Autor Tópico: Por que as imagens da sonda chinesa na Lua são avermelhadas?  (Lida 4096 vezes)

sri_canesh

  • Trade Count: (11)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 1.694
  • Sexo: Masculino
Online: 09 de Janeiro de 2019, 21:40:01
Artigo explicando o porque das imagens da sonda chinesa na Lua serem tão avermelhadas. Para nós que mexemos com fotografia (ou até sensoriamento remoto como é meu caso) é algo meio óbvio, mas é sempre ter um artigo desses a mão para mostrar para os que enxergam conspiração em tudo rs.

Chang'e 4: Why the Moon's far side looks red in new images
http://planetary.org/blogs/guest-blogs/2019/change-4-red-images.html




O artigo é mais detalhado mas vou citar apenas uma parte:

"(...)However, the images from the Chang'e 4 lander and the Yutu 2 rover are primarily for navigation purposes, for which getting the colour right scarcely matters.

There is some useful science in measuring how well the rocks and minerals on an extraterrestrial surface reflect light of different colours, and the Yutu 2 rover carries a “visible and near infrared spectrometer” designed to do just this so we can learn more about the surface composition.

It is already known that the moon’s average surface is a slightly reddish version of dark grey, though less red than the planet Mercury and much less red than Mars, whose surface is genuinely red as a result of oxidation of iron minerals (essentially rust).(...)"




Um fato curioso que eu não sabia é que nas Missões Apollo (ou ao menos na Apollo 17) eles levavam cartões para calibração de cor das fotos da Lua. Está no meio do artigo.

« Última modificação: 09 de Janeiro de 2019, 21:49:03 por sri_canesh »


Ernesto

  • Trade Count: (0)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.792
  • Trader
Resposta #1 Online: 09 de Janeiro de 2019, 22:09:43
Hmm, interessante... então a calibração dos americanos feita há +- 50 anos atrás é a mais precisa...

Os chineses devem ter posto um daqueles sensores da FoxCon

Os americanos jamais errariam

 :assobi:


Sent from my Hasselblad using Tapatalk
« Última modificação: 09 de Janeiro de 2019, 22:21:43 por Ernesto »
O google não é tão confiável quanto eu mas, às vezes, linka os meus textos...


spositom

  • Trade Count: (2)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 1.520
Resposta #2 Online: 09 de Janeiro de 2019, 22:41:44
Nunca estive na lua, mas acho que o vermelho faz mais sentido, algo igual a foto em show, mas nada que um colorchecker não resolva

Um cinza 18% já quebra o galho


sri_canesh

  • Trade Count: (11)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 1.694
  • Sexo: Masculino
Resposta #3 Online: 09 de Janeiro de 2019, 22:42:48
Hmm, interessante... então a calibração dos americanos feita há +- 50 anos atrás é a mais precisa...

Os chineses devem ter posto um daqueles sensores da FoxCon

Os americanos jamais errariam

 :assobi:



Como talvez você tenha dificuldade para ler inglês, você talvez não tenha visto essa parte específica que colei aqui, não precisaria nem ter aberto o link:

"(...)However, the images from the Chang'e 4 lander and the Yutu 2 rover are primarily for navigation purposes, for which getting the colour right scarcely matters."

Traduzindo: o sensor é para navegação, não estão interessados em fidelidade de cores. Podem ter até ter tido um motivo para deixar a cor puxando para uma  frequência de cor e ter deixado as outras "pobres" já que quanto mais informação, mais banda para ser transmitida. Da mesma forma que as imagens de navegação das sondas que os americanos-que-nunca-erram estão mandando para  Marte também não são lá essas coisas.

A sonda possui outros sensores específicos e com certeza  um país que consegue pousar uma sonda no outro lado da Lua não cometeria uma bobagem tão primária quanto colocar um sensor porcaria na faixa visível se esse fosse o objetivo primário.

BTW, as imagens "instantâneas" das Apollo eram beeeeem ruins. A foto com o cartão de calibração obviamente foi tirada com uma das Hasselblads.
 

« Última modificação: 09 de Janeiro de 2019, 22:44:10 por sri_canesh »


Ernesto

  • Trade Count: (0)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.792
  • Trader
Resposta #4 Online: 09 de Janeiro de 2019, 23:03:29
Como talvez você tenha dificuldade para ler inglês, você talvez não tenha visto essa parte específica que colei aqui,

...


English is my secound languish  :D


Sent from my Hasselblad using Tapatalk
O google não é tão confiável quanto eu mas, às vezes, linka os meus textos...


Macrolook

  • Trade Count: (1)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 493
Resposta #5 Online: 10 de Janeiro de 2019, 13:03:25
Quem realmente estuda luz sabe que as fotos das missões lunares tripuladas por humanos são uma fraude.
E isso é um fato, lamentável, mas é a maior mentira, isso já foi discutido em outro tópico exaustivamente, fisiologicamente, tecnologicamente impossível na época e muita coisa ainda é complicada nos dias atuais.
As estrelas não mentem, e não estou falando das de Hollywood.
« Última modificação: 10 de Janeiro de 2019, 13:05:21 por Macrolook »
“Fotografia é poder de observação, não de aplicação da tecnologia.” Ken Rockwell.


sri_canesh

  • Trade Count: (11)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 1.694
  • Sexo: Masculino
Resposta #6 Online: 10 de Janeiro de 2019, 13:27:45
Quem realmente estuda luz sabe que as fotos das missões lunares tripuladas por humanos são uma fraude.
E isso é um fato, lamentável, mas é a maior mentira, isso já foi discutido em outro tópico exaustivamente, fisiologicamente, tecnologicamente impossível na época e muita coisa ainda é complicada nos dias atuais.
As estrelas não mentem, e não estou falando das de Hollywood.

Não vou nem perder tempo discutindo com maluco conspiracionista. Vai lá ver alguma pregação da Damares, aqui nesse tópico estamos falando de Ciência.

Para não dizerem que sou intransigente, se conseguirem desmentir esse cara que entende de vídeo produção e mostra que seria IMPOSSÍVEL "fakear" a ida à Lua eu volto a discutir o tema, mas em outro tópico já que aqui estamos falando da sonda chinesa.

 
« Última modificação: 10 de Janeiro de 2019, 13:34:47 por sri_canesh »


Ernesto

  • Trade Count: (0)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.792
  • Trader
Resposta #7 Online: 10 de Janeiro de 2019, 16:54:56
Quem realmente estuda luz sabe que as fotos das missões lunares tripuladas por humanos são uma fraude.
E isso é um fato, lamentável, mas é a maior mentira, isso já foi discutido em outro tópico exaustivamente, fisiologicamente, tecnologicamente impossível na época e muita coisa ainda é complicada nos dias atuais.
As estrelas não mentem, e não estou falando das de Hollywood.

No primario e no colegial, eu me encantava com a viagem a Lua.

A TV divulgava que em 1998 "estaríamos" em Marte ou mais longe... E aí de quem questionasse.

Em 1982, a TV tb dizia que o filme 2001 tinha errado no cálculo... pois viajaríamos pelo espaço (por lazer) antes de 1990.

Acontece que sob a ótica da Física de segundo grau, é perfeitamente possível tudo isso.

Porém, quando elevamos o assunto ao nível universitário, as evidências que demonstram fraude, são em tantas áreas da ciência, que fica difícil enumerar.

Há falhas em todas as áreas:
Seja na Fotográfica
Seja na Geologia
Seja na de Rádio Transmissão
Seja na da Química
Seja na da Gravitação
Seja na Biológica
Seja na Radiação
Seja na Engenharia Aeronáutica (decolagem/pouso)
Seja no espaço interno versus equipamentos e pessoas levadas)
Seja nas reservas de oxigênio
Seja nas filmadoras levadas...
etc...etc...etc...

Não creio que exista um único ponto que consiga ser defendido a nível universitário




Sent from my Hasselblad using Tapatalk
« Última modificação: 10 de Janeiro de 2019, 16:58:29 por Ernesto »
O google não é tão confiável quanto eu mas, às vezes, linka os meus textos...


sri_canesh

  • Trade Count: (11)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 1.694
  • Sexo: Masculino
Resposta #8 Online: 10 de Janeiro de 2019, 17:17:31
Os anos 50 e 60 foram a época de ouro das Engenharias. Proporcionalmente nunca avançamos tanto em tão pouco tempo.

Em menos de 24 anos fomos do avião do alto para o avião debaixo na foto: primeiro vôo do P-51 Mustang foi em 1940 e o primeiro do SR-71 foi em 1964. Vejam, fomos de um avião "teco-teco" para um avião que voa em Mach 3.3 à 25 Km de altitude, recordes esses até hoje não batidos.  Quem tem o mínimo de conhecimento em eletrônica, computação, navegação, aviação, etc, e vê a revolução que foi o SR-71 quase começa a acreditar que os americanos realmente resgataram um UFO em Roosvelt,rs.

Brincadeiras à parte, é só mais um exemplo do que a humanidade conseguiu na época, movida pela necessidade e oceanos de dinheiro. 

« Última modificação: 10 de Janeiro de 2019, 17:21:59 por sri_canesh »


Lucas M. Dias

  • Trade Count: (1)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.504
  • Sexo: Masculino
    • Site
Resposta #9 Online: 10 de Janeiro de 2019, 18:43:26
Quando se tem algum objetivo (e muito dinheiro) a humanidade consegue fazer qualquer coisa. Falando do meio aeroespacial, a cada década vemos um salto gigante em todos os tipos de tecnologia, que para leigos pode passar despercebido, mas para quem é da área faz muita diferença. Todas essas tecnologias se refletem no que temos de comum hoje, com celulares, drones, carro, e por aí vai. Eu arriscaria dizer que as maiores evoluções tecnológicas são graças a indústria aeroespacial (por necessidade) que acabam tendo aplicações para nós depois :ok:

Só para citar algumas situações mais conhecidas por década:

1900 - Aeroplanos com propulsão própria
1910 - Evolução imensa dos aeroplanos em relação a década anterior (seja em termos estruturais ou propulsão) com os primeiros caças de combate
1920 - Outro salto em estrutura e propulsão com as primeiras aeronaves conseguindo cruzar oceanos. Uso de instrumentos de bordo
1930 - Começo de uma melhor aplicação de aerodinâmica nos aerofólios (Spitfire é um dos maiores exemplos) e propulsão sempre em evolução com motores cada vez mais potentes e eficientes
1940 - Motor a jato e grande crescimento das estruturas em metal. Em paralelo motores foguete. Voo supersônico. Radar
1950 - Primeiro Satélite. Evolução de estruturas e aerodinâmica para voos supersônicos.
1960 - Projeto Apollo. SR-71. Primeiros fly-by de satélites em marte. Soyuz
1970 - Primeiras sondas em marte. Sondas Voyager
1980 - Space Shuttle. Estação espacial MIR. Aeronaves Stealth.
1990 - Estação Espacial Internacional. Rover em Marte (Primeiro, falhou após alguns meses).
2000 - Sonda New Horizons. Exploração de Marte com rovers mais avançados (Spirit, opportunity).
Década atual - Rovers com instrumentos inéditos em marte. Sonda para estudar superfície do Sol. Space X e seu Falcon 9 (Motores de foguete reutilizáveis).


Se quisermos mesmo, na próxima década começaremos a colonizar Marte e Lua e a planejar exploração de outros locais, como as luas de Jupiter.
Uma curiosidade, apesar das evoluções tecnológicas para o emprego dessa industria, é muito comum utilizar tecnologias relativamente antigas devido a confiabilidade e custo menor. Exemplo mais clássico é a Soyuz, utilizada até hoje pela russia.


Ernesto

  • Trade Count: (0)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.792
  • Trader
Resposta #10 Online: 10 de Janeiro de 2019, 18:56:43
Os anos 50 e 60 foram a época de ouro das Engenharias. Proporcionalmente nunca avançamos tanto em tão pouco tempo.

Em menos de 24 anos fomos do avião do alto para o avião debaixo na foto: primeiro vôo do P-51 Mustang foi em 1940 e o primeiro do SR-71 foi em 1964. Vejam, fomos de um avião "teco-teco" para um avião que voa em Mach 3.3 à 25 Km de altitude, recordes esses até hoje não batidos.  Quem tem o mínimo de conhecimento em eletrônica, computação, navegação, aviação, etc, e vê a revolução que foi o SR-71 quase começa a acreditar que os americanos realmente resgataram um UFO em Roosvelt,rs.

Brincadeiras à parte, é só mais um exemplo do que a humanidade conseguiu na época, movida pela necessidade e oceanos de dinheiro. 




Pois é,

A quebra de patentes de todos os países vencidos na segunda guerra, permitiu por tudo do melhor do mundo, junto em um equipamento só, sem multas, sem pagar royalties

Além disso, os países vencedores
souberam contratar os cientistas de todo o eixo derrotado para trabalharem juntos com os deles.

A somatória disso, permitiu que em 1959, a Russia pousasse na Lua e os americanos ficaram com cara de bosta.


Então, o presidente americano promete em 1961, que os EUA pisariam na Lua antes de 1970...

E, em julho/1969, o prazo tava no fim...

Aí os engenheiros tinham que improvisar...  :assobi:

Pelo menos os americanos se preocupam mais que nós, em honrar as próprias promessas...  :ponder: ou não... :doh: :hysterical:

 :snack:




Sent from my Hasselblad using Tapatalk
« Última modificação: 10 de Janeiro de 2019, 19:04:52 por Ernesto »
O google não é tão confiável quanto eu mas, às vezes, linka os meus textos...


spositom

  • Trade Count: (2)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 1.520
Resposta #11 Online: 10 de Janeiro de 2019, 23:18:42

A TV divulgava que em 1998 "estaríamos" em Marte ou mais longe... E aí de quem questionasse.


O capitulo piloto de perdido nos espaço, aquele com Billy Mumy, retrata 1996


Ernesto

  • Trade Count: (0)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.792
  • Trader
Resposta #12 Online: 10 de Janeiro de 2019, 23:34:10
O capitulo piloto de perdido nos espaço, aquele com Billy Mumy, retrata 1996

Boa  :ok: :ok: :ok: :ok:

E aí de quem discordasse...

Moveram toda uma indústria sem ter a menor condição de cumprir o que prometiam


O próprio Ônibus Espacial, nunca virou um ônibus turístico de fato (como era a promessa)



Sent from my Hasselblad using Tapatalk
O google não é tão confiável quanto eu mas, às vezes, linka os meus textos...


sri_canesh

  • Trade Count: (11)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 1.694
  • Sexo: Masculino
Resposta #13 Online: 10 de Janeiro de 2019, 23:51:55
Cinema nunca foi referência para nada. Alguns filmes mostravam que hoje estaríamos usando carros voadores e outros mostravam que já estaríamos cozinhando pedras em um mundo pos-apocalíptico.

Da mesma forma, os programas de TV sempre procuram ser o mais espetaculosos possíveis, até pq ninguém vai processá-los por errar uma previsão.

É absolutamente impossível prever como estaremos em 20 anos. A própria internet nunca foi prevista nessas viagens astrais. O máximo que se imaginava era que todos teriam terminais burros em casa ligados a super-computadores.


vangelismm

  • Trade Count: (7)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 7.243
  • Sexo: Masculino
    • MedinaFotografia
Resposta #14 Online: 10 de Janeiro de 2019, 23:57:59
2019 definitivamente é o ano do obscurantismo.
"A perspectiva de uma imagem é controlada pela distância entre a lente e o assunto; mudando a distancia focal da lente muda o tamanho da imagem , mas não altera a perspectiva . Muitos fotógrafos ignoram este fato, ou não têm conhecimento de sua importância." -  Ansel Adams, Examples – The Making of 40 Photographs