Autor Tópico: Porque se usa o idioma ingles no Brasil?  (Lida 1426 vezes)

Humberto Yoji

  • Trade Count: (23)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 8.790
  • Sexo: Masculino
    • Humberto Yoji - fotógrafo
Resposta #45 Online: 02 de Setembro de 2020, 15:43:32
"Consagrado" desde quando?

Eu ouço desde que comecei a trabalhar com fotografia, em 2010, na verdade até de antes de começar a trabalhar. Mas pode ser coisa só do meu círculo de contatos, sei lá, rsrs...

Só pra deixar mais esquisito, eu tinha um colega que me dizia pra cropar já no clique... Ele queria dizer pra eu fazer o enquadramento já certinho pra não precisar cortar depois, mas ele falava assim "já cropa no clique", kkkk...
« Última modificação: 02 de Setembro de 2020, 15:47:50 por Humberto Yoji »


Pedreira

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.152
  • Sexo: Masculino
Resposta #46 Online: 02 de Setembro de 2020, 16:27:01
Eu ouço desde que comecei a trabalhar com fotografia, em 2010, na verdade até de antes de começar a trabalhar. Mas pode ser coisa só do meu círculo de contatos, sei lá, rsrs...

 :doh:
Só pra deixar mais esquisito, eu tinha um colega que me dizia pra cropar já no clique... Ele queria dizer pra eu fazer o enquadramento já certinho pra não precisar cortar depois, mas ele falava assim "já cropa no clique", kkkk...
"Para o bom tocador não existe fole ruim, mas para o dançador ruim, forró nenhum presta..." Dominguinhos


YP

  • Trade Count: (2)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 1.634
  • Sexo: Masculino
Resposta #47 Online: 02 de Setembro de 2020, 17:03:47
O termo cropar eu não utilizo, digo cortar mesmo haha


LeandroR

  • Trade Count: (4)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.165
    • Dilone Fotografia
Resposta #48 Online: 02 de Setembro de 2020, 17:20:05
Agora no mundo corporativo o anglicismo é tão utilizado que incomoda até aqueles, como eu, que não se incomodam com anglicismo mais leve...
Viagens, expedições e mentoria fotográfica, visite:
www.dilonefotografia.com

IG     www.instagram.com/leandro_reichert/
FB     www.facebook.com/dilonefotografia/


Mike Castro

  • Trade Count: (4)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.246
  • Sexo: Masculino
Resposta #49 Online: 02 de Setembro de 2020, 22:24:24
"Consagrado" desde quando?
Pergunto por não saber mesmo. Comecei a fotografar em 2011, em Madri. Retornei ao Brasil em 2014. Não se se não prestava atenção, mas acho que passei a ouvir/ler o termo "cropado" mais recentemente. Talvez, a minha irritação tenha feito com que eu prestasse mais atenção.  :aua:

Quando comecei usar digital, lá pra 2004, aproximadamente, o Photoshop só tinha versão em inglês. E pra cortar as fotos a gente usava o "Crop Tool". Nos Photoshop em português é "Corte demarcado"


Acho que foi daí que veio o cropar, porque os caras que iam ensinar a gente a mexer no PS naquela época, diziam "usa o Crop", "Tem que cropar a foto".

Pelo menos PRA MIM, foi aí que veio, foi assim que eu aprendi. Com os técnicos da Fuji, inclusive, ensinando a gente a mexer nos Frontier, hehe... "PRa não perder nada, você tem que cropar no computador, blablabla"


Pedreira

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.152
  • Sexo: Masculino
Resposta #50 Online: 02 de Setembro de 2020, 23:19:36
Quando comecei usar digital, lá pra 2004, aproximadamente, o Photoshop só tinha versão em inglês. E pra cortar as fotos a gente usava o "Crop Tool". Nos Photoshop em português é "Corte demarcado"


Acho que foi daí que veio o cropar, porque os caras que iam ensinar a gente a mexer no PS naquela época, diziam "usa o Crop", "Tem que cropar a foto".

Pelo menos PRA MIM, foi aí que veio, foi assim que eu aprendi. Com os técnicos da Fuji, inclusive, ensinando a gente a mexer nos Frontier, hehe... "PRa não perder nada, você tem que cropar no computador, blablabla"

Interessante seu relato. Certamente, deve ter influenciado...
Tô pensando em só votar em candidatos a cargos políticos que prometam traduzir tudo pro português!  :assobi:
"Para o bom tocador não existe fole ruim, mas para o dançador ruim, forró nenhum presta..." Dominguinhos


felipemendes

  • Mecenas
  • Trade Count: (9)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.381
  • Sexo: Masculino
  • A teoria sem a prática vira "verbalismo".
    • Meu Flickr
Resposta #51 Online: 03 de Setembro de 2020, 00:01:15
Então, é... complicado.

"Crop" significa cortar as bordas. "Clip" é outro termo comumente usado ("o vermelho 'clipou'"), que significa cortar as pontas. "Cut" significa simplemente cortar, embora "sever" signifique cortar separando, que é o que realmente fazemos quando a gente corta & cola.
Felipe


Ernesto

  • Mecenas
  • Trade Count: (0)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 9.186
  • 1° Mecenas do Forum
Resposta #52 Online: 03 de Setembro de 2020, 02:07:09
Quando comecei usar digital, lá pra 2004, aproximadamente, o Photoshop só tinha versão em inglês. E pra cortar as fotos a gente usava o "Crop Tool". Nos Photoshop em português é "Corte demarcado"


Acho que foi daí que veio o cropar, porque os caras que iam ensinar a gente a mexer no PS naquela época, diziam "usa o Crop", "Tem que cropar a foto".

Pelo menos PRA MIM, foi aí que veio, foi assim que eu aprendi. Com os técnicos da Fuji, inclusive, ensinando a gente a mexer nos Frontier, hehe... "PRa não perder nada, você tem que cropar no computador, blablabla"

No meu grupo em SP, usávamos crop já em 1991-1993  :ok:

Crop traduzido, é o verbo colher, "de colheita".

Então fotografávamos em filme e digitalizávamos o negativo (não falávamos escanear)
Depois disso, "colhíamos" a parte que nos interessava...

Pq na colheita de milho, por exemplo, vc pega o que é bom e deixa para traz aquele "excesso" de folhas ao redor, sem utilidade

 :ok:

Por isso o "crop" era colher a parte boa da foto

Mas podiamos falar:
Faz um crop,
Faz um scan da imagen

Nos anos 90, nos meus grupos de trabalho, era considerado muito feio flexionar verbos em inglês, como se fissem português  :ok:

Então, ou digitalizavamos ou faziamos um scan (escanear jamais)
Colhíamos ou faziamis um Crop (cropar jamais)

 :ok: :ok:
« Última modificação: 03 de Setembro de 2020, 02:22:53 por Ernesto »


felipemendes

  • Mecenas
  • Trade Count: (9)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.381
  • Sexo: Masculino
  • A teoria sem a prática vira "verbalismo".
    • Meu Flickr
Resposta #53 Online: 03 de Setembro de 2020, 02:49:47
Crop traduzido, é o verbo colher, "de colheita".

Eu juro que na minha resposta anterior tinha este exato conceito, mas removi por não achar relevante.

Como eu disse em outro tópico, Ernesto 2.0 >>>> Ernesto 1.0.
Felipe


Ernesto

  • Mecenas
  • Trade Count: (0)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 9.186
  • 1° Mecenas do Forum
Resposta #54 Online: 03 de Setembro de 2020, 03:31:49
Eu juro que na minha resposta anterior tinha este exato conceito, mas removi por não achar relevante.

Como eu disse em outro tópico, Ernesto 2.0 >>>> Ernesto 1.0.

Obrigado !  :worship:


Di Torres

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 1.347
Resposta #55 Online: 03 de Setembro de 2020, 03:57:04
Um país que já visitei e que o pessoal não curte falar outra língua é a França.
O pessoal lá é bem fechado quanto a isso, tanto que os locais me deram a dica de nunca perguntar se alguém fala inglês quando eu fosse pedir informação, pois muitos vão dizer que não sabem mesmo sabendo. Você tem que começar a falar com alguém em inglês sem perguntar e assim as pessoas respondem no instinto. Antes dessa dica cheguei a ter problema até com atendente de loja, que não queria me atender em inglês.

Em Paris isso é mais tranquilo, por ser mais turística e tal, mas nas outras cidades é complicado.


Ernesto

  • Mecenas
  • Trade Count: (0)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 9.186
  • 1° Mecenas do Forum
Resposta #56 Online: 03 de Setembro de 2020, 04:30:36
Um país que já visitei e que o pessoal não curte falar outra língua é a França.
O pessoal lá é bem fechado quanto a isso, tanto que os locais me deram a dica de nunca perguntar se alguém fala inglês quando eu fosse pedir informação, pois muitos vão dizer que não sabem mesmo sabendo. Você tem que começar a falar com alguém em inglês sem perguntar e assim as pessoas respondem no instinto. Antes dessa dica cheguei a ter problema até com atendente de loja, que não queria me atender em inglês.

Em Paris isso é mais tranquilo, por ser mais turística e tal, mas nas outras cidades é complicado.

Esses dias vi um video de um youtubber francês, todo em francês e, de repente, ele deixa escapar a palavra "Mirroroless" e aí ele pede desculpas por estar usando um termo inglês e usa o termo em francês em seguida: "hybride"

Eu viajei algumas vezes para lá.

Lá me ensinaram lá que, para um francês nato, é uma demonstração de falta de cultura usar termos em inglês. Seria como se ele estivesse mal-alfabetizado em seu próprio idioma. Alguém que "fugiu da escola", algo assim.

Eles também tem muitas rusgas deixadas pela segunda guerra. Dizem que um número eneorme de franceses morreu por causa dos aviões bombardeiros ingleses/americanos. Um número expressivamente maior do que os que morreram na mão dos alemães.

Isso não quer dizer que eles gostem ou prefiram os alemães. Claro que não.

Mas eles ainda guardam muita bronca dos ingleses e dos americanos.

Claro que para turismo ê leve mas,
Nos trabalhos, nos orientavam a sempre pedir desculpas antes de começar falar inglês.
Algo assim, sempre que se encontra com alguém desconhecido (cliente, por exemplo)
Bonjour, Monsieur ! (bom dia senhor)
Pardon. Je ne parle pas français. (Desculpe, eu não falo francês)
Do you speak english ? (Você fala inglês?)

Para negócios, sempre iniciar desta forma porque muitos lá, se ofendem ao ouvir o idioma inglês...tipo..pq me mandaram esse cara aqui ? Pq não me mandaram alguém alfabetizado ? pq tenho que ficar ouvindo esse idioma ?

(tudo por causa de avós que faleceram pelos bombardeiros)

É tenso com os mais velhos...


« Última modificação: 03 de Setembro de 2020, 04:45:54 por Ernesto »


Mike Castro

  • Trade Count: (4)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.246
  • Sexo: Masculino
Resposta #57 Online: 03 de Setembro de 2020, 10:34:21
No meu grupo em SP, usávamos crop já em 1991-1993  :ok:

Crop traduzido, é o verbo colher, "de colheita".

Então fotografávamos em filme e digitalizávamos o negativo (não falávamos escanear)
Depois disso, "colhíamos" a parte que nos interessava...

Pq na colheita de milho, por exemplo, vc pega o que é bom e deixa para traz aquele "excesso" de folhas ao redor, sem utilidade

 :ok:

Por isso o "crop" era colher a parte boa da foto

Mas podiamos falar:
Faz um crop,
Faz um scan da imagen

Nos anos 90, nos meus grupos de trabalho, era considerado muito feio flexionar verbos em inglês, como se fissem português  :ok:

Então, ou digitalizavamos ou faziamos um scan (escanear jamais)
Colhíamos ou faziamis um Crop (cropar jamais)

 :ok: :ok:

Interessante esse conceito, não conhecia.

Em SP as coisas chegam antes, sempre, hehehehe.

Apenas relatei como foi que chegou para mim (e meus colegas)

 :ok:


Ernesto

  • Mecenas
  • Trade Count: (0)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 9.186
  • 1° Mecenas do Forum
Resposta #58 Online: 05 de Setembro de 2020, 11:02:57
Seguindo no exemplo do que foi comentado sobre o francês:

Abaixo segue um video normal, falando de câmeras DSLR e Mirrorless (o video tem legendas, em francês):


Em francês, o youtubber abre todo o video falando somente francês (lógico)

não há nenhuma palavra em inglês (não usa a palavra Mirrorless, nem DSLR, nada de inglês...)


---


Até que ...

aos +-2m20s...

ele fala...

a palavra EVF Electronic Viewfinder  :eek: :o :o :o   

Prontooooo !!! :doh:  :no:   :o :o

---

Aí ele "pára toda a análise" e diz:

"si vous connaissez la dénomination française laissez moi dites moi dans les commentaries je veux faire pas d'anglicismes vous m'excuserez"

Se vocês souberem como se fala [electronic viewfinder] em francês,
Escrevam nos comentários.
Eu não quero cometer anglicismos.
Me desculpem

---

Aí, a gente vê um corte de edição...  :assobi:
(ele deve ter encurtado as desculpas) :D

-----

Aí, ele retorna falando:
"donc quand on regarde dans notre pays qu'on a une vision finalement on revient"

Portanto, quando alguém tiver uma ideia de como é, em nosso país, revisaremos  :o :o :o

----

Acabou ? Não...ele não pára aí, não !  :D

Agora, ele vai explicar, em francês:

"dans une petite télé si on veut c'estun écran électronique on a unr vision électronique de ce convoi de ce que voit-on appareils alors que quand on est dans un réflexe et demande à une vision optique"

"É como uma pequena televisão
ou se vocês preferirem, como uma tela eletrônica dando uma visão eletrônica do que o equipamento vê"

---

Vejam toda a interrupção que uma palavra, em inglês, trouxe ao vídeo !!!

« Última modificação: 05 de Setembro de 2020, 11:18:14 por Ernesto »


Rick99

  • Trade Count: (4)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.263
  • Sexo: Masculino
  • Amador
Resposta #59 Online: 05 de Setembro de 2020, 12:44:38
Um país que já visitei e que o pessoal não curte falar outra língua é a França.
O pessoal lá é bem fechado quanto a isso, tanto que os locais me deram a dica de nunca perguntar se alguém fala inglês quando eu fosse pedir informação, pois muitos vão dizer que não sabem mesmo sabendo. Você tem que começar a falar com alguém em inglês sem perguntar e assim as pessoas respondem no instinto. Antes dessa dica cheguei a ter problema até com atendente de loja, que não queria me atender em inglês.

Em Paris isso é mais tranquilo, por ser mais turística e tal, mas nas outras cidades é complicado.

É assim mesmo. Somente na capital é que o povo não se estressa tanto se alguém vier falando em inglês (muito por conta dos turistas), mas no interior é complicado.