Autor Tópico: Noivos devem receber R$ 4.000 de indenização por casamento sem fotos  (Lida 6716 vezes)

reineves

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 200
Resposta #15 Online: 25 de Janeiro de 2008, 08:07:06
Há dois fatores importantes aqui:
1- Segundo a dona da empresa de aluguel de trajes a data fo casamento foi mudada repentinamente, isso por si só já anula o contrato, caso o fotógrafo não tenha sido avisado.
2- Quem vai acabar pagando o prejú é a empresa de aluguel de trajes, que não foi responsável pelo ocorrido, mas que, por ser empres com registro comercial e endereço certo ( ou seja, cumpre a lei) vai receber todo o peso da lei.
Infelizmente no Brasil é assim, o picareta não é alcançado pela justiça, então processa-se aquele que cumpre os ditames da lei.
Se o que a proprietária da empresa de aluguel falou for verdade,na minha opinião este casal está querendo é se dar bem às custas dos outros.


Rodrigão

  • Trade Count: (2)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 245
  • Sexo: Masculino
Resposta #16 Online: 25 de Janeiro de 2008, 13:32:17
Bom, esses são os famosos "picaretas", um absurdo...merecida a indenização.....
Rodrigo Bovo - Sorocaba-SP


Diogo Figueira

  • Trade Count: (2)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 611
  • Sexo: Masculino
  • Fotógrafo
    • 2Afora
Resposta #17 Online: 25 de Janeiro de 2008, 16:05:55
não defendo nem um nem outro.... pq já trabalhei indiretamente com eventos e sei os picaretas que aparecem e fazem de tudo pra conseguir um desconto ou até mesmo um processo.
Se aconteceu como a dona de aluguel disse concordo com o reineves, mudou a data e não avisou .. já era. Mais se já foi para a justiça e saiu já esse valor de 4.000 a ser pago é pq a história não foi bem assim, eu ja vi desse tipo de caso pra pior ... nem assusto, esses "profissionais" que existem por ai é de deixar o queixo caído


Leo Terra

  • SysOp
  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 13.750
  • Sexo: Masculino
  • “Deus disse: 'Haja luz'. E houve luz.” (Gen 1,3)
    • http://www.leoterra.com.br
Resposta #18 Online: 25 de Janeiro de 2008, 16:31:54
Coxão, se você muda a data você provavelmente protocola isso...
Sei lá, eles devem ter algum tipo de protocolo confirmando a mudança de data, porque se não o contrato ficaria vigorando e eles não seriam obrigados a pgar a indenização.
Leo Terra

CURSOS DE FOTOGRAFIA: www.teiadoconhecimento.com



ATENÇÃO: NÃO RESPONDO DÚVIDAS EM PRIVATIVO. USEM O ESPAÇO PÚBLICO PARA TAL.
PARA DÚVIDAS SOBRE O FÓRUM LEIA O FAQ.


Cod Paph

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 14
  • Sexo: Masculino
Resposta #19 Online: 25 de Janeiro de 2008, 18:53:25
Quanto aos preços não posso dizer nada , pois não atuo nesta área, sou apenas um curioso com a minha DSLR, mas vou contar um fato ocrrido no meu casamento.
Contratei uma pessoa que se dizia profissional da cidade de São Carlos, onde minha esposa morava na época, fechamos um contrato com determinado valor XXX sendo que seriam dois albuns com 50 fotos cada pois segundo ele um único album com 100 fotos seria demasiadamente muito grande e se estragaria muito fácil.
Com isso bateu as fotos no casamento e na hora de entregar os albuns minha esposa foi buscar sozinha e ele veio com apenas um albúm com 75 fotos , aí disse que tinha tido problemas com a encadernadora, que ele fizeram somente um albúm , minha esposa me ligou na hora falei para ela não pegar o albúm , saí de Limeira na hora fui até São Carlos (100Km).Depois de muito bate boca, ele resolveu que iria refazer os albúm em dois com as cem fotos.Passado dois meses depois , a custa de muitas ligações interurbanas, de se estressar demais da conta ests albúns chegaram.
No dia que fui buscar ele teve a cara de pau de querer cobrar mais uma certa quantidade, pela duas encadernações e pela duas despesas de sedex.Acabei nãopagando nada a mais e até hoje , quando amigos me perguntam sobre ele queimo ele até onde posso .Tudo pela falta de profissionalismo dele. Sei que nesta área tem muitos profissionais idoneos com também tem os picaretas, como em odas as profissões.
« Última modificação: 25 de Janeiro de 2008, 18:59:11 por Cod Paph »
Sou fanatico por Paph. e Phrag..

Sony Alpha 100W
Sony 18/70
Sony 75/300


Gili

  • Trade Count: (1)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 110
  • Sexo: Masculino
Resposta #20 Online: 25 de Janeiro de 2008, 19:09:00
Estou iniciando na vida profissional relacionada à fotografia, iniciando justamente com eventos ditos pequenos, tipo festa de crianças e casamento "bolo e champagne"  justamente por serem de menor responsabilidade do que quando comparados a um casamento "formal", com igreja e festa.  Nao há como pedir para a noiva entrar de novo na Igreja caso alguma coisa saia errado com sua foto, ja nas festas de crianças nao, tem o que costumo chamar de "margem de erro".

Bom, minha principal atividade laborativa é advocacia, e justamente por isso sei da responsabilidade que se deve ter, entregar o que contratou ( SEMPRE com contrato escrito ), no prazo que prometeu ( estou dando orçamentos com o dobro do prazo que a encadernadora me diz ), fora a qualidade das fotos em si.  Posso afirmar, nao sei se é a situação do caso do topico, mas vejo MUITA gente entrando com ações unica e exclusivamente para se dar bem.  Advogo pra empresas de onibus aqui da cidade, sao ações do tipo:  fez sinal e o onibus parou 10 metros pra frente, puxou a cordinha e parou 5 metros depois, onibus passou em um quebra molas, senhora de 70 anos, em pé no onibus ( cheio de lugar e nao estava indo descer ), bateu com o braço numa barra de ferro, ficou roxo, nao quebrou, pede R$ 20.000,00 de indenização.

Agora o que tem de monte aí deve ser os 2 tipos de gente, mau profissional e gente querendo se dar bem a qualquer custo ( FAÇAM CONTRATO ESCRITO E BEM REDIGIDO ).

Bom, to cansado de Justiça, alias, muito cansado, por isso que estou buscando o ganha pão nas fotos, espero que de certo.

Desculpem o tamanho do post e o desabafo.
Bruno Gili
Nova Iguaçu, RJ
Flickr


reineves

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 200
Resposta #21 Online: 27 de Janeiro de 2008, 19:41:25
Um grande alerta que fica neste episódio é o cuidado com "parcerias".