Autor Tópico: 3 pilares da fotografia - mudando conceitos?  (Lida 1169 vezes)

nandoespinosa

  • Solidário
  • Trade Count: (3)
  • Colaborador(a)
  • *
  • Mensagens: 2.587
  • Sexo: Masculino
    • Nando Espinosa Fotografia
Online: 21 de Maio de 2019, 10:38:40
Olá queridos amigos...
Eu passei há pouco tempo, a pensar na fotografia de uma forma mais ampla. Minha capacidade artística é bem limitada.Tenho clara ciência disso. Sempre repito isso até por que o meu trabalho com fotografia se resume a um registro, a um retrato de uma cena pronta (sem minha interferência).
Mas de uns tempos pra cá - a partir da minha percepção de que eu a tinha um "olhar fotográfico" no meu dia-a-dia, mesmo sem portar a minha câmera - eu passei a ver mais além do clica e trata.
A história andou e surgiu a vontade e oportunidade de ensinar a fotografia através de um projeto social (que ainda tá em fase de planejamento e viabilização).
Então resolvi começar a fazer o cronograma, planejamento do curso propriamente dito, início da pesquisa, busca de material e elaboração de aulas.
Foi aí que cheguei nesse questionamento que trago pra vocês.
Ao pesquisarmos sobre os pilares da fotografia, logo de cara 99% dos resultados está relacionado a ISO, velocidade do obturador, abertura...
Eu acho isso de uma simplicidade tamanha que me nego a apresentar esses fatores como BASE para a fotografia... Isso, na melhor das hipóteses são os pilares da EXPOSIÇÃO. E eu ainda mudaria "ISO" por "luz" ou "iluminação".
Encafifado, me botei a pensar quais seriam os reais pilares da fotografia.
Na minha rasa sapiência sobre o complexo mundo da fotografia, cheguei aos seguintes conceitos como bases, ou 3 pilares da fotografia: OBSERVAÇÃO, COMPOSIÇÃO e EXPOSIÇÃO.

Alguém aí tem algo a adicionar? Podemos evoluir essa discussão?
Lembro que meu objetivo é fazer disso a "apresentação" da fotografia aos possíveis alunos do projeto.

Bora ajudar o amigo aqui de forma bem construtiva?
Abraços!


RFP

  • Colunista
  • Trade Count: (2)
  • Membro Ativo
  • *****
  • Mensagens: 687
  • Sexo: Masculino
    • Camera Obscura
Resposta #1 Online: 21 de Maio de 2019, 10:57:46
Acho interessante a análise que você fez. Concordo plenamente que reduzir a fotografia à operação da câmera é limitar o assunto. Gostei dos pilares que você elencou, considerando que serão utilizados num contexto didático.


Humberto Yoji

  • Trade Count: (23)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 8.161
  • Sexo: Masculino
    • Humberto Yoji - fotógrafo
Resposta #2 Online: 21 de Maio de 2019, 11:19:03
Eu entendo que os chamados 3 pilares sempre foram considerados apenas uma questão técnica da fotografia. Apenas uma base técnica pra você ter o controle do seu resultado. Não são os fundamentos da fotografia em si...

A gente cansa de ver pessoas se considerando fotógrafos foda porque sabem usar modo manual, mas nem sequer mencionam momento, composição, etc. Enquanto isso, alguns dos profissionais que mais admiro usam modo P (Joe Buissink), modo Av (Marco Costa), flash TTL (Neil van Niekerk), etc. e se concentram nos momentos certos, com a composição certa, iluminação certa, etc...

A fotografia é muito além dessa base técnica. Pra mim sempre tem muito mais a ver com momento e composição. E nessa ordem de importância. Você considera exposição como um dos pilares, mas até nesse ponto eu tendo a discordar um pouco, com a tecnologia que temos atualmente. Pessoas fazem fotos maravilhosas com celular e exposição automática. Além dos que mencionei acima que usam modos semi-automáticos.

Maaaaaasss... Apesar achar essa discussão importantíssima, em termos de ensino eu ainda acho fundamental ao menos mencionar o "tripé técnico", digamos assim, velocidade, abertura e ISO.


nandoespinosa

  • Solidário
  • Trade Count: (3)
  • Colaborador(a)
  • *
  • Mensagens: 2.587
  • Sexo: Masculino
    • Nando Espinosa Fotografia
Resposta #3 Online: 21 de Maio de 2019, 11:43:41
Maaaaaasss... Apesar achar essa discussão importantíssima, em termos de ensino eu ainda acho fundamental ao menos mencionar o "tripé técnico", digamos assim, velocidade, abertura e ISO.
Sim..  :ok: Não questiono a importância de ensinar esse tríade... Inclusive qualquer curso básico que se preze tem que esmiuçar esses itens. Mas eles efetivamente fazem parte da EXPOSIÇÃO fotográfica.


Lindsay

  • Trade Count: (18)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.817
  • Sexo: Masculino
Resposta #4 Online: 21 de Maio de 2019, 11:46:37
Eu fico lembrando aqui desde o século passado quando comecei a ler livros sobre como fotografar. Os livros traziam além das 3 variáveis esse assunto de composição, luz, etc..

Mas vc tem razão, e sua intenção de abordagem é ótima!!!

Eu diria que no inicio e por muito tempo a galera pode fotografar no automático tranquilamente. Tentar se concentrar na cena, digo no momento do clique e na composição é bem melhor no inicio, veja eu ainda nem colocaria a luz nessa questão. No primeiro momento acho mais importante exercitar essa questão do raciocínio ou do feeling voltado para a mensagem da fotografia, se envolvendo com a cena, com a emoção do momento, e buscando fazer com que a fotografia seja expressiva ou contemplativa.

Depois disso viriam os refinamentos, como a observação da luz, o detalhamento da composição, e por ultimo o conhecimento para explorar as possibilidades que variações de ISO abertura e velocidade possibilitam, ainda sim, voltada para a compreensão da realidade surreal que uma câmera pode construir.
« Última modificação: 21 de Maio de 2019, 11:55:27 por Lindsay »
Fotografando com a memória


Humberto Yoji

  • Trade Count: (23)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 8.161
  • Sexo: Masculino
    • Humberto Yoji - fotógrafo
Resposta #5 Online: 21 de Maio de 2019, 11:50:48
Mas eles efetivamente fazem parte da EXPOSIÇÃO fotográfica.

Não só da exposição... Também têm a ver com a profundidade de campo e com rastro de movimento.

Mas depende sempre do público-alvo. Se é para pessoas que querem se aprofundar na fotografia, sempre vale a pena ensinar os aspectos técnicos. Mas se é para pessoas que vão só tirar fotos de fim de semana com celular ou compacta, daí acho que poderia até pular essa parte... Eu já pensei muito nisso porque uma época eu tava programando um curso para "fotógrafos casuais", e daí cheguei à conclusão que era mais interessante ensinar conceitos básicos de composição e iluminação...


Humberto Yoji

  • Trade Count: (23)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 8.161
  • Sexo: Masculino
    • Humberto Yoji - fotógrafo
Resposta #6 Online: 21 de Maio de 2019, 11:51:20
Eu diria que no inicio e por muito tempo a galera pode fotografar no automático tranquilamente. Tentar se concentrar na cena, digo no momento do clique e na composição é bem melhor no inicio, veja eu ainda nem colocaria a luz nessa questão. No primeiro momento acho mais importante exercitar essa questão do raciocínio ou do feeling voltado para a mensagem da fotografia, se envolvendo com a cena, com a emoção do momento, e buscando fazer com que a fotografia seja expressiva ou contemplativa.

Depois disso viriam os refinamentos, como a observação da luz, o detalhamento da composição, e por ultimo o conhecimento para explorar as possibilidades que variações de ISO abertura e velocidade possibilitam, ainda sim, voltada para a compreensão das realidade surreail que uma câmera fotográfica pode construir.

Boa!  :ok:


nandoespinosa

  • Solidário
  • Trade Count: (3)
  • Colaborador(a)
  • *
  • Mensagens: 2.587
  • Sexo: Masculino
    • Nando Espinosa Fotografia
Resposta #7 Online: 21 de Maio de 2019, 11:55:09
Não só da exposição... Também têm a ver com a profundidade de campo e com rastro de movimento.
Sim. Claro... Eu que fui simplista demais.  :hysterical:

Mas depende sempre do público-alvo...
O meu objetivo primário é utilizar a fotografia e o que eu chamei lá atrás de "olhar fotográfico" como uma ferramenta de inclusão social... Mas a coisa é complexa. Quando estiver tudo mais concreto eu abro outro tópico pra discutirmos isso.
Nesse caso, tudo passa a ser mais importante que a técnica fotográfica... Embora eu tenha planejamento de ensinar isso também.


Humberto Yoji

  • Trade Count: (23)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 8.161
  • Sexo: Masculino
    • Humberto Yoji - fotógrafo
Resposta #8 Online: 21 de Maio de 2019, 12:01:32
Sim. Claro... Eu que fui simplista demais.  :hysterical:

 :D


O meu objetivo primário é utilizar a fotografia e o que eu chamei lá atrás de "olhar fotográfico" como uma ferramenta de inclusão social... Mas a coisa é complexa. Quando estiver tudo mais concreto eu abro outro tópico pra discutirmos isso.
Nesse caso, tudo passa a ser mais importante que a técnica fotográfica... Embora eu tenha planejamento de ensinar isso também.

 :ok:


Humberto Yoji

  • Trade Count: (23)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 8.161
  • Sexo: Masculino
    • Humberto Yoji - fotógrafo
Resposta #9 Online: 21 de Maio de 2019, 12:06:16
Depois disso viriam os refinamentos, como a observação da luz

Um comentário sobre esse ponto. Da minha pouca experiência com ensino de fotografia, é notável como as pessoas têm inicialmente dificuldade em enxergar a luz. Tipo, descobrir a direção da luz vendo uma foto já feita demanda um certo "exercício" e prática... E entender a questão de luz dura ou luz suave também é menos intuitivo do que parece.

Pra quem já fotografa a um tempo, isso é óbvio e até intuitivo, mas pra quem está começando não é lá muito fácil não...


Lucas M. Dias

  • Trade Count: (1)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.871
  • Sexo: Masculino
    • Site
Resposta #10 Online: 21 de Maio de 2019, 12:21:58
A princípio você poderia dividir o conhecimento em três grupos:

O primeiro é o técnico, que engloba ISO, Abertura, Velocidade, distancia focal, tipos de sensores, etc, e tudo o que esses parâmetros influenciam em uma fotografia. Só aqui você já cria um curso básico/intermediário para quem quer aprender a fotografar.

O segundo seria o artístico, que engloba composição, como trabalhar com luz natural e artificial, áreas da fotografia e seus detalhes, estilo, e por aí vai. Esse seria algo avançado, e obviamente depende do conhecimento do primeiro.

O terceiro seria um plus e envolve a parte de criação no pós foto, softwares de edição, cores, PB, etc. Ficaria a seu critério apenas introduzir esse tema ou se aprofundar.


RFP

  • Colunista
  • Trade Count: (2)
  • Membro Ativo
  • *****
  • Mensagens: 687
  • Sexo: Masculino
    • Camera Obscura
Resposta #11 Online: 21 de Maio de 2019, 12:59:17
A princípio você poderia dividir o conhecimento em três grupos:

O primeiro é o técnico, que engloba ISO, Abertura, Velocidade, distancia focal, tipos de sensores, etc, e tudo o que esses parâmetros influenciam em uma fotografia. Só aqui você já cria um curso básico/intermediário para quem quer aprender a fotografar.

O segundo seria o artístico, que engloba composição, como trabalhar com luz natural e artificial, áreas da fotografia e seus detalhes, estilo, e por aí vai. Esse seria algo avançado, e obviamente depende do conhecimento do primeiro.

O terceiro seria um plus e envolve a parte de criação no pós foto, softwares de edição, cores, PB, etc. Ficaria a seu critério apenas introduzir esse tema ou se aprofundar.

Verdade, tem uma etapa bem importante aí que seria algo como a concretização ou apresentação da foto. Que vai desde software até a possibilidade de relevar negativos, ampliação etc.


cheferson

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 1.148
  • Sexo: Masculino
  • Uma Fotografia é o Registro Exato da História!
    • Curso Completo de Fotografias para Retratos, Viagens e Paisagens
Resposta #12 Online: 21 de Maio de 2019, 22:05:01
Considero que há apenas 2 pilares na fotografia: estética e técnica. Estética no sentido de gerar uma emoção. A fotografia que gera uma emoção, sem legenda alguma, é um grande registro, seja paisagem, seja retratos, eventos, etc. A fotografia, por outro lado, tem a técnica. Dai entram conhecimentos como: Fotometria, Composição, Iluminação, Foco, Balanço de Branco, Configuração da Câmera.

Uma foto perfeita tecnicamente, mas que não transmite emoção alguma, é pobre em estética. Já uma foto com grande estética, mas com iluminação ou mal feita tecnicamente, é inútil, por não conseguir comunicar a linguagem visual necessária para que ela seja apreciada pelo público.

Eu, quando dou aulas de fotografia pra iniciantes, começo o treino no modo automático pelo olhar; desenvolver o lado estético/artístico. E isso vem com o tempo; é treino e a capacidade de perceber os momentos adequados para fotografar. Só depois é que vem a parte técnica. Eu dividiria dessa forma, fica mais fácil para entender.

Talvez o fato de irem direto para a área técnica é que tem produzido fotógrafos medíocres. Antigamente, os grandes mestres, não tinham os recursos dos equipamentos modernos, por isso tinham que se virar e fazer fotos com filme era algo limitado, isso precisava ser compensado com a estética. Eu gosto muito mais dessa linha de pensamento: fazer mais com menos.


LeandroR

  • Trade Count: (3)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 1.377
    • Dilone Fotografia
Resposta #13 Online: 21 de Maio de 2019, 22:50:40
Uma vez eu li algo que achei muito interessante.

Uma grande fotografia deve ter estes 3 elementos: boa composição, boa luz e um sujeito interessante.

Se eu tivesse que enumerar 3 pilares da fotografia seriam estes 3 itens acima.
Viagens, expedições e mentoria fotográfica, visite:
www.dilonefotografia.com

IG     www.instagram.com/dilonefotografia/
FB     www.facebook.com/dilonefotografia/
BLOG: acompanhe a minha jornada pelo Norte do Brasil    www.leandroreichert.com


waldyrneto

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 1.000
  • Sexo: Masculino
    • Meu Portfólio
Resposta #14 Online: 22 de Maio de 2019, 04:57:16

Oi Nando, eu vou na linha do que disse o Lucas, e compartilho um slide da minha Oficina...





No meu entendimento visão engloba o olhar, a composição, a ideia. Captura envolve as técnicas que fotometria, foco, etc. E o tratamento tem uma parte técnica misturada com um complemento de concepção artística.

E eu não incluí a impressão, pois nos tempos modernos muitas fotos não vão para o papel. E também porque na maioria dos casos a impressão, quando é feita, é terceirizada. Mas é algo a se discutir.


[]´s     Waldyr Neto


Fotos: www.flickr.com/photos/waldyrneto
Artigos & Oficinas: http://amagiadamontanha.blogspot.com.br