Autor Tópico: Primeiras fotos noturnas/astros  (Lida 883 vezes)

Joaogsa

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 71
  • Sexo: Masculino
  • 1 passo a frente e você n está mais no mesmo lugar
Resposta #15 Online: 23 de Janeiro de 2019, 03:38:49
uaaaau
Maquina:6D
Objetivas:85mm 1.4/ 35mm 1.4

Adicionais:
:clap:


Raphael Sombrio

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.928
  • O RAW é um diamante...bruto
Resposta #16 Online: 23 de Janeiro de 2019, 15:53:37

Use ISO mais baixo, eu nunca passo de 1600

Longe de mim querer causar polêmica e discussão, até porque eu conheço o teu site e sei de todo o teu conhecimento técnico que jamais irei alcançar, mas com os meus testes, usando o meu equipamento, acabei concluindo que é um erro querer usar ISOs baixos ( por ex 1.600 ) pois geralmente para chegar no resultado que desejava, acabava tendo que clarear a imagem via software, falando de um uso de abertura máxima ( 3.5 ) e tempo de exposição máximo ( 30 segundos ), isso no meu equipamento.

Usando ISO 3.200 e até em alguns casos 6.400 a granulação é menor do que a "revelada" ao se clarear uma imagem feita com 1.600.

Mas claro, tudo depende de onde se quer chegar, qual o resultado desejado.


AFShalders

  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 7.563
  • Sexo: Masculino
  • "Bela câmera, mas mostre as fotos..."
    • Old Good Light
Resposta #17 Online: 23 de Janeiro de 2019, 18:27:58
Longe de mim querer causar polêmica e discussão, até porque eu conheço o teu site e sei de todo o teu conhecimento técnico que jamais irei alcançar, mas com os meus testes, usando o meu equipamento, acabei concluindo que é um erro querer usar ISOs baixos ( por ex 1.600 ) pois geralmente para chegar no resultado que desejava, acabava tendo que clarear a imagem via software, falando de um uso de abertura máxima ( 3.5 ) e tempo de exposição máximo ( 30 segundos ), isso no meu equipamento.

Usando ISO 3.200 e até em alguns casos 6.400 a granulação é menor do que a "revelada" ao se clarear uma imagem feita com 1.600.

Mas claro, tudo depende de onde se quer chegar, qual o resultado desejado.



Raphael,

Depende muito do equipamento em questão. No meu caso as câmeras que uso para fotografia de céu noturno são duas Pentax (K5-II e K3-II) que são, talvez as melhores câmeras para isso. Muitas das minhas fotos são em ISO 800 ou até menos. Reservo 1600 para uso com objetivas mais longas.

Uso apenas três lentes para isso, a Sigma 18-35 1.8, a Rokinon 12 F2 e muito eventualmente uma Tamron SP 90 2.5 de foco manual. Essas objetivas me permitem ter uma qualidade excepcional mesmo totalmente abertas.

Se você fizer as contas do seu 3200 em F3.5 verá que faz todo o sentido eu estar falando de ISO 1600 para baixo com as aberturas que uso.

O problema de ter que clarear as imagens tem muito a ver com o DR do sensor, e nesse tipo de fotografia é mais do que normal ter que perder um bom tempo com pós processamento.

Outros fatores que arruinam a maioria das fotos é o ERRO de usar foco automático e IS e de fazer uma exposição longa demais sem acompanhamento do movimento celeste. O foco tem que ser extremamente preciso, senão fica uma porcaria.

As Pentax tem uma função interessante chamada Astrotracer que ajuda um pouco.

Por isso que eu disse no inicio que exige muita experimentação. Cada noite é diferente, assim como cada equipamento.
« Última modificação: 23 de Janeiro de 2019, 18:31:06 por AFShalders »
Ética não é negociável.

Viciado em Fotografia desde 1980
www.oldgoodlight.blogspot.com
www.flickr.com/groorj


Elder Walker

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (8)
  • Colaborador(a)
  • *****
  • Mensagens: 3.446
  • Sexo: Masculino
    • Flickr
Resposta #18 Online: 24 de Janeiro de 2019, 08:27:06
Se você fizer as contas do seu 3200 em F3.5 verá que faz todo o sentido eu estar falando de ISO 1600 para baixo com as aberturas que uso.

Outros fatores que arruinam a maioria das fotos é o ERRO de usar foco automático e IS e de fazer uma exposição longa demais sem acompanhamento do movimento celeste. O foco tem que ser extremamente preciso, senão fica uma porcaria.


Estes pontos também tenho certa facilidade com a Sony RX100. Sua objetiva equivalente 24mm f/1.8 consegue receber bastante luz, não dependendo de tanto ISO ou tempo de exposição e o sensor de 1" facilita um pouco a tarefa do foco, juntamente com as ferramentas de focus peaking e ampliação no live-view. A qualidade final pode não ser a mesma de uma câmera com sensor maior, mas a facilidade em obter a foto compensa!  :D
Canon 5D + EF 17-40mm f/4 L + EF 50mm f/1.8 STM + EF 85mm f/1.8 USM + Yongnuo 565EX + YN-622C


Raphael Sombrio

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.928
  • O RAW é um diamante...bruto
Resposta #19 Online: 24 de Janeiro de 2019, 17:10:50


Raphael,

Depende muito do equipamento em questão. No meu caso as câmeras que uso para fotografia de céu noturno são duas Pentax (K5-II e K3-II) que são, talvez as melhores câmeras para isso. Muitas das minhas fotos são em ISO 800 ou até menos. Reservo 1600 para uso com objetivas mais longas.

Uso apenas três lentes para isso, a Sigma 18-35 1.8, a Rokinon 12 F2 e muito eventualmente uma Tamron SP 90 2.5 de foco manual. Essas objetivas me permitem ter uma qualidade excepcional mesmo totalmente abertas.

Se você fizer as contas do seu 3200 em F3.5 verá que faz todo o sentido eu estar falando de ISO 1600 para baixo com as aberturas que uso.

O problema de ter que clarear as imagens tem muito a ver com o DR do sensor, e nesse tipo de fotografia é mais do que normal ter que perder um bom tempo com pós processamento.

Outros fatores que arruinam a maioria das fotos é o ERRO de usar foco automático e IS e de fazer uma exposição longa demais sem acompanhamento do movimento celeste. O foco tem que ser extremamente preciso, senão fica uma porcaria.

As Pentax tem uma função interessante chamada Astrotracer que ajuda um pouco.

Por isso que eu disse no inicio que exige muita experimentação. Cada noite é diferente, assim como cada equipamento.

Certo! Por isso mencionei "meu equipamento" e "pelas minhas experiências".
Considerando que o equipamento do nosso amigo aqui é bem parecido com o meu, e creio, com qualidade distante da dos seus, acho que sinceramente os 1.600 de ISO que ele utilizou não foram suficientes para um bom resultado.

Mas claro que existem muitas questões e variações a se considerar.


AFShalders

  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 7.563
  • Sexo: Masculino
  • "Bela câmera, mas mostre as fotos..."
    • Old Good Light
Resposta #20 Online: 24 de Janeiro de 2019, 17:42:08
Certo! Por isso mencionei "meu equipamento" e "pelas minhas experiências".
Considerando que o equipamento do nosso amigo aqui é bem parecido com o meu, e creio, com qualidade distante da dos seus, acho que sinceramente os 1.600 de ISO que ele utilizou não foram suficientes para um bom resultado.

Mas claro que existem muitas questões e variações a se considerar.

Acho que o problema dele foi outro, tem toda a cara de ter luz da lua junto e isso atrapalha uma barbaridade, pois o contraste da via lactea é muito baixo. Uma boa mexida nas curvas melhoraria muito

Foto da via láctea não combina com lua no ceu....
« Última modificação: 24 de Janeiro de 2019, 17:43:09 por AFShalders »
Ética não é negociável.

Viciado em Fotografia desde 1980
www.oldgoodlight.blogspot.com
www.flickr.com/groorj


penna_i

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 98
Resposta #21 Online: 26 de Janeiro de 2019, 09:30:29
Acho que o problema dele foi outro, tem toda a cara de ter luz da lua junto e isso atrapalha uma barbaridade, pois o contraste da via lactea é muito baixo. Uma boa mexida nas curvas melhoraria muito

Foto da via láctea não combina com lua no ceu....


Tive dificuldades em contrabalancear a luz da lua e acabei subexpondo mesmo, a tendencia era um céu muito azul claro, por causa da luz da lua
Nikon D610 + Nikkor 24-120mm f/4G VR II + Nikkor 55-300mm f/4.5-5.6G

Nikon FM


bjp77

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 614
  • Sexo: Masculino
Resposta #22 Online: 06 de Fevereiro de 2019, 15:43:21
Isto se deve porque a lua está mais perto da Terra do que a galáxia, então a área de incidência da luz refletida da Lua está como sendo uma camada antes do assunto. É um raciocínio semelhante à poluição luminosa das cidades.
Canon Rebel T5
EF-S 18-55mm + EF-S 75-300mm
Valdai Helios 44M-4 58mm + KMZ Tair-3S 300mm
Canon T50 Lente 50 mm f1.8 1985 inoperante


Ernesto

  • Trade Count: (0)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.171
  • Trader
Resposta #23 Online: 06 de Fevereiro de 2019, 16:00:00
Fotos de estrelas,

Só em lua nova e em locais com pouca luz...

ou....

A Kenko tem um filtro que filtra a luz das cidades... para que se fotografe o céu delas  :ok:


Sem ele, nas cidades, só fazendo com drone


Mas tb já vi muita foto "linda" onde muitas das estrelas exibidas, são ruído ... e o dono não sabe...





Sent from my Hasselblad using Tapatalk
« Última modificação: 06 de Fevereiro de 2019, 16:08:29 por Ernesto »
O google não é tão confiável quanto eu mas, às vezes, linka os meus textos...