Autor Tópico: Falar portugês incorretamente é reflexo de insegurança ?  (Lida 972 vezes)

amador47sc

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (16)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.333
  • Sexo: Masculino
  • Aperfeiçoando o olhar em busca da melhor imagem
Resposta #45 Online: 09 de Novembro de 2020, 18:41:53


Ryu

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 371
  • Sexo: Masculino
Resposta #46 Online: 09 de Novembro de 2020, 21:40:12
Qual mudanca linguistica que nao passou a se tornar o "correto" que nao nasceu do uso errado da lingua falada e escrita anteriormente?
A língua é viva, então ela muda constantemente.
Mas veja uma coisa horrrorosa que está acontecendo.

"A maioria das mulheres voltaram pra casa".
A frase está errada porque o verbo tem de concordar com o núcleo do sujeito. Porém, muitos linguistas estão passando a considerar certo o verbo concordar com o termo periférico.

Nesse sentido, a frase "Nenhuma das mulheres voltaram para casa" também está certo.

É o errado passando a virar correto.


C R O I X

  • Trade Count: (0)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.485
  • Sexo: Masculino
  • Fotografo Multiformato
    • Marcio Faustino
Resposta #47 Online: 11 de Novembro de 2020, 14:08:00
A língua é viva, então ela muda constantemente.
Mas veja uma coisa horrrorosa que está acontecendo.

"A maioria das mulheres voltaram pra casa".
A frase está errada porque o verbo tem de concordar com o núcleo do sujeito. Porém, muitos linguistas estão passando a considerar certo o verbo concordar com o termo periférico.

Nesse sentido, a frase "Nenhuma das mulheres voltaram para casa" também está certo.

É o errado passando a virar correto.

Pois eh. Boa parte do que hoje consideramos correto e regras foram na verdade popularizado pelo modo errado do "povao" em falar. No finaldas contas o errado no dia a dia nao existe. As regras sao feitas pelo uso, expressao local e cultural.

As regras servem mais para tornar a comunicacao mais clara nos meios burocraticos e academicos. Popularmente nao ha errado enquanto as pessoas se entenderem, e as vezes as pessoas se entendem melhor no "errado" do que nas regras eruditas. Lambram do Fernando Enrique Cardoso que o povao em si nao entendia completamente as enrolacoes que ele falava? Mas achavam bonito por ser erudito.

Isso nao eh so para linguas mas para tradicoes tambem. A danca da festa junina eh a versao povao da danca de corte dos nobres Europeus. Eh o povao imitando os nobres, talvez inicialmente como forma de tirar sarro ou como forma de posar como sendo socialmente mais erudito entre seus vizinhos, que passou a ser sempre lembrado e popularizado. Hoje eh visto como uma tradicao de "origem" carpira/povao e pessoas simples do interior, comocelebracao da cultura brasileira.
« Última modificação: 11 de Novembro de 2020, 14:13:38 por C R O I X »


Leonardo Tonin

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.106
  • Sexo: Masculino
Resposta #48 Online: 18 de Novembro de 2020, 11:39:55
Olá amigos,

    Há muito venho notando que existem pessoas que me parece, se esforçam para falar Português (escrever no caso) de forma incorreta. Conversando com uma amiga que é pisicóloga, comentei hoje sobre isso e sobre a quantidade de pessoas que se esforçam para saber tudo sobre equipamentos mas simplesmente se contentam com o parco conhecimento de nossa língua mãe. Segundo ela, as pessoas quando buscam um micro conhecimento (exemplo: equipamentos ou fotografia) e o obtém de forma relativamente mais simples, acreditam que isto lhes basta, entram numa zona de conforto e deixam de procurar melhorar como indivíduos, mantendo seus conhecimentos rasos em outras áreas importantes como a comunicação. Saber se comunicar corretamente, além de demonstrar firmeza, demonstra respeito e segurança.

O que vocês acham ? Há espaço em 2020 quase 2021 para as pessoas não conseguirem mais falar corretamente nossa língua?

No momento portugues nao é meu idioma, Passei tres anos estudando ingles e trabalhando onde cheguei so nivel b2,  e hoje vivo na Alemanha com minha familia. Ou seja, estou demorando o dobro para falar alemao. Sem duvida alguma, eu estudaria mais, se estivesse no Brasil,  pois é facilimo estudar a lingua mae.
Me preocupo mais com a fotografia e o idioma onde vivo.


Leonardo Tonin

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.106
  • Sexo: Masculino
Resposta #49 Online: 18 de Novembro de 2020, 12:48:31
Deu algum erro por aqui, me desculpem.
« Última modificação: 18 de Novembro de 2020, 12:51:19 por Leonardo Tonin »