foi feita/testada para por exemplo 150 mil cliques, se dizer 1 mil clique no mês ou se fizer 15 mil cliques no mês isso vai causar problemas? fadiga?  :ponder:
Df, D750, D5300, YN565EX x2, YN622N, Alguns Kg de Vidro, e muitas histórias.


felipemendes

  • Benfeitor
  • Trade Count: (8)
  • Colaborador(a)
  • ***
  • Mensagens: 3.193
  • Sexo: Masculino
  • Fotógrafo, não. Fotografador.
    • Meu Flickr
Resposta #31 Online: 11 de Maio de 2018, 08:45:10


Acho que você não entendeu minha dúvida Felipe.  :) Se a vida útil de um equipamento é de 150 mil cliques e fizer uso intensivo da câmera em um mês ou num final de semana fazer 10... 20 mil cliques (ou em 2 horas de jogo não tirar o dedo do botão do shutter) não vai ter desgaste maior mas uma fadiga maior o que pode comprometer a vida útil total do equipamento.
No caso da impressora acontece muito, a empresa compra uma impressora subdimensionada que é recomendado imprimir apenas 1 mil cópias/mês num setor que imprime 5 mil cópias. Com certeza a impressora vai ter seus componentes fadigados e não vai chegar nos 150 mil impressões.
Aí vem minha dúvida, se a câmera foi feita/testada para por exemplo 150 mil cliques, se dizer 1 mil clique no mês ou se fizer 15 mil cliques no mês isso vai causar problemas? fadiga?  :ponder:

Fadiga é medida em ciclos. Não em ciclos por dia, mês ou ano.

O que eu acho que você quer dizer é confiabilidade. Esta possui uma curva entre probabilidade de falha e tempo de uso. Quando o equipamento é novo, há razoavelmente grande probabilidade de falha, devido a problemas na fabricação. Depois deste tempo, a probabilidade de problemas é baixa, até que, ao fim da vida útil, a probabilidade volta a aumentar.

Normalmente o fabricante alinha a vida útil do equipamento (dadas condições de uso "normais") ao ciclo de lançamento de um produto novo, pra vender um novo assim que o antigo quebra.

A máquina (não necessariamente fotográfica, mas qualquer) normalmente não precisa de descanso. A exceção é quando há aspecto que precise de período de dissipação de energia acumulada, por exemplo, um liquidificador, que requer um período desligado pra esfriar após o uso.

Sent from my Pixel 2 XL using Tapatalk

Felipe


felipemendes

  • Benfeitor
  • Trade Count: (8)
  • Colaborador(a)
  • ***
  • Mensagens: 3.193
  • Sexo: Masculino
  • Fotógrafo, não. Fotografador.
    • Meu Flickr
Resposta #32 Online: 11 de Maio de 2018, 08:48:33
Importante também: fadiga é uma falha repentina em um único componente, causada por esforço cíclico. Vida útil é do equipamento ou sistema, quando todos os componentes são dimensionados pra falhar mais ou menos ao mesmo tempo.

Sent from my Pixel 2 XL using Tapatalk

Felipe


fabianob

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.449
  • Sexo: Masculino
Resposta #33 Online: 11 de Maio de 2018, 10:24:05
Importante também: fadiga é uma falha repentina em um único componente, causada por esforço cíclico. Vida útil é do equipamento ou sistema, quando todos os componentes são dimensionados pra falhar mais ou menos ao mesmo tempo.

Sent from my Pixel 2 XL using Tapatalk

Exatamente era essa minha dúvida.

Mas aí que fico curioso, será que na alta velocidade do obturador e na alta quantidades de cliques (sem descanso) não causaria problemas? ou um sobreaquecimento do sistema de espelho? talvez seja essa a dúvida que gera do pessoal que diz que velocidades baixas fazem a máquina se esforçar menos e consequentemente ser mais conservada.

Mas acho que pra comprovar isso na prática só colocando uma série de máquinas iguais para trabalhar de uma forma ou de outra.
Df, D750, D5300, YN565EX x2, YN622N, Alguns Kg de Vidro, e muitas histórias.


felipemendes

  • Benfeitor
  • Trade Count: (8)
  • Colaborador(a)
  • ***
  • Mensagens: 3.193
  • Sexo: Masculino
  • Fotógrafo, não. Fotografador.
    • Meu Flickr
Resposta #34 Online: 11 de Maio de 2018, 11:29:13
Exatamente era essa minha dúvida.

Mas aí que fico curioso, será que na alta velocidade do obturador e na alta quantidades de cliques (sem descanso) não causaria problemas? ou um sobreaquecimento do sistema de espelho? talvez seja essa a dúvida que gera do pessoal que diz que velocidades baixas fazem a máquina se esforçar menos e consequentemente ser mais conservada.

Mas acho que pra comprovar isso na prática só colocando uma série de máquinas iguais para trabalhar de uma forma ou de outra.

Isso é uma boa pergunta. Não sei se há um aquecimento que, por exemplo, resseca a graxa usada no obturador. Porém, pelo lado bom, nunca ouvi falar que isso fosse uma preocupação...

Até onde sei, não há uma norma pra teste de qualificação da vida do obturador, então não sei dizer se todas as empresas fazem a qualificação a 20 graus C, ou 40 graus C, na presença ou não de poeira e umidade, etc. Na verdade, acho que as empresas guardam este resultado a sete chaves. A minha, pelo menos, guarda - em uma atividade diferente, trabalhamos com equipamentos submarinos de produção de petróleo.

Mas veja que o teste de qualificação só serve pra dizer que a vida esperada do obturador será de, por exemplo 150k cliques. Ou seja, pra dizer que um número grande deles vai durar esses tantos ciclos. Haverá uns poucos que duram menos (veja a curva de confiabilidade lá em cima), e a maioria, que dura mais.

Há anos que eu não estudava confiabilidade, está sendo bom relembrar.
« Última modificação: 11 de Maio de 2018, 11:30:53 por felipemendes »
Felipe


fabianob

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.449
  • Sexo: Masculino
Resposta #35 Online: 11 de Maio de 2018, 11:33:19
Isso é uma boa pergunta. Não sei se há um aquecimento que, por exemplo, resseca a graxa usada no obturador. Porém, pelo lado bom, nunca ouvi falar que isso fosse uma preocupação...

Até onde sei, não há uma norma pra teste de qualificação da vida do obturador, então não sei dizer se todas as empresas fazem a qualificação a 20 graus C, ou 40 graus C, na presença ou não de poeira e umidade, etc. Na verdade, acho que as empresas guardam este resultado a sete chaves. A minha, pelo menos, guarda.

Mas veja que o teste de qualificação só serve pra dizer que a vida esperada do obturador será de, por exemplo 150k cliques. Ou seja, pra dizer que um número grande deles vai durar esses tantos ciclos. Haverá uns poucos que duram menos (veja a curva de confiabilidade lá em cima), e a maioria, que dura mais.

Há anos que eu não estudava confiabilidade, está sendo bom relembrar.

então acho que aí começa o mito... ou verdade vai saber... kkkk
concordo com você, acho que isso não deva ser considerado ou levado muito a sério... se considerar isso sem olhar outros fatores, no mínimo uma queda da câmera no chão é muito mais prejudicial do que clicar ou não na velocidade mais rápida do obturador...
Df, D750, D5300, YN565EX x2, YN622N, Alguns Kg de Vidro, e muitas histórias.


nandoespinosa

  • Trade Count: (2)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.835
  • Sexo: Masculino
    • Nando Espinosa Fotografia
Resposta #36 Online: 11 de Maio de 2018, 12:30:54
Mas aí que fico curioso, será que na alta velocidade do obturador e na alta quantidades de cliques (sem descanso) não causaria problemas?
A velocidade alta de obturador, não... A princípio todos já aceitamos que a velocidade das cortinas é fixa, né?  :assobi: :ponder:
Então os caras não seriam idiotas de fazer o sistema funcionar acima do adequado...
Sobre o drive mais pesado.. Também duvido que os caras subdimensionem isso. Até por que não podemos esquecer que há um limite que é imposto pelo processamento das imagens.. Que acaba por dar certo descanso ao obturador.


felipemendes

  • Benfeitor
  • Trade Count: (8)
  • Colaborador(a)
  • ***
  • Mensagens: 3.193
  • Sexo: Masculino
  • Fotógrafo, não. Fotografador.
    • Meu Flickr
Resposta #37 Online: 11 de Maio de 2018, 13:09:00
Isso, você calculou uma ótima aproximação de qual o tempo que o obturador fica aberto de maneira a cobrir 100% do sensor. Que é o tempo de uma cortina estar lá embaixo e a outra começar a descer!

Isso é o gap entre elas, a velocidade do obturador, que está setada na câmera, ou pra melhorar, o tempo de exposição.

Vou fazer uma comparação besta que todo mundo adora, pensa em dois carros de fórmula 1 a 300km/h, que são as duas cortinas, a velocidade do obturador ou tempo de exposição pra cobrir o sensor embaixo deles é o tempo entre eles, de 1s. Se você quiser diminuir o tempo entre eles, pra 1/2s o que acontece com a distância? Diminui também, que é o que vemos acontecer claramente em exposição de 1/250 ou mais rápida em uma câmera!

Ficou mais claro agora? É sempre mais fácil explicar em vídeo, vou procurar algum que explica isso melhor

Ah, tentei corrigir minha mensagem e acabou apagando tudo...

Vamos transformar em trenzinhos.

A distância entre a estação A e a estação B é de 24 km. Na estação B, há um sinal luminoso, que o maquinista do trem 1 acende, e o maquinista do trem 2 apaga. Queremos que o sinal fique ligado por exatamente 12.5 minutos.

Primeiro caso: vamos imaginar que ambos os trens levam 12.5 minutos pra chegar da estação A até a estação B. Neste caso, no momento exato em que o trem 1 chega à estação B, o trem 2 precisa sair da estação A; como são 12.5 minutos de viagem, em exatos 12.5 minutos, o trem 2 também vai chegar à estação B. Note que, neste caso, haverá um único momento em que o trilho estará completamente livre, pois o trem 1 chegou, e o trem 2 está de partida.

Se considerarmos, ao invés de 24 km, 24 mm, e ao invés de 12.5 minutos, 125 microssegundos (=1/8000), e que o sinal luminoso é o útimo pixel do sensor, chegaríamos à conclusão que o sensor fica completamente exposto em 1/8000, coisa que não ocorre. Sabemos que em 1/8000 uma cortina abre, e a segunda fecha logo em seguida.

Agora, imaginemos o mesmo cenário, mas ambos os trens, ao invés de 12.5, levam 200 minutos pra chegar da estação A até a estação B. Lembre que 1/500=2000 microssegundos.

Neste caso, a velocidade de ambos os trens seria de 24/200=0.12 km/min. Neste caso, a distância entre os trens seria de 0.12*12.5=1.5 km, pra que, ao chegar à estação B, o trem 2 desligasse o sinal luminoso que o trem 1 acendeu 12.5 minutos antes.

Voltando ao sensor, considerando um FF de 24mm de altura, teríamos que a distância entre as cortinas pra uma exposição de 1/8000 (12.5 microssegundos) seria de 1.5 mm, que parece bem compatível com o vídeo, que eu finalmente vi.

Pra juntar esse cálculo todo ao posto do Vangelis:
24mm=0.024m
2000 microssegundos=0.002 segundos.
0.024/0.002=12 m/s, bem próximo do valor da wikipedia. Isso considerando a velocidade da cortina=1/500.
Felipe


fabianob

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.449
  • Sexo: Masculino
Resposta #38 Online: 11 de Maio de 2018, 14:05:08
A velocidade alta de obturador, não... A princípio todos já aceitamos que a velocidade das cortinas é fixa, né?  :assobi: :ponder:
Então os caras não seriam idiotas de fazer o sistema funcionar acima do adequado...
Sobre o drive mais pesado.. Também duvido que os caras subdimensionem isso. Até por que não podemos esquecer que há um limite que é imposto pelo processamento das imagens.. Que acaba por dar certo descanso ao obturador.
também penso assim talvez por isso existe a limitação de velocidade em alguns modelos... mas 1/4000 já é o suficiente para 99% dos trabalhos... e se juntar com essa questão do buffer também é outro ponto a pesar.

se bem que por isso que tem as (no caso da Nikon) D3XXX, D5XXX, D7XXX, D7XX, D8XX, DX...
acho que se forçar uma D3XXX vai ter problema... e imagino que a resposta da fabricante seria que a câmera não foi feita para uso intenso... ou não... não sei, mas acho que o custo baixo também demanda uma redução substancial de qualidade. Mas se analisar no cenário que falamos antes, a D3XXX acho que nem faria foco a contento em uso profissional em esportes, não adianta ter 100 fotos se nenhuma presta. kkkkk
Df, D750, D5300, YN565EX x2, YN622N, Alguns Kg de Vidro, e muitas histórias.