Autor Tópico: Foto de um grupo de pessoas com o fundo desfocado  (Lida 2327 vezes)

C R O I X

  • Trade Count: (0)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.523
  • Sexo: Masculino
  • Fotografo Multiformato
    • Marcio Faustino
Resposta #15 Online: 30 de Novembro de 2018, 14:12:50
Eu confesso que não entendi tudo que tu escreveu, Croix.. Me confundi todo com a terminologia..  :assobi: :doh:

Mas acho que não é bem assim:
Claro que alterando a DF e a distância do objeto em foco, poderemos obter a DoF "que quisermos".
Mas as vezes ela é tão dependente da abertura, que limita o tal desfoque.
Vejamos.
Aproveitando o uso do DofCalc que eu falei (não sei a precisão dele - nunca testei), cheguei aos seguintes valores:

Com uma câmera Canon FF e uma lente 50mm e com o foco em 10 cm temos:
Abertura f/1.8 - DoF = 0,021cm
Abertura f/ 11 - DoF = 0,136 cm

Abertura f/1.8 e foco em 1m - DoF = 4,064 cm
Abertura f/ 11 e foco em 1m - DoF = 26,23 cm

Abertura f/1.8 e foco em 10m - DoF = 445,7 cm
Abertura f/ 11 e foco em 10m - DoF = infinito ??? :ponder:

Enfim... Dá pra ver que algumas aberturas aumentam tanto a DoF que dificulta qualquer desfoque, embora ele ainda seja possível.

O que eu falei e exemplifiquei, foi que usando o foco manual, vc pode criar desfoque com essa mesma lente e essa mesma camera ate mesmo em f22 com o tema a 10m de distancia.

Essa tabela te da um resultado do que o foco automatico faria. E o que o foto automatico faz eh colocar o sujeto a ser fotografado no centro da profundidade de campo, e por isso fica dificil desfocar o fundo com foco automatico.

Mas com foco manual vc pode colocar a pessoa fotografada em qualquer area do DOF e nao necessariamente no centro. E pode assim deixar o segundo plano fora de foco, mesmo em f22.

« Última modificação: 30 de Novembro de 2018, 14:17:46 por C R O I X »


C R O I X

  • Trade Count: (0)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.523
  • Sexo: Masculino
  • Fotografo Multiformato
    • Marcio Faustino
Resposta #16 Online: 30 de Novembro de 2018, 14:37:11
Vou explicar a mesma coisa, destavez mostrando na lente:


Digamos que eu quero fotografar alguem ha 6 metros de distancia. O foco automatico fara isso:


Mas o segundo plano esta a 12 metros de distancia. Para deixar o segundo plano fora de foco, eu teria que fazer a foto em f2.8. Em f4 o segundo plano ja estara em foco.

Mas em 2.8 em uma foto em grupo, algumas pessoas do grupo podem sair desfocadas, se for um grupo grande. Ou mesmo eu poderia preferir fotografar em f8 ou f11 pq a minha lente talvez tenha mais nitidez, ou qualquer outro motivo.

No caso, a lente na foto esta em f11, que no foco automatico deixaria o segundo plano no foco infinito.

Mas eu posso deixar o segundo plano flora de foto focando manualmente. Enato, manualmente eu faria isso:



A lente em f11, eu deixo as pessoas que quero fotografar que estao a6 metros de distancia em foco, e o segundo plano que esta a 12 metros de distancia fora de foco.



nandoespinosa

  • Trade Count: (3)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.039
  • Sexo: Masculino
    • Nando Espinosa Fotografia
Resposta #17 Online: 30 de Novembro de 2018, 16:00:17
Eu entendi o que você falou. Mas a explicação é válida igualmente :ok:
O que você não tá colocando na sua explicação é que isso não é uma linha fixa que divide o que está em foco e o que está fora de foco..
Nesse caso que você explicou, puxando o hiperfoco pra 2,7-2,8 metros, você deixará os 6 m com um foco meia boca. E acredito que não seja isso que o amigo queria.


AFShalders

  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 8.895
  • Sexo: Masculino
  • "Bela câmera, mas mostre as fotos..."
    • Old Good Light
Resposta #18 Online: 30 de Novembro de 2018, 18:06:06
Eu entendi o que você falou. Mas a explicação é válida igualmente :ok:
O que você não tá colocando na sua explicação é que isso não é uma linha fixa que divide o que está em foco e o que está fora de foco..
Nesse caso que você explicou, puxando o hiperfoco pra 2,7-2,8 metros, você deixará os 6 m com um foco meia boca. E acredito que não seja isso que o amigo queria.


O problema da escala de profundidade de campo e ponto hiperfocal é que não são valores absolutos, pois a escala é feita de acordo com o que o fabricante acha que é tolerável, ou seja: o diâmetro do círculo de confusão é determinado arbitrariamente pelo fabricante da lente, de acordo com o uso e o público.

Um exemplo clássico é nessas câmeras descartáveis, de filme. A abertura não pode ser nem tão grande nem tão pequena, geralmente é uma 35mm F5.6 ou F8, que eles acham adequada para distâncias entre 3m e infinito. Se você pegar uma objetiva 35mm de boa qualidade, quase certamente  as marcas para F5.6 estarão mais conservadoras, porque a qualidade esperada exige um circulo de confusão menor.

Então se vai ficar meia boca ou não nos extremos, depende disso que eu mencionei.
A maioria das câmeras e lentes são melhores que a maioria dos fotógrafos.

www.oldgoodlight.blogspot.com / www.flickr.com/groorj


C R O I X

  • Trade Count: (0)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.523
  • Sexo: Masculino
  • Fotografo Multiformato
    • Marcio Faustino
Resposta #19 Online: 01 de Dezembro de 2018, 08:23:16
Eu entendi o que você falou. Mas a explicação é válida igualmente :ok:
O que você não tá colocando na sua explicação é que isso não é uma linha fixa que divide o que está em foco e o que está fora de foco..
Nesse caso que você explicou, puxando o hiperfoco pra 2,7-2,8 metros, você deixará os 6 m com um foco meia boca. E acredito que não seja isso que o amigo queria.

Verdade, mas no caso do topico o OP quer uma solucao para ter todos do grupo em foco e o segundo plano fora de foco. E nao o melhor foco da lente (toda solucao acarreta outros "problemas").

Mais importante ainda eh o OP saber que existe tal possibilidade criativa. Ficando a ela escolher se o foco esta meia boca ou nao para a foto, situacao, lente que ela esta usando e gosto/tolerancia pessoal. Eh abrir mao do melhor aspecto tecnico para ganhar mais flexibilidade criativa.

Eu nao sei sobre as lentes mais modernas, mas em geral aberturas muito grande ou muito pequenas na maioria das lentes tambem tem foco "meia boca". Mas o cara que quer e gosta de DOF curto do bokeh da lente, nao se importa em sacrificar o melhor foco da lente em f5.6, f8 ou f11, para ter um foco um pouco menos nitido em f1.4, f1.8 ou f2.8

O foco meia boca com frequencia passa desapercebido, ficando mais evidente quando tem algum objeto mais proximo na foto (no caso do exemplo), em que de para ver a diferenca.

E foco meia boca deixa a pele em retratos mais macia.  :D
A foto da modelo sentada no banco esta com foco meia boca. Mas em geral ninguem se importa.

Dependendo de como o grupo estiver distribuido, um adaptador que pormita mever a lente tambem ajuda:

« Última modificação: 01 de Dezembro de 2018, 08:41:16 por C R O I X »


Marcelo Sakamoto

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 140
  • Sexo: Masculino
Resposta #20 Online: 10 de Dezembro de 2018, 13:07:06
Confesso que quando li a postagem, pensei em aplicação práticas e rápidas, para fotografia social (eventualmente crianças) se movimentando.

As cameras profissionais costumavam ter um botão de previsão de profundidade de campo: apertava-se o botão, o obturador fechava e, embora tornasse o visor escuro, permitia ter uma certa idéia da profundidade de campo.

Não sei se esse recurso está hoje disponivel. Até que seria interessante, se tivesse. Até para a utilização no "liveview" em em visores eletronicos, que fariam a correção do brilho da cena.

Mas é só "chute" mesmo. Não sei se isso existe (mesmo o botão mecanico de fechamento do obturador, das cameras de filme).


Marcelo Sakamoto

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 140
  • Sexo: Masculino
Resposta #21 Online: 10 de Dezembro de 2018, 13:16:59
Estava me lembrando das primeiras cameras e lentes da Canon que tive.

As lentes da linha amadora não tinham as escalas de profundidade de campo. Só vi isso posteriormente, com as lentes da linha profissional, em que há uma "janelinha" no corpo da lente.

Mas havia um recurso esquisito: havia uma modalidade em que a camera "perguntava quais os limites" da área que queriamos em foco. Chamava-se D-field ou algo assim.

Se não me engano, usei isso na EOS 3 ou na ELAN7. Acionava-se a função, e fazia foco no na primeira pessoa em que queria em foco, e depois na última. A camera focalizava automaticamente toda a "fatia" do espaço em foco, utilizando os valores de velocidade e ISO e a abertura (não me recordo se a camera alterava a abertura da lente - provavelmente sim).

Esse era um recurso que me pareceu bizarro na época. E nunca cheguei realmente a me aprofundar nele.

Nem sei se isso funcionava direito e se a Canon preservou esse recurso nas cameras atuais. Não me recorso de ter lido nada semelhantes nas cameras digitais adquiridas depois.

Talvez tenha sido considerado algo não muito útil (lembro que na época, a EOS 3 ambém tinha o tal do "eye control", que focalizava aquilo para que olhávamos no visor. Depois, nunca mais vi esse recurso nas cameras da Canon.



Marcelo Sakamoto

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 140
  • Sexo: Masculino
Resposta #22 Online: 10 de Dezembro de 2018, 14:51:37
Perdão. O nome dessa função era A-dep...

https://www.canon.com.au/explore/glossary/a-dep


Marcelo Sakamoto

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 140
  • Sexo: Masculino
Resposta #23 Online: 10 de Dezembro de 2018, 16:09:48
Perdão: a função que me referi era o DEP. O A-DEP foi introduzido posteriormente, e ao que parede, fazia a regulagem automaticamente baseado no que estava contido nas áreas detectadas pelos pontos de foco.
A própria escolhia a abertura, o ISO e o local onde colocaria o "foco central", para que tudo que estivesse "marcado" com as detecções, estivesse dentro da fatia do espaço em foco.

Mas, pelo que estive pesquisando, a sua camera, a 6D, não possui mais essa função.

A outra opção que sugeri era utilizar o botão de previsão de profundidade de campo.

Olha o link da função:

https://www.manualslib.com/manual/429347/Canon-Eos-6d.html?page=147

Uma forma que talvez funcione, seria utilizar o visor de LCD um pouco magnificado, para checar quem está em foco na foto, de acordo as suas opções de abertura e local central de foco.
Depois voce sairia da função, "travando" o foco, e então enquadrando.

A ação então seria: Escolha da abertura (em prioridade de abertura) - ativação do modo liveview - magnificação - botão de previsão de profundidade de campo - checagem e correção de foco - "trava" de exposição e foco - saida de liveview (ou da magnificação do liveview)  - re-enquadramento - exposição