Autor Tópico: Como conseguir cores mais vivas?  (Lida 9075 vezes)

Chello

  • Trade Count: (15)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.638
  • Sexo: Masculino
    • CJPress Foto e Jornalismo
Resposta #15 Online: 24 de Julho de 2008, 20:59:11

Lembra do tempo que a gente ficava passando a mão na frente do ampliador pra queimar mais uma área da foto que outra?
Das interrupções no revelador? Das viradas? Etc. Isso é muito gostoso de fazer, só que agora é tudo "as claras", rsrsrs

caraaa

eu fiz isso só umas 2 vezes... isso eh muito melhor que photoshopar e talz....
nao vou muito com a cara de editores e talz...

e caramba!
voces estao com um vocabulario ****... nao entendo quase nda euaHEUHauehuAH


valeu pela ajuda galera... me conformei que preciso de editar...
mas queria algo mais direto sabe... na camera e talz...

***** eu nao sei nem fazer um quote! eUAHEUHAuehuAHE

Basta praticar que vc verá que o pós no LR é tão gostoso quanto a revelação das antigas, só que sem cheiro!!! kkk

PS: Sem querer ser chato, mas as regras do fórum não permitem palavrão então tente não utilizá-los!

Abs
« Última modificação: 24 de Julho de 2008, 21:01:37 por Chello »
Chello
Fotojornalista
Canon Professional

Instagram: @chellofotografo


Randal.Junior

  • Trade Count: (1)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 890
  • Sexo: Masculino
  • Think out of the blackbox.
    • Flickr
Resposta #16 Online: 24 de Julho de 2008, 21:00:52
Hoje em dia mesmo fotografando cerca de 1.000 à 1.500 fotos por evento o workflow do pós no LR está simples e rápido.
Acho que voltar a pensar como na época do filme, significa necessariamente fotografar em RAW atualmente.
No pós, você consegue sem dúvidas melhores cores e nitidez. Agora, fotografar corretamente é prerrogativa para possibilitar um pós satisfatório.

Abs

Apesar de tudo que eu falei concordo com o Chello, nem tudo se resume ao "Photoshop".
Se vc der uma Ferrari p/ um motorista comum e um carro bonzinho p/ o Shummaker é bem capaz que o carro comum chegue na frente, agora se vc juntar a Ferrari e o Shums o negócio é diferente. :):):)

Eu não disse que quando vc fotografa em RAW pode se tornar negligente, só que se vc já fotografar já pensando no que pode fazer com o pós, é uma ferramenta e tanto.
Randal Junior
Now shooting on D80 D90 D7000 D7200 + 10.5 fisheye + 35/1.8 + 16-85VR + 85 macro + 70-300VR + SB600

Flickr: Photostream
.


Chello

  • Trade Count: (15)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.638
  • Sexo: Masculino
    • CJPress Foto e Jornalismo
Resposta #17 Online: 24 de Julho de 2008, 21:03:53
Hoje em dia mesmo fotografando cerca de 1.000 à 1.500 fotos por evento o workflow do pós no LR está simples e rápido.
Acho que voltar a pensar como na época do filme, significa necessariamente fotografar em RAW atualmente.
No pós, você consegue sem dúvidas melhores cores e nitidez. Agora, fotografar corretamente é prerrogativa para possibilitar um pós satisfatório.

Abs

Apesar de tudo que eu falei concordo com o Chello, nem tudo se resume ao "Photoshop".
Se vc der uma Ferrari p/ um motorista comum e um carro bonzinho p/ o Shummaker é bem capaz que o carro comum chegue na frente, agora se vc juntar a Ferrari e o Shums o negócio é diferente. :):):)

Eu não disse que quando vc fotografa em RAW pode se tornar negligente, só que se vc já fotografar já pensando no que pode fazer com o pós, é uma ferramenta e tanto.

 :clap: :clap: :clap:
Chello
Fotojornalista
Canon Professional

Instagram: @chellofotografo


Kika Salem

  • Trade Count: (2)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 1.266
  • Sexo: Feminino
Resposta #18 Online: 24 de Julho de 2008, 21:42:19
Já usei curvas, mas já faz tempo.  Hoje acerto-me com o Vivid (pré-set) mesmo.

Tem como enviar o link desta curva que você usa?

 :ok:

Eu faço como o Fransergio, mas fiquei curiosa sobre como usar esse sistema de curvas.


Fransergio Paiva

  • Trade Count: (8)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 1.522
  • Sexo: Masculino
    • http://www.fransergiopaiva.com.br/
Resposta #19 Online: 25 de Julho de 2008, 09:28:29

Eu não disse que quando vc fotografa em RAW pode se tornar negligente, só que se vc já fotografar já pensando no que pode fazer com o pós, é uma ferramenta e tanto.


Concordo plenamente.. mas EU estava ficando negligente... este foi um dos fatores que fez-me retornar o jpg.

Mas novamente afirmo, não existe certo ou errado em fotografar em RAW ou em JPG.

 :ok:
Fransergio Paiva
Analista de Sistemas
Belo Horizonte - MG  - 
Nikon D7200
Nikon D300s
Nikon D50
Nikon 50mm 1.8 / Nikon 80-200mm 2.8 / Tamron 28-75mm 2.8
SB-600 / SB-900
Sekonic L-358 Flash Master Light

http://www.fransergiopaiva.com.br/


LuizNdo

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.407
  • Sexo: Masculino
  • Tente, invente.
Resposta #20 Online: 25 de Julho de 2008, 13:42:36
A negligência é proporcional à facilidade de corrigir o erro.

Quem conheceu os processos analógicos e chegou ao digital sabe disso muito bem e até sentiu na pele, em algum momento, como é tentador ser negligente.

No filme, temos limites de pose. O digital nos permite clicar quase indefinidamente.

No filme, só veremos o sucesso ou fracasso bem mais tarde, geralmente impossibilitados de repetir a cena. O digital nos permite conferir a foto logo após o clique, e até durante o mesmo (com o LiveView), e isso nos permite refazer as fotos.

No filme, fazer correções de exposição, cores e contraste é um processo trabalhoso, requer ambiente controlado, equipamento adequado e produtos químicos nas doses certas. O digital oferece várias oportunidades de correção no conforto do PC caseiro.

No filme, os fracassos são físicos e caros nos forçando a dominar a técnica para não repetir tais falhas, por vezes, evitando até cenas difíceis. O digital nos permite simplesmente apagar o erro e reajustar a exposição até conseguirmos um resultado satisfatório, mesmo em cenas complicadas.

Porém...

No filme, aceitamos melhor os imprevistos e pequenas imperfeições por saber que não é fácil acertar e que provavelmente é impossível repetir. O digital nos torna também mais exigentes com as próprias imagens geradas. Se é fácil repetir, "volte lá e faça melhor"!

E onde tudo isso quer chegar?
Para conseguir cores mais vivas, primeiro faça uma boa captura e depois apure o resultado no computador.
A câmera deve ser utilizada em sua maxima capacidade.
Se a pós-produção limita-se apenas à correções, seu trabalho será minimizado. Mas se você procura amplicar sensações, passar algo mais com a imagem ou fazer algo além da própria foto, a pós-produção é o seu momento e o clique bem feito foi apenas o primeiro passo.

Assim com foi no filme, ainda se aplica ao digital.

Aproveite as facilidades lembrando de não ser negligente só porque pode errar.
 :ok:

Escrevi demais... sobre o que era mesmo o assunto???
>> Belo Horizonte <<
Fotógrafo Entusiasta.
Sony P100
Canon 7D e XT + 18-55 mm + 75-300 mm USM III + Canon 50mm f1.8 + Sigma 10-20mm + Canon 100-400mm L IS + Adaptador de Telescópio!
Meu Flickr


eutueedu

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 15
Resposta #21 Online: 25 de Julho de 2008, 13:43:06
paulo e chello obrigado por me criticar... vou tentar parar! eh o custume sabe...

e desculpe a todos pelos palavroes eh que nao sabia dessa regra.


dondon

  • Trade Count: (5)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 7.286
  • Sexo: Masculino
    • Plínio Dondon
Resposta #22 Online: 25 de Julho de 2008, 13:57:22
Não sou profissional, ainda fotografo por puro prazer e satisfação. Então me dou ao luxo de QUERER que minhas fotos me satisfaçam nas suas versões "originais". Claro que nem sempre isso é possível e muitas vezes vou pro Photoshop corrigir o que não me agrada. Mas sei que ainda preciso aprender muito, sobre softwares e, principalmente, sobre fotografia, para perceber a real necessidade da pós-produção e até onde o "clique" pode garantir uma imagem "pura e perfeita".

Mas como disseram, praticamente TODOS os ajustes oferecidos em softwares de edição são derivações de tratamentos analógicos/químicos. O maior problema é quando esses ajustes e tratamentos ultrapassam um limite razoável ou quando estão nas mãos de gente que brinca com eles, sem objetivos.

Um ponto que me faz QUERER ter fotos em suas versões originais é a saturação do computador na minha vida, trabalho em frente a essa birosca há anos 8, 10, 12 e até 14 horas por dia. Isso enche muito o saco, então o máximo que posso evitar de ficar aqui, evito.  :assobi:

Abraço.


LuizNdo

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.407
  • Sexo: Masculino
  • Tente, invente.
Resposta #23 Online: 25 de Julho de 2008, 14:14:48
Dondon, eu também tenho buscado o melhor clique e o menor trabalho na pós-produção.
Mas eu não evito a pós-produção. Ainda fico um bom tempo avaliando cada foto pra ver "o que dá pra salvar" e o que devo descartar.
>> Belo Horizonte <<
Fotógrafo Entusiasta.
Sony P100
Canon 7D e XT + 18-55 mm + 75-300 mm USM III + Canon 50mm f1.8 + Sigma 10-20mm + Canon 100-400mm L IS + Adaptador de Telescópio!
Meu Flickr


MANSANO

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 122
  • Sexo: Masculino
Resposta #24 Online: 26 de Julho de 2008, 01:31:29
No lightroom, isto se torna mais facil e rápido e pelo jeito, com os presets que o Pictus indicou, deve se ter muito mais opções.

André Mansano
Canon 5D Mark II /c  Grip BG-E6 (2x)
Canon 5D /c  Grip BG-E4
Sigma 15mm f/2.8 Fisheye | Canon 16-35mm f/2.8L II USM | Canon 24-70mm f/2.8L USM | Canon 35mm f/1.4L USM | Canon 50mm f/1.4 USM | Canon 85mm f/1.8 USM | Canon 100mm f/2.8L IS Macro USM
Canon Flash 580EX II c/ CP-E4 - 3x


Noel Thomas

  • Trade Count: (7)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 248
  • Sexo: Masculino
Resposta #25 Online: 26 de Julho de 2008, 02:06:05
Foi bom surgir esse assunto, pois tenho uma dúvida a respeito da quantidade de ferramentas do PS ou do LR, que um fotografo pode usar, sem fazer a foto no PC, tem um limite? E se existe quais são as ferramentas "aceitáveis"?
Não digo como desqualificação daqueles que utilizam o software inteiro, mas baseado na discussão de se fazer a imagem no momento do clique.
 :ponder:


Bucephalus

  • Trade Count: (1)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.089
  • Sexo: Masculino
Resposta #26 Online: 26 de Julho de 2008, 11:11:03
Toda foto é feita na hora do clique, não adianta fotografar o próprio pé e depois futucar no PS pra transformar ela em uma imagem do Ansel Adams.

Diria que o mínimo que todos deveriam se habituar a ajustar são o controle do balanço de branco (deixo na câmera no automático, e nem esquento mais, pois posso corrigir depois), pequenas correções na exposição, e recuperação de tons muito claro ou escuros (ampliação da dynamic range).


dondon

  • Trade Count: (5)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 7.286
  • Sexo: Masculino
    • Plínio Dondon
Resposta #27 Online: 26 de Julho de 2008, 12:39:11
Acho que nem é o lugar, mas não custa perguntar.

Quanto ao ajuste de branco, o que vocês fazem quando fotografam ambientes com mais de um tipo de luz? Um sala onde metade é iluminada por lâmpada incandescente e outra metade por lâmpada fluorescente, por exemplo.

Tenho tido dificuldades em equilibrar as cores nesses casos.  :aua:

Um exemplo rápido, nesse caso a luz que incide sobre os temperos é de tom amarelado, e a luz ao fundo à esquerda é e tom azulado. Se eu ajusto branco para a luz à direita o fundo fica extremamente azul, se faço o contrário, o tom amarelo fica ainda mais amarelo e o branco vai embora.


Imagem original, saída da câmera.

O que fazer?  :(

Abraço.


Bucephalus

  • Trade Count: (1)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.089
  • Sexo: Masculino
Resposta #28 Online: 26 de Julho de 2008, 15:11:03
Diria que o mínimo que todos deveriam se habituar a ajustar são o controle do balanço de branco (deixo na câmera no automático, e nem esquento mais, pois posso corrigir depois), pequenas correções na exposição, e recuperação de tons muito claro ou escuros (ampliação da dynamic range).

Só pra ilustrar, alguns testes que eu estava realizando agora a pouco. Estava tirando umas fotos com um fitro ND de 1000x (que é muito complicado de acertar a exposição), e em um desses testes eu errei feio e estourei a imagem:



No momento pensei "deleta isso", mas aí resolvi deixar pra ver o quanto eu podia recuperar depois. Eis o que consegui:



O que eu penso? Raw me deixa muito mais a vontade pra extrair todo o potencial da câmera sem me preocupar com certas limitações, e me deixando muito mais livre pra compor a foto, e me liberando de certas limitações do local (pouca ou muita luz, por exemplo). Pra mim, raw > JPG.


MANSANO

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 122
  • Sexo: Masculino
Resposta #29 Online: 26 de Julho de 2008, 15:38:48
Isto é raw.
Fantástico.
Canon 5D Mark II /c  Grip BG-E6 (2x)
Canon 5D /c  Grip BG-E4
Sigma 15mm f/2.8 Fisheye | Canon 16-35mm f/2.8L II USM | Canon 24-70mm f/2.8L USM | Canon 35mm f/1.4L USM | Canon 50mm f/1.4 USM | Canon 85mm f/1.8 USM | Canon 100mm f/2.8L IS Macro USM
Canon Flash 580EX II c/ CP-E4 - 3x