Autor Tópico: Longa exposição para eliminar carros e pedestres da foto  (Lida 6331 vezes)

C R O I X

  • Trade Count: (0)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.433
  • Sexo: Masculino
  • Fotografo Multiformato
    • Marcio Faustino
Resposta #45 Online: 31 de Outubro de 2018, 16:10:48
Mesclando os dois assuntos debatidos neste tópico, fiquei com uma dúvida: se pegar uma longuíssima exposição para eliminar pessoas de uma foto em público, mas utilizar apenas uma exposição, vai valer pela ética do fotojornalismo pura e simplesmente por ter sido um disparo único? Aí eu disparo o flash umas 4 vezes concentrado em uma pessoa, coloco ela em 4 lugares do quadro retratado e a foto vai ser "verdadeira" porque o método utilizou apenas um disparo?

Ao arranjar a foto, vc esta interferindo na cena. A principio, para o Jornalismo, cena deve ser retratada como ela eh e nao como vc quer.

Tem uma foto famosa de uma estrada cheias de bala de canhao, acho que da guerra civil Americana. Nessa foto, O fotografo pegou as balas que estavam jogadas na beira da estrada e espalhou pela estrada para ficar mais impactante. Ele usou apenas as balas que estavam ali mesmo, mas pelo fato de ter feito o arrando nos elementos na imagem, eh considerado anti-etico.

No entanto, etica muda com o tempo. Talvez por causa do mundo digital, da caracteristica das informacoes, etc, de hohe em dia, tais questoes eticas talvez estejam defasadas. Ou talvez nao.



Em se tratando de longa exposicao em si. O que eu as vezes faco eh colocar uma camera pinhole em algum comodo da casa e deixar a exposicao sendo feita por hora, enquanto eu faco algum outra coisa. Como escovando os dentes e fazendo coco no banheiro, cozinhando na cozinha, dormindo no quarto.


Elder Walker

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (8)
  • Colaborador(a)
  • *****
  • Mensagens: 3.517
  • Sexo: Masculino
    • Flickr
Resposta #46 Online: 31 de Outubro de 2018, 16:26:30
Ao arranjar a foto, vc esta interferindo na cena. A principio, para o Jornalismo, cena deve ser retratada como ela eh e nao como vc quer.

Sendo mais específico então: fotojornalismo diz qual as velocidades mínimas ou máximas do obturador?

Posso pegar uma manifestação pró-Bolsonaro, com milhares de pessoas passando por uma avenida, e fazê-las sumir com um disparo único que não estou interferindo na cena, não é mesmo? Mas tirar duas fotos do mesmo momento, retratando de fato as pessoas ali, é considerado anti ético pois usou manipulação de duas imagens para conseguir uma só?
Canon 5D + EF 17-40mm f/4 L + EF 50mm f/1.8 STM + EF 85mm f/1.8 USM + Yongnuo 565EX + YN-622C


C R O I X

  • Trade Count: (0)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.433
  • Sexo: Masculino
  • Fotografo Multiformato
    • Marcio Faustino
Resposta #47 Online: 31 de Outubro de 2018, 16:42:35
Sendo mais específico então: fotojornalismo diz qual as velocidades mínimas ou máximas do obturador?

Posso pegar uma manifestação pró-Bolsonaro, com milhares de pessoas passando por uma avenida, e fazê-las sumir com um disparo único que não estou interferindo na cena, não é mesmo? Mas tirar duas fotos do mesmo momento, retratando de fato as pessoas ali, é considerado anti ético pois usou manipulação de duas imagens para conseguir uma só?

Eu nao sei quanto a longa exposicao para o foto jornalismo. O que eu sei eh que foto jornalismo nao eh para expressao individual do fotografo e sendo assim, podendo fazer uma foto em velocidade 1/250 ou 1/60 ou ate mesmo em 1/15, nao ha razao para um foto-jornalista fazer uma longa exposicao.

Mas digamos que se o foto-jornalista faz uma longa exposicao e mostra uma rua que estava cheia, vazia na foto, ele esta interferindo na representacao da cena sim. Se eu mostrar uma foto de uma manifestacao com a rua vazia por causa da longa exposicao, eu estou mostrando uma imagem que nao corresponde com como estava a rua cheia de fato.

Tal como registrar uma imagem de forma acelerada para mostrar um carro em alta velocidade, esta alterando o tempo que o carro de fato passou entre dois determinados pontos.


Elder Walker

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (8)
  • Colaborador(a)
  • *****
  • Mensagens: 3.517
  • Sexo: Masculino
    • Flickr
Resposta #48 Online: 31 de Outubro de 2018, 16:47:02
Eu nao sei quanto a longa exposicao para o foto jornalismo. O que eu sei eh que foto jornalismo nao eh para expressao individual do fotografo e sendo assim, podendo fazer uma foto em velocidade 1/250 ou 1/60 ou ate mesmo em 1/15, nao ha razao para um foto-jornalista fazer uma longa exposicao.

Mas digamos que se o foto-jornalista faz uma longa exposicao e mostra uma rua que estava cheia, vazia na foto, ele esta interferindo na representacao da cena sim. Se eu mostrar uma foto de uma manifestacao com a rua vazia por causa da longa exposicao, eu estou mostrando uma imagem que nao corresponde com como estava a rua cheia de fato.

Tal como registrar uma imagem de forma acelerada para mostrar um carro em alta velocidade, esta alterando o tempo que o carro de fato passou entre dois determinados pontos.

Neste ponto eu entendi, concordo, e acho coerente. Apenas a recíproca é que ficou estranha, por não poder utilizar um HDR, por exemplo, para registrar uma cena fiel ao que se está observando, para driblar uma limitação do equipamento ou por qualquer outro motivo, e foi dito anteriormente que isso seria considerado manipulação...
Canon 5D + EF 17-40mm f/4 L + EF 50mm f/1.8 STM + EF 85mm f/1.8 USM + Yongnuo 565EX + YN-622C


C R O I X

  • Trade Count: (0)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.433
  • Sexo: Masculino
  • Fotografo Multiformato
    • Marcio Faustino
Resposta #49 Online: 31 de Outubro de 2018, 16:53:51
Neste ponto eu entendi, concordo, e acho coerente. Apenas a recíproca é que ficou estranha, por não poder utilizar um HDR, por exemplo, para registrar uma cena fiel ao que se está observando, para driblar uma limitação do equipamento ou por qualquer outro motivo, e foi dito anteriormente que isso seria considerado manipulação...

Como eu disse paginas atras, isso eh algo que vem da epoca do filme. Pode ou nao esta defasado hoje em dia. Mas o fato eh que o foto jornalista nao tem que ficar criando imagens binitinhas com look comercial. Quando o Jornalista comeca a trabalhar na estetica da imagem na pos edicao o cara esta fazendo um trabalho que ja nao eh mais jornalismo. Se a foto saiu com ceu estourado com com as sombras com muito ruido, para o jornalismo isso nao importa e nao deveria ser a atencao do jornalista. O jornalista na hora escolhe o que saira sub exposto ou sobre esposto na foto para melhor expor o que interessa na imagem. Caso contrario corre o risco (as vezes mesmo sem perceber) de estar contando uma historia baseado em fatos reis, e nao a historia real em si.