Autor Tópico: [TUTORIAL] Fotografando com FILTROS. Quando usar os filtros mais populares!  (Lida 97542 vezes)

Leo Terra

  • SysOp
  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 13.689
  • Sexo: Masculino
  • “Deus disse: 'Haja luz'. E houve luz.” (Gen 1,3)
    • http://www.leoterra.com.br
Este artigo é uma versão sintética de uma parte do novo curso de fotografia avançada que deverá ser lançado em breve na Teia do Conhecimento. Espero que gostem e acima de tudo que seja útil.



Fotografando com FILTROS. Quando usar os filtros mais populares!

Os filtros consistem em ferramentas criativas, que o fotógrafo pode utilizar para aplicar diversos efeitos em suas imagens, podemos encontrar filtros para equalizar os tons capturados, alterar os contrastes da cena, aplicar efeitos especiais, absorver parte da luz que chega a objetiva ou mesmo alterar as características óticas das mesmas.

Conheça as aplicações dos filtros mais comuns.

UV
Os filtros UV têm como objetivo filtrar a radiação Ultra Violeta, apesar de serem invisíveis ao olho humano, os raios UV são responsáveis por produzir o efeito de véu atmosférico, o uso do filtro UV reduz este efeito em ambientes onde há excesso de radiação UV, produzindo imagens mais nítidas, sendo recomendado para fotografias em orlas marítimas e paisagens em montanhas.

Exemplo de aplicação do filtro UV
Sem o filtro UV
Com o filtro UV

Skylight (1 A/B)
Os filtros Skylight apresentam um tom rosado claro, sua função é corrigir o excesso de azul, que ocorre em altitudes elevadas, áreas sombreadas e ambientes a céu aberto. Os filtros Skylight produzem como resultado tons levemente mais quentes e vivos, o Skylight 1 A é recomendado para retratos de pessoas de mais idade,  fotografias aéreas e paisagens distantes, enquanto o Skylight 1 B apresenta propriedades que ajudam a melhorar os contrastes e são indicados para retratos ao ar livre e paisagens em geral.

Exemplo de aplicação do filtro Skylight 1A
Sem o filtro Skylight 1 A
Com o filtro Skylight 1 A
   

80 A/B
Os filtros 80 A/B apresentam um tom azulado e são usados para aumentar a temperatura de cor da luz de tungstênio para a temperatura de cor da luz do dia, corrigindo o avermelhado produzido pela luz quente nos filmes para luz do dia (“Daylight”). Estes filtros apresentam um fator de absorção que exige uma correção da exposição em torno de 1,5 pontos* e também são úteis para reduzir o nível de ruído dos sensores digitais quando operam em ambiente iluminado por luz quente.

Exemplo de aplicação do filtro 80 A
Sem o filtro 80 A
Com o filtro 80 A


85 B/C
Os filtros 85 B/C apresentam um tom alaranjado e são usados para reduzir a temperatura de cor da luz do dia para uso em filmes para luz tungstênio, corrigindo o azulado produzido pela luz do dia neste tipo de filme. Estes filtros apresentam um fator de absorção que exige uma correção da exposição em torno de 1 ponto*.

Exemplo de aplicação do filtro 85B
Sem o filtro 85 B
Com o filtro 85 B
   

FL-D
Os filtros FL-D apresentam um tom lilás – bordeaux e são usados para corrigir os tons da luz produzida por lâmpadas fluorescentes para uso com filmes para luz do dia(“Daylight”), corrigindo o esverdeado produzido pela luz fluorescente neste tipo de filme. Também são úteis para reduzir o nível de ruído dos sensores digitais quando operam em ambiente iluminado por luz fluorescente.

81 A/B/C/D/E/F
Os filtros 81 A/B/C/D/E/F apresentam um tom marrom claro e são usados para corrigir leves desvios para azul, produzindo imagens com tons levemente mais quentes do que os obtidos sem o uso do filtro. Estes filtros apresentam um fator de absorção que exige uma correção da exposição em torno de 1/3 de ponto*.

82 A/B/C
Os filtros 82 A/B/C apresentam um tom azul claro e são usados para corrigir leves desvios para vermelho, produzindo imagens com tons levemente mais frios do que os obtidos sem o uso do filtro. Estes filtros apresentam um fator de absorção que exige uma correção da exposição em torno de 1/2 ponto*.

POLARIZADOR
Os polarizadores reduzem os efeitos dos raios de luz secundários, acentuando as cores e os matizes. Os polarizadores são muito usados para eliminar reflexos de superfícies não metálicas, como mármores, vidros e lâminas de água, eles também são usados para produzir um escurecimento significativo do céu azul, atenuar o véu atmosférico e para acentuar os contrastes entre as cores, principalmente em fotografias sob luz direta do sol.

Exemplo de aplicação do filtro Polarizador
Sem o filtro Polarizador
Com o filtro Polarizador


Normalmente encontramos dois tipos de polarizadores no mercado, os polarizadores lineares e os polarizadores circulares, ambos produzem efeitos similares, porém os polarizadores lineares podem provocar erros nos fotômetros embutidos e nos sistemas de foco automático de certas câmeras.
Apesar de serem muito benéficos em várias aplicações, os polarizadores absorvem uma quantidade significativa de luz, tendo um fator de absorção que exige uma correção da exposição entre 1,5 pontos e 2 pontos*, tal fato compromete a potencialidade das baixas luzes, portanto os polarizadores devem ser usados com certo critério, principalmente em ambientes com pouca iluminação ou com grandes áreas sombreadas.
 
CLOSE-UP
Os filtros close-up têm por objetivo permitir que as objetivas possam obter foco mais próximas do que a distância mínima de foco para a qual foram projetadas. Estes filtros são muito usados para a macrofotografia e normalmente estão disponíveis em dioptria +1, +2 e +4.
Os filtros close-up podem ser usados sobrepostos, para possibilitar uma maior aproximação, sendo que quanto maior a dioptria total, mais a objetiva poderá ser aproximada do objeto que deverá permanecer em foco.

Exemplo de aplicação do filtro Close-up
Sem o filtro Close-up
Com o filtro Close-up +1
Com o filtro Close-up +2
Com o filtro Close-up +4
   

ND ou Densidade Neutra
Os filtros de densidade neutra têm por objetivo absorver parte da luz transmitida à objetiva, sem alterar seu tom. A principal função do ND é produzir efeitos visuais que transmitam a sensação de movimento, sem abrir mão do controle da profundidade de campo. Estes filtros são oferecidos com diversos fatores de absorção.

Exemplo de aplicação do filtro ND
Sem o filtro ND
Com o filtro ND 16X (4 pontos)
   

Os ND também são oferecidos em versões graduadas, estas versões apresentam partes do filtro com um fator de absorção diferente das demais, desta forma é possível produzir efeitos onde elementos mais iluminados sejam equilibrados com elementos sombreados, sendo recomendados para fotografias de paisagens com grupos de elementos de iluminação bem definida, como uma relação entre céu e mata.

Exemplo de aplicação do filtro ND graduado
Sem o filtro ND graduado
Com o filtro ND graduado
   

* O fator de absorção só deverá ser considerado para exposições calculadas a partir de um fotômetro que não esteja submetido ao filtro, como os fotômetros de mão, fotômetros submetidos aos filtros (como os embutidos das modernas SLR) já consideram apenas a luz que passa pelo filtro, não precisando de nenhum tipo de correção.

Para ler sobre o uso de filtros na fotografia P&B visite: http://www.mundofotografico.com.br/forum/index.php?topic=20067.0

Autor: Leo Terra
Autor dos cursos da Teia do Conhecimento
Disponível no Mundo Fotográfico


PS: Caso tenha interesse em republicar em outros sites favor manter as 3 linhas de créditos acima, inclusive com os links.
« Última modificação: 20 de Julho de 2012, 22:09:50 por Leo Terra »
Leo Terra

CURSOS DE FOTOGRAFIA: www.teiadoconhecimento.com



ATENÇÃO: NÃO RESPONDO DÚVIDAS EM PRIVATIVO. USEM O ESPAÇO PÚBLICO PARA TAL.
PARA DÚVIDAS SOBRE O FÓRUM LEIA O FAQ.


rafanubi

  • Trade Count: (6)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.874
  • Sexo: Masculino
    • Lentedorafa
Resposta #1 Online: 11 de Janeiro de 2008, 00:40:55
Eu já tinha visto uns artigos parecidos. Gostei desse, acho legal a gente ter coisas assim aqui no fórum.

Obrigado por compartilhar mais uma vez um pouco do seu conhecimento Leo. Esse é o espírito "Web 2.0"!

clap clap clap

e-mail: r.a.s.santos@globo.com
skype: rafanubi
Rio de Janeiro/RJ


Carlo Luciano

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.034
  • Sexo: Masculino
  • Rio de Janeiro
    • De Luca Fotografia
Resposta #2 Online: 11 de Janeiro de 2008, 00:58:36
Padrão Leo Terra de qualidade.

Muito bom!
30D + 3000N + 24mm 1.4L + 50mm 1.4 + 135mm 2.0L + 15mm 2.8 FE + 12-24mm 4.5-5.6 + 150mm 2.8 Macro + 550ex
http://www.flickr.com/photos/andarilho/
http://www.delucaphotography.com/br/


arlas

  • Trade Count: (1)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 116
  • e com a Luz, clic.
Resposta #3 Online: 11 de Janeiro de 2008, 01:27:23
Olá Leo.
Valeu, nunca tinha entendido nada de filtros. Agora vou experimentar.
Na demonstração do filtro ND, o exemplo da cachoeira, achei muito estranho o efeito da água, com o filtro. Na foto sem o filtro a água me parece mais natural embora a luz com o filtro tenha melhorado.
Outra coisa, no exemplo do galho, me parece que com o filtro ocorre um pouco de AC junto aos galhos finos.
É delírio meu?

uns abraços tchê.

« Última modificação: 11 de Janeiro de 2008, 01:42:06 por arlas »
decinqüenta


Fransergio Paiva

  • Trade Count: (8)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.517
  • Sexo: Masculino
    • www.picasaweb.google.com/fransergio
Resposta #4 Online: 11 de Janeiro de 2008, 09:49:09
Muito bacana o tutorial, parabéns.
Fransergio Paiva
Analista de Sistemas
Belo Horizonte - MG  - 
Nikon D300s
Nikon D50
Nikon 50mm 1.8 / Nikon 80-200mm 2.8 / Tamron 28-75mm 2.8
SB-600 / SB-900
Sekonic L-358 Flash Master Light
Sony P-73

www.picasaweb.google.com/fransergio


Leo Terra

  • SysOp
  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 13.689
  • Sexo: Masculino
  • “Deus disse: 'Haja luz'. E houve luz.” (Gen 1,3)
    • http://www.leoterra.com.br
Resposta #5 Online: 11 de Janeiro de 2008, 10:37:11
Arlas o efeito que o filtro ND provocou na foto em questão foi o aumento do tempo de exposição, com isso foi criado o efeito véu na água, onde ela é registrada por mais tempo, deixando o "rastro" da água evidente.

Sim, apareceu um pouco de AC, eu usei uma GA nesta foto, GA's já possuem uma tendência grande de AC, elas possuem elementos corretores, mas quando adicionamos mais elementos na frente da lente estes alteram a dispersão do conjunto, fazendo com que possa surgir AC em lentes críticas como GAs e Teles longas, mas é uma questão de custo x benefício, no caso da foto em questão a qualidade final fica muito maior com a luz polarizada, o que faz valer mais a pena usar o polarizador.
Leo Terra

CURSOS DE FOTOGRAFIA: www.teiadoconhecimento.com



ATENÇÃO: NÃO RESPONDO DÚVIDAS EM PRIVATIVO. USEM O ESPAÇO PÚBLICO PARA TAL.
PARA DÚVIDAS SOBRE O FÓRUM LEIA O FAQ.


arlas

  • Trade Count: (1)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 116
  • e com a Luz, clic.
Resposta #6 Online: 11 de Janeiro de 2008, 15:16:50
O cara certo no lugar certo.
obrigado Leo.
uns abraços tchê.
decinqüenta


Davi Sato

  • Trade Count: (2)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.036
  • Sexo: Masculino
    • Flickr
Resposta #7 Online: 11 de Janeiro de 2008, 18:16:38
Padrão Leo Terra de qualidade.

Muito bom!

 ;D Perfeito Carlo, disse tudo!  ;D
Pentax K10d / Sigma 28-70 f/2.8 / Pentax 18-55 / Pentax 50-200
São Gotardo – MG


Foto_Du

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 136
  • Sexo: Masculino
Resposta #8 Online: 11 de Janeiro de 2008, 21:30:01
Tutorial muito esclarecedor!! Agora entendi porque algumas fotos de orquídeas que tirei não ficavam com a cor original. Leo Terra, obrigado mais uma vez!
« Última modificação: 11 de Janeiro de 2008, 21:33:29 por Foto_Du »
Foto_Du

Nikon D70s
AF-S Nikkor 18-200mm 1:3.5-5.6 G


GutoVilaça

  • Trade Count: (6)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.321
  • Sexo: Masculino
Resposta #9 Online: 15 de Janeiro de 2008, 18:53:32
Leo,
Muito legal sua explicação sobre as utilizações dos filtros. Principalmente para a gente não sair comprando filtros por aí que nem sabemos direito  qual a finalidade. No meu caso, por exemplo, teria utilidade somente o UV, o closeup e o Nd. Já tenho pelo menos uma noção agora se algum dia for comprar filtros. Não sacava nada disso.
Obrigado.  :)
VAMOS ESTUDAR MAIS FOTOGRAFIA ANTES DE CRITICAR UMA FOTO ALHEIA. VAMOS CRITICAR SE O AUTOR PEDIR. SE VAMOS CRITICAR E COMENTAR, VAMOS FAZER COM SABEDORIA, COM EMBASAMENTO E DE MODO QUE SEJA ALGO CONSTRUTIVO. NÃO APELE SE O AUTOR DAS FOTOS REBATER ÀS CRÍTICAS AFINAL ISSO É DIREITO DELE. VAMOS DÁ BONS EXEMPLOS COM NOSSAS FOTOS POIS SÓ FICAR CRITICANDO FOTOS DOS OUTROS NÃO FAZ DA GENTE UM BOM FOTÓGRAFO.  VAMOS FOTOGRAFAR MAIS E CORNETAR MENOS!!!


padu

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 444
  • Sexo: Masculino
  • I have ten fingers
    • Padu Casual Photography
Resposta #10 Online: 15 de Janeiro de 2008, 20:01:54
Eu acho que os filtros de correcao de cor (tungstenio, fluorescente, etc) nao sao tao uteis mais pra quem fotografa em RAW, mas a compreensao do que eles fazem e como podem ser aplicados de outras formar (como um gel na frente do flash por exemplo), sao fundamentais para fotografia mais criativa onde diversas temperaturas de cor sao misturadas em uma cena.

O tutorial ficou otimo, mas ficaria mais completo ainda com alguns filtros basicos de PB (vermelho, laranja, etc)... Valeu a iniciativa!
http://www.flickr.com/photos/padu_merloti/ http://padu.merlotti.com <br />Sony Alpha 100, Minolta Maxxum 7, Toyo4x5  View Camera, Calumet 4x5 View Camera, 1942 US Navy 4x5 Combat Camera, Voighlander Bessa R, Canon Powershot SD800, Minolta Maxxum 7000 (aposentada), Zenit 12XP (aposentada)<br />San Diego, California


Leo Terra

  • SysOp
  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 13.689
  • Sexo: Masculino
  • “Deus disse: 'Haja luz'. E houve luz.” (Gen 1,3)
    • http://www.leoterra.com.br
Resposta #11 Online: 15 de Janeiro de 2008, 21:18:46
Padu os filtros de correção de cor são fundamentais para digital, é um erro comum pensar apenas no balanço de branco, neste caso realmente o RAW faz bastante sentido, porém os sensores são balanceados para luz do dia, quando ele é atingido por luz de tungstênio ele irá expor corretamente o canal vermelho e irá subexpor o canal verde e o canal azul, provocando ruído, que é muito destrutivo, principalmente em uma matriz de bayer, quando você torna a levantar os canais azul e verde para balancear o branco esse ruído se evidencia. Em ISO baixo o impacto acaba não sendo muito alto, mas em ISO elevado o impacto desta perda é bem grande. :)
Quanto aos filtros para P&B eu tratei eles em um artigo específico em: http://www.mundofotografico.com.br/forum/index.php?topic=20067.0 no caso do P&B ai sim faz mais sentido gerar o efeito da cor pelo PS, para não gerar ruído nos canais cortados. :)
« Última modificação: 15 de Janeiro de 2008, 21:21:42 por Leo Terra »
Leo Terra

CURSOS DE FOTOGRAFIA: www.teiadoconhecimento.com



ATENÇÃO: NÃO RESPONDO DÚVIDAS EM PRIVATIVO. USEM O ESPAÇO PÚBLICO PARA TAL.
PARA DÚVIDAS SOBRE O FÓRUM LEIA O FAQ.


Leo.Amaral

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 75
Resposta #12 Online: 17 de Janeiro de 2008, 09:43:32
Léo, você exemplificou com um ND 16x... É isso mesmo? só havia ouvido falar em até ND8.

Outro ponto que você fala é da correção de exposição. Estariam sujeitos a ela apenas medições onde o fotometro não está sendo afetado pelo filtro. No caso de fotômetro da câmera não precisaria.

O que noto é que na XTi quando uso o Polarizador(quando não estou usando a medição matricial - ela não tem medição "spot"), a foto sai subexposta. Ou seja, teria que corrigir de entre 0,5 e 1 ponto ( ou até mais) para sair com uma boa exposição. O que estou fazendo de errado?
« Última modificação: 17 de Janeiro de 2008, 09:49:12 por lta »


Leo Terra

  • SysOp
  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 13.689
  • Sexo: Masculino
  • “Deus disse: 'Haja luz'. E houve luz.” (Gen 1,3)
    • http://www.leoterra.com.br
Resposta #13 Online: 17 de Janeiro de 2008, 10:06:07
Ita 16X é 4 pontos.... :) ND de 8 pontos é de 32X... :)


Isso, o fotômetro da câmera já está recebendo a luz depois de passar pelo filtro, portanto não precisa da compensação.

NA verdade você não está entendendo o funcionamento do Polarizador, o polarizador atua cortando os raios secundários, com uma medição parcial pode ser que você tenha a atuação maior do polarizador nas bordas (que é o que normalmente ocorre) do que no centro da imagem, desta forma a luz que chega nas bordas é menor. No meu exemplo eu usei medição spot, veja como o céu ficou bem mais escuro do que na outra, porém a árvore ficou igualmente exposta em ambas as imagens, esta característica do polarizador dá a impressão de subexposição, mas na verdade o que ocorre é que partes da cena ficam mais escuras, enquanto outras não (que normalmente são as medidas na medição spot. Quando você usa o modo matricial ele considera toda a cena, inclusive as partes que ficaram mais escuras, compensando assim os erros de exposição. É muito complicado usar medição Spot das câmeras com polarizador, porque sempre que você move a câmera você muda a polarização, mudando a forma com que a luz chega no fotômetro e com a qual ela seria capturada, tem que ter bastante noção do que está fazendo.
Leo Terra

CURSOS DE FOTOGRAFIA: www.teiadoconhecimento.com



ATENÇÃO: NÃO RESPONDO DÚVIDAS EM PRIVATIVO. USEM O ESPAÇO PÚBLICO PARA TAL.
PARA DÚVIDAS SOBRE O FÓRUM LEIA O FAQ.


Leo.Amaral

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 75
Resposta #14 Online: 17 de Janeiro de 2008, 22:27:12
 :ok: Vou fazer testes com os 3 modos de medição e sem o polarizador. Só esperar o tempo melhorar. Tentarei descobrir o que estou errando.

Minha camera (XTi) não tem spot, daí não é esse o erro.