Autor Tópico: Novo G.A.S. - Bicicletas  (Lida 85898 vezes)

felipemendes

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (9)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 7.250
  • Sexo: Masculino
    • Meu Flickr
Resposta #705 Online: 17 de Março de 2021, 18:26:50
Mas Felipe, as bikes de downhill tem um ângulo de ataque diferente de uma MTB. Será que simplesmente pegando uma suspa DH e colocando numa MTB vai funcionar direito??? Acho que não, ela tem que ser recalibrada. Essas suspas são projetadas pra MTB mesmo???
O MTB hoje se divide nas categorias que citei acima: XC (Cross country), trilha (trail), Enduro e Downhill. Cada uma tem geometria mais ou menos específica, e isso inclui o ângulo da caixa de direção, como você disse. No meu caso, estou trocando um garfo de 140 mm por um 150mm. Haverá um aumento pequeno no ângulo da caixa de direção, mas nada que descaracterize. Meu quadro até permite corrigir esse aumento.

Mas concordo que se fosse um garfo 200mm, isso seria um problema. A bicicleta ficaria alta demais e instável. Note que mesmo pra isso tem como compensar, colocando uma roda traseira menor. É o que chamam de "mula", quando há dois tamanhos de roda diferentes.

Sent from my motorola edge using Tapatalk



felipemendes

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (9)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 7.250
  • Sexo: Masculino
    • Meu Flickr
Resposta #706 Online: 15 de Abril de 2021, 14:05:07
Mas Felipe, as bikes de downhill tem um ângulo de ataque diferente de uma MTB. Será que simplesmente pegando uma suspa DH e colocando numa MTB vai funcionar direito??? Acho que não, ela tem que ser recalibrada. Essas suspas são projetadas pra MTB mesmo???

A loja não tinha o modelo que comprei, então acabaram mandando o modelo 2021.
Depois de umas semanas usando o garfo novo, posso dizer que em termos de geometria, bem pouco mudou. São só 10mm de difereça e, na prática, o garfo de diâmetro maior pode usar menos pressão, então o garfo fica um pouco mais retraído quando sob meu peso estático. Eu diria que é imperceptível.

Mas o garfo novo é muito mais suave no funcionamento, e mais rígido quanto a movimentos indesejados. Conscientemente, mal se percebe (porque a geometria mal mudou), mas há uma clara sensação de que tudo funciona melhor. E isso porque ainda não consegui ajustar o garfo novo do jeito que eu quero.


Lindsay

  • Trade Count: (19)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 7.156
  • Sexo: Masculino
Resposta #707 Online: 16 de Abril de 2021, 12:10:44
A loja não tinha o modelo que comprei, então acabaram mandando o modelo 2021.
Depois de umas semanas usando o garfo novo, posso dizer que em termos de geometria, bem pouco mudou. São só 10mm de difereça e, na prática, o garfo de diâmetro maior pode usar menos pressão, então o garfo fica um pouco mais retraído quando sob meu peso estático. Eu diria que é imperceptível.

Mas o garfo novo é muito mais suave no funcionamento, e mais rígido quanto a movimentos indesejados. Conscientemente, mal se percebe (porque a geometria mal mudou), mas há uma clara sensação de que tudo funciona melhor. E isso porque ainda não consegui ajustar o garfo novo do jeito que eu quero.
Legal Felipe, internamente o projeto do novo garfo deve ter um sistema bem mais evoluído, imagino tbm que para o seu peso vai funcionar legal. Eu tenho um garfo a ar da "Manitou" em uma de minhas bikes, e devido ao meu peso (95kg) tenho que calibrar bem alto.
Penso que muda a resposta do produto em relação a uma pessoa que pesa 50% a menos do que eu, pois esses produtos tem uma curva de reposta diferente dependendo da pressão, muda, por exemplo, o ataque a um obstáculo maior, ou a leitura em terreno ondulado, ou seja, tem sempre uma região melhor para cada modelo de garfo. O difícil é achar o melhor produto para cada um, principalmente para quem, como eu, tem o peso considerável.
Conhecimento importa mais que equipamento.


felipemendes

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (9)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 7.250
  • Sexo: Masculino
    • Meu Flickr
Resposta #708 Online: 16 de Abril de 2021, 14:40:34
Legal Felipe, internamente o projeto do novo garfo deve ter um sistema bem mais evoluído, imagino tbm que para o seu peso vai funcionar legal. Eu tenho um garfo a ar da "Manitou" em uma de minhas bikes, e devido ao meu peso (95kg) tenho que calibrar bem alto.
Penso que muda a resposta do produto em relação a uma pessoa que pesa 50% a menos do que eu, pois esses produtos tem uma curva de reposta diferente dependendo da pressão, muda, por exemplo, o ataque a um obstáculo maior, ou a leitura em terreno ondulado, ou seja, tem sempre uma região melhor para cada modelo de garfo. O difícil é achar o melhor produto para cada um, principalmente para quem, como eu, tem o peso considerável.

Haha, peso a mais!  :hysterical:

Brincadeiras sobre peso à parte, isso é toda uma ciência à parte. Eu peso 120 kg sem roupas. Com água, capacete, bolsa, ferramentas, etc., um pouco mais. As tabelas de calibração dos fabricantes não cobre meu peso, então meu ajuste inicial é sempre com tudo no máximo indicado pelos fabricantes. Mas com frequência isso não é necessário, visto que há como ajustar o volume de ar. Explicando: molas helicoidais são lineares, ou seja, a deformação nelas é diretamente proporcional à força que elas fazem. Mesmo componentes de bicicleta que usam molas helicoidais normalmente usam um mecanismo pra que o final de curso seja menos proporcional.

Molas a ar (a maioria dos componentes) são mais progressivas: quanto mais força se faz, a força pra deformar é maior. Com o uso de redutores de volume, a curva fica ainda mais acentuada. A tal ponto que, usando o número máximo de redutores, eu nem preciso da pressão máxima, pois a suspensão não chega nunca ao limite.



Já de alguns anos pra cá, as suspensões usam uma câmara de pressão negativa: um lado funciona com pressão e o outro funciona com vácuo. Assim, o ponto de equilíbrio não é onde a suspensão fica toda estendida, mas um pouco antes. Com isso, a suspensão fica macia em pequenas ondulações.

No meu amortecedor traseiro, o fabricante ainda fez um ajuste (desconheço qual foi) onde a segunda metade do curso é bem mais progressiva que a primeira parte.
« Última modificação: 16 de Abril de 2021, 14:43:45 por felipemendes »


felipemendes

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (9)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 7.250
  • Sexo: Masculino
    • Meu Flickr
Resposta #709 Online: 24 de Junho de 2021, 16:14:33
Confesso que sucumbi ao G.A.S. de novo. Desmontei minha querida Delirium Damaris (em homenagem à digníssima ministra) pra montar essa bike aqui.


O quadro é Marino, uma pequena fábrica no Peru, que fabrica quadros sob medida. É um pouco menor que o indicado pro meu tamanho, mas eu estava querendo uma bicicleta menor que a minha oficial tamanho XL. Comprei de um conhecido que se acidentou e não tem dinheiro pra cirurgia. O garfo é um monstruoso Rockshox Zeb, de curso 180mm e diâmetro dos postes de 38mm. O resto das peças veio da Damaris, que agora tem só quadro e garfo. Vou testar na trilha mais tarde.


bjp77

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 1.120
  • Sexo: Masculino
Resposta #710 Online: 29 de Outubro de 2021, 12:23:38
Comprei recentemente par de cubos Shimano Parallax dos anos 90 e um cassete 7v 11-28 pra substituir a catraca 14-28 de minha Caloi Sport Comfort 26". Como aqui tem algumas subidas no percurso que faço pro trabalho, vou dar esse up na relação.
Parallax são uma linha da Shimano de cubos com paredes mais grossas e capas de borracha para reduzir a entrada de poeira e água no cubo. São mais pesados que de costume, mas a vedação é consenso que é boa. Os meus são FH MC-10 e HB MC-10 freehub de 7v.

O percurso é de 7 km e levo 30 minutos no trânsito. Tem ciclofaixa em um trecho, subida de 1,3km a 9,5% de inclinação.
Canon Rebel T5
EF-S 18-55 + EF-S 75-300
Valdai Helios 44M-4 + KMZ Tair-3S + Industar61 LZ
Canon T50 Lente 50 mm f1.8 1983 restauro


bjp77

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 1.120
  • Sexo: Masculino
Resposta #711 Online: 29 de Outubro de 2021, 12:38:04
João Pessoa tem hoje 91 km de ciclovias. Elas estão espalhadas no sentido Norte-Sul, mas a cidade tem setores com ausência de ciclovias, como o Centro de 435 anos, com ruas estreitas, quase sem calçadas em alguns pontos. A principal avenida mede 5 km, sobe da praia ao Centro, passa por bairros residenciais e comerciais, tem calçadas de 6 m e não tem ciclovia. Tem escolas ao longo dela, supermercados e outros comércios até chegar no bruto de comercio que é o Centro. Ciclovia ali ia agregar muito nos deslocamentos. A geografia da cidade dificulta os arruamentos, com os morros de tabuleiros costeiros impedindo percursos retos. Bicicletários também são raros, mas o numero de bicicletas só aumenta. Inicialmente as ciclovias eram a da praia destinada a lazer com  7 km de extensão e uma numa avenida que liga bairros periféricos. O conceito mudou nos últimos anos e há outras ciclovias de lazer e aumento das ciclovias de deslocamento.
Canon Rebel T5
EF-S 18-55 + EF-S 75-300
Valdai Helios 44M-4 + KMZ Tair-3S + Industar61 LZ
Canon T50 Lente 50 mm f1.8 1983 restauro


felipemendes

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (9)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 7.250
  • Sexo: Masculino
    • Meu Flickr
Resposta #712 Online: 29 de Outubro de 2021, 14:16:01
João Pessoa tem hoje 91 km de ciclovias. Elas estão espalhadas no sentido Norte-Sul, mas a cidade tem setores com ausência de ciclovias, como o Centro de 435 anos, com ruas estreitas, quase sem calçadas em alguns pontos. A principal avenida mede 5 km, sobe da praia ao Centro, passa por bairros residenciais e comerciais, tem calçadas de 6 m e não tem ciclovia. Tem escolas ao longo dela, supermercados e outros comércios até chegar no bruto de comercio que é o Centro. Ciclovia ali ia agregar muito nos deslocamentos. A geografia da cidade dificulta os arruamentos, com os morros de tabuleiros costeiros impedindo percursos retos. Bicicletários também são raros, mas o numero de bicicletas só aumenta. Inicialmente as ciclovias eram a da praia destinada a lazer com  7 km de extensão e uma numa avenida que liga bairros periféricos. O conceito mudou nos últimos anos e há outras ciclovias de lazer e aumento das ciclovias de deslocamento.

E como é a aceitação dos carros em dividir as vias? Quando eu era adolescente e andava de bicicleta pra todo lado, em ruas estreitas eu andava bem no meio da rua, pra evitar que algum carro me jogasse pra fora. Não sei se eu teria coragem de fazer isso hoje, pois seria possível alguém me atropelar assim mesmo.


bjp77

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 1.120
  • Sexo: Masculino
Resposta #713 Online: 29 de Outubro de 2021, 16:59:56
Eu faço isso hoje. Tem alguns que respeitam em cruzamentos, eu agradeço eles e assim vai convivendo. Hoje eu com a experiência nos dois modais me coloco no lugar do ciclista, paro o carro em cruzamento e mando verbalmente a bicicleta passar. Mas aqui o pessoal tem costume de estacionar no meio da via, ligar o alerta e assim fazem também nas ciclofaixas. A fiscalização se faz de parede pra esses irresponsáveis.
Canon Rebel T5
EF-S 18-55 + EF-S 75-300
Valdai Helios 44M-4 + KMZ Tair-3S + Industar61 LZ
Canon T50 Lente 50 mm f1.8 1983 restauro


pablo.ebani

  • Trade Count: (5)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.524
  • Sexo: Masculino
Resposta #714 Online: 12 de Novembro de 2021, 08:58:14
Eu faço isso hoje. Tem alguns que respeitam em cruzamentos, eu agradeço eles e assim vai convivendo. Hoje eu com a experiência nos dois modais me coloco no lugar do ciclista, paro o carro em cruzamento e mando verbalmente a bicicleta passar. Mas aqui o pessoal tem costume de estacionar no meio da via, ligar o alerta e assim fazem também nas ciclofaixas. A fiscalização se faz de parede pra esses irresponsáveis.
Isso é bem típico, paro errado, ligo o alerta, logo estou fazendo certo  :doh:
Fuji X-T2 - Fuji X-E2
XF 23mm f/2 - XF 35mm f/1.4 (um tesão nessa lente)
FL 55mm f/1.2 - Meike 28mm f/2.8
https://500px.com/PabloEbani
http://instagram.com/pabloebani_fotografia


André Sena

  • SysOp
  • Trade Count: (25)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 8.890
  • Sexo: Masculino
  • café & fotografia
Resposta #715 Online: 12 de Novembro de 2021, 14:46:31
Confesso que sucumbi ao G.A.S. de novo. Desmontei minha querida Delirium Damaris (em homenagem à digníssima ministra) pra montar essa bike aqui.


O quadro é Marino, uma pequena fábrica no Peru, que fabrica quadros sob medida. É um pouco menor que o indicado pro meu tamanho, mas eu estava querendo uma bicicleta menor que a minha oficial tamanho XL. Comprei de um conhecido que se acidentou e não tem dinheiro pra cirurgia. O garfo é um monstruoso Rockshox Zeb, de curso 180mm e diâmetro dos postes de 38mm. O resto das peças veio da Damaris, que agora tem só quadro e garfo. Vou testar na trilha mais tarde.

As cores são em homenagem a Nikon?  :assobi: :assobi: :D



YP

  • Trade Count: (2)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.568
  • Sexo: Masculino
Resposta #716 Online: 12 de Novembro de 2021, 16:40:44
As cores são em homenagem a Nikon?  :assobi: :assobi: :D

Kkkk!

Verdade


felipemendes

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (9)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 7.250
  • Sexo: Masculino
    • Meu Flickr
Resposta #717 Online: 12 de Novembro de 2021, 17:49:14
As cores são em homenagem a Nikon?  :assobi: :assobi: :D

 :hysterical: :hysterical:

Nem notei! Mas ficou uma boa coincidência.
« Última modificação: 12 de Novembro de 2021, 17:49:35 por felipemendes »