Autor Tópico: Tratamento de fotos Bronko  (Lida 9401 vezes)

Matheus

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.384
  • Sexo: Masculino
    • http://www.mundofotografico.com.br
Resposta #45 Online: 12 de Agosto de 2005, 23:58:30
Mostra o apelo da galera pra ele Arthur .. heheheh .. diz q ninguem vai contar pra mais ninguem não ...

heheheheh

brincadeira ...

mas convenhamos, tem certas coisas q não se pode falar, principalmente aqueles q te diferenciam dos outros ...


professorpantoja

  • Trade Count: (2)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 262
Resposta #46 Online: 14 de Agosto de 2005, 18:31:16
gente ..  manip de fotos é experiencia..  nao tem jeito... como fotografar tb...  vai me dizer q um cara q fotografa a 10 anos nao tem seus truques e segredos??  e assim mesmo.. porem se alguem aki tiver afim mesmo de aprender o PS cai dentro pq é uma ferramenta incrivel porem dá trabalho aprender viu...

gastaram horas e horas na frente do pc pra ler tutoriais e tentar implementar no q deseja..  

tem livros muiiito bons q ajudarao tb...

vejam aki um exemplo q fiz com uma manipulação de foto real no PS..

http://www.deviantart.com/deviation/21517727/

quem se interessar em ver a original   tem na descrição escrito LINK


so clicar q abre..

abraços amigos photographos !!!!


Danilo

  • Trade Count: (5)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 858
  • Sexo: Masculino
    • Portfólio
Resposta #47 Online: 14 de Agosto de 2005, 20:10:49
Interessante manipulação. Gosto do tom e da manipulação da luz, mas não sou chegado nessas "feridas", claro que devem ter o seu contexto dentro da manipulação.

Admiro muito o trabalho do Andrzej Dragan, reflete bem o tipo de manipulação forte que eu gosto.

A foto original também está muito boa.

Parabéns e abraços


arguejo

  • Trade Count: (2)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 509
Resposta #48 Online: 15 de Agosto de 2005, 22:19:51
Citar
Citar
Ferramentas Dodge & Burn.
:)
não é tão simples assim;.
nãoo mesmo
Eu não sabia que usar o Dodge e Burn fosse simples!!!

Se o cara souber usar bem essas ferramentas, pode-se fazer uma obra de arte!!!

Eu, por exemplo, não consigo fazer muita coisa com elas não... mas é por falta de criatividade e experiência!!!


Ivan de Almeida

  • Trade Count: (1)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.297
  • Sexo: Masculino
  • . F o t o g r a f i a .
    • Fotografia em Palavras
Resposta #49 Online: 16 de Agosto de 2005, 07:35:13
Muito bonitos os trabalhos do Bronko e outros. Contudo, a menos que seja provado o contrário, grande parte dos tratamentos fica muito bem na tela, mas não resiste ao teste do papel. O papel é muito mais exignente que a tela, pois precisa de toda a resolução. Ao se reduzir a resolução para a tela coisas que não são admissíveis no papel tornam-se admissíveis.

Para mim a boa fotografia é aquela que pode ser copiada no papel em um tamanho razoável (razoável é no mínimo 20X25, sendo isso já pequeno). Meu critério atualmente é que uma boa foto me permite cópias de 30X40. Se não permite, se precisei fazer correções ou tratamentos para ter um determinado aspecto e esses tratamentos criam defeitos visíveis nesses tamanhos maiores, aí é tão somente uma imgem para WEB, o que é também uma forma de arte, mas não fotografia em seu sentido pleno.

Creio ser possível, a partir de um RAW de uma câmera muito pouco ruidosa, em espaços de cor melhores, em 16 bits, chegar perto sem perdas incômodas. Mas há limites e é preciso que a captura já favoreça isso desde o início.

Porém uma coisa deve ser dita sobre as fotos do Bronko que vi no link: Grande parte do efeito é simplesmente saber fotografar, não somente PS. Ele fotografa bem, e isso facilita muito depois -risos.


Arthur Soares

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 30
    • http://www.arthursoares.com
Resposta #50 Online: 16 de Agosto de 2005, 16:45:26
Citar
Porém uma coisa deve ser dita sobre as fotos do Bronko que vi no link: Grande parte do efeito é simplesmente saber fotografar, não somente PS. Ele fotografa bem, e isso facilita muito depois -risos.
 :thmbup:  
:: flickr | :: fotolog
:: deviantart | :: arthursoares.com
:: olhares | :: e-mail

300d . 18-55,3.5-5.6 . 50,1.8 . 70-210,2.8 . 90-300,4.5-5.6


helder84

  • Trade Count: (1)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 1.187
Resposta #51 Online: 16 de Agosto de 2005, 17:17:16
Citar
Muito bonitos os trabalhos do Bronko e outros. Contudo, a menos que seja provado o contrário, grande parte dos tratamentos fica muito bem na tela, mas não resiste ao teste do papel. O papel é muito mais exignente que a tela, pois precisa de toda a resolução. Ao se reduzir a resolução para a tela coisas que não são admissíveis no papel tornam-se admissíveis.

Para mim a boa fotografia é aquela que pode ser copiada no papel em um tamanho razoável (razoável é no mínimo 20X25, sendo isso já pequeno). Meu critério atualmente é que uma boa foto me permite cópias de 30X40. Se não permite, se precisei fazer correções ou tratamentos para ter um determinado aspecto e esses tratamentos criam defeitos visíveis nesses tamanhos maiores, aí é tão somente uma imgem para WEB, o que é também uma forma de arte, mas não fotografia em seu sentido pleno.

Creio ser possível, a partir de um RAW de uma câmera muito pouco ruidosa, em espaços de cor melhores, em 16 bits, chegar perto sem perdas incômodas. Mas há limites e é preciso que a captura já favoreça isso desde o início.

Porém uma coisa deve ser dita sobre as fotos do Bronko que vi no link: Grande parte do efeito é simplesmente saber fotografar, não somente PS. Ele fotografa bem, e isso facilita muito depois -risos.
Concordo. Se não puder ampliar em um papel é pq existem limites e acho que perde um pouco da graça.
Contudo ele fotografa bem e edita que é uma beleza.  :thmbup:  
Helder Viana

"É um que sabe mais que o outro."


Roberto O. Almeida

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 1.431
Resposta #52 Online: 16 de Agosto de 2005, 22:29:59
O Ivan é de um bom senso incrível.  :thmbup:  :thmbup:  :thmbup:  


professorpantoja

  • Trade Count: (2)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 262
Resposta #53 Online: 16 de Agosto de 2005, 23:53:52
ivan te admiro pra caramba aki e te acho super técnico e tal..  so nao concordo com a parte q diz so valorizar o q é impresso em tamanho razoavel...

cara deixa eu expor meu ponto de vista...  se vc me manda uma foto exelente para eu manipular de 8mega pixels ou mais e me disser q tenho q fazer uma montagem e te entregar na mesma qualidade pq quer imprimir e tal... CERTAMENTE te darei perfeita e poderá imprimir que os efeitos sairao muito bem em papel tb...

agora pego imagens livres na internet com resolução 72 Dpis (para tela) e nem penso em imprimir(na maioria dos casos) e tamanho de 1600x 1200 Px  ...   cara é obvio q se eu fizer uma montagem nesse tamanho e resoluçao, depois mandar imprimir nao ficaria bom mesmo. é obvio!

cara nao tenho nada contra vc pessoalmente .. so decidi responder sua opn~ião para que pensem nesse ponto de vista tb..



arte cara se pensa no tipo de mídia que será vista! se for em tela é uma coisa... impressão é outra!!


abraços meu amigo... !!!


neem

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 18
    • http://www.flickr.com/photos/neem
Resposta #54 Online: 17 de Agosto de 2005, 10:46:03
Citar
arte cara se pensa no tipo de mídia que será vista! se for em tela é uma coisa... impressão é outra!!
Mas ele disse justamente isso quando mencionou que uma imagem feita exclusivamente para Web é uma forma arte, mas não fotografia propriamente dita, professorpantoja.

Deixo que ele explique sozinho, entretanto. Milhares de argumentações ao longo da história deste e de outros fóruns já provaram que ele é perfeitamente capaz disso.
eos 300 + EF 28-90
nikon coolpix 5400 + CF 128mb
http://www.flickr.com/photos/neem


Ivan de Almeida

  • Trade Count: (1)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.297
  • Sexo: Masculino
  • . F o t o g r a f i a .
    • Fotografia em Palavras
Resposta #55 Online: 17 de Agosto de 2005, 13:18:22
Obrigado, meem, e Pantoja

Pantoja, discordar é normal, e não me incomoda nada alguém pensar de forma diferente da minha.

Tratamentos com resultados para WEB ou video são válidos, é claro, e como eu já disse e o meem reparou eu ter dito, são uma atividade artística também. Não nego isso, absolutamente. Aliás, é bastante pensável que se torne uma forma de arte com maior prestígio ainda devido ao fato dos meios eletrônicos estarem a crescer proporcionalmente. A foto-para-web é válida, e pode ser extraordinária, é claro.

Contudo existirá uma fronteira, cinzenta, imprecisa por certo, onde a fotografia se transforma em outra coisa. Ninguék pode dizer com certeza onde está essa fronteira, mas na maior parte dos casos dá para perceber se está de um lado ou de outro, restando à zona cinzenta mais uma discussão teórica que problemas reais de distinção.

Fotografia para mim é algo que se liga à tradição da fotografia. Essa não é uma idéia minha, mas do Hegel lida há quase 30 anos atrás e que me mostrou que nas coisas humanas algo está dentro de um campo porque de alguma maneira se liga com o passado daquele campo (mudando mas mantendo o cerne de significação). Assim, fotografia para mim é papel mais que exibição na WEB, e na WEB fotografia para mim é o que pode ser feito em papel com igual qualidade perceptiva e aspecto. A tradição fotográfica é a das imagens em papel, toda a estética fotográfica foi construída sobre isso, toda a história da fotografia é essa. Deste modo as imagens na WEB serão fotografia quando puderem ser papel, no meu julgamento.

Mas, não sendo fotografias, o que seriam? Pois bem, trabalhos gráficos feitos a partir de fotografias são ILUSTRAÇÕES. As imagens daquele polonês são ilustrações, as imagens compostas são ilustrações, as imagens com inserção de elementos são ilustrações, etc. Falta nelas a atitude fotográfica de depor sobre o referente, como explica o Bhartes na sua Câmera Clara. Veja que isso não nasce com o PhotoShop. Ao longo do tempo muitos trabalhos foram feitos com base em fotografias e são ilustrações. Não há nada de novo aí, a não ser a quantidade, a velocidade e a flexibilidade da ferramenta.

Mesmo que você consiga imprimir em 8mp, se perder o elo com o referente, se o referente for para você apenas uma argila em que molda sua concepção plástica, aí não será fotografia mais, e sim um trabalho de ilustração ou artes plásticas. Para ser fotografia é preciso que esteja claramente ligado à tradição fotográfica.

Se é possível impirmir com os efeitos sem incomodar a vista com tratamentos evidentes? Bem, quanto mais for discreto, mais possível. Fiz uma vez uma foto em que retirei um interruptor de uma parede de tijolinhas, substituindo o lugar pelo "tijolo" que é indistinguível. É fotografia porque o motivo era um retrato, continuava a haver o referente e seu contexto. Contudo alguns tratamentos de levantar e abaixar luzes, de contraste, sharp, burn, etc, esses deixam marcas, menos quando se escurece, mais quando se clareia. Se a foto já é intentada para permitir escurecimentos seletivos, se já é fotometrada para isso ou se por acaso é propícia, então tudo correrá no melhor dos mundos e há um grau em que contunuará a ser fotografia. Um exemplo de algo que já transita para a ilustração é o trabalho daquele polonês de quem agora não lembro o nome (Andrejv?), muito legal, mas já distante do significado "fotografia".

Meu critério no fundo é muito simples: Tem dúvida se algo é fotografia ou ilustração? Então não é fotografia. A fotografia não deixa dúvidas.

Um grande abraço,
Ivan


professorpantoja

  • Trade Count: (2)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 262
Resposta #56 Online: 17 de Agosto de 2005, 13:45:33
concordo com o q disse ...  e acho muito legal vc defender sua arte com unhas e dentes: mostra que é um exelente proficional e amador da arte de fotografar.

Pretendo um dia chegar a entender como você essa arte e tambem defende-la com tanto fervor!

Abraços meu amigo e fique com Deus !


Ivan de Almeida

  • Trade Count: (1)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.297
  • Sexo: Masculino
  • . F o t o g r a f i a .
    • Fotografia em Palavras
Resposta #57 Online: 17 de Agosto de 2005, 18:35:02
Pantoja:

Muito obrigado. Sou amador em fotografia, não ganho um tostão com ela, só gasto -risos. Se quiserem me pagar por fotos adoraria, mas ainda não consegui -men tentei muito- fazerr isso acontecer.

Debates, cada um explicando seu ponto, são muito proveitosos. Sei que você tem habilidades desenvolvidas por certo a custa de muita persistência e observação na manipulação de imagens. Não quero absolutamente parecer ser contra isso, gostaria que me entendesse. Creio mesmo que a fotografia digital exige manipulação, e eu mesmo como só fotografo em RAW necessariamente determino nos programas gráficos muito do jeitão da foto, até mesmo já fotometrando com intenção de permitir isso. Somente que mesmo quando faço isso tento dosar o tratamento em duas vertentes: 1) não impedir a copiagem (há algumas cuja copiagem é impossível, mas isso me aborrece nelas. São boas de olhar na tela, mas não me dariam a cópia que gostaria de ter) e 2) ter aspecto natural, de coisa que pode ser percebida mais ou menos como está ali. No segundo caso, diria ser minha linha "naturalista"..

Contudo, há mesmo fotos que faço como produtos da manipulação, que só se constroem pela manipulação, e nessas eu sei estar transitando muito na beirada do conceito fotografia, e só nele fico preso pela ênfase no "isso aconteceu", pois os tratamentos já são bastante radicais. Vou procurar uma para lhe mostrar depois.

Vamos conversando sobre isso, pois partindo de práticas diferentes pode ser muito rico.

Abraços,
ivan
« Última modificação: 17 de Agosto de 2005, 18:36:56 por Ivan de Almeida »


professorpantoja

  • Trade Count: (2)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 262
Resposta #58 Online: 17 de Agosto de 2005, 20:30:20
Ivan, cara nem imaginei estar aki debatendo conceitos com vc. Na verdade com niguem (rsrs) pois tb nao sou nada nem fotografo nem manipulador de fotos profi. Apenas um amador ! tenho 27 anos e morava no Rio de Janeiro. Vim parar aki no Espírito Santo que o nome diz tudo. Aki é santo cara! Fantástico, não por ser mais bello que o Rio mas pela qualidade de vida que levo aki q NUNCA levaria no Rio de Janeiro( e por falar Nele ..  "ABRAÇOS AE PESSSOALLL DO RIOOOOO") Bem ta dado meu recado hehe mas voltando o assunto

Vim pra cá fazem dois anos e meio +- Casei, estou pra ter um filho em breve (Christoffer Passos Pantoja) nome chique né? hehhe

evolui muito na área que atuo(informática) e hoje tenho outra cabeça mais maduro(eu acho rsrs).

Só pra vc ter uma noção de minha evolução como proficional. Cheguei no estado aki e fui trabalhar, por sorte, na maior empresa de informática do Estado como instrutor.  Só q dei muita sorte por eles estarem DESESPERADOS e a procura de uma pessoa com eu( eu deseperado tb - rssr) dei sorte!
Ai logo na primeira semana me deram 10 turmar de básico(Windows, Word, Power point e Excel) ateh ai beleza certo? ...


..


pense mais ...


.


Nao nao ERRADO!

nao sabia NADA de excel... hauhauhau  nadaaaaa nem mesclar células! Bem pra quem sabe o básico sbe o que quero dizer..  atah sabia que o excel era uma planilha eletronica! só nao sabia o que fazer com uma planilha eletrónica... huahaua acreditem se puder !!

Ai aos poucos meu amigo estudei, estudei, estudei............ e hoje, dois anos e meio depois, ministro aulas de:

- Windows , Word, Power Point e Excel ( Nivel intermediario à Avançado)
- Lógica de Programação e Delphi ( Intermediário)
- Corel e Photoshop ( intermediário à Avançado)
- Autocad ( intermediário)

e em breve Web Design

quero tb poder ministrar um curso de Photoshop voltado para ãjustes em fotografia dando noçes elementares do que é Fotometria, lentes, ajustes em cameras digitais para aproveiar melhor seus recursos, etc.. (bem para essa parte conto com a ajuda de vcs é claro)


percebe-se cara uma boa evolução em dois anos e meio ne? não que eu me ache "alguma coisa" que nao sou mas graças a Deus to tendo agora condição de fazer alguns trabalhos free ná area que sempre tive vontade de mezer e nao conseguia por falta de recursoso técnicos...

e digo mais tem apenas 5 meses que mexo com arte digital se é que posso char meus trabalhos de arte ...


mas tb nao importa meu amigo. Só queria dizer com esse pouquinho deminha história aki no Espírirto Santo, que estou aberto a discuções como essa que vão me trazer enrriquecimento Técnico, de espírito e preimcipalmente trazer grandes amigos!


um grande abraço,


                                  Fabio Pantoja  


Ivan de Almeida

  • Trade Count: (1)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.297
  • Sexo: Masculino
  • . F o t o g r a f i a .
    • Fotografia em Palavras
Resposta #59 Online: 17 de Agosto de 2005, 20:45:10
Fábio:

Já tiuve 27 anos! Faz algum tempo -risos.

Grande parte do que aprendi foi sozinho, em todos os campos de interesse que tenho (e que são bastante variados). Há de se ter coragem intelectual para aprender sozinho, para aprender com nossa tenacidade.

Divirta-se aí no Espírito Santo. Perto de Guarapari há umas boas praias mais para o sul, antes de Meaipe.

Abraços,
Ivan