Autor Tópico: TODOS TEM OBRIGACAO DE VE ISSO! URGENTE!  (Lida 6282 vezes)

Pedro Vilas Boas

  • Trade Count: (3)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 598
Resposta #30 Online: 21 de Outubro de 2007, 21:24:00
Meninas, meninas, me perdoem tá? mas ñ há necessidade desse impasse..."fui eu, ñ fui eu, etc, etc, etc. Assumam cada uma a sua própria opinião que é um sacrossanto direito de cada uma, pô, senão vira auto-comiseração, falou? Deus abençoe as duas ;)
rsrsrsrsrsss
---


midnight oil é show!!! hehehe
gosto tbm de
australian crawl, oingo boingo, pet shop boys, tears for fears, queen, man at work, INXS, A-Ha, Billy Idol, Duran Duran, Hunters & Collectors, loyd Cole & The Commotions, Huey Lewis & The News, Mike and the mechanics, Ka'au Crater Boys, R.E.M, Phill Collins, Talking Heads, Hoodoo Gurus, The byrds, The Cars, Outfield, The Silencers, Go Go, Genesis, e por ai vai hehehehe

wu ja falei que nasci na década errada!
era pra eu nascer em 60! e viver o melhor do som das antigas ;)


musashi

  • Trade Count: (1)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 94
  • Sexo: Masculino
  • ...algumas de minhas obras...
Resposta #31 Online: 22 de Outubro de 2007, 08:55:01
 :D :D :D Pedro, nasci em 48 e sou absolutamente fanático por rock (tanto quanto por fotografia) e gosto de ver jovens q curtem som dos anos 60. Gravo tudo em MD pois o som é limpo (melhor do que mp3) e o aparelho é do tamanho de um maço de cigarro. Sou jornalista e já escrevi muito sobre rock. Meus amigos [não estou tirando onda não] sempre me chamaram de "enciclopédia do rock" (algum "retardado metal" aí deve me zoar, é isso q me invoca). Parei de escrever qdo comecei a dar aulas de fotografia há uns 16 anos atrás. Qualquer informação sobre rock pode dispor do amigo aqui. Eu gravo direto muita música do site "Lime Wire" pois lá vc baixa todo e qualquer tipo de som de todas as épocas. Há também o site "All music" onde vc faz levantamento da biografia e discografia de qualquer grupo ou músico. Dos grupos q vc citou, meu preferido é The Byrds, tenho tudo deles - desde os anos 60 até qdo terminaram no início dos anos 70. Eles começaram abrindo shows pro Bob Dylan e, felizmemente pra nós, deixaram um herdeiro q vc deve ouvir chamado "Crosby, Stills & Nash" q de certa forma fazem um trabalho de folk-rock semelhante aos Byrds , os vocais são absolutamente esplêndidos! David Crosby [o Crosby do C,S&N} pertenceu e foi fundador dos Byrds! Aquele abraço, negô.  E disponha.


Ivan de Almeida

  • Trade Count: (1)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.297
  • Sexo: Masculino
  • . F o t o g r a f i a .
    • Fotografia em Palavras
Resposta #32 Online: 22 de Outubro de 2007, 09:18:13
Citar
Eles começaram abrindo shows pro Bob Dylan e, felizmemente pra nós, deixaram um herdeiro q vc deve ouvir chamado "Crosby, Stills & Nash" q de certa forma fazem um trabalho de folk-rock semelhante aos Byrds , os vocais são absolutamente esplêndidos! David Crosby [o Crosby do C,S&N} pertenceu e foi fundador dos Byrds!

Sérgio;

Se me fosse oferecido legar apenas discos de um grupo para uma ilha deserta, seria do C,S,N&Y -risos.

Outro dia mesmo estava tocando aqui no violão 4+20, que acho bárbara.
Os Byrds igualmente são bárbaros.

Sou, como você um apreciador especial desse tipo de música. Até por isso, recentemente (5 ou 10 anos) passei a prestar mais atenção a coisas como Renato Teixeira, Elomar, Xangai que guardam o frescor da mensagem menos conformada pela indústria.

E nesses sites de música terminamos encontrando coisas que julgaríamos impossíveis recuperar, como o LP Eve of Destruction do Barry McGuire (o qual tem, na minha opinião, a melhor versão de Baby Blue ao lado da gravada pela Joan Baez).

Sou um pouco menos antigo que você. 1953.


musashi

  • Trade Count: (1)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 94
  • Sexo: Masculino
  • ...algumas de minhas obras...
Resposta #33 Online: 22 de Outubro de 2007, 09:34:16
 :) Fala Ivan, pois é, ninguém gravou tão bem Baby Blue quanto Joan Baez, mas na primeira versão original dela de 60 e pouco. Eu tenho uma versão gravada por ela, um pouco mais recente, acompanhada por um grupo (acho até q ao vivo, vou checar) q também é legal mas não tem o impacto da original. Em relação ao C,S& N, gosto mais da versão de 4+20 ao vivo em Woodstock do que a gravada por Stephen Stills em estúdio. Na minha opinião, os Byrds foram bem até o "Notorious Byrd Brothers" (Crosby já tinha saido) poque depois cada qual foi pro seu lado e só restou o Chris Hillman e Jim McGuinn que formaram a versão country do Byrds c/ a bolacha "Sweet Heart of the Rodeo" q ñ é tão ruim assim, pior é o q veio depois. Abração 8)


murilog

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 39
Resposta #34 Online: 22 de Outubro de 2007, 09:48:42
adoro musica de raiz, tenho a discografia completa, outras quase completas, em LP mesmo, vinil como a gente dizia antigamente, do renato teixeira, do pena branca e xavantinho, do elomar, tonico e tinoco, rolando boldrin, almir sater, tiao carreiro e pardinho. não perco um programa da inezita barroso, fui pra sao paulo so pra assistir a gravacao de um, foi muita emocao, aproveitei pra comprar uma vitrola nova que so vendia numa loja na santa efigenia.
o som da viola caipira toca na minha alma. que bom encontra gente aqui que gosta disso, eh raridade.
ai, acento eh um problema no meu teclado.
« Última modificação: 22 de Outubro de 2007, 09:58:50 por murilog »


Ivan de Almeida

  • Trade Count: (1)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.297
  • Sexo: Masculino
  • . F o t o g r a f i a .
    • Fotografia em Palavras
Resposta #35 Online: 22 de Outubro de 2007, 09:49:23
Sei que isso é totalmente fora do debate, mas vá lá...

Mandei este link em PVT para você, Sérgio, mas acho justo mostrá-lo a quem não conhece.

4+20

http://www.youtube.com/watch?v=zvuNwH7kCCA


Leo Terra

  • SysOp
  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 13.766
  • Sexo: Masculino
  • “Deus disse: 'Haja luz'. E houve luz.” (Gen 1,3)
    • http://www.leoterra.com.br
Resposta #36 Online: 22 de Outubro de 2007, 13:20:46
Jean, eu sou um defensor de carteirinha da natureza, sou o tipo de cara que quer ter um eco-sistema dentro de casa e até consigo ter alguma coisa dentro das limitações de espaço impostas pela cidade, procuro fazer o possível para não prejudicar o meio ambiente e tenho todas aquelas posturas tidas como politicamente corretas, apesar de muitas vezes serem insuficientes rs...
Também sou consciente de que ao entrar em contato com animais selvagens eles podem, sem dúvida, tirar minha vida, assim como de outras pessoas, não porque sejam maus, não porque sejam bons, simplesmente porque estão atuando na função deles de se defender ou predar.
Ilustrar o contato humano com os animais, da forma que foi feita nas fotografias, para mim passa uma idéia de tentar aproximar, levar a natureza ao observador e não de incentivar o contato direto com os animais (apesar de alguns poderem interpretar isso literalmente). Até certo ponto é realmente uma visão ingênua, mas que pode atingir os resultados esperados. Para alguns como eu (e a maioria do pessoal que opinou aqui) o incentivo seria mais eficiente ao mostrar a própria realidade, pois para estes a natureza é linda por si só e fala por si só, demonstrar suas interações e a dependência do ser humano em relação a ela, poderia ser uma visão mais interessante para tocar certas pessoas.
Por outro lado é necessário verificar qual é o público alvo desta ação dela, pois para muitas pessoas a realidade pode ser tão chocante que acabaria as afastando do projeto, pode ser que o projeto dela se foque em trazer pessoas que não são tocadas pela realidade (como a maioria de nós), diferente de outros projetos (como o SOSMA) que optam por tocar pessoas “antenadas” a algo mais próximo da realidade, sendo o público alvo compatível com a ação e o objetivo socialmente nobre, então o projeto seria válido (mesmo que ineficiente), assim como as fotos que o ilustram... :)

Analisando alguns posts.
A questão levantada pelo Ivan a respeito de salvar o mundo é realmente muito interessante, eu acredito que um único indivíduo realmente não poderia salvar o mundo, mas certamente pode fazer sua parte, se todos fizerem sua parte em busca de um objetivo, certamente o mundo tenderá a se deslocar em direção a aquele objetivo. Então você tentando mudar sua própria casa e sua própria maneira de agir já é um grande salto em busca de um dado objetivo. É claro que as mudanças desse tipo nem sempre são simples, porque alguém que vá perder com a execução integral de um objetivo pessoal raramente irá aceitar se empenhar por este objetivo, por mais nobre que pareça, sendo assim um objetivo pessoal raramente pode ser convertido em um objetivo da sociedade, porque raramente irá atingir à maioria positivamente, portanto é necessário que os objetivos realmente sejam maleáveis e submetidos a alterações e adaptações constantes, inclusive em sua essência, mas é possível chegar a uma convergência do tipo ganha x ganha, onde os objetivos gerais podem promover benefícios e produzir resultados dentro dos objetivos da grande maioria dos envolvidos e quando isso acontece é possível implementar um objetivo com a estratégia de cada um faz a sua parte. :)
É claro que nesse caso seu objetivo inicial estará bastante modificado e terá sofrido a influência de vários outros objetivos externos, mas de qualquer forma é um resultado que irá produzir pelo menos parte de seu objetivo, que por menor que seja será um ganho real para você. :)

Bom Rock das antigas eu gosto muito de Triumvirat, que é uma banda de rock progressivo alemã formada no final dos anos 60. Acho um tipo de som muito interessante, lembra Emerson, Lake & Palmer, tem umas letras bem legais, inclusive tem uma música chamada I Believe que tem muito a ver com parte do assunto do tópico rs.
Leo Terra

CURSOS DE FOTOGRAFIA: www.teiadoconhecimento.com



ATENÇÃO: NÃO RESPONDO DÚVIDAS EM PRIVATIVO. USEM O ESPAÇO PÚBLICO PARA TAL.
PARA DÚVIDAS SOBRE O FÓRUM LEIA O FAQ.


Ivan de Almeida

  • Trade Count: (1)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.297
  • Sexo: Masculino
  • . F o t o g r a f i a .
    • Fotografia em Palavras
Resposta #37 Online: 22 de Outubro de 2007, 14:08:18
adoro musica de raiz, tenho a discografia completa, outras quase completas, em LP mesmo, vinil como a gente dizia antigamente, do renato teixeira, do pena branca e xavantinho, do elomar, tonico e tinoco, rolando boldrin, almir sater, tiao carreiro e pardinho. não perco um programa da inezita barroso, fui pra sao paulo so pra assistir a gravacao de um, foi muita emocao, aproveitei pra comprar uma vitrola nova que so vendia numa loja na santa efigenia.
o som da viola caipira toca na minha alma. que bom encontra gente aqui que gosta disso, eh raridade.
ai, acento eh um problema no meu teclado.

Muirlo;

Eu vou muito para a serra, e aí, lá, vejo o pessoal da tera que toca sanfona e violão. E uma coisa que aconteceu comigo foi ter perdido o preconceito contra o pessoal do caipira-pop (Leandro e Leonardo, esse tipo). Por que? Porque lá percebo que essas músicas são incroporadas ao repertório do pessoal, e eles preferem essas músicas, e ouvindo vamos nos acostumando e achando legal. E aí vemos haver um contínuo entre todo esse campo.

Em tempo: Tenho lá na serra uma viola de dez. Afinei como violão porque a afinação de viola mesmo é fácil de tirar som e difícil de tocar músicas. Mas vou reafinar como viola porque tenho levado sempre um outro violáo lá para cima, e aí posso ter cada instrumento afinado de um jeito.
« Última modificação: 22 de Outubro de 2007, 14:10:05 por Ivan de Almeida »


Leo Terra

  • SysOp
  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 13.766
  • Sexo: Masculino
  • “Deus disse: 'Haja luz'. E houve luz.” (Gen 1,3)
    • http://www.leoterra.com.br
Resposta #38 Online: 22 de Outubro de 2007, 14:25:08
Eu vou muito para a serra, e aí, lá, vejo o pessoal da tera que toca sanfona e violão. E uma coisa que aconteceu comigo foi ter perdido o preconceito contra o pessoal do caipira-pop (Leandro e Leonardo, esse tipo). Por que? Porque lá percebo que essas músicas são incroporadas ao repertório do pessoal, e eles preferem essas músicas, e ouvindo vamos nos acostumando e achando legal. E aí vemos haver um contínuo entre todo esse campo.

Interessante isso Ivan eu também perdi o preconceito com o sertanejo (pop) em uma situação parecida com a sua. Estive no Pantanal e por 20 dias fiquei ouvindo música de raiz (que gosto muito) sempre em conjunto com o sertanejo (no estilo Leandro e Leonardo e etc) e observei que esse tipo de música diz muito sobre aquela população, com o tempo você realmente se acostuma mesmo e até entende bem o espírito da música, que na verdade é bem interessante... Hoje em dia não tenho mais preconceitos contra esse tipo de música, na verdade eu até gosto.
Leo Terra

CURSOS DE FOTOGRAFIA: www.teiadoconhecimento.com



ATENÇÃO: NÃO RESPONDO DÚVIDAS EM PRIVATIVO. USEM O ESPAÇO PÚBLICO PARA TAL.
PARA DÚVIDAS SOBRE O FÓRUM LEIA O FAQ.


murilog

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 39
Resposta #39 Online: 22 de Outubro de 2007, 17:19:10
imagina, prestigio a cultura caipira, independente de preconceito. fui criado ouvindo todo tipo de musica da roca. meu pai era proprietario de um sitio numa cidade a 2h e 30 min de Ctba., com lindas cachoeiras, e ficou de heranca pra minha familia. vou fotografar as cachoeiras para voces verem que beleza. vou pra la a cada 15 dias e feriados, porque moro e os filhos estudam na capital, senao morava la. sou aposentado, mas sempre que posso me reuno com o pessoal pra fazer um churrasco, comer pirogue e cracovia (comida tipica da regiao, mistura da cultura regional com imigracao polaca e ucraniana), e ouvir uma boa moda de viola, seja do leonardo, seja do tonico e tinoco, seja do pessoal da regiao que tem musica propria. a sensacao de estar perto da terra me faz muito bem.

« Última modificação: 01 de Novembro de 2007, 21:54:25 por murilog »