Autor Tópico: Banco de imagens  (Lida 9732 vezes)

Luciano.Queiroz

  • Trade Count: (30)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.438
  • Sexo: Masculino
    • Luciano Queiroz
Resposta #30 Online: 07 de Setembro de 2015, 18:46:34
O tópico é tão velho que acho que nem valeria a pena ressucitar...

Esse é um assunto que me interesso bastante. Venho apanhando a uns 3 anos pra tentar entender melhor esse mercado de bancos de imagem... Mas sempre que eu tomava uma surra e as fotos eram rejeitadas ficava uns 4 meses sem mandar mais nada... Então tenho pouco material acumulado.

Acho incrível como nunca consegui compartilhar experiências sobre isso aqui no forum. Parece que o pessoal daqui não se ligou ainda... Dá muuuuito trabalho até começar a ter uma renda com isso, mas ao contrário do que alguns pensam, com os míseros centavos que os bancos royalty-free pagam por foto, dá sim pra viver disso se tiver escala de produção.

Eu ainda tiro bem pouco com isso.. pouco pra sobreviver, mas suficiente pra me pagar umas 3 ou 4 viagens por ano, ainda mais com a cotação alta do dolar.

Esse ano que comecei a me policiar mais pra produzir focado nisso e tem dado resultado. As vendas cresceram bem.

Tenho fotos em bancos de direito controlado também. Diferente do Royalty-free, é bem difícil vender, mas quando vende até compensa...

Royalty-free já tentei vários bancos, mas o único que compensou manter foi a Shutterstock. Segue o portfolio lá: http://www.shutterstock.com/pt/g/lucianoqueiroz.

Tenho fotos em outros locais também, mas nem vale a pena mencionar..


Luciano Queiroz
www.lucianoqueiroz.com
Facebook: @caminhotracado - https://goo.gl/pNRgQX
Instagram: @caminhotrtacado - https://goo.gl/Gou1E2
Youtube: www.youtube.com/c/caminhotracado


kleberpicui

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 858
  • Sexo: Masculino
    • Shutterstock
Resposta #31 Online: 09 de Setembro de 2015, 07:46:45
Acho incrível como nunca consegui compartilhar experiências sobre isso aqui no forum. Parece que o pessoal daqui não se ligou ainda.

Também já notei que o pessoal do fórum não se interessa tanto pelo assunto. Acredito que muita gente acha que é mais uma proposta de grana fácil na internet e cai de cara sem planejamento, então acabam se decepcionando com a recusa de imagens ou baixa venda.

Eu raramente tive imagens recusadas, em contrapartida, ainda não produzi fotos com uma boa taxa de vendas. As de pessoas seriam uma boa saída, mas falta tempo, disciplina e organização para fazer as produções necessárias (modelos, autorizações, figurinos etc.).

A propósito, procuro entender também um pouco mais os bancos de imagens com o uso do Picniche (www.picniche.com). Conhece a ferramenta? Pesquiso novos possíveis temas a partir dali.
Kléber

Vender fotos na internet: http://submit.shutterstock.com/?ref=976367


Luciano.Queiroz

  • Trade Count: (30)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.438
  • Sexo: Masculino
    • Luciano Queiroz
Resposta #32 Online: 10 de Setembro de 2015, 07:57:42
A propósito, procuro entender também um pouco mais os bancos de imagens com o uso do Picniche (www.picniche.com). Conhece a ferramenta? Pesquiso novos possíveis temas a partir dali.

Não conhecia. A Shutterstock tem uma ferramenta interna mais ou menos nesse estilo. Você digita algumas palavras chave representativas da sua foto e ele seleciona as fotos que tem essas palavras em comum... e aí você pode pegar as palavras dessas fotos em comum ou não..

Sobre fotos com alta taxa de venda, realmente é difícil saber. Tem que ir acompanhando e vendo pelas suas próprias fotos mesmo.. Também tenho várias fotos que nunca venderam, enquanto umas 20 a 40 fotos carregam quase todo o valor de venda total (não fico monitorando pra falar a verdade - a maioria das minhas fotos são outdoor, então não dá certo o pensamento do tipo "produzir mais iguais pra venda", obviamente porque não dá pra controlar muito a cena)
« Última modificação: 10 de Setembro de 2015, 07:58:40 por Luciano.Queiroz »
Luciano Queiroz
www.lucianoqueiroz.com
Facebook: @caminhotracado - https://goo.gl/pNRgQX
Instagram: @caminhotrtacado - https://goo.gl/Gou1E2
Youtube: www.youtube.com/c/caminhotracado


kleberpicui

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 858
  • Sexo: Masculino
    • Shutterstock
Resposta #33 Online: 10 de Setembro de 2015, 08:17:37
O Picniche não retorna as palavras chaves, mas a quantidade de imagens com o tema nos bancos, suas visualizações e taxa de download. Poderia dá uma conferida nos temas de suas imagens que mais vende (ou menos) para ver se a ferramenta é um tanto quanto fiel.


Mas para sugestão de palavras chaves, tem o http://microstockgroup.com/tools/keyword.php (o link aparece no Picniche) e o http://arcurs.com/keywording/ do Yuri Arcurs, que é o maior nome em venda de imagens em banco de imagens.
Kléber

Vender fotos na internet: http://submit.shutterstock.com/?ref=976367


Wagner Okasaki

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 14
Resposta #34 Online: 21 de Setembro de 2015, 14:10:45
Olá, pessoal!

Estou iniciando na fotografia para stock, como atividade complementar.
Já percebi que o caminho é trabalhoso e pouco rentável no início, mas que existe a possibilidade de sucesso num prazo mais longo, para quem tiver paciência, humildade e disciplina.

Entretanto, eu sinto falta de conteúdos mais objetivos e realistas na internet.
Se já tem tanta gente fazendo, com milhões de fotos à venda, movimentando não sei quantos milhões de dólares,  por que não encontro ninguém para me ensinar o caminho das pedras?
Tenho a impressão de que, de um lado, quem domina o assunto não abre a "caixa-preta", e de outro, muita gente que nem vende suas fotos fala como se fosse "o especialista". Isso acaba, infelizmente, provocando a difusão de mitos e ilusões, prejudiciais ao verdadeiro aprendizado. Ora achamos que o negócio é só para os iniciados, inacessível a nós, reles mortais. Ora pensamos que vamos ganhar muito dinheiro sem sair de casa, no piloto automático. Ambos os extremos devem ser evitados.

Nesses tempos de crise, em que as fragilidades do sistema se tornam mais evidentes, acredito que devemos sim buscar novas maneiras de oferecer nossos produtos e serviços, atendendo à demanda crescente por imagens, em troca das condições que necessitamos para viver com dignidade.

Se a venda de fotos para bancos de imagens é acessível a qualquer um, por que não tentar? Mesmo que seja para concluir que não vale a pena...

Comecei do zero absoluto há pouco mais de 4 meses.
No meu caso, foram 45 dias para eu fazer minha primeira venda.
Foi no Fotolia. Eu nem botava muita fé na foto, nem gostava tanto dela assim.
Eu só dei uma olhada nas fotos mais vendidas, para tentar entender o que o mercado estava procurando, e mandei algumas que eu achei “quase parecidas” com o estilo.

A segunda venda foi no Shutterstock, uns 15 dias depois, e aconteceu enquanto eu estava de férias.
Essa mesma imagem, inclusive, foi vendida mais quatro vezes depois.
O que me deixa mais entusiasmado é que nós fazemos o trabalho uma vez só, mas podemos continuar ganhando dinheiro por muito tempo com a mesma foto, se ela for bem procurada.

No total, foram 13 vendas, distribuídas entre Fotolia, iStock e Shutterstock, até o presente momento.
Fico pensando... se eu, que não sou profissional, e tenho só umas 10 fotos online, consegui fazer 13 vendas em quatro meses, imagina quando eu tiver umas 1000 fotos?
Imagina quem é profissional, que tem fotos bem melhores que as minhas e pode se dedicar muito mais tempo do que eu…

Eu acho que o negócio é bom.

E quanto dinheiro eu ganhei?
18 centavos de dólar na primeira venda.
25 centavos na segunda.
Somando tudo deu um pouco mais que 5 dólares até agora.
 :hysterical:

É pouco?
É… mas os ganhos estão aumentando (lentamente, mas aumentando).

Todo mundo que ganha muito dinheiro com esse negócio, se é que existe alguém que ganha… começou do zero. Então eu nem penso em ganhar muito, logo de cara.
É um investimento com retorno a longo prazo, como poupança.
A pessoa faz o maior sacrifício pra guardar cem reais no mês e, quando olha no mês seguinte, rendeu quanto? Uns 60 centavos…
E aí desanimamos, ficamos pensando no que deixamos de fazer, para ganhar em troca só 60 centavos...
É muito fácil desistir.

Mas se persistirmos, vai chegar o dia em que os rendimentos poderão nos sustentar, quem sabe?

Dizem que devemos colocar o dinheiro para trabalhar por nós.
Em nosso caso, vamos colocar as fotos para trabalhar.
www.facebook.com/FotoalmaOficial
www.youtube.com/c/FotoAlma
Instagram: @wagnerokasaki
e-mail: wagnerokasaki@fotoalma.com.br


kleberpicui

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 858
  • Sexo: Masculino
    • Shutterstock
Resposta #35 Online: 22 de Setembro de 2015, 10:43:10
Wagner, que bom encontrar outra alma aqui no fórum interessada em bancos de imagens.

Eu já havia me cadastrado há alguns anos, mas posso dizer que efetivamente estou investindo tempo neles agora.

Muita dica eu consegui no site www.fotografarvenderviajar.com, inclusive já vi umas postagens do autor por aqui há alguns anos. Acho que o blog foi descontinuado, de toda forma, ainda tem muito conteúdo interessante.

Tracei como meta enviar 30 fotos por mês e acho que vai ser fácil cumprir, já que cada produção rende em média de 7 a 10 fotos e tenho feito pelo menos uma produção por semana.

As vendas ainda estão frias, a primeira no Shutterstock foi esta semana, curiosamente de imagem que foi recusada no Dreamstime (vá entender!).

Estou enviando as fotos para:

Shutterstock;
Dreamstime;
Depositphotos;
Fotolia;
Bigstock;
123rf; e
iStock

Vou tentar manter a disciplina nos próximos meses e ver se compensa continuar.
Kléber

Vender fotos na internet: http://submit.shutterstock.com/?ref=976367


Luciano.Queiroz

  • Trade Count: (30)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.438
  • Sexo: Masculino
    • Luciano Queiroz
Resposta #36 Online: 22 de Setembro de 2015, 17:45:53
Se já tem tanta gente fazendo, com milhões de fotos à venda, movimentando não sei quantos milhões de dólares,  por que não encontro ninguém para me ensinar o caminho das pedras?
Tenho a impressão de que, de um lado, quem domina o assunto não abre a "caixa-preta", e de outro, muita gente que nem vende suas fotos fala como se fosse "o especialista".

Wagner, não sei se conhece, mas sugiro assistir alguns videos que o pessoal da Shutterstock tem produzido sobre o assunto... Eles estão bem preocupados em aumentar a carteira de contribuidores e por isso estão fazendo uma espécie de treinamento online. Os videos são transmitidos ao vivo e depois ficam disponíveis no site. dá uma olhada aqui: http://www.shutterstock.com/pt/blog/participe-do-shuttertalk-live-uma-serie-de-workshops-online-para-colaboradores
Luciano Queiroz
www.lucianoqueiroz.com
Facebook: @caminhotracado - https://goo.gl/pNRgQX
Instagram: @caminhotrtacado - https://goo.gl/Gou1E2
Youtube: www.youtube.com/c/caminhotracado


Luciano.Queiroz

  • Trade Count: (30)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.438
  • Sexo: Masculino
    • Luciano Queiroz
Resposta #37 Online: 22 de Setembro de 2015, 17:48:48
Dizem que devemos colocar o dinheiro para trabalhar por nós.
Em nosso caso, vamos colocar as fotos para trabalhar.

Concordo... é por isso mesmo que comecei a vender em bancos.

Ganho pouco ainda, mas o suficiente pra me pagar umas 3 a 4 viagens por ano ou uma atualização de equipamento (lente, corpo, etc..) Ainda mais com o dolar alto como está.
Luciano Queiroz
www.lucianoqueiroz.com
Facebook: @caminhotracado - https://goo.gl/pNRgQX
Instagram: @caminhotrtacado - https://goo.gl/Gou1E2
Youtube: www.youtube.com/c/caminhotracado


kleberpicui

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 858
  • Sexo: Masculino
    • Shutterstock
Resposta #38 Online: 23 de Setembro de 2015, 12:55:10
Ganho pouco ainda, mas o suficiente pra me pagar umas 3 a 4 viagens por ano ou uma atualização de equipamento (lente, corpo, etc..) Ainda mais com o dolar alto como está.

Quero chegar nesse "pouco", Luciano. hahah
Kléber

Vender fotos na internet: http://submit.shutterstock.com/?ref=976367


fhilipehiga

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 15
Resposta #39 Online: 06 de Maio de 2017, 15:37:06
pessoal quase 2 anos depois, como vocês estão?

Estou interessado nisso.



sareki

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 145
  • Sexo: Masculino
Resposta #40 Online: 04 de Fevereiro de 2018, 08:59:54

Quase 1 ano depois ...

Pouco movimentado esses tópicos mesmo!

Comecei a uns 15 dias, só em um banco de imagens! Primeira venda aconteceu em uns 10 dias... por ora encaminhei umas 85 imagens, foram duas reprovações... o sistema é a conta gotas mesmo... Vamos ver no que vai dar ...
Aprendendo, começando! Objetivo: fotografias de paisagens.
Nikon D7200 | Sigma 18-35 1.8 Art | Nikkor 50 1.8 D | Nikkor 70-300 s/VR | Tripé Manfrotto Compact Advanced Black.


joaopompeu

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 30
Resposta #41 Online: 15 de Dezembro de 2018, 14:44:35
Quase outro ano depois...

Alguém usa 500px pra vender?


bjp77

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 565
  • Sexo: Masculino
Resposta #42 Online: 26 de Dezembro de 2018, 18:04:40
Tenho interesse de vender em stock, até separei umas poucas fotos das minhas pessoais porque acho que a maior parte não é vendável.
Tem um pdf não me lembro se é no Dreamstime ou no ShutterStock, mas não entendi a questão dos documentos. Precisa dos documentos da câmera ? Precisa da descrição da lente ? Posso usar lente prime analógica ? Tenho uma Rebel T5 com lente do kit 18-55mm e uma Helios 44 58mm que considero fazer fotos de melhor qualidade ótica.
Canon Rebel T5
EF-S 18-55mm + EF-S 75-300mm
Valdai Helios 44M-4 58mm + KMZ Tair-3S 300mm
Canon T50 Lente 50 mm f1.8 1985 inoperante