Autor Tópico: Alta dos Combustíveis  (Lida 4530 vezes)

felipemendes

  • Trade Count: (9)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.316
  • Sexo: Masculino
    • Meu Flickr
Resposta #30 Online: 10 de Fevereiro de 2021, 22:15:30
Eu quando saí do Brasil em julho/agosto 2017 peguei dólar a 3.30. Dali um ano e pouco eu vendi minha casa no Brasil e trouxe todo o dinheiro para cá com dólar a 3.80. Não deu 1 mês e passou dos 4 e praticamente nunca mais voltou. Dei sorte!!!

Quando eu saí, o dólar estava a R$2.80, e eu esperava que voltasse a 2.40. Me ferrei! A casa está alugada, mas o valor do aluguel não dá quase nada em dólares.

E não é somente a gasolina. Fazer mercado tá absurdamente caro também. Ontem comprei poucos itens apenas o essencial e já pegando os mais baratos e deu R$130,00... qualquer ida ao mercado não baixa de R$100,00, está cada dia mais difícil.

Por isso é bem difícil comparar o custo em reais e dólares. Comprei as coisas pro almoço da turma aqui (4 pessoas): Comida Japonesa pra pequenininha, frango assado, salada pronta, batata mais uns temperos que estavam faltando. Deu 40 dólares, ou mais de 200 reais.


Thales Souto

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (29)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 15.128
  • Sexo: Masculino
  • "Fotografia é um hobby viciante"
Resposta #31 Online: 11 de Fevereiro de 2021, 10:08:33
também tô querendo sair do Brasil. Não dá mais para viver de forma decente aqui
Eu sempre fiz viagens ao exterior entre 2008 e 2011 pelo trabalho quando estava na Engenharia e sempre achei legal como é diferente estar em outros países. Mas como sempre foi na Europa ou China, a língua sempre foi um problema.
Quando eu estive aqui pela primeira vez em 2014 a trabalho emendado com férias, eu percebi que eu queria me mudar para os EUA. Quando soube no ano seguinte que existia uma remota possibilidade, comecei a trabalhar internamente para conseguir a oportunidade. Minha esposa não queria vir de jeito nenhum mas com menos de 1 ano de EUA ela já tinha mudado totalmente de opinião.

Aqui tem um monte de problemas também mas, de forma geral, gosto de dizer que aqui a vida é bem mais justa (não necessiariamente mais fácil).
Sony A7III + Tamron 28-75 2.8 + Samyang 14 2.8 + Godox + tripé fuleiro de 35 dólares
"Polímeros, aulas, família e fotografia. Não necessariamente nessa mesma ordem...."
Meu canal no YouTube sobre fotografia: http://www.youtube.com/channel/UCCS35q7G_BRE6aVdXXEOKNg
Instagram: @souto_thales


Guto Marc

  • Trade Count: (14)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.360
    • https://reviewdeviagem.com.br
Resposta #32 Online: 11 de Fevereiro de 2021, 10:49:59
Eu sempre fiz viagens ao exterior entre 2008 e 2011 pelo trabalho quando estava na Engenharia e sempre achei legal como é diferente estar em outros países. Mas como sempre foi na Europa ou China, a língua sempre foi um problema.
Quando eu estive aqui pela primeira vez em 2014 a trabalho emendado com férias, eu percebi que eu queria me mudar para os EUA. Quando soube no ano seguinte que existia uma remota possibilidade, comecei a trabalhar internamente para conseguir a oportunidade. Minha esposa não queria vir de jeito nenhum mas com menos de 1 ano de EUA ela já tinha mudado totalmente de opinião.

Aqui tem um monte de problemas também mas, de forma geral, gosto de dizer que aqui a vida é bem mais justa (não necessiariamente mais fácil).
Sim, eu sei que a mudança envolve vários pontos positivos e negativos. No meu caso eu não aguento o "jeitinho brasileiro", como "enganar" é sinônimo de "ser esperto" e como ser honesto é ser taxado de trouxa. Eu vou para a Europa porque não preciso me preocupar com visto e documentos (e também porque prefiro.... Rs) mas tenho parente morando nos EUA e gostam bastante também.
** NÃO TRABALHO MAIS COM SEGURO DE EQUIPAMENTOS **


YP

  • Trade Count: (2)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 1.908
  • Sexo: Masculino
Resposta #33 Online: 11 de Fevereiro de 2021, 10:56:43
Sim, eu sei que a mudança envolve vários pontos positivos e negativos. No meu caso eu não aguento o "jeitinho brasileiro", como "enganar" é sinônimo de "ser esperto" e como ser honesto é ser taxado de trouxa. Eu vou para a Europa porque não preciso me preocupar com visto e documentos (e também porque prefiro.... Rs) mas tenho parente morando nos EUA e gostam bastante também.
Planeja ir para qual país?


Guto Marc

  • Trade Count: (14)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.360
    • https://reviewdeviagem.com.br
Resposta #34 Online: 11 de Fevereiro de 2021, 11:56:34
Planeja ir para qual país?
Estou estudando ainda.... Mas tenho a mente aberta. Só a França que não está como primeira opção
** NÃO TRABALHO MAIS COM SEGURO DE EQUIPAMENTOS **


Thales Souto

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (29)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 15.128
  • Sexo: Masculino
  • "Fotografia é um hobby viciante"
Resposta #35 Online: 11 de Fevereiro de 2021, 12:20:50
Sim, eu sei que a mudança envolve vários pontos positivos e negativos. No meu caso eu não aguento o "jeitinho brasileiro", como "enganar" é sinônimo de "ser esperto" e como ser honesto é ser taxado de trouxa. Eu vou para a Europa porque não preciso me preocupar com visto e documentos (e também porque prefiro.... Rs) mas tenho parente morando nos EUA e gostam bastante também.
Eu ainda tenho a chance de tentar cidadania italiana através dos meus pais enquanto eles estiverem vivo. Teria que fazer o processo para eles (o mesmo vale também para a minha esposa que tem chance para Italiano ou Português) mas estou sem saco e dinheiro para fazer ainda mais porque devo conseguir cidadania americana daqui 3 anos e meio. Mas bem que seria legal ter uma cidadania européia. Nunca se sabe o dia de amanhã né!?
Sobre morar na Europa, eu tenho 4 colegas da minha turma de Engenharia que estão por lá (2 Alemanha, 1 França, 1 Itália) e mais 3 colegas de empresa que foram para a Alemanha e eles adoram. É um estilo de vida mais próximo ao do Brasileiro. Para criar família e viver a vida inteiro é melhor que nos EUA. O problema mesmo é a língua pois por mais que o Inglês seja bem universal, sempre haverá o preconceito se você não falar a língua do país. Talvez Holanda e Bélgica seja menos pior mas ainda sim é algo a se pensar.
Sony A7III + Tamron 28-75 2.8 + Samyang 14 2.8 + Godox + tripé fuleiro de 35 dólares
"Polímeros, aulas, família e fotografia. Não necessariamente nessa mesma ordem...."
Meu canal no YouTube sobre fotografia: http://www.youtube.com/channel/UCCS35q7G_BRE6aVdXXEOKNg
Instagram: @souto_thales


felipemendes

  • Trade Count: (9)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.316
  • Sexo: Masculino
    • Meu Flickr
Resposta #36 Online: 11 de Fevereiro de 2021, 16:10:23
Para criar família e viver a vida inteiro é melhor que nos EUA.

Isso é uma cousa que poucos sabem. Ser velho nos EUA é bem ruim, a não ser que se seja pelo menos de classe média-alta. Saúde é bem cara, faculdade não é nada fácil de pagar. Cada vez mais os profissionais se formam e passam boa parte da vida adulta pagando pelos empréstimos pra pagar a faculdade.


Thales Souto

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (29)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 15.128
  • Sexo: Masculino
  • "Fotografia é um hobby viciante"
Resposta #37 Online: 11 de Fevereiro de 2021, 16:53:44
Isso é uma cousa que poucos sabem. Ser velho nos EUA é bem ruim, a não ser que se seja pelo menos de classe média-alta. Saúde é bem cara, faculdade não é nada fácil de pagar. Cada vez mais os profissionais se formam e passam boa parte da vida adulta pagando pelos empréstimos pra pagar a faculdade.
Mais ou menos por aí... a grande diferença é que ser pobre aqui nos EUA dá muito mais dignidade que no Brasil.

Sobre os custos de Ensino Superior e Saúde, esses são os grandes vilões da classe média e classe mais pobre nos últimos 30 anos. A curva de crescimento dos valores tem uma cara exponencial quando comparado à inflação. Acho que já estamos quase chegando no fundo do poço. Tenho esperanças de que pare de piorar com o atual governo que está começando.
Sony A7III + Tamron 28-75 2.8 + Samyang 14 2.8 + Godox + tripé fuleiro de 35 dólares
"Polímeros, aulas, família e fotografia. Não necessariamente nessa mesma ordem...."
Meu canal no YouTube sobre fotografia: http://www.youtube.com/channel/UCCS35q7G_BRE6aVdXXEOKNg
Instagram: @souto_thales


amador47sc

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (16)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.367
  • Sexo: Masculino
  • Aperfeiçoando o olhar em busca da melhor imagem
Resposta #38 Online: 11 de Fevereiro de 2021, 18:26:16
Sou da região do Vale do Itajaí / SC. Aqui na minha cidade gasoza está 4,79 (final de janeiro estava 4,29). Governo do Estado resolveu dar uma mordida alegando que o imposto é pelo preço médio e  ...bla bla blá...(detalhe: maior fonte de impostos estadual é no combustível óbvio que o olho cresce) aí vem a Petrobrás (Que orgulho da época do O PETRÓLEO É NOSSO ).. Supermercado os preços estão um absurdo. A Pandemia em média 1000 almas por dia nas últimas 3 semanas...
Cara... esse negócio não vai prestar.
Os ingredientes estão todos aí dentro da panela de pressão.
Que Deus nos ajude

em tempo.. não sou pessimista mas também não vou pagar de otimista diante desse cenário. Realista seria a melhor definição
« Última modificação: 11 de Fevereiro de 2021, 18:33:13 por amador47sc »


YP

  • Trade Count: (2)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 1.908
  • Sexo: Masculino
Resposta #39 Online: 12 de Fevereiro de 2021, 08:32:57
Gasolina e diesel sofrem 5 reajustes apenas em 2021 e devem aumentar mais; entenda
https://jovempan.com.br/noticias/economia/gasolina-e-diesel-sofrem-5-reajustes-apenas-em-2021-e-devem-aumentar-mais-entenda.html

Como é calculado preço de combustível, e por que mudar só ICMS não resolve?
https://economia.uol.com.br/noticias/redacao/2021/02/12/calculo-preco-gasolina-diesel-icms.htm?cmpid=copiaecola

Eita, olhem os preços da gasolina mais cara do Brasil. Fica em Bagé, aqui no RS.
"Entre os dias 31 de janeiro e 6 de fevereiro, o litro do combustível custou R$ 5,708 na cidade da Campanha."

https://gauchazh.clicrbs.com.br/economia/noticia/2021/02/municipio-gaucho-tem-maior-preco-medio-da-gasolina-no-brasil-indica-pesquisa-ckkyfyqof007y019w64i42jt2.html


YP

  • Trade Count: (2)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 1.908
  • Sexo: Masculino
Resposta #40 Online: 12 de Fevereiro de 2021, 08:35:30
Thales e Felipe, vocês estão no "paraíso" hahaha
Moram perto ou longe aí nas "Américas"??


LeandroR

  • Trade Count: (4)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.396
    • Dilone Fotografia
Resposta #41 Online: 12 de Fevereiro de 2021, 09:45:12
Quando eu saí, o dólar estava a R$2.80, e eu esperava que voltasse a 2.40. Me ferrei! A casa está alugada, mas o valor do aluguel não dá quase nada em dólares.

Por isso é bem difícil comparar o custo em reais e dólares. Comprei as coisas pro almoço da turma aqui (4 pessoas): Comida Japonesa pra pequenininha, frango assado, salada pronta, batata mais uns temperos que estavam faltando. Deu 40 dólares, ou mais de 200 reais.

Bem isso. Não dá pra fazer comparação direta, tem que considerar o poder de compra, quanto se recebe x quanto se gasta.

No meu tempo na Nova Zelândia eu recebia o mínimo por hora, as vezes um pouco acima disso, e mesmo assim era muito mais fácil e menos doído no bolso fazer mercado, mesmo que a grande maioria dos itens fosse mais caro lá comparado com o Brasil, considerando a conversão direta, claro.

Outro exemplo que mostra que a conversão direta não é fidedigna: em 2018 na Nova Zelândia a gasolina custava pouco mais que no Brasil: ~R$5,00/litro ($2 dólares neozelandeses), enquanto no Brasil estava ~R$4,20... Logo dá pra concluir que era mais barato no Brasil do que lá. Mas vamos ver melhor:

Trabalhando 40h semanais (trabalhava em fazenda), recebia por hora pouco acima do mínimo do país. Eu fazia, em média, NZ$620,00/semana. Para encher o tanque do meu carro, que era grande e beberrão, me custava: 50l x NZ$2,00 = NZ$100,00

Ou seja, me custava uns 17~18% do que eu ganhava na SEMANA.

Para traçar um paralelo, digamos aqui no Brasil um salário 20% acima do mínimo em 2018 (que era 954$) daria R$1144,00/mês... dividindo por semana temos: R$286,00/semana.
Para por 50l de gasolina em 2018 no Brasil eu gastaria aproximadamente: 50 litros x R$4,50 =  R$225,00. Isso daria uns 80% do ganho semanal.


« Última modificação: 12 de Fevereiro de 2021, 09:46:22 por LeandroR »


Thales Souto

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (29)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 15.128
  • Sexo: Masculino
  • "Fotografia é um hobby viciante"
Resposta #42 Online: 12 de Fevereiro de 2021, 11:33:17
Thales e Felipe, vocês estão no "paraíso" hahaha
Moram perto ou longe aí nas "Américas"??
Eu moro no meião da Carolina do Norte aqui na Costa Leste. O Felipe está no Texa (eu acho que na região de Houston). Meu estado tem uma das gasolinas mais baratas dos EUA. O mais caro que eu paguei nesses anos todo deve ter sido próximo de 3 dólares o galão mas nos últimos 2 anos (tirando a época do lockdown quando o petróleo atingiu "preço negativo") o preço tem variado entre 1.90 e 2.30 o galão.
Sony A7III + Tamron 28-75 2.8 + Samyang 14 2.8 + Godox + tripé fuleiro de 35 dólares
"Polímeros, aulas, família e fotografia. Não necessariamente nessa mesma ordem...."
Meu canal no YouTube sobre fotografia: http://www.youtube.com/channel/UCCS35q7G_BRE6aVdXXEOKNg
Instagram: @souto_thales


Thales Souto

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (29)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 15.128
  • Sexo: Masculino
  • "Fotografia é um hobby viciante"
Resposta #43 Online: 12 de Fevereiro de 2021, 11:37:23
Bem isso. Não dá pra fazer comparação direta, tem que considerar o poder de compra, quanto se recebe x quanto se gasta.

No meu tempo na Nova Zelândia eu recebia o mínimo por hora, as vezes um pouco acima disso, e mesmo assim era muito mais fácil e menos doído no bolso fazer mercado, mesmo que a grande maioria dos itens fosse mais caro lá comparado com o Brasil, considerando a conversão direta, claro.

Outro exemplo que mostra que a conversão direta não é fidedigna: em 2018 na Nova Zelândia a gasolina custava pouco mais que no Brasil: ~R$5,00/litro ($2 dólares neozelandeses), enquanto no Brasil estava ~R$4,20... Logo dá pra concluir que era mais barato no Brasil do que lá. Mas vamos ver melhor:

Trabalhando 40h semanais (trabalhava em fazenda), recebia por hora pouco acima do mínimo do país. Eu fazia, em média, NZ$620,00/semana. Para encher o tanque do meu carro, que era grande e beberrão, me custava: 50l x NZ$2,00 = NZ$100,00

Ou seja, me custava uns 17~18% do que eu ganhava na SEMANA.

Para traçar um paralelo, digamos aqui no Brasil um salário 20% acima do mínimo em 2018 (que era 954$) daria R$1144,00/mês... dividindo por semana temos: R$286,00/semana.
Para por 50l de gasolina em 2018 no Brasil eu gastaria aproximadamente: 50 litros x R$4,50 =  R$225,00. Isso daria uns 80% do ganho semanal.
É exatamente essa a conta que temos de fazer, baseado no ganho semanal ou anual.
Minha esposa e eu gastamos, na média, 250 dólares por mês de combustível (eu moro perto do trabalho, minha esposa mais ou menos mas ambos temos carros V6). Só para ter ideia, minhas Utilities (água, luz, gás, internet, streamings e pacote Adobe) me custam na média de 600 dólares por mês.

O poder de compra do americano é infinatemente maior que o do Brasileiro. O que é caro são serviços. Por isso que todo mundo corta sua grama, pinta sua casa, conserta uma série de coisas..... Prefiro uma economia onde as pessoas são bem remuneradas e as coisas são baratas do que o inverso que se vê no Brasil.
Sony A7III + Tamron 28-75 2.8 + Samyang 14 2.8 + Godox + tripé fuleiro de 35 dólares
"Polímeros, aulas, família e fotografia. Não necessariamente nessa mesma ordem...."
Meu canal no YouTube sobre fotografia: http://www.youtube.com/channel/UCCS35q7G_BRE6aVdXXEOKNg
Instagram: @souto_thales


YP

  • Trade Count: (2)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 1.908
  • Sexo: Masculino
Resposta #44 Online: 18 de Fevereiro de 2021, 13:23:51
Petrobras sobe preço da gasolina pela 4ª vez no ano; diesel tem 3ª alta

Litro da gasolina nas refinarias acumula alta de 34,78% desde o início do ano. Já o diesel subiu 27,72% no mesmo período.

https://g1.globo.com/economia/noticia/2021/02/18/petrobras-sobe-mais-uma-vez-os-precos-da-gasolina-e-do-diesel.ghtml