Autor Tópico: [Artigo] Astrofotografia para iniciantes  (Lida 6145 vezes)

AFShalders

  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 9.311
  • Sexo: Masculino
  • "Bela câmera, mas mostre as fotos..."
    • Old Good Light
Resposta #30 Online: 30 de Março de 2021, 13:15:43
Uma dúvida: existe alguma diferença entre usar uma lente tele de 600mm e um telescópio também com distância focal de 600mm?

Várias.

Falando apenas em equipamentos de boa qualidade, nada de telescópio Greika de 200 reais ok...

No caso de refratores, temos basicamente os acromáticos e os apocromáticos. Os acromáticos usam dois elementos na objetiva ("lente da frente") e os apocromáticos usam 3 e muito raramente 4.

Os acromáticos compensam a aberração cromática para dois comprimentos de onda, e os apocromáticos para três.

Boas objetivas de telescópio tem a superfície polida com altíssima precisão, pois exige-se uma resolução muito alta. Menos elementos e um bom coating garantem uma imagem de maior contraste do que as teleobjetivas de uso terrestre. Lembre-se que os objetos celestes tem contraste baixo.

As aberturas também são bem menores do que as teles. Um refrator de 1000mm com objetiva de 120mm de diâmetro apresenta f= 1000/120 = F8.3

Quanto as refletores existem diversos tipos, desde o Newtoniano clássico que usa dois espelhos, um plano e um parabólico principal até os Maksutov-Cassegrain que são bem complexos, com 2 espelhos e lentes corretoras, as vezes até asféricas.

Os refletores PUROS não apresentam aberração cromática, mas os mixtos podem apresentar (e podem compensar com uso de lentes APO por exemplo). Os espelhos de boa qualidade são polidos à perfeição, com precisão de pelo menos 1/8 de comprimento de onda;

Refratores bem corrigidos e de grande abertura são imensos e caríssimos. Refletores são a escolha mais lógica nesses casos. É fácil encontrar refletores newtonianos com diametro de 8 a 12 polegadas de boa qualidade e viáveis economicamente. Já um refrator de 12 polegadas de boa qualidade custará algo na casa das dezenas de milhares de reais.

Existem algumas teles usadas em fotografia que podem ser usadas tranquilamente para astro fotografia básica, como a Leica APO-Telyt 180 F3.4,  a Telyt 560 e a Canon 300mm L, entre outras... mas esses comprimentos focais só servem para astrofotografia de campo largo, no máximo médio, a não ser que se abuse do crop.

Resumindo: Quando é necessário um aumento grande aliado com grande catação de luz, só telescópio mesmo....



« Última modificação: 30 de Março de 2021, 13:21:06 por AFShalders »
A maioria das câmeras e lentes são melhores que a maioria dos fotógrafos.

www.oldgoodlight.blogspot.com / www.flickr.com/groorj


felipemendes

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (9)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.897
  • Sexo: Masculino
    • Meu Flickr
Resposta #31 Online: 31 de Março de 2021, 10:05:41
Várias.

Além disso tudo, telescópios possuem pontos de montagem pra acessórios (viewfinder, câmera guia), possui sistema de foco melhor adaptado pra precisão no infinito. E tem o preço: apesar dos dados que o AFShalders citou, bons telescópios pra fotografia podem ter 800mm f/4. Nem sei se existe lente tão longa e tão clara, se existir deve custar uma fortuna. Mas um telescópio desses, com corretor de distorção custa cerca de 1000 dólares.


Ernesto

  • Trade Count: (0)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 11.484
  • Ernesto Leite
Resposta #32 Online: 31 de Março de 2021, 13:00:20
Considerando todas as diferenças listadas

No final, o melhor guia é:

Primeiro: Escolher o que se quer ver.

Segundo: Escolher se vai querer forografar além de ver.

Terceiro: Pesquisar os locais e consições atmosféricas que fazem possível ver, com mais qualidade, o que se quer ver.
Ex.: Você mora no nivel do mar ? Mora em local seco ou úmido ? Mora em local de alta altitude ? Você pretende viajar ao local ideal caso não seja possível ver, com qualidade, aonde vc mora ?

Uma vez definido tudo isso, aí vc poderá ir ao orçamento, mercado de usados e seguir para escolher o telescopio ou teleobjetiva


---


Um fotografo sempre tem várias lentes, cada uma se especializada em coisas diferentes

Se a pessoa quer ver vários tipos de coisas difefentes no céu, ela acabará tendo mais de um telescópio


Ps.: Se conforme com o impossível:
Eu sempre quis ver Saturno desde os 8 anos de idade... até chegar a conclusão que a qualidade que eu buscava só seria possível em supertelescópios de observatórios astrômicos gigantes do exterior.
Então, era mais fácil ir viajar a observatorios astronômicos e fazer amizade com o pessoal do que juntar 30MILHÕES de USD e comprar uma fazenda para por o telescópio
« Última modificação: 31 de Março de 2021, 13:16:38 por Ernesto »
#DeFérias


AFShalders

  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 9.311
  • Sexo: Masculino
  • "Bela câmera, mas mostre as fotos..."
    • Old Good Light
Resposta #33 Online: 31 de Março de 2021, 17:09:27
Além disso tudo, telescópios possuem pontos de montagem pra acessórios (viewfinder, câmera guia), possui sistema de foco melhor adaptado pra precisão no infinito. E tem o preço: apesar dos dados que o AFShalders citou, bons telescópios pra fotografia podem ter 800mm f/4. Nem sei se existe lente tão longa e tão clara, se existir deve custar uma fortuna. Mas um telescópio desses, com corretor de distorção custa cerca de 1000 dólares.

Um não absurdamente caro que gostei do resultado foi o Celestron C8 antigo.
Me arrependi por não ter comprado um Guan Sheng (GSO) 8" f5 ... (1000mm F5) ... E ainda por cima com um focalizador Crayford micro fotográfico... Grrrrr...
A maioria das câmeras e lentes são melhores que a maioria dos fotógrafos.

www.oldgoodlight.blogspot.com / www.flickr.com/groorj


Ernesto

  • Trade Count: (0)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 11.484
  • Ernesto Leite
Resposta #34 Online: 10 de Abril de 2021, 18:38:51
Uma dúvida: existe alguma diferença entre usar uma lente tele de 600mm e um telescópio também com distância focal de 600mm?


Nas últimas semanas, tanho dado preferência a estes equipamentos para minhas fotos do céu:

« Última modificação: 10 de Abril de 2021, 18:39:35 por Ernesto »
#DeFérias


felipemendes

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (9)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.897
  • Sexo: Masculino
    • Meu Flickr
Resposta #35 Online: 12 de Abril de 2021, 00:16:20
Um não absurdamente caro que gostei do resultado foi o Celestron C8 antigo.
Me arrependi por não ter comprado um Guan Sheng (GSO) 8" f5 ... (1000mm F5) ... E ainda por cima com um focalizador Crayford micro fotográfico... Grrrrr...

Sempre desprezei o Celestron C8 por ter distância focal muito longa. Mas tem uma modificação bem bacana pra ele, que transforma em um telescópio curto (cerca de 370-400mm, dependendo do modelo) com uma super-abertura (f/1.9 a f/2.1).

Hoje uso um SkyWatcher Quattro (feito pra astrofoto), 8" x f/4. Fora o peso, é muito legal de usar. Correção: hoje, não uso nada, porque um dos motores do mount quebrou, e não existe em lugar nenhum pra ser comprado.
« Última modificação: 12 de Abril de 2021, 00:17:16 por felipemendes »


AFShalders

  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 9.311
  • Sexo: Masculino
  • "Bela câmera, mas mostre as fotos..."
    • Old Good Light
Resposta #36 Online: 12 de Abril de 2021, 11:33:10
Sempre desprezei o Celestron C8 por ter distância focal muito longa. Mas tem uma modificação bem bacana pra ele, que transforma em um telescópio curto (cerca de 370-400mm, dependendo do modelo) com uma super-abertura (f/1.9 a f/2.1).

Hoje uso um SkyWatcher Quattro (feito pra astrofoto), 8" x f/4. Fora o peso, é muito legal de usar. Correção: hoje, não uso nada, porque um dos motores do mount quebrou, e não existe em lugar nenhum pra ser comprado.

O C8 e similares são bons para objetos de espaço profundo, por exemplo a Caixa de Joias nele fica um absurdo, o mesmo vale para a nebulosa de Órion, mas para objetos como o complexo molecular de rho ofiúco ou as Pleiades, realmente atrapalha mais do que ajuda. Se bem que tem as oculares de campo ultra largo tipo as Luminos e umas Tele Vue de 40mm, mas 2000mm é brabo mesmo.

O problema desses redutores focais é que variam muito de qualidade e preço, tem que saber muito bem o que está comprando.

O que mais gosto é esse aqui

https://www.astroshop.pt/telescopios/gso-telescopio-n-303-1212-imaging-newton-ota/p,45332#tab_bar_1_select
« Última modificação: 12 de Abril de 2021, 11:36:06 por AFShalders »
A maioria das câmeras e lentes são melhores que a maioria dos fotógrafos.

www.oldgoodlight.blogspot.com / www.flickr.com/groorj


felipemendes

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (9)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.897
  • Sexo: Masculino
    • Meu Flickr
Resposta #37 Online: 12 de Abril de 2021, 13:18:52
O C8 e similares são bons para objetos de espaço profundo, por exemplo a Caixa de Joias nele fica um absurdo, o mesmo vale para a nebulosa de Órion, mas para objetos como o complexo molecular de rho ofiúco ou as Pleiades, realmente atrapalha mais do que ajuda. Se bem que tem as oculares de campo ultra largo tipo as Luminos e umas Tele Vue de 40mm, mas 2000mm é brabo mesmo.

O problema desses redutores focais é que variam muito de qualidade e preço, tem que saber muito bem o que está comprando.

O que mais gosto é esse aqui

https://www.astroshop.pt/telescopios/gso-telescopio-n-303-1212-imaging-newton-ota/p,45332#tab_bar_1_select

A modificação que estou falando é o Hyperstar/Fastar, que não é um simples redutor focal. Funciona removendo o espelho secundário e colocando o corretor e câmera diretamente ali. Custa bem caro também (só o Hyperstar custa 1000 dólares).

Antes:


Depois:






 
« Última modificação: 12 de Abril de 2021, 13:24:41 por felipemendes »


AFShalders

  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 9.311
  • Sexo: Masculino
  • "Bela câmera, mas mostre as fotos..."
    • Old Good Light
Resposta #38 Online: 12 de Abril de 2021, 14:50:52
Legal, não conhecia isso.
A maioria das câmeras e lentes são melhores que a maioria dos fotógrafos.

www.oldgoodlight.blogspot.com / www.flickr.com/groorj


paulo.lopes

  • Trade Count: (4)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 1.246
  • Sexo: Masculino
    • Instagram
Resposta #39 Online: 02 de Maio de 2021, 12:24:32
Amigos, se alguém puder de dar uma luz (literalmente rs)..

Minha neta tem 9 anos e começou a se interessar por astros e pelo espaço. Agora cismou que quer um telescópio para observar os astros. Porém, obviamente, os pais não vão investir milhões num equipamento profissional e estamos procurando alguma coisa que não seja tão cara e que dê a ela a oportunidade de vislumbrar alguma coisa no espaço.

Sei que os equipamentos amadores tem lá suas limitações, mas creio que ela não esteja na faixa etária para estudos aprofundados e mais técnicos.

Exposto o cenário, vem a pergunta: Alguém saberia me dizer se o telescópio deste link ( https://www.americanas.com.br/produto/2104812601?pfm_carac=telescopio&pfm_index=12&pfm_page=search&pfm_pos=grid&pfm_type=search_page#info-section ) permitiria um primeiro passo ? E se seria fácil para a criatura vislumbrar algo no espaço ?

Grato aos amigos !

 :ok:
CANON 1Dx + 7D MK II + 24-105mm L f/4 + 16-35mm L f/2.8 III + 100-400mm L f/4-5.6 II + Canon EF 50mm L f/1.2 + Tamrom 90mm SP DI Macro f/2.8 + Sigma 15mm f/2.8 Fisheye + Flash Godox V860c + Canon Speedlight 550 EX
www.facebook.com/BWpressfoto


AFShalders

  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 9.311
  • Sexo: Masculino
  • "Bela câmera, mas mostre as fotos..."
    • Old Good Light
Resposta #40 Online: 02 de Maio de 2021, 14:12:31
Amigos, se alguém puder de dar uma luz (literalmente rs)..

Minha neta tem 9 anos e começou a se interessar por astros e pelo espaço. Agora cismou que quer um telescópio para observar os astros. Porém, obviamente, os pais não vão investir milhões num equipamento profissional e estamos procurando alguma coisa que não seja tão cara e que dê a ela a oportunidade de vislumbrar alguma coisa no espaço.

Sei que os equipamentos amadores tem lá suas limitações, mas creio que ela não esteja na faixa etária para estudos aprofundados e mais técnicos.

Exposto o cenário, vem a pergunta: Alguém saberia me dizer se o telescópio deste link ( https://www.americanas.com.br/produto/2104812601?pfm_carac=telescopio&pfm_index=12&pfm_page=search&pfm_pos=grid&pfm_type=search_page#info-section ) permitiria um primeiro passo ? E se seria fácil para a criatura vislumbrar algo no espaço ?

Grato aos amigos !

 :ok:


Para ver a lua serve. Planetas já fica bem mais complicado e nebulosas mais ainda.
A maioria das câmeras e lentes são melhores que a maioria dos fotógrafos.

www.oldgoodlight.blogspot.com / www.flickr.com/groorj


felipemendes

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (9)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.897
  • Sexo: Masculino
    • Meu Flickr
Resposta #41 Online: 02 de Maio de 2021, 15:50:45
Exposto o cenário, vem a pergunta: Alguém saberia me dizer se o telescópio deste link ( https://www.americanas.com.br/produto/2104812601?pfm_carac=telescopio&pfm_index=12&pfm_page=search&pfm_pos=grid&pfm_type=search_page#info-section ) permitiria um primeiro passo ? E se seria fácil para a criatura vislumbrar algo no espaço ?

Eu tomei gosto pela coisa usando um telescópio das crianças que deve ter custado menos de 30 dólares. Com ele dava pra ver Júpiter e suas luas, Saturno e seus anéis, as fases de Vênus e a Lua. Esse aí tem distância focal um pouco maior e mesma abertura. Vai ser mais escuro, mas isso não faz diferença pros objetos que eu citei, que parecem bem luminosos no céu.

Se ela se interessar mais, daí os pais podem começar a considerar um telescópio mais claro.


paulo.lopes

  • Trade Count: (4)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 1.246
  • Sexo: Masculino
    • Instagram
Resposta #42 Online: 02 de Maio de 2021, 16:39:41
Eu tomei gosto pela coisa usando um telescópio das crianças que deve ter custado menos de 30 dólares. Com ele dava pra ver Júpiter e suas luas, Saturno e seus anéis, as fases de Vênus e a Lua. Esse aí tem distância focal um pouco maior e mesma abertura. Vai ser mais escuro, mas isso não faz diferença pros objetos que eu citei, que parecem bem luminosos no céu.

Se ela se interessar mais, daí os pais podem começar a considerar um telescópio mais claro.

Boa !!!

Vou passar essa informação p/ minha filha.

Obrigado, Felipe !!

 :clap: :clap:
CANON 1Dx + 7D MK II + 24-105mm L f/4 + 16-35mm L f/2.8 III + 100-400mm L f/4-5.6 II + Canon EF 50mm L f/1.2 + Tamrom 90mm SP DI Macro f/2.8 + Sigma 15mm f/2.8 Fisheye + Flash Godox V860c + Canon Speedlight 550 EX
www.facebook.com/BWpressfoto


felipemendes

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (9)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.897
  • Sexo: Masculino
    • Meu Flickr
Resposta #43 Online: 03 de Setembro de 2021, 18:59:40
Comentei recentemente em outro tópico sobre por que algumas câmeras são melhores que outras pra astrofotografia. Claro que isso depende do tipo de foto: estou falando aqui de câmeras pra astrofoto de campo profundo, especificamente nebulosas. Até mesmo para galáxias e aglomerados estelares, a maioria das câmeras funciona bem.

Primeiro de tudo, por que nebulosas?

Nebulosas são o início de tudo. São regiões do Universo onde hidrogênio se forma, a partir de prótons e elétrons soltos no universo. Este hidrogênio, vai formar estrelas, que vão formar planetas, etc. Quando um elétron “enxerga” um próton, começa a girar ao redor dele, primeiro a distâncias relativamente longas, até órbita 1s que aprendemos na escola (pra quem lembra do diagrama de Linus Pauling, e aquelas camadas 1s1, 1s2, 2s1, 2s2, 2p1, etc), o recém-criado átomo emite luz em um comprimento de onde bastante específico, de 656 nm. É o chamado Hidrogênio alfa, ou Ha, ou ainda Hα. Esta cor é de um vermelho profundo, que é bastante atenuado na maioria dos filtros de fábrica das câmeras. Como curiosidade, quando o elétron vai pra camada 2s1, o que vemos é o Hidrogênio beta, que emite luz azulada.

Por exemplo, tomando com referência uma Canon 5D II original:



No caso da câmera acima, veja que a câmera só absorve cerca de 27% da luz a 656 nm de comprimento de onda. Ainda é possível fotografar nebulosas com uma câmera destas, porém os tempos de exposição serão longos, o que vai acarretar aquecimento do sensor (que, por sua vez, vai causar ruído) e problemas com “star trails”, ou borrão das estrelas por movimento. O ideal é diminuir ao máximo a exposição, e ao mesmo tempo manter o ruído bem controlado.

No gráfico abaixo, uma comparação entre uma câmera original e uma modificada com um filtro que permite maior passagem no comprimento de onda 656 nm:


Veja que mesmo as câmeras pra astrofoto (modificadas ou não) cortam o espectro à luz visível, e fornecem resposta muito melhor ao Hα. Só isso já representa um avanço significativo em relação a câmeras comuns. Mas ainda assim, este arranjo não é muito eficiente nas câmeras coloridas: o vermelho é capturado somente pelos pixels vermelhos da câmera, que, no melhor dos casos será de 25% do sensor. O Oxigênio III (que é o oxigênio que respiramos, porém com 2 elétrons faltantes), também bastante existente no nosso Universo, seria capturado pelo azul, que representa no máximo outros 25% do sensor, assumindo um sensor Bayer comum:



Pra aumentar a sensibilidade, a solução atualmente usada é usar câmeras monocromáticas. Estas câmeras não possuem um filtro Bayer na frente do sensor, logo todos os pixels somente lêem intensidade de luz. Estas câmeras são usadas com filtros RGB (vermelho, verde e azul) na frente, e as imagens obtidas com cada filtro depois são sobrepostas, criando a imagem colorida. Este tipo de câmera vai usar 100% dos pixels pra vermelho, depois 100% pra verde e 100% pra azul. Se estou certo, os sensores Forevon da Sigma usam um princípio parecido, porém todos os filtros estão todo o tempo acima do sensor.

A princípio, pode parecer que o uso de câmeras monocromáticas é pouco prático (são caras, requerem uma roda de filtros e alguns passos no processamento), mas o ganho em tempo de exposição e nível de detalhe em muito sobrepujam as dificuldades.


AFShalders

  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 9.311
  • Sexo: Masculino
  • "Bela câmera, mas mostre as fotos..."
    • Old Good Light
Resposta #44 Online: 04 de Setembro de 2021, 08:31:06
Ih Felipe, o sensor Foveon tem dois problemas... 1) sensibilidade baixa 2) ruido alto em ISO maior que 400 e em exposições muito longas. Nunca cheguei a usar para astro, mas nunca me animei.

Aqui tenho uma Sigma SD1 Merrill, uma DP2 Merrill e uma SD Quattro. Lá para final de setembro pode ser que eu consiga fazer alguns testes, mas não garanto nada. Aqui só tenho duas objetivas com abertura razoável para isso, a 30/1.4 e a 70/2.8 mas não tenho muita esperança no resultado.

Mas tem uma coisa que você está esquecendo de considerar em relação ao filtro Bayer e mesmo no sensor Foveon. Esses filtros tem uma largura de banda grande e uma sobreposição razoável entre verde-azul e verde-vermelho. No Foveon todas as 3 camadas são sensíveis a todos os comprimentos de onda, mas com pico na cor da mesma.

https://www.imaging.org/site/PDFS/Papers/2006/ICIS-0-736/33720.pdf

https://www.eso.org/sci/meetings/2009/dfa2009/Writeups/WR-Lesage.pdf


« Última modificação: 04 de Setembro de 2021, 08:39:13 por AFShalders »
A maioria das câmeras e lentes são melhores que a maioria dos fotógrafos.

www.oldgoodlight.blogspot.com / www.flickr.com/groorj