Autor Tópico: Nikon D700  (Lida 13035 vezes)

Leandro Federsoni

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.974
  • Sexo: Masculino
Resposta #45 Online: 03 de Julho de 2008, 22:00:36
F.Kruschewsky,

Concordo com vc que a D700 deve estar sendo muito festejada, principalmente para os proprietários das lentes antigas. :ok:

E para os proprietários de lentes antigas, mas que gostam do crop, tem a D300 que é idêntica. Eu apenas acho que está faltando uma Nikon D3 para APS com pelo menos 12Mp.

Mas eu acho que o formato 135 em digital tem um grande limitador para DSLRs de entrada, que é a dificuldade em compactar o corpo e lente utilizando sensor tão grande, imagine a Olympus colocando um sensor FF em uma E-420.

A idéia que tenho sobre o futuro é que 135 ficará apenas em câmeras top (U$2000,00) e o APS sempre crescerá numa velocidade maior que o FF....E no dia em que os sensores estiverem com melhor eficiencia e com MTF próximo ao das lentes, eu acho que vão surgir formatos até menores que o APS, como por exemplo o 4/3, em que se consegue ainda ter controle do DOF.

Valeu



Noel Thomas

  • Trade Count: (7)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 248
  • Sexo: Masculino
Resposta #46 Online: 03 de Julho de 2008, 23:20:48
Seguindo o assunto dos preços, sou um dos que esperam essa queda!


Quanto à sucessão/atualização, creio que a D300 e D700, apesar das semelhanças, haja visto, que o lançamento da NIKON trata-se da potencialização da D300, correm em linhas distintas. Segundo leituras, a nova câmara vem preencher a lacuna deixada, pela 5D da CANON, nos modelos da concorrente. Cabendo à elas atualizações direcionadas. Seria isso mesmo?


Abraços!

Noel Thomas


Eduardo Proença

  • Trade Count: (9)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.300
    • http://www.olhares.com/edup90
Resposta #47 Online: 04 de Julho de 2008, 13:38:57
Tá chegando a hora de comprar uma D300...  :D
Quanto ao SB900 ainda vai demorar a entrar aqui na mochilinha...
O 800 prá mim pelo menos continua dando e sobrando.  :ok:
Eduardo Proença - Rio de Janeiro
Meu Flickr


F.Kruschewsky

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 323
Resposta #48 Online: 04 de Julho de 2008, 18:21:47
F.Kruschewsky,

Concordo com vc que a D700 deve estar sendo muito festejada, principalmente para os proprietários das lentes antigas. :ok:

E para os proprietários de lentes antigas, mas que gostam do crop, tem a D300 que é idêntica. Eu apenas acho que está faltando uma Nikon D3 para APS com pelo menos 12Mp.

Mas eu acho que o formato 135 em digital tem um grande limitador para DSLRs de entrada, que é a dificuldade em compactar o corpo e lente utilizando sensor tão grande, imagine a Olympus colocando um sensor FF em uma E-420.

A idéia que tenho sobre o futuro é que 135 ficará apenas em câmeras top (U$2000,00) e o APS sempre crescerá numa velocidade maior que o FF....E no dia em que os sensores estiverem com melhor eficiencia e com MTF próximo ao das lentes, eu acho que vão surgir formatos até menores que o APS, como por exemplo o 4/3, em que se consegue ainda ter controle do DOF.

Valeu


Olá, Leandro e demais participantes deste fórum!

Em relação a atual linha Nikon, traço um interessante paralelo com a linha de SLR Autofocus há 10 anos:

2008                                    1998 (apenas as SLR "Autofocus")

Nikon D3                                    Nikon F5
Nikon D700                                  Nikon F100
Nikon D300                                  Nikon F90 ("N90" nos EUA)
Nikon D80                                   Nikon F70 ("N70" nos EUA)
Nikon D60 / D40                            Nikon F50 ("N50" nos EUA)

Até 01/Jul/2008, faltava um modelo que realmente substituisse a F100, concebida originalmente como uma alternativa mais acessível a F5 (ou como câmera "back-up" p/ a F5). A D700 é a verdadeira "F100 digital"!

Hoje, na minha humilde opinião, a linha DSLR da Nikon cobre praticamente todas as faixas de mercado. Uma possível "D3x" seria apenas uma versão de alta resolução da D3 para atender, principalmente, ao mercado de fotografia de publicidade e paisagens... É razoável supor que, poderemos também ter a médio prazo, uma versão de alta resolução da D700 (seria interessante para uso em estúdio!)

Em relação aos sensores "APS", eles dominarão o mercado semi-profissional e amador durante muito tempo ainda. Em um futuro próximo, eu espero, os custos de produção dos sensores "24 x 36mm" cairão o bastante para permitir o aparecimento de câmeras cujo preço começaria em, digamos, US$ 1.700,00 (o preço de lançamento da D300). Abaixo disso, reinariam soberanos o "APS" e o "Four-Thirds".  É claro que novas tecnologias de sensores e de processamento da imagem "na câmera" poderão mudar drásticamente esse quadro mas...

Não acredito na continuação do uso do formato "APS" no segmento profissional. O retorno do investimento feito em pesquisas e desenvolvimento é mais rápido com os sensores "full-frame", que agregam muito mais valor às câmeras! Neste caso específico, tenho que concordar com o Xíru - no que diz respeito a aquisição de novas lentes!!! Explico: Na época do filme 35mm, para se conseguir fotografar a grandes distâncias do "assunto", os fotógrafos tinham que lançar mão de teleobjetivas poderosas (a partir de 300mm). Se prestarmos atenção aos lançamentos de lentes, nos últimos 4 anos, veremos que a Nikon renovou toda a sua linha de  teleobjetivas, a partir de 200mm!!! O que acham?

Boas Fotos para todos!!!
« Última modificação: 04 de Julho de 2008, 18:38:26 por F.Kruschewsky »


Leandro Federsoni

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.974
  • Sexo: Masculino
Resposta #49 Online: 05 de Julho de 2008, 19:07:27
F.Kruschewsky,

Muito legal a comparação que vc fez das atuais Nikon's com as de 10 anos atrás. Inclusive busquei algumas informações delas e realmente a linha é bem parecida....não conheço muito sobre elas.

Mas eu não sei, eu ainda acho que um sensor deste tamanho não combina muito com digital, me dá impressão que é área em excesso para captar imagem. Os formatos cropados (APS & 4/3) tem muito mais cara de formato criado para  era digital, eliminando os cantos desnecessários da lente.

O sensorzão pra mim tem somente uma vantagem, que é o melhor desempenho do sensor por ter pixels maiores, se um dia isso não existir não terá mais motivo em ter FF. No dia em que a D300 entregar a mesma qualidade de imagem de uma D700, a maioria vai querer a APS, principalmete porque será mais barata.

Uma outra caracterísitca que me incomoda no FF, principalmente quando usei ele em filme (Nikon FM) é a dificuldade em aumentar a profundidade de campo, eu acho o formato cropado bem mais prático para focar, se erra bem menos

Valeu

 
« Última modificação: 05 de Julho de 2008, 19:11:01 por Leandro Federsoni »


F.Kruschewsky

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 323
Resposta #50 Online: 05 de Julho de 2008, 21:25:44
Leandro;

Tinha o costume de acompanhar a evolução das SLR´s, especialmente as da Nikon. Mas, não tinha $$$ suficiente para comprar uma naquela época. Depois de um tempo envolvido em outros assuntos, meu interesse pela fotografia retornou, já na "era" digital. Quando as primeiras DSLR´s de custo acessível (US$999,95) foram disponibilizadas no mercado, aproveitei a oportunidade e comprei aquela que acabou sendo a minha primeira câmera digital e também minha primeira Nikon, a D70s.

Em relação aos diversos formatos de sensores, minha opinião difere um pouco da sua, uma vez que penso nas câmeras (e nos sensores) como ferramentas projetadas para atender necessidades muito diferentes e muito específicas!

Tentarei exemplificar: hoje é possível carregar uma câmera digital no bolso da camisa ou do paletó para qualquer lugar e situação. Eu mesmo carrego uma quando saio, tanto para fazer inspeções e auditorias técnicas (meu trabalho) quanto para um simples passeio ou encontro com amigos. É muito prático e ainda se consegue alguma qualidade na imagem, dependendo naturalmente do modelo de câmera utilizado e das condições de luz no momento da foto.

Por outro lado, existem aplicações profissionais, tais como fotografia de moda, produtos, "landscape photography", aplicações técnicas e científicas (astrofotografia etc.), fotografias destinadas a impressões muito grandes (outdoors) e alguns ensaios destinados a publicações que exigem um padrão de qualidade muito alto. Este padrão de qualidade só é conseguido com o uso de sensores grandes, exatamente como na época do filme, onde os formatos maiores que o 35mm eram utilizados para trabalhos muito especiais. Quanto maior a área de captação, maiores serão os detalhes que poderãso ser "captados" na mídia, seja filme ou sensor!

Fica claro, então, que não estou falando dos sensores de 24 x 36mm (35mm) que, em fotografia, sempre foram considerados como um formato pequeno. Falo dos sensores usados nas câmeras de médio e grande formatos. São sensores de, no mínimo, 36 x 48mm que, por sinal, são "cropados" em relação ao formato 645 (60 x 45mm), considerado o menor dos formatos ditos "médios".

Mesmo que venha a existir uma câmera "APS" ou mesmo 4/3 capaz de entregar uma imagem com qualidade comparável a da Nikon D3 ou da Canon 5D, os sensores maiores não deixarão de ser produzidos, até pelo fato dessa tecnologia poder ser aplicada a todos os sensores, independentemente de tamanho! As aplicações as quais me referí acima (e outras) sempre continuarão a exigir padrões de qualidade cada vez mais altos.

Não devemos nos esquecer que fotografia também é uma forma de expressão. Podemos nos expressar utilizando diversas "linguagens". E os diversos formatos de filme/sensor devem ser considerados como "linguagens" ou formas de "abordar" um determinado assunto ou tema!  Você já fotografou ou mesmo "brincou" com uma Hassel 6 x 6 ou Rolleiflex, ou até mesmo uma Mamiya ou Yashica TLR 6 x 6? A despeito do peso e volume desses equipamentos, posso te garantir que é uma experiência muito diferente da fotografia de 35mm / APS. E muito divertida também! Imagine então uma câmera de estúdio (ou de campo) de 8 x 10 polegadas!!!!! Hoje existem "backs" digitais que podem ser utilizados com este tipo de equipamento.

A Nikon D3 (e agora também a D700) trouxe a oportunidade de desenvolver uma "linguagem" nova ao entregar imagens de alta qualidade, utilizando-se valores altos de ISO. Câmeras como a D3 e D700, utilizando lentes como as Nikkor AI-S 50mm f/1.2; AF 50mm f/1.4D; AF 28mm f/1.4D e AF 85mm f/1.4D podem entregar excelentes fotos em qualquer condição de luz, dispensando de uma vez por todas o uso de flash :worship:

O grande problema do "APS" é que ele não permite utilizar uma 50mm f/1.4 ou f/1.2 como uma 50mm, ou seja, o ângulo de visão de uma 50mm em um sensor APS é equivalente ao de uma 75mm. Para mim, isso inutiliza a 50mm. :( Essa é uma das duas razões pelas quais decidí que a D700 será minha segunda DSLR (pretendo conservar comigo a D70s). A outra razão são os altos valores de ISO de que a D700 é capaz.

Pesou muito o fato de ter aprendido a fotografar, usando uma 50mm f/1.4 (Olympus OM) e, hoje, sinto falta de uma lente dessas. Por isso, encomendei ontem uma Nikkor AF 50mm f/1.4D, já pensando na D700. Felizmente, não tenho outras lentes Nikkor "DX", além da 18-70mm que veio com a D70s. A outra Nikkor que possuo atualmente é a 70-300mm VR que funciona tanto nas Nikon "APS" quanto nas "full-frame".

Com a D700, voltarei a utilizar lentes "prime" luminosas, o que não faço desde a época que usava filme!!!

Boas Fotos!!!
« Última modificação: 05 de Julho de 2008, 21:32:12 por F.Kruschewsky »


Leandro Federsoni

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.974
  • Sexo: Masculino
Resposta #51 Online: 05 de Julho de 2008, 21:54:40
F.Kruschewsky,

Eu hoje também compraria uma D700 ou D3, é muito superior o desempenho delas em ISO e DR. E acho que vale cada centavo o preço cobrado por ela...ainda mais pra quem comprou lentes no passado sem nem imaginar que um dia teríamos mídias cropadas :doh:....Eu acho perfeita a possibilidade de voltar esta opção para os antigos proprietários de lentes da Nikon.

O que tenho dúvidas é sobre o futuro deste sistema, pois se um dia vier acontecer de um determinado sensor APS encostar na IQ de um FF, provavelmente a linguagem FF não terá força suficiente para vender câmeras mais caras.

Resumindo, o sucesso de vendas da D3 não está amarrado na sua diferente linguagem, mas na superioridade da imagem.

Valeu

   


Heber_Dm

  • Trade Count: (3)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 660
  • Sexo: Masculino
Resposta #52 Online: 06 de Julho de 2008, 00:32:42
Leandro, gostaria de entender melhor quando vc diz que tem "dúvidas sobre o futuro desse sistema", referindo-se ao 35mm digital. Pelo seu pensamento, poderíamos supor que somente o APS continuaria evoluindo? Enquanto isso, o 35mm ficaria estagnado, esperando para ser "engolido"?

Penso que não haverá um dia em que um APS "encostará" na qualidade de imagem de uma FF. Tanto quanto não acredito que os FF (35mm) se equivalerão aos médio-formato, e assim por diante. Cada um desses formatos continuará evoluindo, sempre.

Abraços.
°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°
Heber DM - Lavras-MG
Pentax System - Canon PowerShot G6
°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°

"Jovem é todo aquele que tem compromisso com o futuro" - Tristão de Ataíde


F.Kruschewsky

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 323
Resposta #53 Online: 06 de Julho de 2008, 01:01:14
F.Kruschewsky,

Eu hoje também compraria uma D700 ou D3, é muito superior o desempenho delas em ISO e DR. E acho que vale cada centavo o preço cobrado por ela...ainda mais pra quem comprou lentes no passado sem nem imaginar que um dia teríamos mídias cropadas :doh:....Eu acho perfeita a possibilidade de voltar esta opção para os antigos proprietários de lentes da Nikon.

O que tenho dúvidas é sobre o futuro deste sistema, pois se um dia vier acontecer de um determinado sensor APS encostar na IQ de um FF, provavelmente a linguagem FF não terá força suficiente para vender câmeras mais caras.

Resumindo, o sucesso de vendas da D3 não está amarrado na sua diferente linguagem, mas na superioridade da imagem.

Valeu

   
Leandro;

Encontrei um artigo escrito pelo Nélson Ricciardi (http://ricciardionline.com) sobre a Nikon D3, do qual transcrevo aqui uma parte:

"Já naquela ocasião, eu dizia aos amigos que minha aposta estava nos ISOs elevados. Que com os avanços tecnológicos, a fotografia digital permitiria ao fotógrafo usar ISOs jamais pensados em fotografia química. E mesmo que a fotografia digital jamais alcançasse a fotografia de filme em termos de qualidade, em termos de versatilidade não haveria disputa.
Pois este dia chegou com o lançamento da Nikon D3. Definitivamente quebrou-se uma barreira que existia na mente de muitos fotógrafos: o ISO 1600.
Voltemos ao filmes. Tentem se recordar o que levavam na bolsa. ISO 100, 200, 400, 800 e talvez 1600. Com todos eles, a possibilidade de puxar um ou dois pontos, sabendo de antemão os efeitos negativos na precisão das cores, granulação, etc. Mas, grosso modo, era isso ai que tinhamos na bolsa.
As primeiras digitais seguiam a mesma linha. ISO 1600 era o máximo a que se podia ir. Com a geração das D200 e Canon D40, ISO 3200 ficou razoável.
Mas agora, de uma tacada, a Nikon nos joga em ISO 12800, o que equivale a um filme de ISO 1600 puxado 3 pontos. E a coisa tende apenas a melhorar, conforme as fábricas avançam no domínio da fabricação de sensores digitais."


E ele completa o artigo: "...com a D3 na mão, é possível fazer fotos de qualidade em ISO 3200 que nenhum outro equipamento é capaz de proporcionar."

Nélson Ricciardi escreveu este artigo em janeiro deste ano. Creio que podemos aplicar o que ele escreveu a D700. Estou bastante animado com a idéia de comprá-la. Terei que esperar até o próximo ano para isso - ainda estou juntando $$$ e, até lá, o preço da D700 já terá começado a cair, a exemplo do que aconteceu com a D300... ;)

O artigo completo do Ricciardi está aquí: http://ricciardionline.com/?m=200801

Boa Leitura e Boas Fotos!!! :ok: 

 
« Última modificação: 06 de Julho de 2008, 01:01:48 por F.Kruschewsky »


Leandro Federsoni

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.974
  • Sexo: Masculino
Resposta #54 Online: 06 de Julho de 2008, 12:12:36
Leandro, gostaria de entender melhor quando vc diz que tem "dúvidas sobre o futuro desse sistema", referindo-se ao 35mm digital. Pelo seu pensamento, poderíamos supor que somente o APS continuaria evoluindo? Enquanto isso, o 35mm ficaria estagnado, esperando para ser "engolido"?

Penso que não haverá um dia em que um APS "encostará" na qualidade de imagem de uma FF. Tanto quanto não acredito que os FF (35mm) se equivalerão aos médio-formato, e assim por diante. Cada um desses formatos continuará evoluindo, sempre.

Abraços.

Heber,

Na verdade não estou afirmando nada, apenas tenho dúvida do futuro dele...e não somente do FF mas também do APS e até do 4/3, mas estes dois últimos ainda tem o suporte do DOF, pois menor que eles teríamos um problema físico que pode não ter solução. :ponder: Então a chance do APS ou 4/3 continuar é maior que o FF.

Apesar que as roscas das lentes destes dois sistemas APS poderiam ser menores, possibilitando lentes e corpos bem mais compactos.

A dúvida que tenho é por causa de custo e principalente pela dificuldade na compactação destas câmeras de sensores grandes e se um dia a qualidade de imagem (ruído) de um sensor 1/2.5" for igual ao de FF, provavelmente o maior sensor do mercado será o APS por causa da linguagem (DOF), coisa que no FF não faz tanto sentido, pois a diferença na linguagem não é tão relevante comparando ele ao APS (eu acho).

Veja por exemplo na informática, hoje com hardwares grandes temos mesmos desempenhos e durabilidade ao hardwares pequenos, com isso os Desktops perderam e ainda vão perder muito mais mercado aos notebooks.

A qualidade de imagem do APS vai demorar muito pra encostar no FF, hoje eu acho que a diferença é de 02 pontos em ISO e 01 ponto de DR, agora no dia em que a resolução parar de crescer, pode ser que aconteça na hora que o MTF da câmera encostar no MTF da lente, as diferenças de IQ do APS com o FF vai cair com uma velocidade mais rápida.....

Valeu 
« Última modificação: 06 de Julho de 2008, 12:22:56 por Leandro Federsoni »


Marcelo K Motozono

  • Trade Count: (3)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 917
Resposta #55 Online: 06 de Julho de 2008, 14:17:13
Tá chegando a hora de comprar uma D300...  :D
Quanto ao SB900 ainda vai demorar a entrar aqui na mochilinha...
O 800 prá mim pelo menos continua dando e sobrando.  :ok:

Ola!

hoje fui a loja e a D300 baixou para 1388 dolares!!

olha..o custo beneficio da D300 esta perto de ser um dos melhores!

Sobre o que o Leandro comentou eu vejo uma semalhanca em algo que aconteceu comigo, quando comprei minha primeira DSLR APS me acostumei num ponto que ao usar a D3 apanhei bastante, olha ao enquadrar tive que me acostumar ao visor a a prof de campo. Nao creio que a o fator de corte venha a desaparecer, mas tenho quase certeza que o custo da cameras FF baixara por ser uma tendencia de mercado.


abraco!


miltoncarvalho

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 117
  • Sexo: Masculino
  • A luz no fim do túnel é outro trem que vem.
Resposta #56 Online: 06 de Julho de 2008, 15:41:08
"Na verdade não estou afirmando nada, apenas tenho dúvida do futuro dele...e não somente do FF mas também do APS e até do 4/3, mas estes dois últimos ainda tem o suporte do DOF, pois menor que eles teríamos um problema físico que pode não ter solução.  Então a chance do APS ou 4/3 continuar é maior que o FF."

Tenho a mesma impressão e incerteza.     A questão mesmo do DOF proporcionado pelo FF digital é polêmica.  Dia desse fui surpreendido por uma observação que me pareceu bastante pertinente.   Eu gosto de acompanhar o Dpreview e tem um sujeito lá que faz o tipo de fotos de retratos que eu quero aprender a fazer quando crescer, o Joe Mama.  Pois um dia desses surgiu um daqueles inumeráveis tópicos comparando a 5D (que o Joe usa) com outra máquina, neste caso a 40D.  Como o Joe já usou a 20D (que é APS), as fotos da galeria dele acabaram servindo meio que de referência para discussão.    Então, um sujeito observou que achava as imagens com a 5D relativamente mais frias em comparação com as feitas com APS, não se referindo à temperatura de cor, mas sim justamente à intensidade do DOF gerado, causando assim uma impressão maior de separação do assunto em foco em relação com o ambiente da foto.  Assim, é legal para dar destaque ao assunto, mas dependendo do critério, se usado ao extremo, uma profundidade de campo acentuada pode ser contraproducente.  Se tiram uma foto minha com meus amigos e só eu fico em foco, eu vou brigar com o fotografo criativo !   Isso, se não queimar o sensor da maquina do sujeito...    :shock:  Então, acho que o FF vai subsistir por um tempo ainda, mas assim que as lentes APS derem uma reduzida de preço (e a tecnologia e o tempo vão provocar isso, creio, não dá para entender uma 18-55mm F 2.8 valendo o mesmo que uma 24-70mm F 2.8 blindada, a não ser pelo custo de pesquisa inicial), FF só no tripé.

Conclusão:  agora a Canon lança 5 lentes fixas APS, com abertura f1.4, a 5D II Mark vira uma 50D aps com mais DR e IS no corpo. 

   







Leandro Federsoni

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.974
  • Sexo: Masculino
Resposta #57 Online: 07 de Julho de 2008, 10:00:39
Milton,

Estava brincando um pouco com a calculadora de profundidade de campo do Leo (link abaixo) e existem situações com 135mm que  não existe foco de tão baixa profundidade de campo, situação que em APS a profundidade de campo é bem mais amigável ao da FF.

http://www.mundofotografico.com.br/forum/index.php?topic=23976.0

Valeu


Jonasrs

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 58
  • Sexo: Masculino
    • Meu Flickr
Resposta #58 Online: 07 de Julho de 2008, 10:17:42
bom, nessa da baixa da D300 eu ja vi que posso comprar uma D200 para mim

heheeheheheh

mas sério, esse lançamento da D700 achei estranho, afinal, temos a D300 desse ano e a D3, pensava em um lançamento desses para daqui 1 ano.

sobre a possivel "D90":  D60 não esta cobrindo a D80??? nunca entende essa família D40/D40x/D50/D60 e a família D70/D80
Powered by Nikon D40 and Canon A430
http://www.flickr.com/photos/jonasrs


Leandro Federsoni

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.974
  • Sexo: Masculino
Resposta #59 Online: 07 de Julho de 2008, 10:46:23
bom, nessa da baixa da D300 eu ja vi que posso comprar uma D200 para mim

heheeheheheh

mas sério, esse lançamento da D700 achei estranho, afinal, temos a D300 desse ano e a D3, pensava em um lançamento desses para daqui 1 ano.

sobre a possivel "D90":  D60 não esta cobrindo a D80??? nunca entende essa família D40/D40x/D50/D60 e a família D70/D80

Jonas,

A Nikon D60 não cobre a D80, principalmente pela falta do motor de foco no corpo, os somentes três pontos de foco, a falta de grip original, além de ter um visor e corpo menor que a D80.

A Nikon D60 é apenas uma Nikon D40 turbinada, ou seja, bem mais de entrada do que a D80.

Eu acho que até o final deste ano a linha da Nikon será:
Nikon D40 - U$450,00
Nikon D60 - U$650,00
Nikon D90 - U$900,00
Nikon D300 - U$1500,00
Nikon D700 - U$2500,00
Nikon D3 - U$5000,00

Valeu