Autor Tópico: Estou Preso no Rio...  (Lida 2864 vezes)

Lindsay

  • Trade Count: (18)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.574
  • Sexo: Masculino
Resposta #15 Online: 06 de Março de 2019, 10:59:11
Somos mais impressionados pelos noticiários do que pelo que de fato acontece nas ruas.

Eu saio sempre pra fotografar na rua e nesse tempo todo, ainda não me aconteceu nada.

Acho que temos que nos precaver como com tudo nessa vida, vivemos no Brasil, não na Suíça.
Se vc anda livremente por qualquer lugar aí em sua cidade, recomendo, escolha por onde vai andar e muito cuidado ao sacar a câmera pra fotografar.

Aqui em samba vejo frequentemente notícias de assalto nos grupos que frequento, são casos reais.
Se vc pegar uma câmera e sair fotografando o centro, a própria polícia vem até vc para recomendar cuidado por onde anda. Se for a noite, pior ainda.
Não há mais liberdade para fotografar em qq lugar.

« Última modificação: 06 de Março de 2019, 11:00:37 por Lindsay »
Fotografando com a memória


cfcsosa

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (3)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 7.946
  • Sexo: Masculino
Resposta #16 Online: 06 de Março de 2019, 11:02:43
Se vc anda livremente por qualquer lugar aí em sua cidade, recomendo, escolha por onde vai andar e muito cuidado ao sacar a câmera pra fotografar.

Aqui em samba vejo frequentemente notícias de assalto nos grupos que frequento, são casos reais.
Se vc pegar uma câmera e sair fotografando o centro, a própria polícia vem até vc para recomendar cuidado por onde anda. Se for a noite, pior ainda.
Aí está pior que aqui então.

É óbvio que o cuidado é fundamental, porém ontem mesmo eu saí em pleno Carnaval com minha câmera a tiracolo pelas ruas da cidade.

Assim como vou ao Arpoador, frequentemente visitado por meliantes e não deixo da armar meu tripé e fazer minhas fotos.

Olha, é óbvio que necessitamos tomar cuidado, mas não a ponto de afirmar estar preso no Rio de Janeiro, não é assim.
-------------------
flickr.com/photos/cfcsosa
instagram.com/cfcsosa
500px.com/cfcsosa1978


Lindsay

  • Trade Count: (18)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.574
  • Sexo: Masculino
Resposta #17 Online: 06 de Março de 2019, 11:09:31
Aí está pior que aqui então.

É óbvio que o cuidado é fundamental, porém ontem mesmo eu saí em pleno Carnaval com minha câmera a tiracolo pelas ruas da cidade.

Assim como vou ao Arpoador, frequentemente visitado por meliantes e não deixo da armar meu tripé e fazer minhas fotos.

Olha, é óbvio que necessitamos tomar cuidado, mas não a ponto de afirmar estar preso no Rio de Janeiro, não é assim.
Ok, esta convidado para fazer o teste aqui em samba,  traga sua câmera, pendure no pescoço e saia para fotografar o centro da cidade, ja vou lhe alertando, durante o dia as chances de vc se dar bem são maiores, mas a noite, e realmente o centro é lindo a noite,  sua chances são reduzidissimas.
O centro de sampa a noite e zona de exclusão.

Fotografando com a memória


adrianof14

  • Trade Count: (7)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 858
  • Sexo: Masculino
  • A Fotografia é um ato de resistência.
Resposta #18 Online: 06 de Março de 2019, 11:21:20
Sou mineiro e moro no Rio já tem 12 anos. Sempre saí para fotografar numa boa. Tomo meus cuidados, claro. Não dou mole, mas não deixo de fotografar. Semana passada mesmo fiz um passeio fotográfico pelo Centro e Morro da Conceição, acompanhando de apenas uma pessoa e que também estava fotografando. Caminhamos pelas ruas, abordamos as pessoas (muitas delas aparentemente muito pobres) e sendo bem sincero, nao me senti inseguro hora nenhuma.

Acho que o medo da violência é justificável e real. Não vivemos em um país de primeiro mundo. Porém, nunca serei refém do medo. Aliás, não viveria em uma cidade em que me sentisse em total estado de insegurança. Entendo quem tem medo, mas tive uma câmera roubada (e recuperada, ufa) em Lyon, enquanto que no Rio ainda não aconteceu nada próximo.

Adriano Ferreira
https://www.flickr.com/photos/adrianof14/

"Resistir ao ruído, à palavra, ao rumor pelo silêncio da foto - resistir ao movimento, ao fluxo e à aceleração pela imobilidade da fot


Rick99

  • Trade Count: (4)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.099
  • Sexo: Masculino
  • Amador
Resposta #19 Online: 06 de Março de 2019, 11:39:42
Dos lugares que visitei no Brasil, o RJ foi o local onde menos me senti seguro.
Fui duas vezes, e na primeira vez fiquei hospedado em um hotel em Copacabana (a 100 metros da praia). Pedi sugestões de passeio ao gerente e ele me disse: "evite andar de ônibus, cuidado com os taxistas e muito cuidado ao visitar pontos turísticos, pois sempre tem trombadinhas". Como estava sozinho, segui à risca.

SP não é muito mais seguro, mas quem conhece sabe mais ou menos onde devemos ou não ir. Semana passada um colega aqui disse que viria para SP no carnaval, e eu respondi que era para evitar a região do Largo da Batata. O que aconteceu há 2 dias?

https://g1.globo.com/sp/sao-paulo/carnaval/2019/noticia/2019/03/04/video-mostra-confusao-e-correria-no-largo-da-batata-apos-dispersao-de-bloco-de-carnaval.ghtml


adrianof14

  • Trade Count: (7)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 858
  • Sexo: Masculino
  • A Fotografia é um ato de resistência.
Resposta #20 Online: 06 de Março de 2019, 11:51:34

Fui duas vezes, e na primeira vez fiquei hospedado em um hotel em Copacabana (a 100 metros da praia). Pedi sugestões de passeio ao gerente e ele me disse: "evite andar de ônibus, cuidado com os taxistas e muito cuidado ao visitar pontos turísticos, pois sempre tem trombadinhas". Como estava sozinho, segui à risca.


se fosse o dono do hotel demitiria esse gerente na hora. uma coisa é ser realista, outra coisa é tocar o terror: "Evite andar de onibus, pontos turísticos com trombadinhas..." pqp, não é assim não. blz ta cheio de trombadinha pagando 80 reais para subir ao cristo, ao pão de açúcar ou pra entrar no aquario...JB também ta cheio de trombadinha sim, ahãm, IMS a mesma coisa, nos fortes da orla nem se fala, os militares estão ate com medo...  :doh:  :doh:

grande gerente esse, ao invés de te dizer onde e seguro ir e como chegar, ele te diz para nao ir ao lugares e te bota o terror sobre os transportes. imagino a taxa de retorno desse hotel.



Adriano Ferreira
https://www.flickr.com/photos/adrianof14/

"Resistir ao ruído, à palavra, ao rumor pelo silêncio da foto - resistir ao movimento, ao fluxo e à aceleração pela imobilidade da fot


Lindsay

  • Trade Count: (18)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.574
  • Sexo: Masculino
Resposta #21 Online: 06 de Março de 2019, 11:56:34
se fosse o dono do hotel demitiria esse gerente na hora. uma coisa é ser realista, outra coisa é tocar o terror: "Evite andar de onibus, pontos turísticos com trombadinhas..." pqp, não é assim não. blz ta cheio de trombadinha pagando 80 reais para subir ao cristo, ao pão de açúcar ou pra entrar no aquario...JB também ta cheio de trombadinha sim, ahãm, IMS a mesma coisa, nos fortes da orla nem se fala, os militares estão ate com medo...  :doh:  :doh:

grande gerente esse, ao invés de te dizer onde e seguro ir e como chegar, ele te diz para nao ir ao lugares e te bota o terror sobre os transportes. imagino a taxa de retorno desse hotel.
Já lhe ocorreu que o cara deve ver exemplos de problemas com frequência??? E que ele pode estar tentando preservar a integridade de seu cliente???
Fotografando com a memória


Claudio Rombauer

  • Trade Count: (2)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.738
  • Sexo: Masculino
Resposta #22 Online: 06 de Março de 2019, 12:02:26
Aqui em Curitiba eu faço vc perder sua câmera em 15 segundos. Basta te mandar fotografar em alguns lugares.

Por isso parei de fotografar fora do estúdio. Não dá.

Este ano melhorou um pouco, os roubos caíram consideravelmente.

Mas acredito que, em números per capita, Curitiba e região metropolitana seja ainda pior que Rio e São Paulo, basta pesquisar estatísticas.


cfcsosa

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (3)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 7.946
  • Sexo: Masculino
Resposta #23 Online: 06 de Março de 2019, 12:16:33
se fosse o dono do hotel demitiria esse gerente na hora. uma coisa é ser realista, outra coisa é tocar o terror: "Evite andar de onibus, pontos turísticos com trombadinhas..." pqp, não é assim não. blz ta cheio de trombadinha pagando 80 reais para subir ao cristo, ao pão de açúcar ou pra entrar no aquario...JB também ta cheio de trombadinha sim, ahãm, IMS a mesma coisa, nos fortes da orla nem se fala, os militares estão ate com medo...  :doh:  :doh:

grande gerente esse, ao invés de te dizer onde e seguro ir e como chegar, ele te diz para nao ir ao lugares e te bota o terror sobre os transportes. imagino a taxa de retorno desse hotel.
Rapaz, pior que é assim, o pessoal aqui no Rio é mal treinado.

-------------------
flickr.com/photos/cfcsosa
instagram.com/cfcsosa
500px.com/cfcsosa1978


cfcsosa

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (3)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 7.946
  • Sexo: Masculino
Resposta #24 Online: 06 de Março de 2019, 12:16:56
Já lhe ocorreu que o cara deve ver exemplos de problemas com frequência??? E que ele pode estar tentando preservar a integridade de seu cliente???
Não é isso Lindsay, existem várias formas de passar o recado.
-------------------
flickr.com/photos/cfcsosa
instagram.com/cfcsosa
500px.com/cfcsosa1978


Rick99

  • Trade Count: (4)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.099
  • Sexo: Masculino
  • Amador
Resposta #25 Online: 06 de Março de 2019, 12:37:55
Já lhe ocorreu que o cara deve ver exemplos de problemas com frequência??? E que ele pode estar tentando preservar a integridade de seu cliente???

 :clap:
Pois é. Por isso que fiz questão de citar que fui duas vezes à cidade e não ser injusto baseado apenas pela primeira impressão.
O gerente do hotel foi muito honesto comigo e talvez se eu estivesse em grupo, a recomendação seria outra. Eu perguntei a ele sobre a segurança e respondeu sem "romantizar" os problemas.

 


adrianof14

  • Trade Count: (7)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 858
  • Sexo: Masculino
  • A Fotografia é um ato de resistência.
Resposta #26 Online: 06 de Março de 2019, 13:25:59
Já lhe ocorreu que o cara deve ver exemplos de problemas com frequência??? E que ele pode estar tentando preservar a integridade de seu cliente???

já, mas como prestador de serviços no ramo de turismo poderia ter as seguintes atitudes.

ao invés de dizer evite o os onibus, poderia dizer quais as linhas mais seguras e sugerir o uso do metro e do vlt.
ao invés dizer cuidado com os taxistas, poderia sugerir um número de ponto de confiança ou aplicativo mais seguro como o taxi rio.
ao invés de falar sobre os trombadinhas nos pontos turísticos (o que é uma verdade bem parcial, pois na maioria nem tem), poderia indicar lugares onde isso é mais raro ou nao acontece.
Adriano Ferreira
https://www.flickr.com/photos/adrianof14/

"Resistir ao ruído, à palavra, ao rumor pelo silêncio da foto - resistir ao movimento, ao fluxo e à aceleração pela imobilidade da fot


Lindsay

  • Trade Count: (18)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.574
  • Sexo: Masculino
Resposta #27 Online: 06 de Março de 2019, 13:50:18
Não é isso Lindsay, existem várias formas de passar o recado.


já, mas como prestador de serviços no ramo de turismo poderia ter as seguintes atitudes.

ao invés de dizer evite o os onibus, poderia dizer quais as linhas mais seguras e sugerir o uso do metro e do vlt.
ao invés dizer cuidado com os taxistas, poderia sugerir um número de ponto de confiança ou aplicativo mais seguro como o taxi rio.
ao invés de falar sobre os trombadinhas nos pontos turísticos (o que é uma verdade bem parcial, pois na maioria nem tem), poderia indicar lugares onde isso é mais raro ou nao acontece.

ahhh tá, então agora vcs vão tentar explicar a maneira que o cara deveria dizer o que precisa ser dito... ora, cada um é cada um... eu não estava lá, não vi a cena, e tbm não vou pegar no pé do funcionário que fez o que deveria ser feito e da maneira que ele achou melhor.
Me parece aqui neste tópico que uma quantidade de cariocas não querem reconhecer o que está acontecendo; num adianta tapar o sol com a peneira; reconhecer o problema é o primeiro passo para começar a tomar as decisões para que no futuro as coisas melhorem; se não consegue nem entender o problema é triste...


« Última modificação: 06 de Março de 2019, 13:51:26 por Lindsay »
Fotografando com a memória


cfcsosa

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (3)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 7.946
  • Sexo: Masculino
Resposta #28 Online: 06 de Março de 2019, 13:54:54
ahhh tá, então agora vcs vão tentar explicar a maneira que o cara deveria dizer o que precisa ser dito... ora, cada um é cada um... eu não estava lá, não vi a cena, e tbm não vou pegar no pé do funcionário que fez o que deveria ser feito e da maneira que ele achou melhor.
Me parece aqui neste tópico que uma quantidade de cariocas não querem reconhecer o que está acontecendo; num adianta tapar o sol com a peneira; reconhecer o problema é o primeiro passo para começar a tomar as decisões para que no futuro as coisas melhorem; se não consegue nem entender o problema é triste...
Justamente o contrário.

A gente vive aqui e tem muita gente afirmando a você que não é o apocalipse que está sendo pintado.
-------------------
flickr.com/photos/cfcsosa
instagram.com/cfcsosa
500px.com/cfcsosa1978


adrianof14

  • Trade Count: (7)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 858
  • Sexo: Masculino
  • A Fotografia é um ato de resistência.
Resposta #29 Online: 06 de Março de 2019, 14:02:51
ahhh tá, então agora vcs vão tentar explicar a maneira que o cara deveria dizer o que precisa ser dito... ora, cada um é cada um... eu não estava lá, não vi a cena, e tbm não vou pegar no pé do funcionário que fez o que deveria ser feito e da maneira que ele achou melhor.
Me parece aqui neste tópico que uma quantidade de cariocas não querem reconhecer o que está acontecendo; num adianta tapar o sol com a peneira; reconhecer o problema é o primeiro passo para começar a tomar as decisões para que no futuro as coisas melhorem; se não consegue nem entender o problema é triste...

Ninguém ta dizendo que não há um problema grave de violência. Nem sou carioca, apenas moro aqui. Mas há um exagero midiático sim. Veja esses dados do Os dados são do Anuário Brasileiro de Segurança Pública, realizado pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública. Ele é feito baseado em dados do Ipea e soma homicidios, assaltos, violencia no transito, ataques à residencias... etc. veja o ranking e tire suas proprias conclusões

https://noticias.r7.com/prisma/coluna-do-fraga/veja-o-ranking-das-capitais-mais-violentas-do-brasil-26032018
Adriano Ferreira
https://www.flickr.com/photos/adrianof14/

"Resistir ao ruído, à palavra, ao rumor pelo silêncio da foto - resistir ao movimento, ao fluxo e à aceleração pela imobilidade da fot