Autor Tópico: Ajuda com fotografia noturna (long expo)  (Lida 2589 vezes)

hassessian

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 14
  • Sexo: Masculino
Online: 14 de Fevereiro de 2019, 17:34:34
Olá, meus caros. Há tempos venho tentando melhorar praticar a fotografia noturna, no entanto, existe alguam ocisa que está dando errado e não consigo saber exatamente o que.

No caso abaixo, segue uma foto de dia e a mesma já no início da noite, já estava bem escuro. Não sei se falhei no balanço de brancos, ou no Iso, mas ficou uma cor tão feia que nem o Lightroom salvou. O céu estava coberto de nuvens, o que infelizmente me impediu de pegar um céu azul e estrelas.




Já essa outra, foi minha primeira tentativa, eu ainda não sabia muita coisa

Usei uma Canon77d com lente 10-18.
F/5.6
30 segundos
Iso 6400
Distancia focal 18mm

O que vocês avaliam e poderiam me dar como dicas para melhorar considerando o mesmo cenário?

Obrigado!
instagram.com/hassessian


bjorn

  • Trade Count: (1)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 823
  • Sexo: Masculino
Resposta #1 Online: 15 de Fevereiro de 2019, 00:37:41

Caro Hass ....
Senta que o texto é longo .
Eu fui do tempo em que se lambia o filme ...
( ... tirava - se o filme da camera , filme 120 , e a ponta dele tinha cola , voce lambia , para se assegurar que a ponta do filme não se soltaria na ida para o laboratorio , dependendo da quantidade de chapas , eram só  12 , no final do dia sua lingua era cola pura :hysterical:  )
Então , vamos pelo metodo analogico e ai voce aplica no digital ....
Pegue sua camera , NO TRIPÉ é claro , e na noite , na cena que voce quer fotografar e regule o ISO para 1000  e a velocidade para 1 segundo , descubra a abertura .... pronto ANOTE .
Voce conseguiu uma relação ISO x SPEED x APERTURE .
Qualquer alteração em um dos valores BASTA alterar o outro .
Supondo - se que voce não tenha conseguido resultado acima , porque sua lente é escura , tipo 3.5 .... faça as contas pela abertura , ponha em f4 , iso 1000 e veja a velocidade obtida .
As escalas de iso ( trabalha - se melhor em 2x ) tipo 100 , 200 , 400 , 800 , 1000 , 1600 ..... significam que a sensibilidade é praticamente o dobro da anterior .
As velocidades e as aberturas são sempre o dobro da anterior e metade da seguinte ....
Exemplo
1 , 2 , 4 , 8 , 15 , 30 , 60 , 125 , 250 , 500 , 1000 , 2000 , 4000 .....
Existem cameras que trabalham em intervalos de um terço , 15 , 20 , 25 , 30 , 40 , 50 , 60 , 80 mas isso so complica as contas .
As aberturas são identicas ....
1.4 , 2 , 2.8 , 4 , 5.6 , 8 , 11 , 16 , 22
Cada uma representa o dobro da anterior e metade da seguinte .
Se as escalas SÃO IGUAIS , elas no ENTANTO são inversamente classificadas .
Se voce tem a seguinte leitura ....
Iso 400 ... f 8 .... 250
Qualquer valor que altere , deverá alterar um dos demais .
f 8 x 250 = f 5.6 x 500 = f 4 x 1000 = f 2.8 x 2000
O contrario tambem é verdadeiro
f 8 x 250 = f 11 x 125 = f 16 x 60 = f 22 x 30
Com o iso tambem é idêntico
400 x f 8 x 250 = 200 x f 8 x 125 = 100 x f 8 x 60 .....
Então ...
Regule iso 1000 com 1 seg e veja a abertura ou iso 1000 f 4 e veja a velocidade
A partir desta resposta veja o que voce quer em relação à profundidade de campo e va fazendo os acertos .
Use o fotometro pontual que é melhor .
Boas fotos .

 :aua: ... se ficou muito complicado o voce quiser , me escreva em PVT , terei imenso prazer em explicar
 
A P O S E N T A D O ... fotografia agora SÓ por puro prazer ... !


Rafa_Meira

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (2)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.167
  • Sexo: Masculino
Resposta #2 Online: 15 de Fevereiro de 2019, 03:20:43
Nao vi nada de errado na primeira foto. Apenas o céu não colaborou. A segunda foto ou estava mto fora de foco ou nao deixou o tripé firme e elese moveudirante os 30 segundos. As nuvens no céu ainda deram um estouro. Mas é isso, tudo é prática e, sobretudo, observar bem a paisagem pra ter equilibrio de luz na cena toda.

Bons cliques nas próximas


hassessian

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 14
  • Sexo: Masculino
Resposta #3 Online: 15 de Fevereiro de 2019, 10:00:51
Rafa, a primeira foi de dia, postei apenas para que vocês avaliassem o cenário e comparassem com a noturna.

Em relação ao tripé, foi usado um bem firme e a máquina com timer em 2 segundos para não tremer a máquina na hora do disparo. Acho que o borrado foi um erro de foco. NO meu caso, como a minha lente não tem "infinito" creio que seja apenas jogar o foco para o mais longe possível, é isso mesmo?

Bjorn, eu tentei várias combinações possíveis, e essa foi a melhor que consegui, mas uma questão inicial foi que estava muito escuro, porém com nuvens fechadas... acho que isso que estragou.

Realmente começar com 1 segundo e iso 1000 não daria certo, tive que iniciar com abertura máxima da lente (eu só estava com a grande angular no momento, e ela em 18mm fica 5.6) tive que usar a velocidade mais lenta do modo manual (no modo bulb eu consigo mais, porém ia tremer ainda mais) e tentar o menor Iso possível nessa combinação, que foi 6400.

Apesar de ter sido o menor iso possível, eu já senti um ruído muito forte.


Minha avaliação sobre possíveis erros que cometi:
1 - O céu não estava bom para foto noturna.
2 - Erro no balanço de brancos
3 - Erro na hora de focar
4 - Iso muito elevado (mas com abertura máxima e 30 seg, acho q não tinha muito o que fazer)
5 - Escolhi uma hora muito escura, como não haviam elementos com luz na água, não consegui dar destaque, ao contrário das estrelas, que possuem luz e já apareceriam em poucos segundos. Deveria ter, ao menos, iluminação da lua.
6 - Eu deveria ter jogado um facho de luz com uma lanterna nas cachoeiras para tentar dar mais luz nelas do que no céu.


Acham que foi um (ou vários) desses erros ou ainda um outro erro que não decifrei?
instagram.com/hassessian


Raphael Sombrio

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.958
  • O RAW é um diamante...bruto
Resposta #4 Online: 15 de Fevereiro de 2019, 10:13:58
Olha cara, tirando a falta de foco que está bem fora ( e não é só jogar no mais longe ) e os estouros que acabaram ocorrendo, vc poderia ter ao menos executado corretamente. Dai a ser interessante ou ter um céu adequado são outros 500.

Deveria ter tentado outros ISOs ( menores ) para não estourar o céu e ainda não ter tanta granulação.

O foco as vezes, se estiver muito escuro e vc não tiver nenhuma referência para ajusta-lo, ai tem que ser na tentativa e erro.

Vc pode usar as estrelas para conseguir focar manualmente, mas se o plano principal ou primeiro plano estiver mais próximo de vc ele ficará fora de foco mesmo assim. Tlvz a luz mais estourada atrás da mata poderia ser a tua referencia de foco, não?

Fotografia noturna é mais dispendioso mesmo, não desista.


Lucas M. Dias

  • Trade Count: (1)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.612
  • Sexo: Masculino
    • Site
Resposta #5 Online: 15 de Fevereiro de 2019, 12:11:25
O foco é um grande problema nas duas, jogar apenas no infinito não quer dizer que estará realmente no infinito. A lente pode não estar com trava correta e causar isso que estamos vendo, na caso da sua nem trava tem, é eletrônico, então fica mais complicado. Minha sugestão é usar algum modo de liveview para focar antes do disparo, use aquele zoom maroto do display para ver se está tudo certinho mesmo.

Fotografia noturna tem muitas peculiaridades, não é muito diferente da diurna em questão de situações problemáticas. Para cada situação e cada resultado desejados você tem que saber como agir, isso só com estudo mesmo, nada de receita de bolo. Pela maneira que você configurou sua câmera para essa foto recomendo começar por algum material sobre exposição, como ela é influenciada pelos parâmetros que usamos em modo manual. Depois você pode partir para algum material sobre fotografia noturna :ok:

Vou tentar responder a esses pontos que você citou


Minha avaliação sobre possíveis erros que cometi:
1 - O céu não estava bom para foto noturna.
2 - Erro no balanço de brancos
3 - Erro na hora de focar
4 - Iso muito elevado (mas com abertura máxima e 30 seg, acho q não tinha muito o que fazer)
5 - Escolhi uma hora muito escura, como não haviam elementos com luz na água, não consegui dar destaque, ao contrário das estrelas, que possuem luz e já apareceriam em poucos segundos. Deveria ter, ao menos, iluminação da lua.
6 - Eu deveria ter jogado um facho de luz com uma lanterna nas cachoeiras para tentar dar mais luz nelas do que no céu.


1- Não existe céu bom ou ruim, existe um resultado que você quer e a maneira de conseguir depende de conhecimento
2- Geralmente temos que ajustar o balanço de branco em fotografias noturnas, mas são ajustes leves que podem ser feitos na pós. A sua segunda imagem não me parece ter nenhum desvio nesse aspecto
3- Sim, como já comentei anteriormente. Use o liveview para fazer o foco corretamente.
4- Tinha muito o que fazer sim, e depende do resultado que você quer obter. Como eu disse, você precisa estudar um pouco sobre exposição. Vou começar perguntando, pq você usou um ISO altíssimo em conjunto com tempo longo e abertura máxima da lente? Estude sobre esse triangulo de exposição que você saberá bem o erro que cometeu aqui
5- Não tem isso de muito escuro, a fotografia noturna é justamente sobre mostrar algo que não vemos com os nossos olhos. Você pode fotografar estrelas e obter uma paisagem fantástica se tiver técnica e conhecimento.
6- Isso é possível, é conhecido como light painting. Você pode usar uma luz auxiliar para criar formas ou mostrar algo que não apareceria normalmente, não é algo simples e demanda prática. Ou você poderia fazer exposições diferentes e juntar as imagens na pós. Maneiras de fazer existem muitas, com estudo irá escolher o que for mais adequado ao resultado que quiser obter


Lindsay

  • Trade Count: (18)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.623
  • Sexo: Masculino
Resposta #6 Online: 15 de Fevereiro de 2019, 12:15:57
Vc desligou o estabilizador da câmera???

Fotografar em 6400 terá muito ruído mesmo.
« Última modificação: 15 de Fevereiro de 2019, 12:16:39 por Lindsay »
Fotografando com a memória


Lucas M. Dias

  • Trade Count: (1)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.612
  • Sexo: Masculino
    • Site
Resposta #7 Online: 15 de Fevereiro de 2019, 12:18:36
Vc desligou o estabilizador da câmera???

Fotografar em 6400 terá muito ruído mesmo.

Bem notado, pra gente as vezes é algo básico, mas se não desligar o estabilizador quando usar o tripé terá o inverso contrário de uma estabilização


LeandroR

  • Trade Count: (3)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 1.347
    • Dilone Fotografia
Resposta #8 Online: 15 de Fevereiro de 2019, 12:28:13
Bem notado, pra gente as vezes é algo básico, mas se não desligar o estabilizador quando usar o tripé terá o inverso contrário de uma estabilização

Inverso contrario deu um nó na minha cabeça  :hysterical:

Acho que além do foco, para equilibrar as luzes nessa foto você teria que ter feito mais de uma exposição, pois o céu estourou e a cachoeira ainda saiu levemente subexposta.

É um lugar muito bonito, vale a pena retornar em outra oportunidade. Talvez na blue hour, com a luz na direção da àgua e não atrás dela, para dar destaque à queda d'agua.

Viagens, expedições e mentoria fotográfica, visite:
www.dilonefotografia.com

IG     www.instagram.com/dilonefotografia/
FB     www.facebook.com/dilonefotografia/
BLOG: acompanhe a minha jornada pelo Norte do Brasil    www.leandroreichert.com


Lucas M. Dias

  • Trade Count: (1)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.612
  • Sexo: Masculino
    • Site
Resposta #9 Online: 15 de Fevereiro de 2019, 12:32:16
Inverso contrario deu um nó na minha cabeça  :hysterical:

 :hysterical: :hysterical: :hysterical: :hysterical: :hysterical:

Quando a gente pensa uma coisa, muda no meio do caminho e acaba escrevendo as duas :doh:


Lindsay

  • Trade Count: (18)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.623
  • Sexo: Masculino
Resposta #10 Online: 15 de Fevereiro de 2019, 12:34:40
"o inverso contrario".....   kkkkkkk, éh vdd, mas eu entendi tanta eloquência!!!   :hysterical: :hysterical: :hysterical:
Fotografando com a memória


andreluigo

  • Trade Count: (3)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.075
  • Sexo: Masculino
  • Só sei que nada sei!
    • André Gomes Fotografias
Resposta #11 Online: 15 de Fevereiro de 2019, 12:46:49
"Inverso contrário" é a famosa "virada de 360º na vida" :hysterical:

Enviado de meu SM-G950F usando o Tapatalk

Canon 80D || 5Dc
10-18 STM || Tamron 17-50mm 2.8 || 50mm 1.8 STM || 85mm 1.8 USM || 55-250 STM ||
Godox TT685c || X1T-c (Tx+Rx) || YN600EX RT II
Tripé Digipod TR672AN || Tripés de Iluminação (2x)
Sombrinha Difusora/Rebaterora || Octabox Godox 80cm


WMachado

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 17
  • Sexo: Masculino
Resposta #12 Online: 15 de Fevereiro de 2019, 12:47:11
Fotografia noturna não tem mistério se você entende o que a fotografia se faz com a luz, todos a triade(Abertura, velocidade e ISO) de controles é só pra controlar a luz.

Quando vc vai fazer fotos noturnas vc precisa de mais luz entrando no sensor, como vc não tem como medir tem que ir na tentativa e erro, que pelo que li você fez, porém todo equipamento tem a sua limitação e o seu foi abertura em 5.6 e velocidade em 30 segundos e a partir daí vc começa a subir o ISO pra ir tentando chegar no resultado que você quer, o ISO tem o inconveniente de ir aumentando e ir granulando cada vez mais.

Dito isto, vc tirou a foto em uma cachoeira com céu nublado, cercado de mata e apenas um facho de luz da casa ao fundo, essa luz estourou, mas o local que você escolheu é realmente muito escuro, pode não parecer pela foto, mas como frequento cachoeiras é quase breu se não for noite de lua cheia.

A foto está fora de foco, então complica mais ainda a avaliação, como você tem a a luz da casa ao fundo eu focaria manualmente pelo ocular lá na casa, já que o contraste ajuda a focar.

Se você oportunidade de ir sempre nesse lugar, escolha um dia de lua cheia e céu limpo a luz da lua vai te ajudar e muito, não vai precisar subir o ISO até 6400.

e lembre-se os equipamentos infelizmente tem limitações.

Grande Abraço
Nikon D7000 - Nikon 105mm f/2.8D AF Micro - SIGMA 18-50mm F/2.8 EX DC HSM


Lúzio

  • Trade Count: (1)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.749
Resposta #13 Online: 15 de Fevereiro de 2019, 13:39:52
A pergunta q não quer calar: Onde fica essa cachoeira???
« Última modificação: 15 de Fevereiro de 2019, 13:40:09 por Lúzio »
Nova Nikon D300 + Nikon D70. Lentes 18-70 DX  e Tamron 18-50 f/2.8 XRDI.
Flash SB 600, tipés, filtros, mochilas, moto...

Rio de Janeiro


AFShalders

  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 7.793
  • Sexo: Masculino
  • "Bela câmera, mas mostre as fotos..."
    • Old Good Light
Resposta #14 Online: 15 de Fevereiro de 2019, 15:19:19
Posso dar uma sugestão ?

1) Desligue o estabilizador
2) Use um tripé MUITO firme
3) Use foco manual
4) Use exposição manual
5) Escolha ISO compatível com o que a sua câmera suporta sem degradar a imagem

Feito isso, exponha manualmente diversas combinações. Sugiro fixar a abertura e mudar a velocidade e ir checando.
Não confie na exposição automática porque noturnas tem uma dinâmica muito diferente da qual o fotometro da câmera foi calibrado. É assim que faço as minhas noturnas e saem ótimas.
Uma hora você acerta.  :ok:
A maioria das câmeras e lentes são melhores que a maioria dos fotógrafos.

www.oldgoodlight.blogspot.com / www.flickr.com/groorj