Autor Tópico: Análise de mercado: Em 2019, o mercado MirrorLess cairá de 15% a 25% (vs 2018)  (Lida 207 vezes)

Ernesto

  • Mecenas
  • Trade Count: (0)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.228
  • Trader
Pessoal, números alarmantes... eu sei

Um colega daqui me pediu a análise sobre Matemática Estatística Aplicada ao Mercado, no mês passado,.e eu terminei agora  :ok:

Como ninguém publicou isso ainda, só quero registrar aqui para comentarmos em fev/2020 (quando os números oficiais de 2019, saírem)

Minha ideia é mostrar como a Matemática Estatística Aplicada ao Mercado serve para a tomada de decisões tanto de lojistas/distribuidores quanto profissionais que estão começando (e vão montar um sistema do zero)... quanto de traders

Após várias análises nos números da CIPA, cheguei a conclusão inevitável de que o mercado MirrorLess cairá de 15% a 25% este ano.

(confesso que não acreditei nas contas inicialmente e refiz tudo diversas vezes)

O DSLR também cairá mas continuará líder de mercado  :ok: (esta é a única frase daqui que ainda tem algum risco, o resto não)

A análise é uma disciplina acadêmica e não há espaço para decorrer e explicar nestas linhas. Mas como pós-graduação, é bem legal :ok:

Os números que eu usei são os da CIPA:
cipa.jp/stats/dc_e.html
« Última modificação: 11 de Junho de 2019, 23:47:50 por Ernesto »


Ernesto

  • Mecenas
  • Trade Count: (0)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.228
  • Trader


A ideia não é discutir agora mas, registrar e guardarmos para fev/2020 (quando os números oficiais serão divulgados)  :ok:


cheferson

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 934
  • Sexo: Masculino
  • Uma Fotografia é o Registro Exato da História!
    • Curso Completo de Fotografias para Retratos, Viagens e Paisagens
Se os rumores se confirmarem da Canon lançar a 90D, e ela já lançou a SL3 . Do lado da Nikon, há rumores de uma D950 e uma D6, acredito que as DSLR ainda terão muito tempo de vida, sobretudo vindo dessas duas fabricantes. Já Fuji, Sony, deverão continuar com o formato Mirrorless. Faço essa aposta pra 2020.

Quanto a diminuição, é um fato sobre os celulares: câmeras DSLR, mesmo de "entrada" , são vistos como equipamentos profissionais. O mercado tende a se manter estável nesse sentido.


Vinicius Lima

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 194
  • Sexo: Masculino
Sem qualquer intenção de confrontar os estudos do Ernesto (aliás, meus parabéns pelo trabalho :clap:), recentemente tive uma experiência absolutamente contrária.
Passei 21 dias em Portugal em Maio passado, turismo e lazer puros, e o que menos vi foram pessoas fotografando com celular.
Claro que tinha, mas em número surpreendentemente menor do que as que utilizavam câmera digitais dedicadas. Foi um festival de Nikon (domínio absoluto em Porto, Braga e Guimarães), Panasonic (logo atrás das Nikon), Sony, Canon (liderando em Lisboa e Algarve) e até mesmo muitas (isso mesmo) Leicas.
Mas de forma geral, quando você via alguém com celular na mão era geralmente usando o Google ou GPS/Maps, não fotografando.
Entre DSLR e Mirrorless eu diria que deu empate.
Em que pese os números desfavoráveis geralmente divulgados, confesso que fiquei muito feliz em ver aquele monte de franceses, chineses, holandeses, canadenses, espanhóis, ...fotografando com câmeras. :)

Abração a todos.
« Última modificação: 15 de Junho de 2019, 01:01:40 por Vinicius Lima »


cheferson

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 934
  • Sexo: Masculino
  • Uma Fotografia é o Registro Exato da História!
    • Curso Completo de Fotografias para Retratos, Viagens e Paisagens
Sem qualquer intenção de confrontar os estudos do Ernesto (aliás, meus parabéns pelo trabalho :clap:), recentemente tive uma experiência absolutamente contrária.
Passei 21 dias em Portugal em Maio passado, turismo e lazer puros, e o que menos vi foram pessoas fotografando com celular.
Claro que tinha, mas em número surpreendentemente menor do que as que utilizavam câmera digitais dedicadas. Foi um festival de Nikon (domínio absoluto em Porto, Braga e Guimarães), Panasonic (logo atrás das Nikon), Sony, Canon (liderando em Lisboa e Algarve) e até mesmo muitas (isso mesmo) Leicas.
Mas de forma geral, quando você via alguém com celular na mão era geralmente usando o Google ou GPS/Maps, não fotografando.
Entre DSLR e Mirrorless eu diria que deu empate.
Em que pese os números desfavoráveis geralmente divulgados, confesso que fiquei muito feliz em ver aquele monte de franceses, chineses, holandeses, canadenses, espanhóis, ...fotografando com câmeras. :)

Abração a todos.

Isso é um bom sinal!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!