Autor Tópico: Kodak ensaia retorno ao filme :o  (Lida 1742 vezes)



Leo Terra

  • SysOp
  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 13.761
  • Sexo: Masculino
  • “Deus disse: 'Haja luz'. E houve luz.” (Gen 1,3)
    • http://www.leoterra.com.br
Resposta #1 Online: 30 de Abril de 2008, 12:16:55
Depois perguntam porque a Kodak está a beira da falência.
Eles vão oferece câmeras de filmes para pobres, como SEMPRE fizeram e já não dá mais certo a tempos (quase faliram antes de reestruturar sua divisao divital e cortar a produção de filmes em vários locais do mundo), enquanto os chineses vão oferecer digitais de segunda linha pelo mesmo preço e diversas empresas estão oferecendo digitais "descartáveis".
Isso só mostra que não são só as empresas brasileiras que possuem esse tipo de cultura de aversão a mudança e à retirada de produtos clássicos do mercado, a Kodak, depois de muitas cabeçadas, continua insistindo em um produto que entrou em declínio em seu ciclo de vida e que está chegando perto da morte (em termos comerciais) e continua agarrada ao moribundo ao moribundo que se afoga tentando salvá-lo.
« Última modificação: 30 de Abril de 2008, 12:21:41 por Leo Terra »
Leo Terra

CURSOS DE FOTOGRAFIA: www.teiadoconhecimento.com



ATENÇÃO: NÃO RESPONDO DÚVIDAS EM PRIVATIVO. USEM O ESPAÇO PÚBLICO PARA TAL.
PARA DÚVIDAS SOBRE O FÓRUM LEIA O FAQ.


padu

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 444
  • Sexo: Masculino
  • I have ten fingers
    • Padu Casual Photography
Resposta #2 Online: 30 de Abril de 2008, 17:17:17
Em qualquer super mercado aqui, nao se encontra mais filme, mas as maquinas (de filme) descartaveis estao penduradas por todo lugar.

Outro dia, fui ao minilab do walmart ver se eles me davam uns carreteis de 35mm pra eu enrolar uns filmes de rolo em casa... eles me deram um saco com mais ou menos 300 cartuchos. Mais de 80% desses cartuchos nao tinham marcacao nenhuma e o tradicional serrote no topo do cilindro (tipico nessas maquinas descartaveis).

Essas maquinas sao otimas pra quem nao tem e nem quer comprar uma camera. O cara ta na disney e nao tem camera... vai no quiosque e compra uma descartavel... Eh um mercado muito bom ainda, que pelo que eu saiba, sobrou so pra kodak e fuji.

O que eu tiro de conclusao dai nao eh nada novo. Para o mercado tradicional, filme ja esta morto faz muito tempo.

http://www.flickr.com/photos/padu_merloti/ http://padu.merlotti.com <br />Sony Alpha 100, Minolta Maxxum 7, Toyo4x5  View Camera, Calumet 4x5 View Camera, 1942 US Navy 4x5 Combat Camera, Voighlander Bessa R, Canon Powershot SD800, Minolta Maxxum 7000 (aposentada), Zenit 12XP (aposentada)<br />San Diego, California


Eduikeda

  • Trade Count: (2)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 1.116
Resposta #3 Online: 01 de Maio de 2008, 00:06:57
Realmente um suícidio.....a menos que ele redimensionem esse mercado pra beeeem menos... :snack:
Edu Ikeda

Nicão D 80

visite minhas fotos e comente:
www.flickr.com/photos/eduikeda


FernandoPaes

  • Trade Count: (17)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.522
  • Sexo: Masculino
  • Fernando Paes - Fotógrafo
    • Fernando Paes - Fotógrafo de Casamentos
Resposta #4 Online: 02 de Maio de 2008, 16:49:59
Isso é relativo... Há uma camada da sociedade que ainda procura cameras descartáveis e de baixo custo para fotos (nesse caso de filme). Então eu acho que a Kodak está só aproveitando a rapa do tacho. Aqui vendemos cameras "quase" descartáveis Kodak de filme por R$ 29,90 que já vem com um filme ASA 400 e 1 pilha pra camera. E sabe o que mais? Vende!

Eu vou aqui ficar saudosista do digital se tem gente comprando? Quem venham e comprem e revelem aqui.

Abraço,
Fernando
Fernando Paes - Fotógrafo de Casamentos - SP
Visite meu Website: http://www.fernandopaes.com.br

Conheça nosso podcast para fotógrafos sociais!


zardosx

  • Trade Count: (1)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 24
Resposta #5 Online: 02 de Maio de 2008, 17:42:07
Vejo que as pessoas em sua maioria,não conhecem a técnica fotográfica. Que pelo próprio George Eastman foram incentivadas a fotografar sem qualquer conhecimento do equipamento...

Obiviamente o filme para a maioria das pessoas é uma complicação eo digital a solução....

Acredito que uma possível solução seria, filmes e papéis, serem considerados patrimonios da humanidade e livre de impostos ou qualquer dividendo ao governo...

Com isso as empresas poderiam manter filmes e papéis profissionais, obtendo lucros ou lucros baixos, sem nescessariamente efetivar cortes...   

Santa Igreja da Revelação e as Nove zonas de Ansel Admas  >:D

 :ok:


   


LUCIANON

  • Trade Count: (4)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 418
  • Sexo: Masculino
Resposta #6 Online: 03 de Maio de 2008, 00:19:21
Penso que é um GRANDE retrocesso. Os celulares estão a cada dia melhorando a qualidade para FALAR, FOTOGRAFAR, OUVIR MÚSICA, onde as pessoas querem logo verificar se a foto ficou boa, o uso do filme diminui a cada dia. A Fuji não entraria nessa.
 :ok:
@lucianosoares.foto


Marcos Amend

  • Trade Count: (2)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 128
  • Sexo: Masculino
    • Marcos Amend
Resposta #7 Online: 04 de Maio de 2008, 08:07:47
Pois é, moçada...  Eu aderi ao digital há uns 2 anos. Mas até hoje nada me proporcionou mais diversão em fotografia do que passar noites fazendo ampliações no meu antigo laboratório PB. Pra quem nunca fez isso, eu recomendo!  O clima é infinitamente mais legal do que simlesmente ver uma foto saindo da impressora...  hehehe

Claro que isso não justifica a bola fora da Kodak. Mas considerando que o desenvolvimento desse produto que eles estão lançando vai demandar ZERO de investimento, não acho improvável que eles coloquem uns trocadinhos no bolso por algum tempinho a mais. Essa é uma artimanha do marketing chamada "reposicionamento", e sempre acontece na fase final da vida de um produto.


Ivan de Almeida

  • Trade Count: (1)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.297
  • Sexo: Masculino
  • . F o t o g r a f i a .
    • Fotografia em Palavras
Resposta #8 Online: 04 de Maio de 2008, 20:34:46
O que acho é que sob as análises há uma manifestação de adesão à fotografia digital, quase exigindo que o filme acabasse mesmo.

Filme é coisa boa. Pode até acabar, e viverei sem ele se isso acontecer. Mas espero que não acabe. Afinal, ninguém está impedido de usar as cãmeras digitais. Não pe preciso que o filme acabe para isso.

Quanto à Kodak... Bem, não tenho ações da Kodak. Portanto é-me indiferente seu sucesso ou fracasso.