Autor Tópico: Como avaliar uma Yashica Electro 35 GSN?  (Lida 314 vezes)

ovictor

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 6
Online: 12 de Maio de 2022, 16:49:25
Olá pessoal, estou começando no mundo da fotografia e encontrei em casa uma câmera Yashica Electro 35 GSN, porém ninguém aqui lembra quando ela foi guardada e se está funcionando.
Queria saber como avaliar se ela está funcionando bem, ela esta sem bateria e eu não queria comprar sem ao menos saber que o básico funciona. O que eu posso testar nela, sem bateria, para ver se está funcionando alguma coisa?

Agradeço desde já a atenção!!


lsd

  • Trade Count: (8)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 971
  • Sexo: Masculino
Resposta #1 Online: 12 de Maio de 2022, 18:00:41
Procura no Google que tipo de bateria ela usa, e tente comprar ou adaptar, pro caso de vc testar a unidade pela qual vc tá interessado. É fácil de testar o fotometro (basta que as luzes se acendam). Acendeu, blz - mete filme e se as fotos sairem certo, sucesso.

Essas cameras tem uma eletronica do tipo "pifou já era", difícil achar alguém que conserte de fato.

Outra coisa a considerar é a óptica - veja se tem fungos e etc.

Em tempo: eu tenho uma 35GX, linda perfeita e funcional, eu uso de tempos em tempos, é meio que uma toy camera. Na minha opinião, essas cameras tem uma p*ta história de desenvolvimento de tecnologia, e, pra mim, elas tiram fotos com cara dos anos 1970.


ovictor

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 6
Resposta #2 Online: 12 de Maio de 2022, 18:21:14
Procura no Google que tipo de bateria ela usa, e tente comprar ou adaptar, pro caso de vc testar a unidade pela qual vc tá interessado. É fácil de testar o fotometro (basta que as luzes se acendam). Acendeu, blz - mete filme e se as fotos sairem certo, sucesso.

Essas cameras tem uma eletronica do tipo "pifou já era", difícil achar alguém que conserte de fato.

Outra coisa a considerar é a óptica - veja se tem fungos e etc.

Em tempo: eu tenho uma 35GX, linda perfeita e funcional, eu uso de tempos em tempos, é meio que uma toy camera. Na minha opinião, essas cameras tem uma p*ta história de desenvolvimento de tecnologia, e, pra mim, elas tiram fotos com cara dos anos 1970.

Obrigado pela resposta, então eu queria tentar testar alguma coisa sem precisar gastar com as baterias, mas pelo que vi consigo fazer uma "gambiarra" com algumas baterias que não são caras, algo em torno de 50 reais.


cxpostal

  • Trade Count: (4)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 1.370
  • Sexo: Masculino
Resposta #3 Online: 12 de Maio de 2022, 18:36:04


Para que tem ou pretende ter Yashica, recomendo esta página:

http://www.yashica-guy.com/



Carlos

"Esnobar é exigir café fervendo...
... e deixar esfriar.."
Millôr Fernandes


AFShalders

  • Trade Count: (28)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 9.542
  • Sexo: Masculino
  • слава україна !!!
    • Old Good Light
Resposta #4 Online: 12 de Maio de 2022, 20:45:26
Olá,

A bateria dela original não existe mais.

https://shopee.com.br/Adaptador-de-Bateria-4lr44-Para-C%C3%A2mera-Yashica-Electro-35-i.410638216.3683456463.

De maneira alguma use aquela gambiarra que sugerem de usar uma bateria CR123 em série com duas LR44. Já vi as LR44 explodirem  nessa configuração.

Se estiver funcionado a câmera rende fotos muito, muito nítidas. O problema é conseguir uma filme decente hoje em dia, e mais complicado ainda é quem revele direito.



ovictor

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 6
Resposta #5 Online: 14 de Maio de 2022, 20:06:37
Então pessoal, comprei umas baterias e fiz a gambiarra apenas para teste. A parte eletrônica funciona, tudo perfeito, mas só até ai...
A câmera esta travada, não dispara e não rola o filme. Como sou uma pessoa que gosta e tem facilidade em entender o funcionamento e a mecânica das coisas, resolvi abrir a câmera pra ver que podia ser.
Abri a tampa inferior e vi que uma chapinha trava um pino que parece estar relacionado com o disparador. Segurei esta chapinha para o lado e o disparador desce, mas não trava. Descobri então que minha Electro sofre do famoso mal do "Pad of Death".
O correto seria este pino ficar "mais a baixo" da chapa, liberando o disparador e a chapa travando o pino quando é disparado.
Vi alguns tutorias e resolvi abrir a tampa superior para conferir o tal "Pad of Death" e realmente não tinha nenhuma borracha ou espuma no lugar. Peguei um pedaço de EVA que tinha em casa, uma fita dupla face e fui tentar o concerto. Consegui posicionar o EVA e câmera voltou a funcionar perfeitamente, mas não por muito tempo...
Graças a uma mistura de preguiça, descuido e azar, a fita que usei era ruim e descolou, o EVA caiu dentro da câmera e não encontrei mais ele, POREM, se eu "aciono manualmente" o pino na parte inferior (puxando ele até ser travado pela chapinha) a câmera funciona. Minha questão agora é, levo até uma autorizada para abrir toda a câmera, tirar o EVA perdido, e consertar o "Pad of Death", OU como o EVA perdido parece não estar afetando nada, eu mesmo faço um conserto de melhor qualidade, com uma borracha melhor ou aquelas fitas dupla face espessas.
O que vocês acham?
Pelo que vi em imagens da câmera desmontada, o EVA pode ter caído para uma região "limpa" da câmera, onde só tem fios, e como tem a fita nele, talvez ele tenha grudado nos fios e fique ali eternamente.


AFShalders

  • Trade Count: (28)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 9.542
  • Sexo: Masculino
  • слава україна !!!
    • Old Good Light
Resposta #6 Online: 14 de Maio de 2022, 20:34:06
Se interessar,

https://www.manualslib.com/manual/1174739/Yashica-Electro-35.html?page=7#manual

http://www.yashica-guy.com/document/repair.html
http://elekm.net/pages/cameras/repair_pad_of_death.htm
https://mattsclassiccameras.com/how-to/inside-yashica-electro-35/

Existem as 35 Eletro, as GT/GS e GTN e GSN, a diferença basicamente é o circuito do fotometro.

Eu não usei EVA nem borracha e sim um pedacinho de plástico duro, nao me lembro da espessura, colado com super bonder.
Nunca mais deu problema.
« Última modificação: 14 de Maio de 2022, 20:35:18 por AFShalders »


ovictor

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 6
Resposta #7 Online: 14 de Maio de 2022, 22:09:08
Se interessar,

https://www.manualslib.com/manual/1174739/Yashica-Electro-35.html?page=7#manual

http://www.yashica-guy.com/document/repair.html
http://elekm.net/pages/cameras/repair_pad_of_death.htm
https://mattsclassiccameras.com/how-to/inside-yashica-electro-35/

Existem as 35 Eletro, as GT/GS e GTN e GSN, a diferença basicamente é o circuito do fotometro.

Eu não usei EVA nem borracha e sim um pedacinho de plástico duro, nao me lembro da espessura, colado com super bonder.
Nunca mais deu problema.

A minha é uma GSN. Minha maior preocupação é o EVA perdido mesmo, e a possibilidade dele ir para algum lugar que possa causar algum problema. Como testei e não deu problema com ele lá dentro, acho que vou fazer um serviço mais caprichado, usar uma borracha dura, colada com Super Bonder Gel, e deixar o EVA perdido lá dentro mesmo, não vou morrer de véspera heheheh.
Se algum dia der problema, abro a câmera e tiro ele.
Mas fica de lição, fazer sempre caprichado, nada de serviço meia boca.


AFShalders

  • Trade Count: (28)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 9.542
  • Sexo: Masculino
  • слава україна !!!
    • Old Good Light
Resposta #8 Online: 14 de Maio de 2022, 22:44:56
A minha é uma GSN. Minha maior preocupação é o EVA perdido mesmo, e a possibilidade dele ir para algum lugar que possa causar algum problema. Como testei e não deu problema com ele lá dentro, acho que vou fazer um serviço mais caprichado, usar uma borracha dura, colada com Super Bonder Gel, e deixar o EVA perdido lá dentro mesmo, não vou morrer de véspera heheheh.
Se algum dia der problema, abro a câmera e tiro ele.
Mas fica de lição, fazer sempre caprichado, nada de serviço meia boca.

Dificil causar problema. Naquela região o pedaço de eva simplesmente ficará retido em uma cavidade. Não tem nada mecânico lá exceto o botão de disparo que aciona uma haste e uma placa de circuito impresso que faz o papel de uma série de interruptores para o fotometro e o circuito de temporização. Não acho que irá causar problemas.

Cara, fiz CLA em uma dez dessas que tive. Até hoje tenho duas, uma GTN e uma CCN. Adoro.

Cheguei a fazer um overhauling em uma:

https://oldgoodlight.blogspot.com/p/this-week-i-was-checking-some-old.html
« Última modificação: 14 de Maio de 2022, 22:46:51 por AFShalders »


ovictor

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 6
Resposta #9 Online: 18 de Maio de 2022, 15:47:21
Dificil causar problema. Naquela região o pedaço de eva simplesmente ficará retido em uma cavidade. Não tem nada mecânico lá exceto o botão de disparo que aciona uma haste e uma placa de circuito impresso que faz o papel de uma série de interruptores para o fotometro e o circuito de temporização. Não acho que irá causar problemas.

Cara, fiz CLA em uma dez dessas que tive. Até hoje tenho duas, uma GTN e uma CCN. Adoro.

Cheguei a fazer um overhauling em uma:

https://oldgoodlight.blogspot.com/p/this-week-i-was-checking-some-old.html

Fui refazer o reparo e pra minha surpresa consegui enxergar o EVA perdido, com uma pinça tirei ele da câmera. Fiz o novo POD com um pedaço de dupla face 3M extra fixação e outro EVA, ficou com 2,2mm de espessura, então regulei o parafuso da haste do disparador, agora a trava entra na ranhura exatamente quando o obturador dispara, credito estar certo.
Estou pensando em fazer outro tópico com imagens de uma técnica que usei para evitar que o POD venha cair dentro da câmera e ajuda na hora de posicionar ele, pode ser útil para quem vier a fazer o serviço futuramente.


AFShalders

  • Trade Count: (28)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 9.542
  • Sexo: Masculino
  • слава україна !!!
    • Old Good Light
Resposta #10 Online: 18 de Maio de 2022, 20:22:56
Fui refazer o reparo e pra minha surpresa consegui enxergar o EVA perdido, com uma pinça tirei ele da câmera. Fiz o novo POD com um pedaço de dupla face 3M extra fixação e outro EVA, ficou com 2,2mm de espessura, então regulei o parafuso da haste do disparador, agora a trava entra na ranhura exatamente quando o obturador dispara, credito estar certo.
Estou pensando em fazer outro tópico com imagens de uma técnica que usei para evitar que o POD venha cair dentro da câmera e ajuda na hora de posicionar ele, pode ser útil para quem vier a fazer o serviço futuramente.


Legal. Só um adendo, o pod pode ser feito de material rígido.
Essa regulagem de altura é critica pois se estiver fora do ponto vai alterar o tempo do obturador.
Nas Electro, ele funciona assim:

1 - O obturador é armado mecanicamente

2 - No ponto de disparo, o acionamento mecânico tem que ser o mesmo do segundo estágio do botão de disparo.

Nesse momento, o solenoide é energizado e então cortado depois de uma certa quantidade de luz ter atingido a célula CdS. O fotômetro não calcula o tempo de exposição antes, ele é do tipo integrador. Ao passar da quantidade de luz que atingiu (função do tempo x intensidade da luz) o solenoide é cortado e a segunda lâmina do obturador fecha.

Se o ponto de disparo mecânico ficar antes ou depois, o tempo será errado, e afetará muito mais as velocidades mais altas do que as baixas. A velocidade base do obturador mecânico é fixa em 1/500s se não me engano.






ovictor

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 6
Resposta #11 Online: 18 de Maio de 2022, 21:20:00

Legal. Só um adendo, o pod pode ser feito de material rígido.
Essa regulagem de altura é critica pois se estiver fora do ponto vai alterar o tempo do obturador.
Nas Electro, ele funciona assim:

1 - O obturador é armado mecanicamente

2 - No ponto de disparo, o acionamento mecânico tem que ser o mesmo do segundo estágio do botão de disparo.

Nesse momento, o solenoide é energizado e então cortado depois de uma certa quantidade de luz ter atingido a célula CdS. O fotômetro não calcula o tempo de exposição antes, ele é do tipo integrador. Ao passar da quantidade de luz que atingiu (função do tempo x intensidade da luz) o solenoide é cortado e a segunda lâmina do obturador fecha.

Se o ponto de disparo mecânico ficar antes ou depois, o tempo será errado, e afetará muito mais as velocidades mais altas do que as baixas. A velocidade base do obturador mecânico é fixa em 1/500s se não me engano.

Então, eu segui as orientações que li no manual "Check to see that the release-switch latch engages the slot in the release-switch rod at the same moment that the shutter releases.".
Não é dessa forma que você faria? Qual seria a melhor regulagem?
« Última modificação: 18 de Maio de 2022, 21:23:41 por ovictor »


AFShalders

  • Trade Count: (28)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 9.542
  • Sexo: Masculino
  • слава україна !!!
    • Old Good Light
Resposta #12 Online: 18 de Maio de 2022, 22:56:38
É exatamente isso mas tem que fazer com bastante cuidado.