Autor Tópico: Esqueçam as compactas e "prosumers"!! Apresentado o "Micro Four Thirds"!!!!  (Lida 24133 vezes)

Leandro Federsoni

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.974
  • Sexo: Masculino
Resposta #45 Online: 06 de Agosto de 2008, 15:14:38
Leandro o problema ai é o tamanho do sensor, a DF de 105mm teria que continuar com 105mm, ai pela lei de gauss as distâncias de foco seriam exatamente as mesmas. Então fica realmente difícil conseguir que uma lente de 105mm fique do mesmo tamanho que uma 38mm. Mesmo sendo uma objetiva com foco virtual (fora da objetiva) ela acabaria ficando grande, ou muito ruim, ou muito cara.

Perfeito Leo :ok:

Ou seja com o micro 4/3 não deveremos ter milagres no comprimento das lentes, a não ser que eles façam lentes retráteis/tambor como das compactas.

Valeu


pedro_raythz

  • Trade Count: (4)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 8.469
  • Sexo: Masculino
Resposta #46 Online: 06 de Agosto de 2008, 15:39:41
Outro fato interessante é o sincronismo do flash vai aumentar para 1/4000s ou 1/8000s :P


Paradela

  • Trade Count: (3)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 469
  • Sexo: Masculino
Resposta #47 Online: 06 de Agosto de 2008, 16:43:42
"Outro fato interessante é o sincronismo do flash vai aumentar para 1/4000s ou 1/8000s"

 Acredito que isso seja mais perfumaria que útil, pois na prática, acima de 1/250s o flash já não é mais captado, não sei se me expressei bem?! Deixo a pergunta para os "experts" no assunto.

Vlw.
Alexandre Paradela


Leo Terra

  • SysOp
  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 13.744
  • Sexo: Masculino
  • “Deus disse: 'Haja luz'. E houve luz.” (Gen 1,3)
    • http://www.leoterra.com.br
Resposta #48 Online: 06 de Agosto de 2008, 17:08:51
Paradela não é perfumaria não.
Na verdade é muito útil para diversos tipos de efeitos.
A duração do flash varia muito de equipamento para equipamento, sendo de 1/1000s, em flashs mais potentes, até 1/30000s. Se a Oly associar isso a flashs de 1/10000s (que não é difícil) será uma verdadeira mão na roda.
Não existe esse limtie de 1/250s. Na verdade essa é a velocidade de sincronismo máxima que os fabricantes conseguem atingir por via mecânica, velocidades mais rápidas como 1/500s (da D50, por exemplo) são obtidas a partir de obturação híbrida (mecânica/eletrônica).
Leo Terra

CURSOS DE FOTOGRAFIA: www.teiadoconhecimento.com



ATENÇÃO: NÃO RESPONDO DÚVIDAS EM PRIVATIVO. USEM O ESPAÇO PÚBLICO PARA TAL.
PARA DÚVIDAS SOBRE O FÓRUM LEIA O FAQ.


Paradela

  • Trade Count: (3)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 469
  • Sexo: Masculino
Resposta #49 Online: 06 de Agosto de 2008, 19:01:09
 Interessante, Leo, sempre achei que depois de 1/250 ou 1/320 o flash já não tinha aproveitamento algum! Acho que não tenho feito o dever de casa, como diz o Pictus, já estamos no século 21 e o Muro de Berlim não existe mais! hahaha

Vlw.
Alexandre Paradela


Pictus

  • Trade Count: (3)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 9.119
  • Sexo: Masculino
    • http://www.flickr.com/photos/10986424@N02/sets/
Resposta #50 Online: 06 de Agosto de 2008, 23:20:51
Interessante, Leo, sempre achei que depois de 1/250 ou 1/320 o flash já não tinha aproveitamento algum! Acho que não tenho feito o dever de casa, como diz o Pictus, já estamos no século 21 e o Muro de Berlim não existe mais! hahaha

Vlw.

Hehehehe
Olha o EXIF da foto...

« Última modificação: 06 de Agosto de 2008, 23:22:08 por Pictus »


Leo.Amaral

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 75
Resposta #51 Online: 06 de Agosto de 2008, 23:42:07
Pictus, as Alphas possuem obturador eletrônico?


F.Kruschewsky

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 323
Resposta #52 Online: 06 de Agosto de 2008, 23:46:39
Desta vez por Thom Hogan (www.bythom.com):

"EVIL on the Horizon

Aug 3--Olympus and Panasonic have announced the Micro 4/3 initiative, which essentially marks the first EVIL (Electronic Viewfinder Interchangeable Lens) SLR camera specification. In traditional SLR cameras a mirror is used to deflect light to an optical viewfinder, and to exposure and autofocus sensors. The mirror mechanism has one key drawback: it increases the lens mount to sensor distance, placing a restriction on the size camera you can create. You also need space for the optical finder. An EVIL design, in theory, can be much smaller for the same sensor size, resulting in mini-DSLRs that fall somewhere between compact camera and DSLR sizes.

The drawback of an EVIL design is that it has no dedicated parts for focus and exposure, which makes for big challenges in cutting shutter lag and providing high-speed focus. In addition, you need a high quality LCD in order to get good viewfinder performance (certainly possible, but no current camera has one that's good enough, IMHO).

The thing that strikes me is that Olympus is essentially back to where they started with DSLRs: announcing a new acquisition size and lens mount and claiming that it'll allow for smaller cameras and lenses. When 4/3 was originally announced, it was going to produce smaller, lighter DSLRs due to the smaller sensor size. Nope, didn't really happen. Now, in announcing Micro 4/3, they reveal why: "oh, by the way, using mirrors in 4/3 produced cameras that are 20mm thicker at a minimum than we can now produce with Micro 4/3."

The problem for Olympus is that they haven't really changed the problem they had in the first place: they keep bringing a knife to a gun fight. How much you want to bet that we see a Micro APS initiative from one or more makers? As far as I can tell, Micro 4/3 wouldn't have any real camera size advantage over Micro APS, yet it still has the smaller photosite size issue that 4/3 has been fighting all along. Rumors of an upcoming APS Coolpix now take on a new meaning. Were Nikon to match the interchangeable lens aspect of Micro 4/3, Olympus will find themselves once again with the smaller sensor issue they've been fighting in DSLRs.

Overall, I like the EVIL idea: smaller through-the-lens cameras with interchangeable lenses that are barely bigger than compacts (and should even be smaller than some so-called bridge compacts, such as the Fujifilm S1000FD) but have much better sensors. This makes for a useful travel and carry-everywhere camera that isn't plagued by yet another super small sensor and its accompanying problems. But it seems to me that Olympus is still fighting an uphill battle. If Micro 4/3 is good, Micro APS should be better, all else equal.

Analyzing the strategic point of view, my assessment is that Olympus keeps looking for empty short-term niches that are unprotectable long-term. I just don't see how you get enough momentum and critical mass to hold any gains you make, though. The original 4/3 initiative resulted in sales that are now almost an order of magnitude lower than APS. What's to stop that from happening again? Nothing that I can see."


Boa Leitura!!!


Leo Terra

  • SysOp
  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 13.744
  • Sexo: Masculino
  • “Deus disse: 'Haja luz'. E houve luz.” (Gen 1,3)
    • http://www.leoterra.com.br
Resposta #53 Online: 07 de Agosto de 2008, 00:03:52
Essa que o pictus usou está acima do sincronismo, usando um recurso stroboscópico denominado HSS. Esse recurso faz com que em vez de um único flash sejam disparados vários flashs para preencher os intervalos que se formam acima da velocidade de sincronismo do obturador. Não é qualquer flash que é compatível com esse recurso e como o flash é dividido em vários flashs a potência tbm cai. Canon, Nikon, Pentax e Olympus possuem recursos semelhantes. :)
Leo Terra

CURSOS DE FOTOGRAFIA: www.teiadoconhecimento.com



ATENÇÃO: NÃO RESPONDO DÚVIDAS EM PRIVATIVO. USEM O ESPAÇO PÚBLICO PARA TAL.
PARA DÚVIDAS SOBRE O FÓRUM LEIA O FAQ.


Zeiss

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 698
    • Melhor pra Deus
Resposta #54 Online: 07 de Agosto de 2008, 00:05:27
É possível que no futuro as aps também passem a ter sistema parecido, como diz o Ivan seriam as reais cameras digitais; ainda podem vir com visores de lcd ou outro material mais moderno de altíssima resolução e com opção de visão infrared como algumas sony; aí vc veria pelo visor até na escuridão, algo que superaria em muito os visores reflex. Deve ser só questão de tempo. Se a Pentax entrasse de cabeça em algo assim com seus sensores próprios poderia se dar bem e melhorar sua posiçao no mercado; na situação dela tem que ousar pra sobreviver ou quebrar logo de vez.
João Bosco
Sony Alpha A100+18-70+F56AM
Sony NEX F3 Black+18-55
Panasonic Lumix TZ10
boscovieira@hotmail.com-Fortaleza-CE


Pictus

  • Trade Count: (3)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 9.119
  • Sexo: Masculino
    • http://www.flickr.com/photos/10986424@N02/sets/
Resposta #55 Online: 07 de Agosto de 2008, 00:12:28
Pictus, as Alphas possuem obturador eletrônico?

Shutter mecânico, no caso da A200/300/350 acima de 1/160(na A700 é 1/250)
só com flash em modo FP/ HSS, a desvantagem de usar o flash em modo FP/HSS
é que perde muita potência e não congela a imagem como no modo normal.

http://revjim.net/2008/03/21/high-speed-sync-auto-fp/
http://www.chem.helsinki.fi/~toomas/photo/flash-discharge/hispeed.html
HSS x Normal http://webs.lanset.com/rcochran/flash/hss.html

 



Pictus

  • Trade Count: (3)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 9.119
  • Sexo: Masculino
    • http://www.flickr.com/photos/10986424@N02/sets/
Resposta #56 Online: 07 de Agosto de 2008, 00:16:30
Essa que o pictus usou está acima do sincronismo, usando um recurso stroboscópico denominado HSS. Esse recurso faz com que em vez de um único flash sejam disparados vários flashs para preencher os intervalos que se formam acima da velocidade de sincronismo do obturador. Não é qualquer flash que é compatível com esse recurso e como o flash é dividido em vários flashs a potência tbm cai. Canon, Nikon, Pentax e Olympus possuem recursos semelhantes. :)

Acho que foi a Olympus quem primeiro implementou HSS/FP...  :ponder:


Leo Terra

  • SysOp
  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 13.744
  • Sexo: Masculino
  • “Deus disse: 'Haja luz'. E houve luz.” (Gen 1,3)
    • http://www.leoterra.com.br
Resposta #57 Online: 07 de Agosto de 2008, 00:24:35
Pictus se não me engano essa invenção é da Canon... :) Quase tudo que existe de inovação em câmeras fotográficas ou foi inventado pela Canon ou foi inventado pela Minolta. :)
Leo Terra

CURSOS DE FOTOGRAFIA: www.teiadoconhecimento.com



ATENÇÃO: NÃO RESPONDO DÚVIDAS EM PRIVATIVO. USEM O ESPAÇO PÚBLICO PARA TAL.
PARA DÚVIDAS SOBRE O FÓRUM LEIA O FAQ.


gugalandia

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 21
  • Sexo: Masculino
  • Guga
Resposta #58 Online: 09 de Agosto de 2008, 15:22:53
Desta vez por Thom Hogan (www.bythom.com):

"EVIL on the Horizon

Aug 3--Olympus and Panasonic have announced the Micro 4/3 initiative, which essentially marks the first EVIL (Electronic Viewfinder Interchangeable Lens) SLR camera specification. In traditional SLR cameras a mirror is used to deflect light to an optical viewfinder, and to exposure and autofocus sensors. The mirror mechanism has one key drawback: it increases the lens mount to sensor distance, placing a restriction on the size camera you can create. You also need space for the optical finder. An EVIL design, in theory, can be much smaller for the same sensor size, resulting in mini-DSLRs that fall somewhere between compact camera and DSLR sizes.

The drawback of an EVIL design is that it has no dedicated parts for focus and exposure, which makes for big challenges in cutting shutter lag and providing high-speed focus. In addition, you need a high quality LCD in order to get good viewfinder performance (certainly possible, but no current camera has one that's good enough, IMHO).

The thing that strikes me is that Olympus is essentially back to where they started with DSLRs: announcing a new acquisition size and lens mount and claiming that it'll allow for smaller cameras and lenses. When 4/3 was originally announced, it was going to produce smaller, lighter DSLRs due to the smaller sensor size. Nope, didn't really happen. Now, in announcing Micro 4/3, they reveal why: "oh, by the way, using mirrors in 4/3 produced cameras that are 20mm thicker at a minimum than we can now produce with Micro 4/3."

The problem for Olympus is that they haven't really changed the problem they had in the first place: they keep bringing a knife to a gun fight. How much you want to bet that we see a Micro APS initiative from one or more makers? As far as I can tell, Micro 4/3 wouldn't have any real camera size advantage over Micro APS, yet it still has the smaller photosite size issue that 4/3 has been fighting all along. Rumors of an upcoming APS Coolpix now take on a new meaning. Were Nikon to match the interchangeable lens aspect of Micro 4/3, Olympus will find themselves once again with the smaller sensor issue they've been fighting in DSLRs.

Overall, I like the EVIL idea: smaller through-the-lens cameras with interchangeable lenses that are barely bigger than compacts (and should even be smaller than some so-called bridge compacts, such as the Fujifilm S1000FD) but have much better sensors. This makes for a useful travel and carry-everywhere camera that isn't plagued by yet another super small sensor and its accompanying problems. But it seems to me that Olympus is still fighting an uphill battle. If Micro 4/3 is good, Micro APS should be better, all else equal.

Analyzing the strategic point of view, my assessment is that Olympus keeps looking for empty short-term niches that are unprotectable long-term. I just don't see how you get enough momentum and critical mass to hold any gains you make, though. The original 4/3 initiative resulted in sales that are now almost an order of magnitude lower than APS. What's to stop that from happening again? Nothing that I can see."


Boa Leitura!!!

eu pergunto o Thom Hogan é cego? ele diz claramente que as propostas apresentadas pelo 4/3 realmente não aconteceram (corpos e lentes mais leves e compactos, etc). o que dizer da E-410, 25mm 2.8, 14-42mm 3.5, 40-150mm 4.0, 12-60mm 2.8, 14-54mm 2.8, 50-200mm 2.8, 70-300mm 4.0, etc? basta comparar com suas concorrentes Nikon e Canon que verá estas propostas se destacarem! é piada dele? isto sem falar na teles e super-teles que "a coisa" fica ainda mais destacada. sou usuário de Nikon (D40x e FM2) e Olympus (E-420). sempre que vejo um comentário sobre o 4/3 na maioria das vezes é negativo. a proposta e caminhos seguidos até hoje pelo 4/3 prá mim são excelentes. é uma sistema pensado 100% no digital e com mais vantagens do que desvantagens. a "pulga atrás da orelha" deste sistema continua sendo o ruído, nada muito significante. todos falam do maior ruído em ISO elevados, mas hoje eles conseguiram com os sensores "PANA" chegar em equivalência em seus concorrentes e em alguns casos levam vantagens. alguns vão citar a menor faixa dinâmica em alta luzes, mas isto é corrigido com uma boa fotometria e edição ou com o famoso HDR. torço para uma vida longa do 4/3 e seu novo filho "micro"!
--
Gustavo Melhado Petean


Leo Terra

  • SysOp
  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 13.744
  • Sexo: Masculino
  • “Deus disse: 'Haja luz'. E houve luz.” (Gen 1,3)
    • http://www.leoterra.com.br
Resposta #59 Online: 10 de Agosto de 2008, 15:26:04
Na boa, o Thom Hogan é completamente cego e sabe muito pouco sobre equipamentos digitais e principalmente sobre mercado (nunca vi ele acertar nada). Eu realmente não sei porque muitos idolatram ele como uma referência.
Leo Terra

CURSOS DE FOTOGRAFIA: www.teiadoconhecimento.com



ATENÇÃO: NÃO RESPONDO DÚVIDAS EM PRIVATIVO. USEM O ESPAÇO PÚBLICO PARA TAL.
PARA DÚVIDAS SOBRE O FÓRUM LEIA O FAQ.