Autor Tópico: Taxas importação BeH  (Lida 881 vezes)

julio roncorroni

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 4
Online: 23 de Dezembro de 2020, 18:43:42
Olá,  alguém saberia me informar quanto vou pagar de taxas de importação comprando essa Canon  EOS R na Beh entrega para Petrópolis R.J.
Desde já muito obrigado!

Subtotal:$ 2.009,99
Imposto sobre vendas:$ 0,00
Remessa:$ 64,20
Total:$ 2.074,19
BRL: 10.702,41


Ernesto

  • Mecenas
  • Trade Count: (0)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 10.435
Resposta #1 Online: 23 de Dezembro de 2020, 19:11:51
Olá,  alguém saberia me informar quanto vou pagar de taxas de importação comprando essa Canon  EOS R na Beh entrega para Petrópolis R.J.
Desde já muito obrigado!

Subtotal:$ 2.009,99
Imposto sobre vendas:$ 0,00
Remessa:$ 64,20
Total:$ 2.074,19
BRL: 10.702,41

Os impostos que caem são vários

Em uma regra de padeiro, basta acrescentar 120%
"You can fool some of the people all of the time, and all of the people some of the time, but you can not fool all of the people all of the time."
Abraham Lincoln


André Sena

  • SysOp
  • Trade Count: (25)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.394
  • Sexo: Masculino
  • café & fotografia
Resposta #2 Online: 23 de Dezembro de 2020, 21:19:44
Sendo a entrega feita pelo Correio ou por uma empresa de transporte expresso: FEDEX, DHL, UPS, etc. vale o RTS – Regime de Tributação Simplificado.

Para empresas de transporte expresso você vai pagar a taxa deles pela realização do desembaraço fiscal. Não sei como está hoje, mas em 2018, na última importação que fiz, acho que não passou de R$100,00. Pelo Correio não sei dizer.

Impostos:

A. 60% imposto Federal
B. Acho que para o estado do RJ a base de alíquota do ICMS é 20%. Mas o cálculo do valor de ICMS importação a ser pago tem um cálculo específico que eu não lembro como é. Mas isso você acha fácil pelo Google. :ok:

Mas tem de levar em consideração que:

Citar

O valor aduaneiro corresponderá ao valor dos bens, acrescido do valor do frete e do seguro até o local de destino no país, exceto quando já estiverem incluídos.

Os impostos são calculados a partir do valor aduaneiro.


« Última modificação: 23 de Dezembro de 2020, 21:51:25 por André Sena »
André Sena
@sena_andre


Vinicius Lima

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 370
  • Sexo: Masculino
Resposta #3 Online: 26 de Dezembro de 2020, 20:06:53
Importando como pessoa física e o transporte sendo feito pelo serviço postal oficial (USPS - Correios), você pagará apenas o Imposto de Importação, com alíquota de 60% + 8% de IOF. Remessas via Correios, para pessoa física, não são submetidas à fiscalização estadual. Quando muito haverá alguma taxa de entrega extra cobrada pelos Correios, mas aí é pouca coisa.

Em resumo, pegue o valor final da sua compra (mercadoria + frete) e acrescente 70%. No caso, R$ 10.702,41 + 70% = R$ 18.194,10

Caso o transporte seja feito por empresa de courrier (Fedex, DHL, etc.), você estará também sujeito à fiscalização e tributação por parte da fazenda estadual, situação em que o valor total poderá chegar próximo aos R$ 25mil.

Grande abraço.


André Sena

  • SysOp
  • Trade Count: (25)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.394
  • Sexo: Masculino
  • café & fotografia
Resposta #4 Online: 26 de Dezembro de 2020, 22:25:33
 :ponder:
Segundo o site dos Correios haverá incidência do ICMS:

Citar
Sobre as encomendas internacionais incidem o Imposto de Importação com alíquota única de 60% sobre o valor aduaneiro (valor da mercadoria + frete + seguro), e o Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), que possui alíquotas diferenciadas conforme o Estado de destino do objeto;

https://www.correios.com.br/enviar-e-receber/importacao/ambiente-minhas-importacoes
André Sena
@sena_andre


AFShalders

  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 8.791
  • Sexo: Masculino
  • "Bela câmera, mas mostre as fotos..."
    • Old Good Light
Resposta #5 Online: 27 de Dezembro de 2020, 00:37:15
Costumo importar de lá as vezes, sempre opto por entrega via DHL Express, dá menos dor de cabeça e a DHL paga todas as taxas e faz o desembaraço.

O valor a ser pago é facílimo de calcular:

São 60% de imposto de importação + ICMS do seu estado (RJ são 16%) sobre o valor aduaneiro (inclui o frete)
O dólar é a cotação comercial.
A última taxa de desembaraço que paguei foi perto de R$100

Não recomendo sob nenhuma hipótese optar por outra modalidade de envio, pois assim que chegar no Brasil o Correio irá assumir até a entrega. É uma dor de cabeça e demora pra caramba.

Não se iluda com isso de se uma pessoa física enviar você não paga imposto. Depende do objeto e se na fiscalização cismarem pode ter certeza que irão tributar (e bastante).



A maioria das câmeras e lentes são melhores que a maioria dos fotógrafos.

www.oldgoodlight.blogspot.com / www.flickr.com/groorj


Vinicius Lima

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 370
  • Sexo: Masculino
Resposta #6 Online: 27 de Dezembro de 2020, 21:18:51
:ponder:
Segundo o site dos Correios haverá incidência do ICMS:

https://www.correios.com.br/enviar-e-receber/importacao/ambiente-minhas-importacoes

Sim, é o que diz no site, mas não o que ocorre (deve estar desatualizado). Alguém aqui que já tenha importado algo e recebido pelos Correios teve que efetuar o recolhimento do Imposto de Importação (Federal) + ICMS (Estadual)?

Por lei, o ICMS é devido no estado de origem da mercadoria. Por exemplo, se a sua encomenda chegou ao Brasil pelo porto de Paranaguá, o recolhimento deverá ser feito à Secretaria da Fazendo do Paraná, mesmo que sua encomenda tenha destino final em Minas Gerais.

Acontece que ao contrário das empresas de courrier e transportadoras, os Correios gozam de imunidade de ICMS nos serviços de transportes de mercadorias, conforme decisão do STF, com base no Art. 150 da Constituição Federal.

Assim, as encomendas que chegam do exterior são submetidas somente à Receita Federal. Mas como disse, isso só vale se for via Correios e a aquisição como pessoa física.


vangelismm

  • Trade Count: (7)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 8.844
  • Sexo: Masculino
    • MedinaFotografia
Resposta #7 Online: 27 de Dezembro de 2020, 22:53:16
Sim, é o que diz no site, mas não o que ocorre (deve estar desatualizado). Alguém aqui que já tenha importado algo e recebido pelos Correios teve que efetuar o recolhimento do Imposto de Importação (Federal) + ICMS (Estadual)?

Por lei, o ICMS é devido no estado de origem da mercadoria. Por exemplo, se a sua encomenda chegou ao Brasil pelo porto de Paranaguá, o recolhimento deverá ser feito à Secretaria da Fazendo do Paraná, mesmo que sua encomenda tenha destino final em Minas Gerais.

Acontece que ao contrário das empresas de courrier e transportadoras, os Correios gozam de imunidade de ICMS nos serviços de transportes de mercadorias, conforme decisão do STF, com base no Art. 150 da Constituição Federal.

Assim, as encomendas que chegam do exterior são submetidas somente à Receita Federal. Mas como disse, isso só vale se for via Correios e a aquisição como pessoa física.

Bom saber disso.
"A perspectiva de uma imagem é controlada pela distância entre a lente e o assunto; mudando a distancia focal da lente muda o tamanho da imagem , mas não altera a perspectiva . Muitos fotógrafos ignoram este fato, ou não têm conhecimento de sua importância." -  Ansel Adams, Examples – The Making of 40 Photographs


Vinicius Lima

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 370
  • Sexo: Masculino
Resposta #8 Online: 28 de Dezembro de 2020, 00:54:20
Em tempo, teoricamente a imunidade de ICMS dos Correios é aplicável mesmo quando do transporte de mercadorias para destinatário pessoa jurídica, mas existe muita contestação dos estados com relação a isso.


C. Ferrari

  • Trade Count: (11)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.916
  • Sexo: Masculino
  • Em busca de conhecimento, sempre.
    • Trabalhos
Resposta #9 Online: 28 de Dezembro de 2020, 08:05:25
Acabei de fazer uma compra, gira em torno de 100% de impostos +algumas taxas da DHL.
Da pra calcular certinho aqui nesse site:
https://www.tributado.net

No meu caso o item custou 1100 reais e paguei 1250 de impostos e taxas.


YP

  • Trade Count: (2)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 1.754
  • Sexo: Masculino
Resposta #10 Online: 28 de Dezembro de 2020, 08:21:08
Comprei um ítem via Ebay e o vendedor enviou por Fedex.

Ele declarou $15 apenas e paguei R$400,00 de taxas. Chegou bem rápido.



André Sena

  • SysOp
  • Trade Count: (25)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.394
  • Sexo: Masculino
  • café & fotografia
Resposta #11 Online: 29 de Dezembro de 2020, 14:57:34
Sim, é o que diz no site, mas não o que ocorre (deve estar desatualizado). Alguém aqui que já tenha importado algo e recebido pelos Correios teve que efetuar o recolhimento do Imposto de Importação (Federal) + ICMS (Estadual)?

Por lei, o ICMS é devido no estado de origem da mercadoria. Por exemplo, se a sua encomenda chegou ao Brasil pelo porto de Paranaguá, o recolhimento deverá ser feito à Secretaria da Fazendo do Paraná, mesmo que sua encomenda tenha destino final em Minas Gerais.

Acontece que ao contrário das empresas de courrier e transportadoras, os Correios gozam de imunidade de ICMS nos serviços de transportes de mercadorias, conforme decisão do STF, com base no Art. 150 da Constituição Federal.

Assim, as encomendas que chegam do exterior são submetidas somente à Receita Federal. Mas como disse, isso só vale se for via Correios e a aquisição como pessoa física.


:ok:  :ok:
obrigado por esclarecer!
André Sena
@sena_andre