Autor Tópico: Você fotografa para você mesmo ou para os outros?  (Lida 8090 vezes)

Lindsay

  • Trade Count: (19)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 7.699
  • Sexo: Masculino
Resposta #15 Online: 08 de Novembro de 2023, 13:17:05
Isso é fato comprovado. Fora que se as fotos estiverem em uma midia obsoleta, depois de um tempo corre o risco de nunca mais conseguir recuperar. Estive na França em outubro e visitei um museu que continha dezenas de milhares de imagens em meio químico no acervo, entre milhares de placas de vidro e peliculas.

https://albert-kahn.hauts-de-seine.fr
o queeeee ?????

Caraca meu sonho de consumo é conhecer esse museu.

Não sei se vc conhece a historia desse banqueiro, mas o projeto dele tem um papel muuuito relevante para a fotografia, para o cinema, e o seu legado documental representa bastante para a historia da humanidade.

Tem uma série que a BBC produziu, são acho que 9 ou 10 episódios, onde os caras vão a fundo no trabalho que ele deixou.

Albert Kahn é referencia pra mim, pensa só no projeto fotografico que ele desenvolveu, a começar pelo tamanho do projeto, pela concepção e execução.

Estudei bastante esse cara e tudo o que ele fez e deixou, pra mim Albert Kahn é mais que uma referencia, é um herói.
Conhecimento importa mais que equipamento.


AFShalders

  • Trade Count: (28)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 10.511
  • Sexo: Masculino
  • слава україна !!!
    • Old Good Light
Resposta #16 Online: 08 de Novembro de 2023, 13:36:21
o queeeee ?????

Caraca meu sonho de consumo é conhecer esse museu.


Vale a pena, garanto.


cheferson

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.868
  • Sexo: Masculino
  • Uma Fotografia é o Registro Exato da História!
Resposta #17 Online: 08 de Novembro de 2023, 18:07:13

se vc esta num ambiente onde as pessoas só falam de equipamento, o que se pode esperar da fotografia dessa pessoa?


Na real este é um dos motivos pelos quais vejo poucos vídeos de fotografia e mesmo passo muito pouco aqui no fórum ultimamente.

Já notaram que esses tempos a Canon do Brasil solicitou aos Youtubers suas câmeras Canon cedidas novamente? Pois é. Da noite pro dia, a Canon virou a vilã e a Sony virou a queridinha dos Youtubers brasileiros que só falam de equipamentos.


Infelizmente essa paranóia atingiu o fórum há alguns anos e pra mim ficou difícil ter uma contribuição significativa e positiva. Quem só fala de equipamento está do outro lado de quem enxerga a fotografia como arte (pessoal) e como negócio.

Até me lembrei do Bagnola fazendo um video pra que ninguém gaste 50.000 reais com uma R3. Claro que alguns irão precisar da R3, mas fazendo uma analogia: os Youtobas (digo Youtubers) incentivam as pessoas a gastarem rios de dinheiro pra trocar de equipamentos e daqui 1 ano essa câmera pra eles "não presta mais" porque a de 1 ano atrás fazia 20 fotos por segundo no obturador eletrônico. Mas a nova mirrorless faz 200 fotos por segundo no eletrônico. Agora essa  câmera é a que "presta", até sair outra que faça 600 fotos por segundo no obturador eletrônico  :hysterical: :hysterical: :hysterical: :hysterical:.

No final das contas: é um nível insano de consumismo e incentivo a pessoas desinformadas fazerem dívidas, à toa.

Isso foi apenas um exemplo, mas creio que está intimamente ligado à questão: você fotografa pra você mesmo, pros seus clientes ou pra agradar ao ego mimado de outros fotógrafos? No meu caso são as opções 1 e 2 combinadas. A opção 3 elimino e descarto de vez.
« Última modificação: 08 de Novembro de 2023, 18:10:39 por cheferson »


Carlos HP

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 1.843
  • Sexo: Masculino
  • Em busca de tempo!
    • Do Infinito ao Bokeh
Resposta #18 Online: 09 de Novembro de 2023, 08:54:15
Acredito que essa questão depende muito do tipo de fotografia que se faz. Não sou profissional, gosto de fotografia de paisagem e acabei desenvolvendo um gosto por retratos ao longo do tempo, especialmente depois dos filhos. No processo de aprendizagem lento em que me encontro inserido, a validação dos outros é um feedback muito importante. É necessário um trabalho interno para a aceitação de críticas negativas, mesmo que construtivas, é inerente ao nosso ego. De um modo geral, eu diria que fotografo pra mim, mas é inevitável essa confrontação com a opinião alheia, a partir do momento em que resolvemos mostrar as fotos, seja aqui no fórum ou para familiares e amigos.

Eventualmente, me pedem para tirar fotos em aniversários, encontros de amigos. etc., e aí acaba que essa preocupação em agradar acaba sendo uma questão relevante, ainda mais hoje em dia que todos se acham fotógrafos com um smartphone na mão e a necessidade de compartilhamento imediato. Então, enviar as fotos uma semana depois acaba inserindo um elemento negativo na percepção das pessoas, que tem que ser compensado com boas fotos: olhar diferente, resultado de cores e qualidade de imagem superiores ao que eles compartilharam no Instagram uma semana antes.

Para quem é profissional, imagino que essa questão de agradar aos outros acaba vindo naturalmente com a consistência do trabalho e o fotógrafo acaba podendo focar no auto aprimoramento, melhorias que acha relevante no próprio set de equipamentos, etc.


dronan

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 16
  • Sexo: Masculino
Resposta #19 Online: 09 de Novembro de 2023, 15:09:26
Eu gosto de fotografia de viagens, principalmente para guardar e relembrar momentos, que muitas vezes acabamos esquecendo com a correria do dia a dia.

Eu considero a opinião dos outros mas não faço para agradar, ja que não é meu ganha pão


Lindsay

  • Trade Count: (19)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 7.699
  • Sexo: Masculino
Resposta #20 Online: 09 de Novembro de 2023, 15:35:52
Tem outra questão tbm relacionada ao assunto que é sobre aquilo que Freud, Flusser e os psicólogos profissionais explicam, sobre o "senso de pertencimento a um grupo social", solidão e seus desdobramentos. Não sou psicólogo pra falar sobre o assunto, mas é um mecanismo meio assim, o cara deseja ser reconhecido pelo "grupo" de pessoas que gostam de fotografia de maneira satisfatória, ou melhor, de acordo com o que ele acha satisfatório para ele mesmo, e quando não consegue, fica chateado.
Conhecimento importa mais que equipamento.


AFShalders

  • Trade Count: (28)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 10.511
  • Sexo: Masculino
  • слава україна !!!
    • Old Good Light
Resposta #21 Online: 09 de Novembro de 2023, 15:59:35
Eu gosto de fotografia de viagens, principalmente para guardar e relembrar momentos, que muitas vezes acabamos esquecendo com a correria do dia a dia.

Eu considero a opinião dos outros mas não faço para agradar, ja que não é meu ganha pão

idem


Mike Castro

  • Trade Count: (4)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.870
  • Sexo: Masculino
Resposta #22 Online: 09 de Novembro de 2023, 17:28:11

Se faço minhas fotos pra mim, ou pros outros? Claro que é pros outros. Eles têm que gostar. Se não gostarem, não me contratam, se não me contratam, pensão do bochechudo atrasa.  :hysterical: :hysterical:

E vou além: fazendo uma autoanálise aqui, não me acho o grande artista não, igual alguns caras pensam, "ain minha foto é uma arte."
Eu faço fotos de pessoas arrumadas, em momentos felizes, em lugares bacanas. Tenho "obrigação" de fazer boas fotos. Claro que, para aquela mãe, o seu filhinho é arte. Para o marido, ver a noiva entrando na igreja com um sorrisão, é arte.
Fotografia pra mim é trabalho. Me esforço para fazer bem, fotos bonitas que agradem as pessoas. Mas dizer que sou o pica das galáxias, sou não.



felipemendes

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (9)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 8.666
  • Sexo: Masculino
    • Meu Flickr
Resposta #23 Online: 10 de Novembro de 2023, 01:32:15
A primeira coisa é que eu sou o maior crítico de mim mesmo. Dificilmente a crítica de alguém vai me perturbar a ponto de me surpreender. Na verdade, o contrário normalmente acontece. A crítica fundamentada me faz ver o quanto ainda preciso aprender.

Minha produção atual é bem baixa, mas todas as minhas fotos que considero boas serão vistas por outras pessoas, porque vão pra nuvem e passam pro protetor de tela da TV. As ruins, eu não quero que ninguém veja mesmo. Como eu falei, sou o maior crítico de mim mesmo.

Fazendo uma análise íntima, eu fotografo esperando tirar boas fotos. E gosto de publicar minhas boas fotos. Juntando as duas afirmações, o destino das minhas fotos é que os outros vejam. A proporção é que é o problema!  :doh:


RFP

  • Colunista
  • Trade Count: (2)
  • Membro Ativo
  • *****
  • Mensagens: 868
  • Sexo: Masculino
Resposta #24 Online: 10 de Novembro de 2023, 07:51:16
Obviamente que faz muita diferença quando se trata de um fotógrafo profissional ou amador... Um profissional tem que fazer primordialmente para os outros, ou não tem como sobreviver. Um amador pode fazer exclusivamente para si, mas se está inserido num grupo, se pretende que suas fotos tenham algum reconhecimento, é possível que acabe tentando se ajustar ao gosto de outras pessoas.

Eu, pessoalmente, só fotografo para mim, hoje em dia. Não tenho redes sociais e não costumo postar mais minhas fotos, até por julgar que não teriam nada de interessante para outras pessoas. São fotos tecnicamente corretas mas com conteúdo da vida cotidiana, que seriam totalmente banais para quem não viveu aqueles momentos.


AFShalders

  • Trade Count: (28)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 10.511
  • Sexo: Masculino
  • слава україна !!!
    • Old Good Light
Resposta #25 Online: 10 de Novembro de 2023, 09:40:19
Obviamente que faz muita diferença quando se trata de um fotógrafo profissional ou amador... Um profissional tem que fazer primordialmente para os outros, ou não tem como sobreviver. Um amador pode fazer exclusivamente para si, mas se está inserido num grupo, se pretende que suas fotos tenham algum reconhecimento, é possível que acabe tentando se ajustar ao gosto de outras pessoas.

Eu, pessoalmente, só fotografo para mim, hoje em dia. Não tenho redes sociais e não costumo postar mais minhas fotos, até por julgar que não teriam nada de interessante para outras pessoas. São fotos tecnicamente corretas mas com conteúdo da vida cotidiana, que seriam totalmente banais para quem não viveu aqueles momentos.




Excelente ponto !


Murdock

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 19
  • Sexo: Masculino
    • Daniel Carvalho
Resposta #26 Online: 19 de Dezembro de 2023, 15:51:44
Eu andei pensando nisso nos últimos meses que é basicamente o que eu quero com a fotografia. Depois de décadas de paixão por essa arte, ela pareceu ter morrido.

Sempre fotografei o que gosto, do jeito que gosto, não vivo disso, mal ganhei dinheiro com isso ao longo da vida, mas um pouco de reconhecimento é bem vindo e esse, além de não vir, andou me decepcionando. Pessoas que diziam amar minhas fotos, agiram de forma completamente diferente.

Mesmo que digam que sou bom, se ninguém age como se eu fosse, será que sou mesmo ou só falam para me agradar? Será que estou gastando muito tempo e dinheiro em algo que não sou bom e poderia estar gastando com outras coisas? Ainda mais a partir do momento em que aquilo deixou de me dar prazer.

Que artista faz seu trabalho sem pensar no mínimo de reconhecimento. Acho que até o momento o único exemplo que temos de alguém que produziu muita arte sem nem se preocupar em mostrar foi mesmo a Vivian Maier (até porque se ninguém achou a obra, ninguém ainda sabe sobre o artista). Eu toco guitarra para me satisfazer mesmo, não faço a menor questão de que outros ouçam, mas com a fotografia é diferente.

Ando me questionando isso tudo e ainda não achei uma resposta para mim, mas gostei bastante das opiniões de vocês.


felipemendes

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (9)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 8.666
  • Sexo: Masculino
    • Meu Flickr
Resposta #27 Online: 19 de Dezembro de 2023, 19:31:15
Eu toco guitarra para me satisfazer mesmo, não faço a menor questão de que outros ouçam, mas com a fotografia é diferente.

Diferente como? Ambas são formas de arte. A não ser que você queira seguir ganhando a vida (ou ajudando no sustento) com uma dessas formas, a princípio seria a mesma coisa. Mas você saber qual é a diferença (pra você) vai ajudar a responder muitas questões.

Tanto na música quanto na fotografia, quem vai se dar melhor não é necessariamente o melhor, mas quem sabe vender melhor seu trabalho.

Depois de mais velho, na música, aprendi a me ouvir como se eu fosse outra pessoa. Penso que isso seja muito importante, tanto quando a arte é apreciada quanto quando a arte é vendida. 


Murdock

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 19
  • Sexo: Masculino
    • Daniel Carvalho
Resposta #28 Online: 20 de Dezembro de 2023, 10:05:25
Diferente como? Ambas são formas de arte. A não ser que você queira seguir ganhando a vida (ou ajudando no sustento) com uma dessas formas, a princípio seria a mesma coisa. Mas você saber qual é a diferença (pra você) vai ajudar a responder muitas questões.

É porque não ligo se eu toquei a música certinha ou sequer se toquei ela inteira. Às vezes quero aprender o riff, às vezes o solo, não fica bem feito, mas eu não ligo porque me divirto no processo, brincando, sem ninguém ouvir. Se tiver alguém ouvindo vou ficar nervoso, com medo de errar (e acabo errando). Com a fotografia eu já tento ser o melhor possível e então se quem está "ouvindo" minha foto não gostar de algo, vou ficar chateado.


RFP

  • Colunista
  • Trade Count: (2)
  • Membro Ativo
  • *****
  • Mensagens: 868
  • Sexo: Masculino
Resposta #29 Online: 20 de Dezembro de 2023, 10:28:06
É porque não ligo se eu toquei a música certinha ou sequer se toquei ela inteira. Às vezes quero aprender o riff, às vezes o solo, não fica bem feito, mas eu não ligo porque me divirto no processo, brincando, sem ninguém ouvir. Se tiver alguém ouvindo vou ficar nervoso, com medo de errar (e acabo errando). Com a fotografia eu já tento ser o melhor possível e então se quem está "ouvindo" minha foto não gostar de algo, vou ficar chateado.

E porque essa diferença entre as duas atividades? Pois claramente o que está te atrapalhando é justamente levar a fotografia a sério demais. Ainda mais se você espera ter um reconhecimento amplo. Porque mesmo que você faça boas fotografias, dentro do seu interesse e corretas tecnicamente, pode ser que algumas pessoas não gostem.